sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Novo ferry da Atlânticoline, Mestre Jaime Feijó

Mestre Jaime Feijó já está a navegar no grupo central e será baptizado na sexta-feira dia 9
A empresa de transportes marítimos inter-ilhas revelou que o novo ferry da Atlânticoline, Mestre Jaime Feijó, integra, desde ontem, a operação de transporte marítimo de passageiros e viaturas no Grupo Central.

Recorda a mesma fonte que após a sua chegada à Horta, no passado dia 24 de julho, o navio foi alvo de inspeções da DGRM e de vários outros procedimentos necessários à sua entrada na operação, destacando-se o registo na Capitania do Porto da Horta. Enquanto decorreram esses procedimentos, foram sendo diligenciados os últimos preparativos, no interior do navio, para que este pudesse ingressar na operação logo que possível. Com a entrada em funcionamento do Mestre Jaime Feijó, será retomada a operação da Linha Lilás, que liga a Linha Verde aos portos da Calheta de São Jorge e de Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, duas vezes por semana.
Com 41,20 metros, o Mestre Jaime Feijó foi construído pelos Astilleros Armon, em Espanha. Tem capacidade para 333 passageiros e 15 viaturas, duas das quais com 5,5 toneladas. Está, ainda, dotado de uma enfermaria capaz de transportar em simultâneo 3 doentes em maca. A cerimónia de batismo do novo ferry decorrereu hoje sexta-feira, dia 9 de Agosto, pelas 15h00, no Terminal Marítimo da Horta.

CA/MN

Sem comentários: