sexta-feira, 19 de abril de 2019

Torneio Regional de Futebol Inter Ilhas Sub-12, na Terceira:

Evento reservado ao escalão de sub-12 não contou com Flores, São Jorge e Graciosa
Selecção de São Miguel vence Torneio Regional Inter-Ilhas
A selecção da ilha de São Miguel foi a grande vencedora do denominado Torneio Regional Inter Ilhas, reservado ao escalão etário de Sub-12, na modalidade de futebol. A representante da Associação de Futebol de Ponta Delgada venceu todas as partidas em que participou.
O evento, que teve como anfitriã a Associação de Futebol de Angra do Heroísmo (AFAH), disputou-se no Campo Municipal da Angra do Heroísmo. Ficamos com o quadro completo de resultados:

Dia 12, Sexta-feira,
Faial, 2 -  Pico, 0
São Miguel, 2 -  Terceira A,  1
Dia 13, Sábado,
Pico, 1 -  São Miguel, 4
Terceira A, 5 -  Terceira B, 0
Terceira B, 2 -  Pico, 1
São Miguel, 5 -  Faial, 0
Dia 14, Domingo,
Pico, 2 -  Terceira A, 2
 Faial, 2 -  Terceira B, 2 
Terceira A, 4 -  Faial, 3
Terceira B, 1 -  São Miguel, 8
Fora do torneio ficaram as selecções de Flores, São Jorge e Graciosa. As más condições climatéricas afectaram as ligações áreas e os jovens daquelas ilhas viram-se impedidos de viajar. Segundo Paulo Gomes, a AFAH está a ponderar a hipótese de realizar um quadrangular ainda neste mês de abril.
“Estamos a falar em miúdos de 12 anos, que trabalharam afincadamente nos últimos meses para este torneio. Foram impedidos por situações que não estão relacionadas com o desporto”, explicou o presidente da AFAH, em declarações à comunicação social no passado Domingo, antes do pontapé de saída do jogo entre Lusitânia e Fontinhas, para a Liga Salsiçor, no estádio João Paulo II.
Paulo Gomes adiantou, ainda, que já foi enviado à Direcção Regional do Desporto um e-mail a solicitar que as verbas atribuídas se mantenham para que esse torneio quadrangular, com Terceira, Flores, São Jorge e Graciosa, se possa realizar.
Além de lamentar o sucedido, o líder da AFAH vincou, ainda, a desilusão que se instalou nas comitivas daquelas três selecções. De acordo com Paulo Gomes, caiu por terra o trabalho realizado ao longo dos últimos meses, que a associação pretende valorizar com a realização do já referido quadrangular.
“Em relação à Graciosa, conseguimos alguns patrocínios e adquiriu-se, inclusive, vários equipamentos. Os jovens estavam muito entusiasmados com esta experiência e foi, de facto, uma frustração, até pelo tempo que ficaram a aguardar no aeroporto. Foi frustrante”, concluiu Paulo Gomes, Presidente da AFAH.

CA/DI/MN

Sem comentários: