segunda-feira, 10 de julho de 2017

Red Bull Cliff Diving garante o seu regresso em 2018

Governo dos Açores reconhece quando apostas são ganhas e garante continuidade do Red Bull Cliff Diving em 2018, afirma Marta Guerreiro
A Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo afirmou hoje, em Vila Franca do Campo, que o Governo dos Açores sabe reconhecer quando as apostas são ganhas, adiantando que o sucesso do Red Bull Cliff Diving garante o seu regresso em 2018.
“A passagem desta prova nos Açores é já encarada como um clássico do calendário de eventos desportivos na Região a nível mundial, o que se enquadra perfeitamente na ação do Plano Estratégico e de Marketing dos Açores relativamente à angariação e aposta de eventos de renome internacional no segmento associado às atividades náuticas, projetando os Açores num contexto promocional muito mais vasto”, afirmou Marta Guerreiro na conferência de imprensa final da etapa do Red Bull Cliff Diving que se realizou nos Açores.
“A realização do Red Bull Cliff Diving nos Açores é também um exemplo de que o Governo Regional está empenhado em desenvolver uma política que privilegia as iniciativas que apresentem um efetivo retorno promocional e gerador de fluxos turísticos”, frisou a Secretária Regional.
Marta Guerreiro, que agradeceu o empenho de todas as entidades envolvidas para o sucesso da prova, nomeadamente a Red Bull, a Extreme, o Clube Naval de Vila Franca do Campo e Câmara Municipal de Vila Franca do Campo, salientou que este “é o espelho de um evento de natureza ativa de grande importância, não só para o concelho de Vila Franca do Campo e para a ilha de São Miguel em específico, mas num contexto muito mais alargado, que abrange as nove ilhas dos Açores”.
Na edição deste ano o evento contou com a participação de 22 atletas, de nove países, que, “mais uma vez, mostraram a exuberância e a habilidade dos saltos das nossas rochas, num encontro com a nossa fantástica água”, afirmou Marta Guerreiro.
“É também nestes pormenores que a identidade e autenticidade do nosso património se revela como um fator preponderante para a escolha dos Açores, enquanto lugar diferenciador, para iniciativas que evidenciam as suas caraterísticas, sejam elas ambientais, culturais ou sociais”, frisou a titular da pasta do Turismo.
GaCS/HMB/MN

Sem comentários: