segunda-feira, 31 de julho de 2017

Ponta Delgada em festa ''White Ocean'' a 5 agosto

“PDL White Ocean” já este sábado na sua Cidade
Ponta Delgada vai estar em festa, este sábado, 5 de agosto, a partir das 19h30 e até às 4h00, com muita música, decorações mágicas e performances circenses na “PDL White Ocean”.
A Cidade vai vestir-se, novamente, de branco para a realização da 3ª edição desta grande festa, que conta a participação de 130 artistas e 20 palcos, que vão deste as Portas do Mar ao jardim Sena Freitas.
O programa das “Noites de Verão” desta semana, que será marcado pela “Festa Branca de Ponta Delgada”, começa a com a animação itinerante dos “Azulins Macaquins”, da Associação Tradições, a 1 de agosto, amanhã, a partir das 21h30, pelas ruas do centro histórico.
Já no dia 2 de agosto, quarta-feira, pelas 21h30, “Cisco Bottle” sobe ao palco da Praça do Município e a 3 de agosto, à mesma hora, é a vez de “Magma Gospel” atuar.
De 3 a 6 de agosto o MUA – Mercado Urbano de Artesanato estará patente, no lado norte da Igreja Matriz, das 10h00 às 19h00, divulgando a arte dos artesãos locais.
Na sexta-feira, a noite é dedicada à dança, com a performance do Grupo de Bailes Tradicionais Alxibeira do Padroado da Cultura do Concelho de Narón, da Galiza, na Praça do Município, a partir das 21h30.
No sábado, 5 de agosto para além da “PDL White Ocean” realiza-se, no Jardim 5 de Agosto, na Relva, a partir das 21h00, o XXV Grande Festival de Folclore da Relva, que conta com a participação de grupos dos Açores, continente, Alemanha e Espanha.
No domingo, 6 de agosto atuam os “DIB”, na Praça do Município, às 21h30.
CMPD/MN

Comissão Municipal de Proteção ao Idoso (CMPI)

Madalena do Pico é finalista dos prémios Município do Ano
Pelo terceiro ano, a autarquia é considerada uma das melhores de todo o país, tendo nesta edição se destacado com um projeto pioneiro em toda a região, a Comissão Municipal de Proteção ao Idoso (CMPI), criada com o fito de promover o envelhecimento ativo e uma proteção social efetiva da população senior.
A Câmara Municipal da Madalena foi finalista dos Prémios Município do ano 2017, organizados pela Plataforma UM-Cidades, da Universidade do Minho, que visa reconhecer as boas práticas dos Municípios portugueses e premiar iniciativas autárquicas de excelência, no âmbito nacional.
A criação da Comissão Municipal de Proteção ao Idoso foi o projeto apresentado pela autarquia da Madalena, destacando-se entre 65 candidaturas submetidas pelos municípios concorrentes, tendo ficado entre os 35 finalistas, confirmando a magna qualidade dos esforços que têm vindo a ser envidados pela edilidade.
Criada em 2016, a CMPI visa combater as crescentes situações de isolamento social, marginalização e solidão, promovendo os direitos dos idosos e recolocando a esperança no coração dos mais velhos do Município, em prol da integração social plena e da dignidade humana, através de um profícuo trabalho em rede e da aposta na responsabilidade social e na solidariedade intergeracional.
Destinada a todos os idosos com idade igual ou superior a 65 anos, residentes no Concelho da Madalena, e que se encontrem em fragilidade social ou qualquer outra situação que represente ameaça ao seu bem-estar e segurança, a CMPI prevê ainda o acompanhamento de outros adultos, com idade inferior a 65 anos, que se encontrem em situação de dependência mental ou psíquica.
Com este projeto a autarquia da Madalena destacou-se dos vários Municípios participantes no concurso, que atribuiu à cidade de Guimarães o prémio final, pelo projeto “Implementação do Sistema PAYT no Centro Histórico de Guimarães e Zona Envolvente”, com um investimento total de 60 mil euros.
CMMP/MN

Próximas eleições autárquicas PS tem boas equipas

Vasco Cordeiro diz que PS tem boas equipas e boas soluções para o desafio das autárquicas
O Presidente do PS/Açores afirmou, no sábado, em Ponta Delgada, que o grande objetivo do Partido para as próximas eleições autárquicas é “definir bons projetos, boas soluções e boas medidas para dar respostas aos desafios” com que a população está confrontada.
A propósito da reunião do Secretariado Regional do PS, Vasco Cordeiro declarou que “acreditamos que ultrapassamos, com sucesso, o desafio de ter boas lideranças e boas equipas”, e que “todos os indicadores vão nesse sentido”, anunciando o nome de Miguel Costa como o coordenador eleitoral autárquico do PS/Açores.
De acordo com o líder socialista, o segundo objetivo do PS é o de “ser capaz de explicar às pessoas o mérito das propostas, dos projetos e, naturalmente, a esperança de que, reconhecendo esse mérito, possamos ter a confiança do eleitorado”.
Vasco Cordeiro frisou que a reunião do Secretariado Regional do PS procedeu a “uma análise aprofundada quanto à evolução da nossa economia, quanto às matérias e às políticas que têm sido desenvolvidas para a criação de emprego”.
Por outro lado, o Presidente do PS/Açores realçou outros aspetos que “para nós são mais relevantes e que dizem respeito às Açorianas e aos Açorianos” como é o caso do apoio social.
“As matérias que têm a ver com o apoio social que não têm a ver só com a criação de infraestruturas, mas também nas políticas que são desenvolvidas para diretamente apoiar os jovens, as crianças, os nossos idosos, todas aqueles que no fundo estão numa situação de maior fragilidade, explicou, evidenciando, igualmente, as políticas com “uma natureza mais estrutural” como a sustentabilidade económica, social e ambiental de um “setor crescente da nossa economia que é o turismo”.
Vasco Cordeiro destacou as políticas em grande desenvolvimento na Região apesar da situação política que se vive nos Açores e próximo das eleições autárquicas.
“Julgo que não darei novidade nenhuma às Açorianas e aos Açorianos, um ambiente que se carateriza por uma oposição radical, extremista, agressiva no relacionamento que deveria ser um relacionamento institucional com os diferentes níveis de poder nas instituições da nossa Região”, disse.
O Presidente do PS/Açores acredita que vai haver, da parte de todos os partidos políticos, “interesse e intenção para que haja normalidade no funcionamento da Assembleia Regional”, esperando que o período de férias possa ajudar. 
 “Espero que, também este interregno agora que se vai viver, possa contribuir para que seja possível, com toda a serenidade, com toda a tranquilidade, encontrar uma solução para esta situação que simultaneamente respeite aqueles que são os direitos individuais e o interesse coletivo, nomeadamente o da nossa região”, finalizou Vasco Cordeiro.

Santa Casa da Misericórdia em Vila do Porto

Governo dos Açores formaliza implementação do novo sistema de gestão de vagas com instituição de Santa Maria
O Governo dos Açores formalizou hoje, em Vila do Porto, um compromisso com a Santa Casa da Misericórdia local para a implementação do novo sistema de gestão de vagas em respostas sociais de acolhimento de pessoas idosas, dependentes ou com necessidades especiais.
“É com enorme satisfação que damos o primeiro passo na concretização do compromisso do Governo Regional no sentido de definir e estabelecer um sistema que permita e garanta uma admissão justa e equitativa dos idosos que necessitam de acolhimento em estruturas residenciais”, afirmou Andreia Cardoso na cerimónia de assinatura da carta compromisso.
A ilha de Santa Maria assume, assim, o papel de experiência-piloto na implementação do novo sistema, anunciado por Andreia Cardoso há cerca de uma semana, através do qual o Executivo Açoriano pretende, segundo a titular da pasta da Solidariedade Social, “garantir que a inscrição e admissão ocorrem em toda a Região com critérios idênticos”, salvaguardando ser “fundamental” uniformizar o acesso às vagas contratualizadas com o Governo Regional nestas respostas sociais.
Trata-se de um sistema centralizado, garantindo uma lista de espera única por ilha e critérios idênticos no processo de admissão, de entre os quais se destaca, além das questões sociais e de rendimentos das famílias, a proximidade às famílias e às suas comunidades de origem.
GaCS/SC/MN

Plano de Ordenamento Turístico da Região Autónoma dos Açores

Vasco Cordeiro defende contributo do turismo ao serviço da criação de riqueza e de emprego
O Presidente do Governo anunciou hoje que estará concluída no próximo ano a revisão do Plano de Ordenamento Turístico da Região Autónoma dos Açores, um instrumento fundamental para se retirar, cada vez mais, benefícios deste setor na Região.
“Estimamos que, durante 2018, estejam concluídos os trabalhos de revisão do Plano de Ordenamento Turístico da Região Autónoma dos Açores, o qual, aliado ao Plano Estratégico e de Marketing, constituirão dois instrumentos fundamentais no sentido de, cada vez mais, se reforçarem as condições para retirar benefícios do desenvolvimento deste setor”, afirmou Vasco Cordeiro.
O Presidente do Governo, que falava na inauguração do Posto de Turismo de Santa Maria, localizado no centro de Vila do Porto, salientou que, neste novo tempo que se vive no turismo, verifica-se, a nível regional, um crescimento muito significativo em várias componentes, como os proveitos totais e por aposento.
“Esta realidade impõe repensarmos um conjunto de instrumentos de ordenamento e regulatórios, não no sentido de limitarmos esse crescimento, mas sim de o orientar e disciplinar para que ele cumpra o objetivo da sustentabilidade económica, social e ambiental deste setor, sendo um fator de crescimento de emprego e de riqueza”, preconizou Vasco Cordeiro.
Na sua intervenção, no primeiro dia da visita estatutária a Santa Maria, o Presidente do Governo considerou, por outro lado, que esta ilha, ao nível do crescimento do setor turístico, ilustra o que acontece em toda a Região, com uma particularidade muito especial.
“O facto é que em 2016, face a 2015, o número de dormidas em Santa Maria cresceu mais de 14 por cento e os proveitos totais aumentaram cerca de 23 por cento”, salientou Vasco Cordeiro.
“O que os números nos dizem, neste momento, é que Santa Maria encontra-se a trilhar um percurso extremamente importante e interessante de sinalizar: o facto é que não há um crescimento das dormidas nos primeiros cinco meses deste ano, face ao mesmo período de 2016, mas os proveitos totais da hotelaria crescem cerca de 30 por cento”, disse.
Estes dados querem dizer que as “condições pelas quais o setor turístico na ilha de Santa Maria cria riqueza, neste período, estão cada vez menos dependentes da quantidade e mais da rentabilização efetiva de todas as intervenções que permitem crescimentos desta ordem de grandeza”, sublinhou Vasco Cordeiro.
“Este é um bom trajeto. O equilíbrio que os Marienses e todos aqueles que estão ligados a este setor souberam criar, não alicerçando-o na quantidade, mas reforçando aquelas que são as condições para o aumento dos proveitos”, afirmou o Presidente do Governo.
GaCS/PC/MN

Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo

Marta Guerreiro defende uma política de prevenção na gestão das áreas protegidas dos Açores
A Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo salientou hoje que o Governo dos Açores tem uma estratégia de prevenção no que diz respeito às áreas protegidas de todo o arquipélago, destacando a recente obra de desvio de um caminho rural na área de Paisagem Protegida do Barreiro da Faneca, em Santa Maria.
“A empreitada incidirá no desvio do caminho, atualmente utilizado pelas atividades, quer agrícola, quer turística, com o objetivo de preservar a interação harmoniosa, por via da proteção ambiental, de usos tradicionais e acessos de viaturas à área protegida em causa”, frisou Marta Guerreiro após uma visita à obra, no âmbito da visita estatutária à ilha de Santa Maria.
A Secretária Regional considerou que este é um “exemplo” de como se deve atuar e prevenir para que seja possível “regular as atividades”, sejam turísticas ou agrícolas, “minimizando” as ameaças aos recursos naturais e à estabilidade da paisagem.
“A obra visa, essencialmente, desviar os veículos motorizados do interior da área de Paisagem Protegida do Barreiro da Faneca, minimizando os correspondentes impactos e proporcionando uma melhor fruição aos visitantes desta área classificada do Parque Natural de Santa Maria”, adiantou Marta Guerreiro.
A intervenção, orçada em 250 mil euros, prevê a criação de acessos pedonais ao Barreiro da Faneca e a uma zona de contemplação servida de lugares de estacionamento, também para utentes com mobilidade condicionada.
A titular das pastas do Turismo e Ambiente garantiu ainda que a criação de uma Secretaria Regional que alia estas áreas “tem, precisamente, esta função de trabalhar sempre em prol de um desenvolvimento sustentável com uma gestão do território que garanta a respetiva preservação da sua capacidade de uso”.
“Atuamos e atuaremos sempre no sentido da adoção de medidas que limitem ou que reduzam o impacto das atividades humanas no território, prevenindo a sua degradação e promovendo a sua recuperação, sendo caso disso”, frisou.
O Barreiro da Faneca, de origem vulcânica, pertence à unidade geológica denominada 'Formação de Feteiras' e, na sua envolvência, é possível observar espécies de flora endémica dos Açores como, por exemplo, o pau-branco, malfurada, louro-da-terra e a urze.
GaCS/HMB/MN

Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia anunciou

POSEI Pescas começou a ser pago hoje aos pescadores açorianos, anuncia Gui Menezes
O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia anunciou hoje, em Vila do Porto, que o Plano de Compensação dos Custos Suplementares para os Produtos da Pesca nos Açores, vulgarmente designado por POSEI-PESCAS, referente a 2016, começou a ser pago hoje aos pescadores açorianos.
Gui Menezes adiantou que, nesta fase, estão a ser pagas 307 candidaturas, no valor de 1,4 milhões de euros, acrescentando que é expectável que até ao final de setembro todo o processo esteja concluído.
O Secretário Regional do Mar, que falava durante um encontro com a Direção da Associação de Pescadores de Santa Maria, no âmbito da visita estatutária a esta ilha, apontou para o atraso no pagamento “alguns problemas nas candidaturas e no sistema informático da autoridade de gestão do Mar2020 e do Instituto de Financiamento de Agricultura e Pescas (IFAP)”.
O governante referiu ainda que os cálculos para os pagamentos são baseados em médias do ano anterior, tendo havido necessidade de se efetuarem correções “consoante as descargas reais que os pescadores fizeram em lota em 2016”.

Nesta reunião, o Secretário Regional frisou que o Governo dos Açores procedeu à redistribuição da quota do goraz para Santa Maria, “conforme havia sido solicitado pela associação, para otimizar o aproveitamento da quota” desta espécie.
O titular da pasta das Pescas assegurou ainda que será construída uma sala para filetagem, evisceração e embalagem de pescado por forma a valorizar o peixe capturado em Santa Maria, como é pretensão dos pescadores marienses.
GaCS/GM/MN

Governo dos Açores em visita a Santa Maria

Cerca de 70 por cento das famílias dos bairros do aeroporto de Santa Maria com situação resolvida ou em fase de resolução
O Presidente do Governo anunciou hoje que cerca de 70 por cento das famílias que residem nos bairros situados na zona do aeroporto de Santa Maria já têm a sua situação habitacional resolvida ou em fase de resolução, na sequência do processo de transferência destas moradias do Estado para a Região Autónoma dos Açores.
“Se tomarmos como referência a fase de loteamento, ou seja, a partir do momento em que existem condições para encetar este processo de diálogo com as famílias, cerca de 70 por cento do que já está loteado está resolvido ou em vias de resolução”, afirmou Vasco Cordeiro aos jornalistas.
Após uma visita ao Bairro dos Anjos, no primeiro dia da visita estatutária a Santa Maria, o Presidente do Governo afirmou que, atualmente, 77 famílias já tem o seu caso resolvido ou em vias de resolução, através das modalidades que foram postas à sua disposição – compra das moradias, arrendamento com opção de compra ou arrendamento simples.
Estas modalidades, que foram aprovadas em 2016 em Conselho do Governo, permitem que as famílias que moram nestes quatro bairros “possam gerir este processo em função da sua disponibilidade e do seu interesse”, afirmou Vasco Cordeiro, que estava acompanhado pelo Vice-Presidente do Governo, Sérgio Ávila.
“No âmbito deste processo desencadeado pelo Governo dos Açores em 2016, este é mais um compromisso que está, em parte, cumprido ou em vias de cumprimento, na medida em que temos, não apenas a componente da habitação, mas também a dinamização de áreas envolventes para aproveitamento de indústria, comércio ou turismo”, destacou o Presidente do Governo.
Neste processo, o Governo dos Açores privilegiou o direito à habitação das famílias que residem naquela zona das imediações do aeroporto de Santa Maria, criando um mecanismo de beneficiação que pode ir até 75 por cento da habitação para as famílias que optem pela compra.
GaCS/PC/MN

João Ponte no âmbito da visita estatutária a Santa Maria

Dotação para ajuda à produção de horto-fruti-floricultura aumenta 10% no POSEI 2018
O Secretário Regional da Agricultura e Florestas anunciou hoje que a dotação global orçamental para a ajuda às produções de horto-fruti-floricultura nos Açores tem um aumento de 10% na proposta final do POSEI 2018, já remetida à Comissão Europeia.
“O Governo dos Açores foi sensível aos apelos que existiram por parte das associações”, afirmou João Ponte, que falava no final da visita a uma exploração de meloa em Santa Maria, no âmbito da visita estatutária a esta ilha.
O titular da pasta da Agricultura apontou, por exemplo, o caso da ajuda às hortícolas que, na proposta inicial tinham um apoio de 1.000 euros por hectare e, na proposta final, passa a ter 1.150 euros por hectare, ou seja, um aumento de 15%.
João Ponte, embora reconhecendo que há uma redução em relação ao valor unitário por hectares destas ajudas em relação ao valor fixado no POSEI 2017, reiterou que esta situação deve-se à necessidade de permitir que haja mais produtores e mais produção na área da diversificação agrícola, algo essencial do ponto de vista da redução das importações e aumento das exportações.
O Secretário Regional destacou ainda que, em 2018, os produtores deixam de ter a obrigatoriedade de manter as culturas ou evidências destas no terreno até 31 de dezembro, sendo o prazo antecipado para 31 de julho para permitir a existência de uma segunda cultura.
Por outro lado, passará a haver uma isenção de rateios para as produções feitas em modo biológico, Identificação Geográfica Protegida (IGP) e Denominação Geográfica Protegida (DOP).
João Ponte salientou também o impacto que a recente aprovação da manutenção das candidaturas para a extensificação pecuária, feita pela Comissão Europeia, terá em ilhas como Santa Maria.
“Estamos a falar de uma verba global anual de 160 mil euros que, durante um período de cinco anos, representa 800 mil euros”, disse João Ponte, acrescentando que esta compensação para quem produz em regime extensivo é “extremamente importante”.
O governante esteve também reunido com as direções da Associação Agrícola de Santa Maria e da AGROMARIENSECOOP – Cooperativa de Produtores Agro-Pecuários da Ilha de Santa Maria, que tem cerca de 120 associados.
Em 2015 e 2016, esta cooperativa comercializou cerca de 50 toneladas de meloa, prevendo-se um aumento para este ano.
A meloa de Santa Maria, classificada como IGP desde 2015, apresenta um peso médio entre 800 e 1.000 gramas, é produzida ao ar livre e, habitualmente, está disponível no mercado entre julho e setembro.
GaCS/RM/MN

Vasco Cordeiro na visita estatutária à ilha de Santa Maria

Ciclo de investimento em quartéis de bombeiros ascende a cerca de sete milhões de euros, anuncia Vasco Cordeiro
O Presidente do Governo dos Açores inaugurou hoje as obras de ampliação e requalificação do Quartel de Bombeiros de Santa Maria, integrado no ciclo de investimentos que está em curso na área das instalações de Proteção Civil que ascende a cerca sete milhões de euros.
“Trata-se de mais um investimento na área da Proteção Civil, ou seja, na segurança dos Açorianos e na proteção dos seus bens, um valor inestimável para o Governo dos Açores”, assegurou Vasco Cordeiro, no início da visita estatutária à ilha de Santa Maria.
Vasco Cordeiro salientou que esta aposta na proteção dos Açorianos traduz-se, na prática, num ciclo de investimento nesta componente, abrangendo as obras de remodelação e ampliação das instalações de Santa Cruz das Flores e das Lajes do Pico, assim como a construção, de raiz, de novos quartéis nos concelhos da Horta e Povoação.
“Estamos a falar de um investimento total que ascende a quase sete milhões de euros e que pretende reforçar as condições pelas quais os nossos bombeiros têm as infraestruturas adequadas para a sua atividade”, frisou Vasco Cordeiro.
As obras no quartel da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Santa Maria constituem um compromisso que foi, assim, cumprido, destacou o Presidente do Governo, salientando que, no âmbito do investimento público e desde 2013, as obras concluídas e em execução na ilha ascendem a cerca de sete milhões de euros, a que acrescem mais cerca de 4,5 milhões de euros de empreitadas em fase de contratação e adjudicação, num total superior a 11 milhões de euros.
É o caso do quartel de bombeiros hoje inaugurado, como também a selagem do aterro, o abastecimento de água à lavoura, a habitação ou a preservação do património ambiental e natural de Santa Maria, através da Casa dos Fósseis, entre outros, exemplificou Vasco Cordeiro.
Na sua intervenção, o Presidente do Governo adiantou ainda que o Executivo vai investir até cerca de meio milhão de euros na aquisição de oito novas ambulâncias para as corporações dos Açores, assim como reforçar a formação que é ministrada aos bombeiros da Região.
Desde o início do ano, já foram promovidas pelo Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores cerca de 40 ações de formação em diversas áreas, como salvamento e desencarceramento, tripulantes de ambulâncias de transporte e de socorro, salvamento em grande ângulo e suporte básico de vida com desfibrilhação automática externa, entre outras, abrangendo mais de 400 bombeiros de todas as ilhas da Região.
Durante este ano está prevista a realização de mais 38 ações de formação, abrangendo cerca de quatro centenas de elementos.
“É gratificante constatar que todo este esforço de financiamento acaba por ter expressão prática, não apenas na prontidão e na forma como os bombeiros açorianos prestam o serviço, mas também naquilo que é um conjunto que galardões que, a nível nacional e internacional, tem sido alcançado por diversas corporações”, sublinhou.
Nesse sentido, Vasco Cordeiro lembrou que, recentemente, os Bombeiros Voluntários da Ribeira Grande alcançaram o primeiro prémio no Concurso Nacional de Manobras e, mais recentemente, ganharam a Medalha de Ouro, na Áustria, no Concurso Internacional de Manobras.
“Aqui deixo, não apenas a homenagem especificamente aos bombeiros da Ribeira Grande, mas também o reconhecimento pelo trabalho e pelo empenho de todos os bombeiros da nossa Região”, afirmou o Presidente do Governo.
GaCS/PC/MN

Campeonato de Futebol dos Açores - Sorteio ediçao 2017-18

Campeonato de Futebol dos Açores - Sorteio da ediçao 2017-2018:
Prainha - CD Rabo de Peixe, jogo grande entre dois candidatos  ao título na 1ª. jornada
Prova começa a 17 de setembro e termina a  primeia fase a 4 de fevereiro, a 13 de maio  é consagrado o campeão desta nova época.
O figurino da prova mantêm-se igual ao ano passado, as dez equipas disputam a primeira fase.
As cinco primeiras equipas jogam a segunda fase para apurar o campeão que sobe ao campeonato de Portugal Prio. O segundo grupo vão disputar a manutenção  na prova para apurar quem fica e quem desce aos regionais.
O campeonato açoreano conta este ano com o estreante GD Fontinhas, o campeão da Terceira que começa em casa frente ao Desportivo de São Roque de São Miguel.
O jogo grande da 1ª. jornada é o Prainha FC que recebe na ilha do Pico o CD Rabo de Peixe dois dos candidatos ao título.
O regressado Angrense defronta outro regressado o FC Flamengos, o Vale Formoso joga com o Vilanovense e o Clube União Micaelense recebe o Marítimo da Graciosa.
A 7ª jornada dita o encontro entre dois candidatos ao título, o Angrense recebe em Angra do Heroísmo o CD Rabo de Peixe.
O campeonato de Futebol dos Açores este ano foi organizado pela Associação de Futebol da Horta, na ilha do Faial.
J.G.Silva/Milhafre Noticias
A primeira jornada tem os seguintes encontros:
Prainha FC - CD Rabo de Peixe
Angrense - FC Flamengos
União Micaelense - Marítimo da Graciosa
GD Fontinhas - GD São Roque
Vale Formoso - SC Vilanovense
CALENDÁRIO - ÉPOCA 2017-2018 - 1ª FASE:


domingo, 30 de julho de 2017

Taça CTT: Santa Clara foi eliminado pela Oliveirense

Formação do continente avança para a fase de grupos (Foto: Hugo Monteiro)
Oliveirense, 2 - Santa Clara, 1
Reviravolta ao cair do pano
A Oliveirense garantiu este domingo a presença na fase de grupos da Taça CTT, depois vencer o Santa Clara por 2-1, com o golo da vitória a surgir já em tempo de compensação.
A formação dos Açores entrou melhor na partida e abriu o marcador aos oito minutos, por intermédio de Thiago Santana, mas na segunda parte as substituições de Pedro Miguel surtiram efeito, com o reforço Riascos a empatar, aos 62', e Clayton a consolidar a reviravolta já nos descontos, aos 90'+2.
O Santa Clara chegou à vantagem à passagem dos oito minutos, numa incursão de Vítor Alves, que levantou a bola sobre o eixo defensivo e isolou Thiago Santana, que disparou forte e rasteiro, com Coelho ainda a desviar a bola, mas a não evitar o golo.
Apesar do início de época, as equipas apresentaram um futebol intenso e objetivo, com a equipa dos Açores a ser muito agressiva sem bola, o que levou a formação oliveirense a apostar num futebol direto, explorando as costas da defesa.
O Santa Clara manteve-se coeso, defendendo em bloco, enquanto a Oliveirense dava sinais de desconexão, com jogadores a serem apanhados ocasionalmente fora de posição.
O futebol agressivo praticado pelos açorianos ia frustrando o adversário e, aos 32 minutos, Filipe Gonçalves agrediu Diogo Santos com um pontapé, mas o árbitro mostrou apenas o cartão amarelo.
No início da segunda parte, a tendência de futebol agressivo e direto continuou, mas foi com uma boa jogada coletiva que a Oliveirense chegou ao empate, com um golo do reforço recém-entrado Riascos.
Aos 61 minutos, o médio Oliveira descobriu o colombiano que, já dentro da área, rematou na passada e cruzado, para restabelecer a igualdade no marcador.
Depois do golo, a Oliveirense acalmou e procurou um futebol de toque e apoiado, beneficiando a troca de bola, ao invés do futebol direto.
Já com o empate no marcador, foi o Santa Clara que dispôs de duas oportunidades claras de golo, com Saldanha a rematar dentro da pequena área para uma grande defesa de Coelho, e com Vítor Alves a desviar por cima da trave, depois de um livre de Igor.
Em tempo de compensação, Clayton aproveitou uma bola solta na grande área, tirou um adversário da frente e rematou em arco, colocado, sem hipóteses para Marco Pereira.
Jogo realizado no Estádio Marcolino de Castro, em Santa Maria da Feira.
Oliveirense-Santa Clara, 2-1
Ao intervalo: 0-1.
Marcadores:
0-1, Thiago Santana, aos 8'
1-1, Riascos, 61'
2-1, Clayton, 90''+2
Equipas:
Árbitro: Fábio Piló (AF Leiria).
- Oliveirense: Coelho, Alemão, Godinho, Mathaus, Ricardo Tavares, João Amorim (Clayton, 76), Filipe Gonçalves, António Oliveira, Serginho, Fabian (Riascos, 56) e Diogo Valente (Rafa, 76).
(Suplentes: Gonçalo, Rafa, Clayton, Riascos, Bruno Amorim, Raúl Martins e Gabi.)
Treinador: Pedro Miguel.
- Santa Clara: Marco Pereira, Dani Coelho, Vítor Alves, Marcelo, Igor, Saldanha (Clemente, 69), Osama Rashid, Diogo Santos, João Reis, Fernando e Thiago Santana (Pacheco, 51).
(Suplentes: Serginho, Pacheco, Clemente, Ventura, João Pedro, Kaio e Adel Gamal.)
Treinador: Carlos Pinto.
Ação disciplinar: cartão amarelo para Filipe Gonçalves (32), Diogo Valente (33), Saldanha (33), Serginho (49), Alemão (52), Dani Coelho (58), João Amorim (74), Oliveira (87) e Clayton (90+2).
Assistência: 520 espetadores.
Autor: Lusa

Santa Clara contrata com mais um reforço

Jingu Kim é reforço para as próximas duas temporadas
O lateral direito sul coreano assinou contrato com o CD Santa Clara.
Jingu Kim, lateral direito de 21 anos,  nascido na Coreia do Sul é reforço do CD Santa Clara para as próximas duas temporadas.
O lateral direito já se encontrava a treinar, à experiência,  desde a temporada passada mas agora assinou,  contrato com o CD Santa Clara.  
Jingu Kim já poderá ser utilizado nos próximos jogos.

Sporting Ideal arranca nova época com 23 jogadores

Sporting Ideal com dez caras novas no arranque da época 2017/18
A equipa da ilha de São Miguel quer acabar a temporada nos cinco primeiros lugares da sua série no Campeonato de Portugal de Futebol.
Marco Aurélio é o nome mais sonante de um ataque que vai dar que fazer às defesas adversárias. 
Para além deste jogador e de Helder Arruda, que também regressa às origens, no plantel da nova época do Sporting Ideal da Ribeira Grande vão estar mais oito caras novas, num total de 23 jogadores.
Com o campeonato a começar apenas a 20 de agosto, o Sporting Ideal quer fazer ainda mais "três jogos treino", um com o Santa Clara e dois com o Operário.
RTP/MN

quarta-feira, 26 de julho de 2017

CCP: Guadalupe estreia-se no Nacional de futebol

Plantel conta com 20 jogadores na estreia no CCP
Sporting Guadalupe começou a treinar esta segunda-feira 24 de julho
O Sporting Clube de Guadalupe da ilha Graciosa participa na série «D» do campeonato de Portugal Prio pela primeia vez esta época de 2017-2018 em estreia histórica.
Os treinos começaram esta segunda-feira no estádio dos leões de Guadalupe.
O Guadalupe participa pela primeira vez no Campeonato de Portugal e foi campeão dos Açores a época transata.
Joga com o Praiense a 10 de setembro na cidade da Praia da Vitória na ilha Terceira.
Plantel 2017/2018 composto por 20 jogadores.
PRESIDENTE: Bernardino Espínola
TREINADORES: Jimmy Cunha
ADJUNTOS: Antonio Resende e Paulo Silva
GUARDA REDES:
Pedro Gonçales
DEFESAS:
Manuel Silva (22 anos), Seninho (35 anos), Jorge Goulart (21 anos), Diogo Santana (20 anos), Alexandre Silva (22 anos) e Armando Vasconcelos (25 anos).
MÉDIOS:
Mário Melo (28 anos), Antoninho Silva (23 anos), Tiago Cunha (23 anos), José Silva (33 anos), Bruno Mendonça (23 anos), César Truk (26 anos), Valdir Silva (22 anos) e Claudio Melo (21 anos).
AVANÇADOS:
Nayry Vieira (24 anos), Lucas Bridey (19 anos), Leo Vaz (28 anos), Diogo Fraga (20 anos) e Zaneth Carvalho (20 anos)
JOSÉ GARCIA/MN

Praiense empata com Sporting B em jogo de apresentação

Praiense, 2 - Sporting B, 2
Casa cheia de esperança
O Sport Clube Praiense que vai disputar o Campeonato de Portugal Prio apresentou-se aos seus sócios com um empate (2-2) frente ao Sporting CP em jogo de festa na Praia da Vitória na ilha Terceira.
O Estádio Municipal da Praia da Vitória encheu para acolher o embate entre SC Praiense e a equipa B do Sporting CP. O jogo terminou com um empate a duas bolas.
Dia quente no relvado e nas bancadas. Os adeptos do Praiense encheram o Estádio Municipal da Praia da Vitória para verem a equipa da ilha Terceira defrontar o Sporting CP. 
Quatro golos, dois em cada parte. O Praiense deixou fugir a vitória já nos descontos. Kiki Kayate foi o autor do tento que deu o empate ao Sporting. 
Em suma, um bom teste para os pupilos de Francisco Agatão, que dia 20 de agosto, na Praia da Vitória, começam a nova temporada, frente ao Alcanenense.
RTP/MN 

terça-feira, 25 de julho de 2017

2ª Liga -Taça CTT: Santa Clara na 2ª eliminatória

Encontro da 1.ª eliminatória da Taça CTT ficou resolvido logo na primeira parte
Famalicão, 1 -Santa Clara, 2
Açorianos seguem em prova
O Santa Clara venceu este domingo, por 2-1, em casa do Famalicão, numa partida entre dois clubes da 2.ª Liga e a contar para a primeira eliminatória da Taça CTT. Com golos de Fernandinho (12') e Osama Rashid (36'), de penálti, o clube insular eliminou da prova o emblema minhoto, que reduziu por Ângelo aos 45'+2.
Num jogo com pouca intensidade, talvez pelo facto de se ser o primeiro oficial da temporada, o Santa Clara apresentou um futebol mais consistente, perante um Famalicão ainda a entrosar-se. No arranque da partida os famalicenses tentaram imprimir mais intensidade no jogo, pertencendo-lhe a primeira oportunidade de golo com Jorge Miguel a atirar ao lado aos seis minutos.
Mas o Santa Clara, na primeira vez que se aproximou da baliza de Gabriel, teve a sorte do seu lado e Fernando, aproveitando um ressalto, fez o 1-0. Diogo Cunha ainda procurou mostrar que não estava conformado com a desvantagem e atirou ao lado aos 33', mas três minutos depois Osama Rashid aumentou a vantagem dos açorianos, ao converter um penálti a castigar uma falta do guardião minhoto sobre Fernando.
O segundo golo do Santa Clara carimbou a confiança da equipa de Carlos Pinto e destabilizou o conjunto orientado por Dito, que, ainda conseguiu reduzir a desvantagem já na compensação do primeiro tempo graças a um cabeceamento de Ângelo após cruzamento de Willian (45+2), e procurou o empate na segunda parte, mas mais com o coração do que com organização.
Aos 56 minutos, Thiago Santana atirou ao lado. E seguiram-se tentativas para a formação da casa: Jorge Miguel (74) e Willian (82), ambos com remates fortes de fora da área, foram quem esteve mais perto de marcar, mas a bola saiu das duas vezes por cima da baliza de Serginho.
Jogo no Estádio Municipal de Vila Nova de Famalicão
Marcadores:
0-1, Fernando, 12'.
0-2, Osama Rashid, 36' (pen.).
1-2, Ângelo, 45'+2.

EQUIPAS:
Árbitro: Cláudio Pereira (AF Aveiro).
FAMALICÃO - Gabriel, Daniel, Nuno Diogo, Ângelo, Jorge Miguel, Fred (Dinis Lopes, 79), Vítor Lima, Diogo Cunha (Pedrinho, 84), Feliz, Willian e Fernandinho (João Faria, 74).
Suplentes: Nuno Castro, José Pedro, Denis Lopes, Joel, João Faria, Júnior e Pedrinho.
Treinador: Dito.
SANTA CLARA - Serginho, Dani Coelho, Marcelo, Vítor Alves, Igor, Diogo Santos, Osama Rashid, Rúben Saldanha, João Reis (Ventura, 84), Thiago Santana (Clemente, 90) e Fernando (Berny Burke, 70).
Suplentes: Marco, Berny Burke, Clemente, João Ventura, Kaio e Adel Gamal.
Treinador: Carlos Pinto.
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Osama Rashid (51), Fernando (62), Marcelo (78), Jorge Miguel (80), Serginho (86) e Pedrinho (90+2).
Assistência: 1.505 espetadores.
Autor: Lusa/MN
Taça CTT
1.ª eliminatória Resultados
Académica-Arouca, 0-0 (2-4 pen.)
Varzim-Gil Vicente, 1-2
(Nelsinho 50'; Jonathan 52' e 66')
Penafiel-UD Oliveirense, 0-1
(João Amorim 32')
Sp. Covilhã-U. Madeira, 1-1 (3-4 pen.)
(Seidi 49'; Gonçalo Abreu 1')
Cova Piedade-Nacional, 3-2
(Ballack 9', Firmino 13' e Floro 43'; Ricardo 1' e 45')
Famalicão-Santa Clara, 1-2
(Ângelo Meneses 45'+2; Fernando Andrade 12' e Osama Rashid 36' pen.)
Leixões-Ac. Viseu, 2-0
(Kukula 6' e Breitner 23')
- Apurados:
Cova da Piedade, Santa Clara, Leixões, União da Madeira, UD Oliveirense, Gil Vicente e FC Arouca.

Campeonato de Portugal Prio - Sorteio - época 2017/2018:

Sorteio do Campeonato de Portugal
Operário joga em casa e Sporting Ideal fora no arranque do campeonato a 20 de agosto
Esta segunda-feira, dia 24 de julho, ficou-se a conhecer o calendário dos jogos do Campeonato de Portugal Prio, para a época 2017/2018.
A equipa do Operário da Lagoa irá disputar a Série E, tendo como adversários: Armacenenses, Louletano, Olímpico Montijo, Olhanense, Almancilense, Moura, Farense, Moncarapachense, Castrense, Casa Pia, Lusitano VRSA, Pinhalnovense, Oriental, Estrela Vendas Novas e Sporting Ideal da Ribeira Grande.
A primeira jornada está agendada para o dia 20 de agosto, sendo que a equipa da Lagoa irá jogar em casa, recebendo, para o efeito, o Armacenenses.
Quanto ao Sporting Ideal, a outra equipa micaelense nesta série, irá deslocar-se ao terreno do Estrela Vendas Novas.
Refira-se que as equipas do Campeonato de Portugal Prio estão divididas por cinco séries, sendo que as restantes equipas açorianas, em prova, estão na Série D, no caso, Praiense, Lusitânia e Guadalupe.
O estreante Sporting de Guadalupe da Graciosa joga em casa do 1º Dezembro, o Lusitânia recebe o Sacavenense e o Praiense recebe o Alcanenense.
SÉRIE D
1ª jornada - 20 agosto 2017:
SC Praiense - Alcanenense
Vilafranquense - Pêro Pinheiro
1.º Dezembro - Sp. Guadalupe
Caldas - Coruchense
Torreense - Sintrense
Lusitânia - Sacavenense
AD Mafra - Fátima
Loures - Elétrico 
SÉRIE E
1ª jornada - 20 agosto 2017:
Estrela FC - Sporting Ideal
Casa Pia - Lusitano
Pinhalnovense - Oriental
Carapachense - Castrense
Moura - Farense
Operário - Armacenses
Louletano - Montijo
Olhanense - Almacilense

sexta-feira, 21 de julho de 2017

Requalificação das zonas costeiras e ribeirinhas nos Açores

Governo dos Açores investe na requalificação de zonas costeiras em várias ilhas do arquipélago
O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia destacou hoje, no Faial, a importância do investimento na proteção e requalificação das zonas costeiras e ribeirinhas das ilhas dos Açores, na medida em que garante o seu uso "em segurança” por residentes e visitantes, potenciando o turismo costeiro e marítimo.
Gui Menezes, que falava à margem de uma visita às obras de requalificação do acesso pedonal ao Porto do Salão, salientou que a intervenção permite “a valorização desta zona balnear”, acrescentando que teve em conta “o reforço da segurança das pessoas que usufruem” do local.
O Secretário Regional referiu que as obras, que terminaram no início do ano, num investimento superior a 185 mil euros, permitiram reabilitar o acesso existente, “mantendo-o pedonal, não descaraterizando a paisagem envolvente”.
A empreitada, prevista na Carta Regional de Obras Públicas, consistiu na construção de um passadiço com guardas do lado da falésia e de um muro de vedação, bem como na recuperação das escadas de acesso.
Gui Menezes destacou ainda vários investimentos levados a cabo este ano pelo Governo dos Açores, num valor superior a 120 mil euros, que “contribuem para a requalificação de diversas zonas costeiras com interesse balnear e turístico em várias ilhas”.
Nesse sentido, apontou as obras de requalificação no ilhéu de Vila Franca do Campo, na Praia de Ribeira Quente, em São Vicente Ferreira, em Santo António e na Ferraria, na ilha de São Miguel, e em São Lourenço e na Maia, na ilha de Santa Maria.
O Secretário Regional frisou ainda que até ao final do ano terá início a obra de proteção costeira de Rabo de Peixe, na costa norte de São Miguel, adiantando que os procedimentos concursais para a empreitada estão a decorrer.
Segundo Gui Menezes, esta é “uma intervenção de maior vulto”, no valor de 3,3 milhões de euros, que tem como objetivo “salvaguardar pessoas e bens numa zona crítica” de Rabo de Peixe.
GaCS/GM/MN

Museu da Indústria Baleeira, em São Roque do Pico

Museu do Pico promove exposição "Mestre José Melo - um homem à frente do seu tempo"
A Direção Regional da Cultura, através do Museu do Pico, inaugura segunda-feira, 24 de julho, no Museu da Indústria Baleeira, em São Roque do Pico, pelas 21h30, a exposição "Mestre José Melo – um homem à frente do seu tempo", um trabalho biográfico e documental sobre este construtor naval de Santo Amaro do Pico.
A exposição visa dar a conhecer a vida e obra de Mestre José Silva Melo, um dos mais prestigiados construtores navais em madeira dos Açores, que desenvolveu a sua atividade de projetista e de construtor naval no Pico, em várias ilhas do arquipélago e nos EUA, sendo o seu trabalho reconhecido por empresas, universidades e público especializado.
Mestre José Melo é, pela quantidade e qualidade do seu trabalho, uma referência incontornável da construção naval do Pico, ilha que foi o grande centro de produção de barcos em madeira dos Açores, sendo a freguesia de Santo Amaro reconhecida como o verdadeiro santuário da construção naval do arquipélago.
É neste contexto que o Museu do Pico revisita e homenageia a vida e a obra de Mestre José Melo, atualmente com 85 anos, que reside com a sua família nos EUA.
A exposição estará patente até 1 de outubro, no horário regular de funcionamento do Museu, de terça-feira a domingo, das 10h00 às 17h30.
A Direção Regional da Cultura informa que este e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal CulturAçores, no endereço eletrónico www.culturacores.azores.gov.pt.
GaCS/DRC/MN

Principal objetivo “otimizar o aproveitamento da quota”

Governo dos Açores altera redistribuição da quota do goraz em cinco ilhas
O Governo dos Açores, na sequência da solicitação das associações de pesca do Faial, Terceira, Graciosa, São Miguel e Santa Maria, decidiu, através de um despacho publicado hoje em Jornal Oficial, alterar a repartição da quota de goraz pelas embarcações destas ilhas.
Esta medida, segundo o Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia, tem como principal objetivo “otimizar o aproveitamento da quota” desta espécie, acrescentando que se procedeu a “um balanço das capturas efetuadas durante o primeiro semestre”.
Gui Menezes frisou que o sistema de gestão por trimestre e/ou por embarcação, “para além de permitir uma maior equidade na distribuição do rendimento ao pescador, garantiu o aumento do preço médio em cerca de 7% para o goraz e de 50% para o peixão”.
O Secretário Regional defendeu que, desta forma, as associações de pesca dos Açores têm “um papel mais ativo na gestão da quota desta espécie que, pelo seu elevado valor comercial, tem um peso significativo nos rendimentos dos pescadores açorianos”.
As 507 toneladas de quota anual de goraz destinadas à Região para 2017 foram repartidas ilha por ilha com base no historial de capturas e, em cada ilha, através das associações do setor, foi possível atribuir possibilidades de pesca a cada embarcação.
GaCS/GM/MN

Campeonato de Portugal Prio: Sorteio a 24 julho

Campeonato de Portugal Prio
Equipas açorianas vão ser distribuídas pelas duas séries mais a sul do CPP
A Federação Portuguesa de Futebol revelou em comunicado que, na próxima temporada do Campeonato de Portugal Prio, as cinco equipas dos Açores vão disputar as duas zonas mais a sul, as Séries D e E.
Só ainda não se sabe em que séries vão ficar Operário, Sporting Ideal, Praiense, Lusitânia e Sporting de Guadalupe.
Com o campeonato reformulado em cinco séries de 16 equipas, as cinco açorianas vão ficar nas Série mais a sul, com três equipas na Série D e duas na Série E.
A FPF anunciou que a divisão será feita através de sorteio, com a primeira, terceira e quinta equipa sorteada a ficar na Série E e a segunda e quarta sorteada na Série E. Quanto às três equipas da Região Autónoma da Madeira, vão ser sorteada pelas três séries mais a norte (A, B e C), ficando uma em cada série.
O sorteio das equipas insulares e do calendário da época 2017/2018 decorrerá na próxima segunda-feira, dia 24 de julho, pelas 14h00, na sede da Federação Portuguesa de Futebol.
Nuno Martins Neves/MN

Santa Clara vence no jogo de apresentação aos sócios

Santa Clara vence Sporting Ideal por 2-0
O Santa Clara da II Liga portuguesa de futebol, venceu na quarta-feira o Sporting Clube Ideal, do Campeonato de Portugal por 2-0, no jogo de apresentação aos sócios para a época 2017/2018.
O particular foi disputado no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada, com o Santa Clara a mostrar porque está um escalão acima do adversário e a proporcionar as jogadas mais perigosas embora sem conseguir traduzir essa "superioridade" em golos.
A formação de Carlos Pinto só conseguiu chegar ao golo aos 63 minutos, através de Osama Rashid, e, já sobre o apito final, por Fernando Andrade, na marcação de uma grande penalidade.
O Sporting Clube Ideal esteve melhor na primeira parte, com os jogadores a demonstrarem melhor condição física, mas foi o Santa Clara a criar o primeiro lance de perigo, aos oito minutos, num remate de João Reis ao poste da baliza de Imerson.
Aos 27 minutos, Clemente rematou rasteiro para a defesa sem dificuldade do guardião do Sporting Clube Ideal, que agarrou a bola com as duas mãos, e, cerca de 10 minutos depois, Thiago Santana rematou forte, mas muito por cima da baliza.
O Sporting Clube Ideal deu o 'ar da sua graça' aos 44 minutos, num cruzamento de Paulo César para a área, aonde surgiu Marcelo a cortar a bola de cabeça e a salvar a baliza do Santa Clara.
Já em cima do intervalo, depois de um canto batido por Xéxé, Hélder Arruda cabeceou, mas a bola passou ao lado do poste da baliza de Marco, que tinha acabado de substituir Serginho na baliza do Santa Clara.
Na segunda parte, os jogadores do Sporting Clube Ideal demonstravam estar cada vez mais debilitados fisicamente e, aos 62 minutos, na sequência de uma falta de Laró sobre Adel, o árbitro assinalou grande penalidade, que, aos 63, Osama Rashid converteu.
Aos 88 minutos, Adel podia ter ampliado a vantagem, mas atirou à trave. Na recarga, surgiu Ítalo, que atirou ao lado da baliza do Sporting Ideal.
Já em cima dos 90 minutos, Fernando Andrade apontou o segundo golo do Santa Clara, com o árbitro César Andrade a dar o apito final poucos segundos depois.
Jogo no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada.
Santa Clara - Sporting Ideal, 2-0.
Ao intervalo: 0-0.
Marcadores:
1-0, Osama Rashid, 63 minutos (grande penalidade).
2-0, Fernando, 90.
Equipas:
Árbitro: César Andrade (Ponta Delgada).
- Santa Clara: Serginho, Dani Coelho, Marcelo, Vítor Alves, João Reis, Osama Rashid, Kaio, Ruben Saldanha, João Ventura, Clemente e Thiago Santana.
Jogaram ainda Marco, Diogo Santos, Berny Burque, Adel, Fernando Andrade, Igor, Ítalo, Kim, Rodolfo e Machado.
Treinador: Carlos Pinto.
- Sporting Clube Ideal: Imerson, Paulo Dinarte, Bertrande, Grilo, Bruno Mendes, Xéxé, André Oliveira, Diogo Pires, Helder Arruda, Marco Aurélio e Paulo César.
Jogaram ainda Nuno Vieira, Artur Santos, China, José Eduardo, João Pedro, Rafa Benevides, Laró, Filipe, Rosa, Tiago Correia, Rui Lopes e Julio (junior).
Treinador: Luís Roquete.
Ação disciplinar: Nada a assinalar.
Assistência: Cerca de 500 espetadores.
Lusa/AO/MN