sábado, 10 de junho de 2017

Na State House de Rhode Island, em Providence, EUA

Rui Bettencourt sublinha o orgulho açoriano na diáspora
O Secretário Regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas afirmou, nos Estados Unidos da América, que os Açorianos da diáspora têm razões para ter orgulho nos Açores e os Açores devem mostrar o orgulho que têm na sua diáspora, destacando o exemplo do trabalho e das atividades desenvolvidas pelos Açorianos em Rhode Island.
Rui Bettencourt, que falava sexta-feira na State House de Rhode Island, em Providence, na cerimónia oficial das comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades, salientou a missão e a ação coletiva das organizações açorianas existentes nos Estados Unidos da América, reafirmando a importância dos jovens para a afirmação da diáspora açoriana.
“Sem os jovens das novas gerações, a diáspora não se perpetuará. Olhemos para eles, deixemos entrar estes jovens na 'Grande Casa Açoriana', façamos com que eles se sintam aquilo que devem ser de facto, construtores dos Açores”, afirmou.
Rui Bettencourt salientou que “a missão de promoção dos Açores e de Portugal no exterior do arquipélago, inerente à condição de Açoriano, é de uma enorme atualidade” e deve "nortear-se por todo o potencial que os Açorianos representam no mundo".
Na sua intervenção, defendeu que cada Açoriano da primeira geração, “que viveu os Açores no arquipélago", tenha como missão "transmitir aos Açorianos da segunda e terceira geração os valores, o legado, a cultura, a maneira de viver, o desejo de progresso que os Açores comportam em si”.
Para o Secretário Regional, só assim será possível “perpetuar quem somos e quem queremos ser, ao mesmo tempo que se age para uma eficaz integração do nosso povo nas sociedades onde reside”, enriquecendo cada vez mais as comunidades e prestigiando os Açores e Portugal.
O titular da pasta das Relações Externas considerou que a atenção, o investimento e o cuidado com os jovens "devem ser centrais na nossa ação”, para que a diáspora açoriana continue "ativa e dinâmica".
Nesse sentido, frisou a necessidade de dar a conhecer à juventude que vive fora do arquipélago "a história e as potencialidades da Região e do Povo Açoriano", para que os jovens se sintam orgulhosos das suas raízes.
Rui Bettencourt apelou, por isso, ao "empenho e participação" de todos no processo de desenvolvimento do arquipélago e do país, mantendo sempre viva "a nossa herança cultural e as nossas tradições", como tem acontecido ao longo dos anos, mas também olhando para o futuro.
Nesta deslocação aos Estados Unidos da América, o Secretário Regional também esteve presente sexta-feira na sessão comemorativa do Dia dos Açores, na Casa dos Açores da Nova Inglaterra.
Na sua intervenção nesta cerimónia, frisou que, "neste novo mundo cada vez mais global, os Açores têm trunfos, sendo o maior deles o seu Povo, presente em todo o mundo, dando assim uma dimensão mundial à Região“.
O programa da deslocação de Rui Bettencourt aos Estados Unidos da América, que está acompanhado pelo Diretor Regional das Comunidades, Paulo Teves, inclui ainda a participação no 'Waterfire Providence' e na Parada do Dia de Portugal, no âmbito das celebrações do 10 de junho em Rhode Island, e um encontro com a Direção da Casa dos Açores da Nova Inglaterra.
GaCS/SN/MN

Sem comentários: