sábado, 17 de junho de 2017

Marta Guerreiro declarou em visita à Furna do Enxofre na Graciosa

Centros Ambientais dos Açores registam aumento de visitantes, revela Marta Guerreiro
A Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo salientou hoje, na Graciosa, que os turistas e os residentes nos Açores procuram cada vez mais os Centros Ambientais, o que se traduz num aumento de 10% de visitantes até maio deste ano, em comparação com o período homólogo de 2016.
“É com muita satisfação que encaramos o facto de os Centros Ambientais registarem uma procura cada vez mais elevada, pois é a prova de que, quer os Açorianos, quer os turistas que vêm aos Açores, têm motivações de consciência ambiental, procurando saber sempre mais deste legado e deste património que nos torna autênticos”, afirma Marta Guerreiro, em declarações no final de uma visita à Furna do Enxofre.
A Secretária Regional adiantou que a Furna do Enxofre "acompanha esse nível de crescimento", tendo recebido 2.033 visitantes entre 1 de janeiro e 11 de junho deste ano, dos quais 1.591 efetuaram a descida, o que representa uma evolução positiva de 28% face ao período homólogo do ano passado.
Localizado no Monumento Natural da Caldeira da Graciosa, o Centro de Visitantes da Furna do Enxofre é o núcleo da Reserva da Biosfera e do Parque Natural da Ilha Graciosa, funcionando desde 2010 como porta de entrada para a Furna do Enxofre.
“Este é um Centro que salvaguarda a qualidade ambiental, o estrito respeito pelos valores da geodiversidade e do equilíbrio paisagístico, sendo o ponto de partida para a divulgação e sensibilização para a observação da paisagem”, frisou Marta Guerreiro.
A titular da pasta do Ambiente destacou ainda “a intervenção efetuada recentemente no piso do percurso de visitação, que incluiu a construção de um passadiço e guardas em madeira, possibilitando melhores condições de conforto e segurança aos visitantes e de preservação dos elementos mais sensíveis desta área protegida”.
“É importante lembrar que, desde 2007, a Graciosa passou a fazer parte da Rede Mundial das Reservas da Biosfera da UNESCO, sendo este um reconhecimento pelas suas caraterísticas ambientais, patrimoniais e culturais que este Governo está empenhado em salvaguardar”, garantiu a Secretária Regional.
GaCS/HMB/MN

Sem comentários: