sexta-feira, 9 de junho de 2017

Içar da Bandeira de Portugal na Cidade de Brampton

Pela primeira vez junho como o “Mês de Portugal” em Brampton
Bandeira de Portugal hasteada na CM de Brampton inserida na semana de Portugal 2017
Foi perante um ambiente digno da cerimónia que Martin Medeiros, vereador da Câmara Municipal de Brampton, levou a cabo o içar da Bandeira de Portugal, evento inserido nas comemorações da Semana de Portugal 2017.
A Câmara Municipal de Brampton proclamou pela primeira vez junho como o “Mês de Portugal”, anunciou a autarquia em comunicado. Numa iniciativa liderada pelo vereador Regional Martin Medeiros, a Assembleia-Municipal de Brampton, pela primeira vez na história do município, aprovou Proclamar junho como o Mês de Portugal”, refere um comunicado eniviado ao Milhafre/Noticias.
Segundo acrescenta a nota, as festividades durante o ‘longo’ mês de junho serão as primeiras do género para a comunidade portuguesa de Brampton.
O vereador Martin Medeiros sublinhou que está é uma “oportunidade para a Cidade de Brampton celebrar orgulhosamente a contribuição cultural, económica e política da comunidade portuguesa”. Entretanto, decorreu o Içar da Bandeira, na Praça da Câmara Municipal (Ken Willans), no seu segundo ano consecutivo.
Foram ainda homenageados e reconhecidos pelos seus contributos em Brampton, Guido Pacheco pelo seu trabalho na organização da festa do Santo Cristo na paróquia de Nossa Senhora de Fátima, Carmen Araújo, voluntária na escola de futebol de Brampton, Luís Pacheco, proprietário da empresa de ‘Catita's Catering’, operando há cerca de 30 anos, a Banda Lira Portuguesa de Brampton formada em 1976, na pessoa e mestre António Moreira e Eduardo Vieira director do Jornal Correio da Manhã-Canadá, que organizou no mesmo dia o Primeiro Festival de Lusofonia em Brampton, incluindo vários países que falam a língua de Camões, mostrando a sua gastronomia, artesanato e música.
“O Içar da Bandeira e Proclamação do dia de Portugal foi aberto ao público e todos os residentes foram convidados a assistirem, enquanto Brampton celebrou a sua grande diversidade”, sublinhou Martin Medeiros.

Sem comentários: