sábado, 17 de junho de 2017

Automobilismo - 28º Rali Ilha Azul-Além Mar na ilha do Faial

Ricardo Moura vence 28º Rali Ilha Azul-Além Mar e passa a liderar Campeonato de Ralis dos Açores
Ricardo Moura é o novo líder do Campeonato de Ralis dos Açores, depois de ter vencido hoje o 28º Rali Ilha Azul – Além Mar, prova que decorreu ontem e hoje na ilha do Faial, numa organização do CAF – Clube Automóvel do Faial.
Ricardo Moura e Sancho Eiró, aos comandos de um Ford Fiesta R5, venceram oito das nove provas especiais que compunham o Ilha Azul, a terceira prova do Campeonato de Ralis dos Açores, realizando um tempo total de 57 minutos, 25 segundos e 2 décimas.
A dupla micaelense chegou ao Faial no terceiro lugar do Campeonato, devido à desistência no Azores Airlines Rallye, somando um total de 32,57 pontos, resultante da vitória no Rali Sical (25 pontos) e da soma dos pontos das vitórias em várias PEC’s.
Com a vitória no Ilha Azul, Moura ascende ao primeiro lugar, com um total de 62,05 pontos, relegando a dupla Rúben Rodrigues/Estevão Rodrigues, em Citroen DS3 R3, para o segundo lugar do Campeonato regional, com um total de 59,59 pontos.
Os irmãos Rodrigues ainda ameaçaram a liderança da prova faialense, ao vencerem na sexta-feira a super-especial da Praia do Almoxarife, mas durante as oito provas especiais de sábado, todas em pisos de terra, não conseguiram acompanhar o andamento do campeão em título.
Rúben e Estevão Rodrigues andaram sempre em segundo lugar da geral, na 28ª edição do Rali Ilha Azul, mas uma saída de estrada, durante a tarde, fê-los atrasar na classificação, caindo para o terceiro lugar, a quase 2 minutos do líder.
Quem se aproveitou do deslize foi Luís Miguel Rego e Jorge Henriques, em Ford Fiesta R5, que terminaram o rali na segunda posição, somando agora 59 pontos nas contas do Campeonato, o que os fez cair para a terceira posição da geral, numa altura em que ainda falta realizar quatro provas.
Entre as viaturas com apenas duas rodas motrizes, o mais rápido foi Rafael Botelho e Nuno Silva, em Citroen DS3 R3, com um tempo total de 1 hora, 6 minutos, 50 segundos e 8 décimas, vencendo também a classe RC3.

Os segundos mais rápidos foram Bruno Tavares e Rui Ávila, em Peugeot 205 MI 16, vencedores da classe VSH, ao passo que João Faria e António Olas, em
Peugeot 206 RC, foram os terceiros entre as viaturas com apenas duas rodas motrizes, vencendo a classe RC4.
Nas contas do Troféu de Ralis dos Canal e do Troféu de Ralis do Faial, Luís Fialho e Marco Azevedo, em Toyota Yaris, foram os mais rápidos.
A dupla faialense completou os cinco primeiros troços do Rali em 31 minutos, 52 segundos e 9 décimas, mas contou com uma avaria mecânica no Suzuki Swift dos irmãos Miguel (Carlos e João), que lideravam a prova dos troféus, e que acabaram por ficar em segundo lugar.
Azarada foi também a participação de Carlos Oliveira e Flávio Mota, em Citroen Saxo, líderes destacados dos troféus deste a primeira etapa, que acabaram por desistir a meio da manhã com uma avaria mecânica.
Em terceiro lugar, nas contas dos troféus, ficaram José Salgado e Emanuel Silva, em Suzuki Swift.
 

Sem comentários: