segunda-feira, 22 de maio de 2017

Sobrevivente do 11 de Setembro visita Sro. Santo Cristo

Christian Galore cidadão canadiano de passagem por Ponta Delgada
Sobrevivente do 11 de Setembro participou nas cerimónias do Papa em Fátima e aproveitou escala para visitar o Senhor Santo Cristo
Da eterna fé ao visitante que foi a Fátima ver o Papa e no regresso ainda teve tempo de ir ao Santuário da Esperança.
Várias são as pessoas que se deslocam a Ponta Delgada para vivenciar as Festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres. No decorrer da semana fizemos uma incursão junto ao Santuário da Esperança para inquirir alguns dos nossos cidadãos e acabamos por ter algumas surpresas, que só acontecem por estes dias. Por exemplo, chegamos à fala com Christian Galore, cidadão canadiano que foi a Fátima ver o Papa Francisco participar nas cerimónias e acabou por ver também o Santuário e Senhor Santo Cristo dos Milagres.
O avião de Lisboa com destino ao Canadá fez escala em São Miguel na terça-feira e Christian Galore aproveitou o pouco tempo que teve, não para ver a cidade, mas sim para para se deslocar até ao Campo de São Francisco, onde decorrem as festas, e ao Santuário e foi lá que nos contou que também tinha estado em 2011, em Nova Iorque, quando aconteceram os ataques terroristas às torres gémeas do complexo empresarial do Word Trade Center. É um sobrevivente da tragédia que matou milhares de pessoas. Devoto de Fátima e do Senhor Santo Cristo dos Milagres, porque no Canadá há uma grande comunidade de emigrantes açorianos e, por isso, o contacto directo também com a festividades e devoção ao Senhor Santo Cristo dos Milagres.
E explica-nos emocionado: “No fatídico 11 de Setembro de 2001 estava em Nova Iorque, quando aconteceram os ataques terroristas às torres gémeas. A data foi fatídica para quase três mil pessoas que morreram durante os ataques, mas foi benevolente para mim, que estava numa farmácia”.
Natural de Toronto, mas filho de um pai português, Christian Galore foi à Fátima ver o Papa Francisco, mas no regresso ao Canadá, e porque o avião fez escala em Ponta Delgada não hesitou em dar um salto até ao Santuário da Esperança ver o Senhor Santo Cristo dos Milagres. “São duas horas apenas mas valeu a pena”, disse emocionado.
“Em Toronto, na Igreja de Santa Maria, temos a devoção ao Senhor Santo Cristo. Com a graça de Deus pude ver o Senhor, que muito é recordado e vivenciado por milhares de fiéis em Toronto, tal como vai acontecer aqui, neste fim-de-semana”.
De Fall River, Arnaldo Sousa, antigo jogador do Santa Clara, revelou-nos que sempre que pode regressa à sua terra natal, “não tanto com a frequência que desejaria”.
Arnaldo Sousa jogou em São Miguel nos tempos em que os “encarnados” actuavam no “velhinho” Campo de Jogos Marquês Jácome Correia, está por estes dias em São Miguel para também marcar presença nas Festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres.
Martelo, Paulinho ou os irmãos “Freitas” eram apenas alguns dos jogadores que figuravam na equipa em que o nosso interlocutor também fez parte e que à nossa reportagem recordou com alguma emoção.
No presente a viver em Fall River, sempre que pode regressa às origens, “não tanto com a frequência que desejaria”, mas vem. A última vez em que cá esteve “foi há dois anos” e sempre que vem “está tudo cada vez mais bonito”, afirma, para desejar “que Deus permita que faça bom tempo para que todos possam desfrutar das maiores festividades religiosas açorianas”
De São Miguel, conversamos com duas distintas senhoras. Nascimento Loureiro comprara umas flores para oferecer ao Senhor Santo Cristo dos Milagres e Lisa Matos estava com três círios para cumprir uma promessa: “Por si, pela” sua falecida “mãe e pelo seu filho”.
Natural do Concelho da Lagoa, Nascimento Loureiro comprara umas flores para oferecer ao Senhor Santo Cristo dos Milagres, justificando a sua acção num gesto de gratidão. “Ele tem-me dado muita força para lutar contra diversas adversidades”.
“No ano passado não pude vir porque estive doente, mas este ano, se Deus quiser virei porque Ele tem-me iluminado muito e estou muito grata”, precisou.
Nascimento Loureiro i cumpriu uma promessa ontem,  Sábado, mas hoje,  Domingo, só poderá deslocar-se ao Campo de São Francisco à noite “porque tem o marido doente”, justificou.
Devota confessa, Nascimento Loureiro comoveu-se por estar a vivenciar o início da semana em que os preparativos entraram na sua recta final. “Dá gosto ver toda esta gente empenhada para que tudo decorra da melhor forma. As luzes, as cores das lâmpadas, os efeitos é tudo sempre muito bonito”. Ano após anos, Lisa Matos marca presença nas Festas do Senhor Santo Cristo dos Milagres. Encontramo-la junto ao Santuário, onde tinha acabado de comprar círios para a festividade.
“O Senhor Santo Cristo é a festa que mais gosto, sempre foi assim e este ano não será diferente”. Apesar desta afirmação, Lisa Matos emocionou-se ao recordar que ia sempre ao Santuário com a sua mãe, que já faleceu. “É uma dor imensa”, afirma. “Tenho um filho, que está a fazer a sua vida, mas sinto-me, por vezes, só”, acrescentou.
Os três círios são para cumprir uma promessa, no sábado, por si, pela sua mãe e pelo seu filho. “No domingo não posso vir, mas no dia da inauguração das luzes cá estarei à noite”.
Lisa Santos mantém a sua actividade religiosa, apesar de ter sido operada recentemente. No entanto, e apesar de não poder acompanhar a procissão no Domingo terá a fiel companhia das imagens da RTP/Açores, como nos revelou.
- por Marco Sousa /CA/MN

Sem comentários: