domingo, 28 de maio de 2017

Comemorações do 45.º aniversário da cooperativa Profrutos

João Ponte desafia proprietários de estufas de ananás a aproveitarem fundos comunitários
O Secretário Regional da Agricultura e Florestas desafiou hoje os proprietários de estufas de ananás a aproveitarem os fundos comunitários para recuperar as estruturas abandonadas, aumentando assim a área de cultivo.
“Só tendo mais área de cultivo e mais toneladas de produção o ananás dos Açores poderá ter mais força e potencial económico”, afirmou João Ponte, que falava, em Ponta Delgada, nas comemorações do 45.º aniversário da cooperativa Profrutos.
O titular da pasta da Agricultura assegurou que o Governo dos Açores vai continuar a apoiar a produção desta importante cultura, quer no investimento, mantendo a diferenciação positiva das ajudas no setor frutícola, quer através das verbas atribuídas ao abrigo do POSEI.
João Ponte salientou que, em 2016, foram cultivados cerca de 60 hectares de ananás, o que representa um crescimento de 5,5% comparativamente ao ano anterior.
Para o governante, nesta e noutras culturas, cabe aos produtores e às suas organizações continuar a efetuar um esforço com o objetivo de facilitar o escoamento e valorizar cada vez mais as suas produções.
“A Profrutos é um bom exemplo desse esforço, aventurou-se recentemente nos mercados de quarta gama e lançará, em breve, outros produtos, como os sumos”, frisou.
João Ponte considerou ainda ser fundamental que se continue a estudar esta cultura, tal como tem feito o INOVA, “com o objetivo de produzir com o máximo de qualidade e introduzir novas técnicas produtivas, que façam diminuir custos de produção, mas sem desrespeitar o caderno de especificações de Denominação de Origem Protegida (DOP)”.
GaCS/RM/MN

Sem comentários: