quinta-feira, 25 de maio de 2017

Campeonato da 2.ª Liga de Portugal de futebol

Santa Clara não ficou acima do 10.º lugar
A 16.ª participação do Santa Clara no campeonato da 2.ª Liga de Portugal de futebol culminou com um 10.º lugar.
A equipa de Ponta Delgada totalizou 60 pontos nos 42 jogos. Vitória de Guimarães “B” (11.º) e F. C. Porto “B” (12.º) terminaram com a mesma pontuação, mas estão em desvantagem no mini campeonato entre as 3 equipas. O Santa Clara ganhou ao Guimarães “B” (2-1) e perdeu (5-0), em Guimarães, e ao F. C. Porto “B” venceu por 2-0 em S. Miguel, empatando a zero golos fora. São 7 pontos para o Santa Clara, 6 para o Guimarães “B” e 4 pontos para o F. C. Porto “B”.
Pelo sexto ano seguido o Santa Clara não conseguiu ficar acima do 10.º lugar. Só por sete vezes alcançou uma posição entre o 1.º e o 9.º lugares (ver quadro em anexo). Repetiu a posição de 2007/08, na altura realizando menos 12 jogos do que nesta temporada. Contudo, foi a melhor classificação desde a temporada de 2011/12.
Para uma equipa que andou em 1.º, em 2.º e em 3.º lugares nos 21 jogos da primeira volta, animando as hostes, o 10.º lugar final elucida a necessidade de ter um grupo de 22/23 jogadores equilibrado, muitos com tarimba de 2.ª Liga, além de outras componentes essenciais para quem pretende lutar pela subida. A exemplo do que sucedeu ao Portimonense e ao Desportivo das Aves. A exemplo do que tem referido, amiúde, o treinador das subidas, Vitor Oliveira.
Além disso, tem a agravante das deslocações aéreas e terrestres. Por vezes demoradas e longas. Que deixam marcas.
O Santa Clara tinha no final da primeira volta 35 pontos, derivados das 10 vitórias e dos 5 empates. Perdeu 6 jogos, todos depois do competente treinador Daniel Ramos ter saído para o Marítimo da Madeira. E no Funchal o trabalho desenvolvido deu no que deu numa equipa sem “estrelas”.
A mudança de treinadores também não ajudou. Foi uma segunda volta muito diferente, com 6 vitórias, 7 empates, 8 derrotas. Terminou o Santa Clara com 44 golos marcados e com 42 sofridos, após ter findado a primeira volta com 24-21 nos golos.
Foram 11 vitórias no estádio de S. Miguel, 6 empates, 4 derrotas, 29 golos marcados e 17 sofridos. Nos campos dos adversários, o Santa Clara obteve 5 vitórias, 6 empates, 10 derrotas, 15 golos marcados e 25 sofridos.
A quebra na segunda volta originou que o Santa Clara fosse ultrapassado pelo União da Madeira (64 pts), Benfica “B” e Penafiel (ambos com 63 pts), pela Académica de Coimbra, Sporting de Braga “B” e Sporting da Covilhã, todos com 62 pts e pelo Varzim, que somou 61 pts.
A equipa de Ponta Delgada ficou a 8 pontos do “play-off” (17.º) e a 14 pontos do primeiro lugar da descida (19.º).
O treinador Carlos Pinto, que irá prosseguir o trabalho na próxima época, esteve em 25 jogos do campeonato. Venceu 8, empatou 8, perdeu 9, com 25 golos marcados e outros tantos consentidos. Começou com as vitórias sobre o Penafiel e sobre o Olhanense, mas, depois, a equipa não teve a mesma dinâmica.
Vaticinava o experiente jogador Clemente, a 8 de Novembro do ano passado, que “aspiramos ficar nos 10 primeiros lugares”...
Derrota na despedida
O último jogo do Santa Clara da época, em manhã do Senhor Santo Cristo e com 579 pessoas no estádio de S. Miguel, ditou a derrota, por 2-1, com o Portimonense.
Vinte e um anos depois do único triunfo do Portimonense em Ponta Delgada - aconteceu, por 2-1, a 24 de Novembro de 1996, para a zona Sul da 2.ª divisão -, o triunfo de domingo valeu o título de campeão da 2.ª Liga. Nos restantes 13 jogos o Santa Clara não havia perdido, conquistando 11 vitórias.
Num jogo em que a derrota do Santa Clara define a falta de eficácia para concretizar as ocasiões de golo, a “oferta” de Vitor Alves para a obtenção do segundo golo do Portimonense foi fatal. Mesmo com 2 tentos de desvantagem, marcados por Tabata (45+2m) e por Paulinho (54m), a turma “encarnada” reagiu bem. Apontou Guilherme, aos 65m, o 2-1 e quase empatava por Pineda, no final, com um remate à barra.
Muito fraca a arbitragem do árbitro internacional Tiago Martins. Uma dualidade de critérios impressionante em todos os capítulos. Então no disciplinar... Cinco cartões amarelos para os atletas do Santa Clara e nenhum para o lado do Portimonense.
Classificação final:
1.º Portimonense 83 pts; 2.º Desp. Aves 81; 3.º U. Madeira 64; 4.º Benfica B 63; 5.º Penafiel 63; 6.º Académica 62; 7.º Braga B 62; 8.º Sp. Covilhã 62; 9.º Varzim 61; 10.º Santa Clara 60; 11.º V. Guimarães B 60; 12.º FC Porto B 60; 13.º Gil Vicente 56; 14.º Sporting B 55; 15.º Famalicão 53; 16.º Cova da Piedade 53; 17.º Ac. Viseu 52; 18.º Leixões 46; 19.º Vizela 46; 20.º Fafe 45; 21.º Freamunde 40; 22.º Olhanense 28.
     
Praiense enfrenta Leixões
O Praiense vai defrontar o Leixões no “play off” de acesso e de manutenção da 2.ª Liga de futebol.
Como 2.º classificado da zona Sul do Campeonato de Portugal PRIO, a equipa da Praia da Vitória joga com o 18.º da 2.ª Liga, após o sorteio. O primeiro jogo é sábado na ilha Terceira e o segundo, a 3 de Junho, em Matosinhos.
O Merelinense, 2.º da zona Norte, joga nas mesmas datas com o Académico de Viseu, 17.ª da 2.ª Liga, sendo o primeiro encontro em Viseu.
Clemente melhor marcador
Clemente foi o melhor marcador da equipa e o 5.º melhor do campeonato. Foram 14 golos em 40 jogos (15 no total em 45 desafios), 3 de grande penalidade. Se a equipa apontou 44, vê-se a dependência do avançado lagoense.
Em 3 anos no Santa Clara, Paulo Clemente já marcou 43 golos em jogos oficiais. Foram 15 nos 46 jogos em 2015/16 (13 no campeonato) e 13 na temporada de 2014/15 em 47 encontros (9 no campeonato).
Os restantes golos do Santa Clara no campeonato da 2.ª Liga deste ano foram distribuídos por Ruben Saldanha e por Rafael Batatinha (saiu em Janeiro para o Desportivo de Chaves), com 4 golos; Diogo Santos, Dennis Pineda e Osama Rashid, com 3 golos; Pacheco, Accioly, João Reis e Guilherme, com 2 tentos e com 1 golo João Dias, Telmo Castanheira, Hugo Santos, Felipe Barros e Joel Silva.
O guarda-redes Serginho, com 40 jogos, foi o mais utilizado no Santa Clara e o quarto do campeonato, seguido de Pacheco (35 jogos) e de Diogo Santos (36).
Pedro Pacheco foi o segundo atleta da 2.ª Liga com mais admoestações. Foram 14 cartões, 2 dos quais vermelhos.
Classificações do Santa Clara na 2ª Liga
Época      Lugar     P      J     V      E     D    Golos
2016/17      10.º    60    42    16    12    14    44-42
2015/16      16.º    57    46    15    12    19    49-52
2014/15      19.º    51    46    10    21    15    33-42
2013/14      15.º    48    42    13      9    20    38-46
2012/13      11.º    59    42    15    14    13    55-48
2011/12      12.º    34    30     8     10    12    29-38
2010/11       9.º     38    30    10     8     12    26-29
2009/10       4.º     51    30    13    12     5     45-29
2008/09       3.º     52    30    15     7      8     45-32
2007/08     10.º     37    30    10     7     13    31-50
2006/07      4.º     50    30    15      5     10    34-31
2005/06      7.º     51    34    13    12      9     45-32
2004/05    15.º     39    34    11     6     17     39-50
2003/04    12.º    42     34    11     9     14     41-44
2000/01    1.º      67     34    20     7      7      60-37
1998/99    3.º      55     34    14    13     7      53-37
TOTAL           568   209   164   195      667-639

Sem comentários: