sexta-feira, 14 de abril de 2017

Não houve nenhuma violação de base de dados do S.R.Saúde

Bases de dados do Serviço Regional de Saúde estão seguras, garante Rui Luís
O Secretário Regional da Saúde garantiu hoje, em Ponta Delgada, que não houve nenhuma violação de base de dados do Serviço Regional de Saúde durante o período em que esteve exposto um ficheiro com dados de 230 mil utentes no servidor da Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo.
”Todas as bases de dados que são utilizadas no Serviço Regional de Saúde estão seguras em servidores próprios da Saudaçor”, assegurou Rui Luís.
O titular da pasta da Saúde, que foi ouvido na Comissão de Assuntos Sociais da Assembleia Legislativa, salientou que a divulgação daquela informação foi originada por um erro de procedimento.
“O que ficou aqui demonstrado foi que a Saudaçor tinha um contrato de prestação de serviços com um engenheiro informático para elaborar a nova aplicação de reembolsos do Serviço Regional de Saúde e que, ao fazer o 'download' para o seu computador, dada a dimensão do ficheiro, o colocou no domínio da ARS do Alentejo e inadvertidamente esqueceu-se de apagar esse ficheiro”, afirmou.
Nesta audição, em que estava acompanhado pela Presidente da Saudaçor, o Secretário Regional assegurou que teve conhecimento da situação a 9 de março, através da revista Exame Informática, acrescentando que foram logo acionados todos os procedimentos para remover o ficheiro, apurar responsabilidades e rescindir o contrato com o fornecedor.
“Consideramos que é grave, é crime, a divulgação de dados de terceiros e, a 16 de março, enviamos este processo para o Ministério Público para que sejam apuradas as responsabilidades criminais” frisou Rui Luís em declarações aos jornalistas.
Na sequência desta notícia, também o Ministério da Saúde determinou o apuramento de responsabilidades e a ARS do Alentejo assumiu a utilização indevida do ficheiro no seu sítio na Internet.
GaCS/MS/MN

Sem comentários: