quarta-feira, 26 de abril de 2017

Casa dos Vulcões é um projeto do gabinete SAMI Arquitectos

Governo dos Açores adjudica empreitada de execução da Casa dos Vulcões na ilha do Pico
O Governo dos Açores, através da Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo, adjudicou hoje, em sequência de um concurso público, a "EMPREITADA DE EXECUÇÃO DA CASA DOS VULCÕES, NA ILHA DO PICO", à empresa MARQUES, S.A., com um valor base de cerca de um milhão e seiscentos e quarenta e cinco mil euros e um prazo de execução de quinze meses.
A Casa dos Vulcões é um projeto do gabinete SAMI Arquitectos, a construir em plena Paisagem Protegida da Cultura da Vinha da Ilha do Pico, que promove a recuperação do património edificado do núcleo do Lajido de Santa Luzia, uma vez que será executada com base nas ruínas de dois armazéns tradicionais, e visa, com base em critérios científicos e adaptado ao turismo de preservação, proporcionar uma maior divulgação do património geológico dos Açores e de toda a sua geodiversidade, presente em vulcões, grutas e outras paisagens vulcânicas.
Esta infraestrutura constituirá o ponto de partida para a exploração e conhecimento desse património geológico, com a respetiva exposição permanente, idealizada pela empresa Aula do Risco, a ter por base um conjunto de módulos que contam a história dos vulcões dos Açores e do Mundo, com destaque para a Cápsula Sensorial, constituída por um domo geodésico representando um veículo destinado a realizar viagens imaginárias ao centro da Terra e onde serão efetuadas projeções audiovisuais sobre o poder dos vulcões, e para o Simulador de Sismos, que permite simular, com grande realismo, sismos já ocorridos- uma experiência que será acompanhada de imagens e sons.
A Casa dos Vulcões contempla, ainda, uma área educativa, denominada Cantinhos dos Vulcões, constituindo-se este espaço não apenas um centro de interpretação orientado para os turistas e público em geral, mas também um espaço de conhecimento e de aprendizagem dirigido aos mais novos, onde serão desenvolvidas práticas cognitivas específicas, incluindo uma oficina de desenho, modelação e impressão em 3D.
Trata-se de mais um investimento do Governo dos Açores que pretende destacar a importância do nosso património natural e assegurar a sua projeção num contexto de gestão sustentável.
GaCS/HMB/MN

Sem comentários: