segunda-feira, 27 de março de 2017

Secretário Regional da Educação e Cultura

Avelino Meneses salienta esforço do Governo dos Açores na construção de uma escola inclusiva
O Secretário Regional da Educação e Cultura realçou hoje, em Ponta Delgada, o esforço do Governo dos Açores para que, na escola pública, todas as crianças e jovens, independentemente “da origem, condição e caraterísticas”, possam “aprender juntos e com qualidade”.
Avelino Meneses frisou que o Governo “não enjeita esforços na adequação do processo educativo aos requisitos daqueles que evidenciam deficiências ou necessidades educativas especiais”, agindo ao nível da "adaptação dos currículos e da organização escolar e na reinvenção de estratégias pedagógicas”.
O titular da pasta da Educação falava na cerimónia de assinatura de um protocolo entre a Fundação PT, a Secretaria Regional da Educação e Cultura e o Grupo de Amigos da Pediatria do Hospital do Divino Espírito Santo para a implementação da solução informática de 'TeleAula'.
Na sua intervenção, Avelino Meneses destacou também a ação do Governo dos Açores na dotação do sistema educativo regional dos recursos humanos necessários, em “quantidade e com a reconhecida qualidade”, com vista a garantir “o conveniente funcionamento” das escolas.
Nesse sentido, apontou como exemplo que, na recente integração excecional no quadro da Região de três centenas de docentes, “muitas das vagas” se destinaram à educação especial.
Avelino Meneses frisou que o projeto de implementação da 'TeleAula' permitirá a interação de alunos, em regime domiciliário ou hospitalizados, com as turmas em que se encontram inseridos nas respetivas escolas.
“Não se trata de trazer os portadores de qualquer deficiência, de qualquer doença, para a escola, trata-se sim de levar a escola àqueles que não podem ir à escola, quer estejam num hospital ou no próprio domicílio”, afirmou.
O Secretário Regional da Educação e Cultura assinalou também o contributo “essencial” dos estudantes e dos professores para o “bom funcionamento” da educação especial e do apoio educativo, realçando a “grande coragem” destes no derrube das “barreiras da incompreensão, da injustiça e da desigualdade” que persistem na sociedade.
Avelino Meneses deixou ainda um agradecimento à Fundação PT e ao Grupo de Amigos da Pediatria do Hospital do Divino Espírito Santo pelo facto de, através deste projeto, ajudarem na concretização do objetivo de que “ninguém fique para trás”, em particular aqueles que “mais necessitam de tudo, de saúde e de educação”.
O projeto 'TeleAula' visa a reintegração social e académica de jovens em idade escolar que, por força das suas condições de saúde, se encontram impedidos de frequentar as aulas.
Através da instalação de um equipamento específico na sala de aula, o aluno consegue frequentar a aula a partir da unidade hospitalar onde se encontra internado ou na sua residência, através de um computador com ligação à Internet.
Atualmente, nos Açores, beneficiam do programa 'TeleAula' três alunos das escolas Básica e Integrada de Rabo de Peixe, na Ribeira Grande, e da Secundária da Povoação, ambas em S. Miguel.
GaCS/PB/MN

Sem comentários: