sexta-feira, 31 de março de 2017

Marta Guerreiro afirmou em Bruxelas

A União Europeia é fundamental para garantir a identidade das Regiões Ultraperiféricas, afirma Marta Guerreiro
A Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo afirmou, em Bruxelas, que a União Europeia tem um papel indispensável nas Regiões Ultraperiféricas através do apoio para a salvaguarda da identidade destes territórios, sendo esse o fator que mais enriquece a Europa em termos de diversidade.
Marta Guerreiro, que falava quinta-feira no IV Fórum das Regiões Ultraperiféricas, destacou a atuação do Governo dos Açores e o papel fundamental das políticas europeias para manter a autenticidade destas regiões de forma sustentada.
Nesse sentido, salientou que "os Açores estão a ultimar uma candidatura ao programa LIFE que prevê um vastíssimo conjunto de ações nas áreas da Rede Natura 2000, terrestres e marinhas", adiantando que se trata do "maior projeto de conservação da natureza e de valorização da biodiversidade concebido para a Região”.
Relativamente ao setor da energia, Marta Guerreiro frisou que as regiões ultraperiféricas, “dadas as suas caraterísticas geográficas e climáticas, podem ser laboratórios privilegiados de implementação de políticas ambientalmente limpas, bem como de experimentação de outras contra os efeitos das alterações climáticas e consequentes catástrofes naturais, matérias que devem ser salvaguardas nos instrumentos legais e financeiros da União Europeia, fundamentalmente naqueles que são mais direcionados às RUP”.
Na sua intervenção neste encontro, a Secretária Regional adiantou que a aposta será centrada na "utilização sustentável dos recursos, nas energias renováveis, na concretização da eficiência energética e, por via disso, na implementação dos objetivos da economia circular, correspondendo assim à tendência europeia de criação de mais emprego por via do desenvolvimento de fontes de energia renováveis e de produtos e serviços energeticamente eficientes".
"Assim, em harmonia com a natureza, este constitui o contexto de excelência que se pretende para o desenvolvimento na nossa política para o turismo", acrescentou.
Para Marta Guerreiro, é urgente fazer dos Açores uma região de referência no domínio das novas economias e do desenvolvimento sustentável, através da crescente consciencialização e envolvimento de todos os setores.
GaCS/HMB/MN                        

Sem comentários: