terça-feira, 21 de março de 2017

Centro de Estudos de Economia Aplicada do Atlântico

Queremos que os investigadores saibam com o que podem contar, afirma Gui Menezes
O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia anunciou hoje, em Ponta Delgada, o lançamento de um concurso, no valor de 50 mil euros, para apoiar a publicação de edições científicas com o objetivo de “estimular a produção científica regional”.
Gui Menezes, que falava à margem de uma visita ao Centro de Estudos de Economia Aplicada do Atlântico (CEEAplA), onde reuniu com o diretor e as equipas de investigação, afirmou que “está na política [do Governo dos Açores] garantir alguma previsibilidade e regularidade” nos apoios à ciência “para que os investigadores e os estudantes saibam com que o que podem contar em termos de apoios para as suas teses e trabalhos de investigação”.
O concurso de apoio a edições científicas agora anunciado estará aberto a partir de quarta-feira, 22 de março, e abrange a publicação de artigos científicos em revistas nacionais e internacionais com arbitragem científica e as edições científicas periódicas e não periódicas, nomeadamente livros, capítulos de livros, revistas e atas de reuniões científicas.
Gui Menezes salientou ainda que, em “meados deste ano”, será lançado mais um concurso para o financiamento de projetos de investigação científica, alinhados com a Estratégia de Especialização Inteligente dos Açores (RIS3), num montante estimado de 2,9 milhões de euros para três anos.
No âmbito do último concurso semelhante, lançado em 2015, o CEEAplA recebeu financiamento para três projetos de investigação, num valor superior a 400 mil euros.
Gui Menezes referiu que estes projetos de investigação que estão a ser desenvolvidos pelo CEEAplA são “muito aplicados à realidade regional, sobretudo ao turismo”, um dos eixos da RIS3, acrescentando que “a expetativa é que sejam úteis para apoiar a decisão nessa área”.
O titular da pasta da Ciência afirmou que o emprego científico "é uma preocupação” do Governo Regional, frisando que os Açores possuem “equipas de investigação que já têm alguma notoriedade e que são importantes para a Região”.
Nesse sentido, Gui Menezes salientou que essas equipas, com investigadores seniores, “que não queremos perder, terão de ser suportadas com outros tipos de mecanismos”.
“Esta é uma preocupação nossa”, assegurou, acrescentando que tenciona "reunir com todos os parceiros ligados à área da ciência”.
“Queremos ouvir e recolher sugestões para podermos fazer melhor”, disse.
Em declarações aos jornalistas, Gui Menezes adiantou ainda que os Açores poderão vir a ter uma Conta Satélite do Mar, que “será uma informação muito útil de apoio à decisão política”, na medida em que, por um lado, servirá para “aferir o real valor” do Mar dos Açores e, por outro, para permitir “modelar as políticas, de forma a tirar um maior rendimento deste recurso”.
O Secretário Regional iniciou com esta visita ao Centro de Estudos de Economia Aplicada do Atlântico uma ronda pelos centros de investigação regionais para promover o contacto com os investigadores e conhecer de perto as linhas de investigação desenvolvidas.
O CEEAplA promove investigação científica fundamental e aplicada nas áreas das ciências económicas e empresariais, tendo obtido em 2014 a classificação 'Bom' pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia.
GaCS/GM/MN

Sem comentários: