quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Secretária Regional da Solidariedade Social afirmou em PDL

Governo dos Açores reforça capacidade das respostas sociais dirigidas à terceira idade no concelho de Ponta Delgada
A Secretária Regional da Solidariedade Social afirmou hoje, em Ponta Delgada, que o Governo dos Açores tem vários investimentos em curso com o objetivo de reforçar a cobertura das respostas sociais dirigidas aos idosos neste concelho.
Andreia Cardoso, em declarações à margem de uma visita à obra de construção de um Centro de Noite no Lar Luís Soares de Sousa, salientou que, além desta obra, está em curso mais uma intervenção no concelho, nomeadamente a criação dos centros de dia e de noite do Centro Social e Paroquial da Bretanha, acrescentando que está "previsto para breve o início de intervenções nas freguesias de Arrifes e Fenais da Luz”.
te do Centro Social e Paroquial da Bretanha, acrescentando que está "previsto para breve o início de intervenções nas freguesias de Arrifes e Fenais da Luz”.
“Presentemente, estão a decorrer 10 intervenções de construção ou requalificação de equipamentos dirigidas à área da terceira idade nas ilhas de São Miguel, Terceira, Pico, Flores, Graciosa e Corvo,” frisou.
“Há ainda um conjunto substancial de intervenções previstas que, a somar a estas ilhas, abrangerão a totalidade do arquipélago, dotando as nossas ilhas de respostas especializadas e de proximidade que garantam a melhor qualidade de vida possível aos idosos, privilegiando a sua permanência junto dos seus familiares e das suas comunidades”, acrescentou.
Para a Secretária Regional, “estes investimentos são, acima de tudo, investimentos na coesão social e territorial”, uma vez que “passamos a poder garantir equidade no acesso a estes serviços”, aspeto que considerou determinante para o salutar desenvolvimento dos vários territórios que compõem a Região.
A obra que visa a criação do Centro de Noite e a requalificação do Lar Luís Soares de Sousa conta com um apoio do Governo dos Açores que ascende a 2,3 milhões de euros e deverá estar concluída no início de 2018, permitindo à instituição um ganho de seis vagas a somar às 40 já disponíveis, sendo uma das principais preocupações da intervenção adaptar a resposta às necessidades decorrentes do aumento do grau de dependência da população idosa.
“A preocupação do Governo dos Açores é, justamente, a de evitar situações de pobreza, de exclusão e de insegurança que, muitas vezes, acompanham de perto o processo de envelhecimento das pessoas”, afirmou Andreia Cardoso.
“É nisso que pensamos quando impulsionamos e realizamos obras como esta e em muitos outros concelhos da nossa Região”, frisou a Secretária Regional.
GaCS/SC/MN

Sem comentários: