quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Direção do Conselho Médico dos Açores - Ordem dos Médicos

Deslocação de doentes e médicos especialistas é prioridade para o Secretário Regional da Saúde
O Secretário Regional da Saúde afirmou, em Ponta Delgada, que está empenhado em ultrapassar a situação relativa à deslocação de doentes e médicos especialistas.
Rui Luís, que discursava segunda-feira na cerimónia de posse da Direção do Conselho Médico dos Açores da Ordem dos Médicos, salientou a necessidade de articular estratégias com esta Ordem profissional, tendo em vista “definir medidas atrativas para a fixação de médicos, que passam também pela atribuição das idoneidades formativas, pelo reconhecimento das especificidades regionais e pela abertura de vagas de internato médico”.
Na sua intervenção, Rui Luís destacou ainda a necessidade de melhorar os níveis organizativos no Serviço Regional de Saúde, considerando que “a burocracia não pode bloquear os sistemas, a eficiência dos processos deve prevalecer".
Para o titular da pasta da Saúde, importa potenciar a articulação das organizações de saúde, públicas e privadas, rentabilizar os recursos e promover a transparência.
Rui Luís frisou ser um interlocutor dialogante, que “privilegia os consensos no sentido de encontrar as melhores soluções para a definição e execução das melhores políticas para o Serviço Regional de Saúde".
O Secretário Regional afirmou que o Serviço Regional de Saúde está em constante “mutação e atualização”, acrescentando que “há muito para fazer e aperfeiçoar”.
Nesta cerimónia de posse da Direção do Conselho Médico dos Açores, presidida por Isabel Cássio, que contou com a presença do Bastonário da Ordem dos Médicos, o Secretário Regional da Saúde reforçou a intenção de apostar na formação profissional e na certificação formativa e em sistemas de incentivos para captar e manter profissionais diferenciados na Região.
GaCS/MS/MN

Sem comentários: