terça-feira, 31 de janeiro de 2017

“oportunidade valiosa para a agricultura açoriana”

Bruxelas vai destinar verbas específicas para a promoção de produtos agrícolas das RUP ou afetados por dificuldades de mercado
O Secretário Regional da Agricultura e Florestas, João Ponte, afirmou que as alterações hoje anunciadas pela Comissão Europeia para as campanhas de promoção de produtos agrícolas em 2017 representam uma “oportunidade valiosa para a agricultura açoriana”.
As alterações foram anunciadas numa ação de divulgação que decorreu em Bruxelas com a presença do setor agrícola dos Açores, através dos seus representantes no Centro Açoriano do Leite e Lacticínios.
Assim, ao mesmo tempo que se aumenta o orçamento para este ano - 133 milhões de euros comparados com os 111 milhões em 2016 e com uma taxa de cofinanciamento de 70%-85% - há um valor acrescido de 9,5 milhões de euros disponíveis para ações de promoção diretamente geridas pela Comissão Europeia, por exemplo, para pavilhões da UE em feiras de países terceiros ou missões de alto nível.
Um montante de 63 milhões de euros está destinado à promoção de produtos em mercados de países terceiros.
O plano coloca ênfase não só nos produtos abrangidos pelos sistemas de qualidade da UE, nos produtos das Regiões Ultraperiféricas (RUP) e nos produtos de produção orgânica, mas inclui também elementos específicos para setores atingidos por dificuldades de mercado, como os produtos lácteos, a carne suína e bovina, além de uma verba extra de 4,5 milhões de euros destinada a setores que enfrentam crises inesperadas.
Estas novas orientações podem beneficiar especialmente os Açores, não só como Região Ultraperiférica, mas também detentora de um forte setor de leite e lacticínios atingido por dificuldades de mercado.
Novidade em 2017 é também um subsídio de 15 milhões de euros para programas de promoção que fomentem um melhor conhecimento da agricultura sustentável e o papel que desempenha a agricultura na luta contra as mudanças climáticas no mercado interno.
As organizações de produtores e as associações profissionais da União Europeia, entre as quais as dos Açores, podem enviar as suas propostas até 20 de abril, data a partir da qual os projetos recebidos serão avaliados e selecionados.
GaCS/SF

Sem comentários: