quarta-feira, 26 de outubro de 2016

62.ª Feira do Livro de Porto Alegre no Brasil

Açores homenageados na Feira do Livro de Porto Alegre, no Brasil
A Região Autónoma dos Açores vai ser homenageada na 62.ª Feira do Livro de Porto Alegre, que se inicia sexta-feira, 28 de outubro, nesta cidade brasileira fundada por Açorianos em meados do século XVIII.
Os Açores, a sua literatura e os seus escritores são distinguidos este ano por força da forte relação histórica e da herança cultural açoriana dos gaúchos, mas também devido aos laços institucionais e afetivos do presente entre a Região e este estado do sul do Brasil, pretendendo de igual modo a Câmara Rio Grandense do Livro assinalar o 40.º aniversário da Autonomia dos Açores.
Nesse sentido, o Governo dos Açores elaborou um vasto programa de cariz marcadamente açoriano para a Feira do Livro de Porto Alegre, que levará ao sul do Brasil o melhor da cultura e literatura do arquipélago, através de uma multiplicidade de eventos organizados em parceria com as entidades locais, honrando, deste modo, os laços afetivos e históricos entre as duas regiões, assim como a homenagem que é feita aos Açores.
Assim, o programa deste importante evento literário, na parte referente aos Açores, contará, a convite do Governo Regional, com a presença de escritores açorianos residentes na Região, em Portugal continental e nas comunidades da diáspora, nomeadamente Eduíno de Jesus, Vasco Pereira da Costa, Madalena San- Bento, Paula de Sousa Lima, Urbano Bettencourt, Nuno Costa Santos, Francisco Cota Fagundes e Joel Neto.
Ao longo das três semanas do evento, estes escritores vão participar em diversas apresentações e sessões públicas, sobre temas como “Literatura Açoriana e seu Histórico”, “Açores: guia para um movimento de aproximação” e “Nova Literatura Açoriana”, assim como em encontros com editoras locais, entre outras iniciativas.
A programação dedicada aos Açores, organizada pelas direções regional das Comunidades e da Cultura, contará também com a colaboração de académicos e escritores brasileiros com forte ligação aos Açores, como Vera Barroso e Luiz Antônio Assis Brasil, que serão oradores na conferência  “Açorianidade no Sul do Brasil : História, Literatura e Cultura”, e com a realização de uma conferência sobre genealogia, tema de grande interesse para a comunidade açoriana no sul do Brasil, pelo historiador e genealogista Jorge Forjaz.
A Casa dos Açores do Estado do Rio Grande do Sul, que marcará presença através da sua presidente, Célia Jachemet, é uma instituição parceira neste projeto através da organização de diversas atuações de artistas locais de ascendência açoriana, em especial na sessão “Homenagem aos Açorianos”, bem como no apoio ao funcionamento do stand dos Açores.
Do programa organizado pelo Governo Regional, com o apoio da organização da Feira do Livro, consta ainda a exibição da Mostra de Cinema Contemporâneo dos Açores – AMOSTRAM’ISSE e do documentário “A Viagem Autonómica” e, a preceder a abertura oficial da Feira, a inauguração da exposição de pintura “A Décima Ilha”, de Pedro Gaspar, no Centro Histórico Cultural Santa Casa de Porto Alegre.
A Região Autónoma dos Açores terá um stand próprio, disponibilizado pela organização da Feira do Livro, localizado na área internacional do certame, onde estarão em exibição e para venda diversas publicações emblemáticas da cultura e literatura dos Açores, das editoras regionais presentes ou representadas nesta feira através dos seus escritores, nomeadamente Companhia das Ilhas, Publiçor/Letras Lavadas, Turiscom e Veraçor, bem como os institutos culturais da Região: Instituto Açoriano de Cultura, Instituto Cultural de Ponta Delgada, Instituto Histórico da Ilha Terceira e Núcleo Cultural da Horta.
A Feira do Livro de Porto Alegre, considerada a mais antiga mostra literária do género realizada de forma contínua no Brasil, desde 1955, e das maiores que se realizam ao ar livre no continente americano, tem um público estimado de 1,5 milhões de pessoas, tendo por isso o stand da Região, com mais de 50 m2, uma área dedicada ao Turismo dos Açores, com a exibição de videos promocionais e a disponibilização de diversas publicações.
A cerimónia oficial de abertura da 62.ª Feira de Livro de Porto Alegre, promovida pelo Ministério da Cultura do Brasil, pela Secretaria Estadual da Cultura e pela Câmara Rio-Grandense do Livro, realiza-se sexta-feira, no Teatro Carlos Urbim, contando com a presença do Diretor Regional das Comunidades, Paulo Teves.
Este grande evento cultural é dividido em três grandes áreas - Geral, Internacional e  Infantil e Juvenil – e conta com cerca 100 stands, onde serão oferecidas obras de todos os géneros literários e uma série de atividades culturais gratuitas com escritores, ilustradores, mediadores de leitura, contadores de histórias e outros convidados, bem como sessões de autógrafos, seminários, debates e mesas redondas.
A cidade brasileira de Porto Alegre foi fundada por 60 casais açorianos que chegaram às margens do rio Guaíba em meados do século XVIII, sendo então chamada de São Francisco do Porto dos Casais.
É na capital do importante estado do Rio Grande do Sul que se encontra o “Monumento aos Açorianos de Porto Alegre”, um dos maiores monumentos da América do Sul e que tem inscrita a frase "Jamais sonhariam aqueles casais açorianos que, da semente que lançavam ao solo, nasceria o esplendor desta cidade."
GaCS/SsRPRE/MN

Sem comentários: