sábado, 30 de janeiro de 2016

Encontro dos governos dos Açores e da Madeira

Vasco Cordeiro destaca "nova etapa" no relacionamento entre os Açores e Madeira
Os governos regionais dos Açores e da Madeira iniciam hoje, em Ponta Delgada, São Miguel, um encontro que inclui a passagem por mais três ilhas e culmina com a assinatura de protocolos de cooperação e de uma declaração conjunta.
A visita, classificada como histórica pelos dois executivos, começa às 19:00 locais, com um encontro oficial entre os presidentes dos governos dos Açores, o socialista Vasco Cordeiro, e da Madeira, o social-democrata Miguel Albuquerque.
No domingo, os dois chefes de governo visitam a União das Cooperativas Agrícolas de Laticínios e de Produtores de Leite, em Ponta Delgada, a que se segue a Central Geotérmica do Pico Vermelho, na Ribeira Grande.
Na manhã deste dia constam no programa diversas reuniões entre governantes de ambas as regiões com organismos setoriais da área agrícola, pescas, comércio e indústria, enquanto à tarde, no Centro de Monitorização e Investigação das Furnas, na Povoação, decorre uma reunião com as delegações dos dois governos.
Na segunda-feira, Vasco Cordeiro e Miguel Albuquerque visitam o Museu do Vinho e a Paisagem da Cultura da Vinha da ilha do Pico, Património Mundial da Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura), partindo depois de barco para a ilha do Faial.
Na Horta, a presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, Ana Luís, recebe, em audiência de apresentação de cumprimentos, Miguel Albuquerque, num momento em que estará presente Vasco Cordeiro.
Segue-se a visita ao Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores, após a qual as comitivas viajam até Angra de Heroísmo, na ilha Terceira, onde as duas delegações assinam protocolos de cooperação e a declaração final.
Esta visita surge na sequência de um convite do presidente do Governo dos Açores ao seu homólogo da Madeira, formulado em agosto de 2015, no qual considerou que será “mais um passo, e passo significativo, para um melhor conhecimento mútuo dos desafios” em que as duas regiões autónomas do país estão envolvidas a nível regional, nacional e internacional.
Para Miguel Albuquerque, esta cimeira entre as duas regiões, a décima em 24 anos, cumpre o compromisso eleitoral de reatar as relações institucionais entre os dois governos por existirem “problemas comuns”.
“Nós, neste momento, vamos reatar as conversações periódicas entre os dois governos em todas as áreas, do mar, da educação, da agricultura, tentando, através desta concertação de posições, que as regiões tirem benefícios dessa circunstância [ultraperiférica]”, afirmou o chefe do executivo da Madeira.

Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia dos Açores

Riqueza marítima dos Açores não se mede em quilómetros quadrados, afirma Brito e Abreu
O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia afirmou, em Angra do Heroísmo, que “a riqueza marítima dos Açores não se mede apenas em quilómetros quadrados de mar”, referindo-se às potencialidades da exploração dos recursos do mar profundo, nomeadamente minerais e genéticos, com aplicações em setores como a cosmética, saúde, farmacêutica, alimentação e tecnologias limpas.
“Devemos olhar para o mar não só como uma base importante da nossa economia regional, mas também como património histórico e cultural e como um desafio para o conhecimento científico”, frisou Brito e Abreu, salientando que “conhece-se melhor a superfície lunar do que o fundo dos mares abaixo dos 2.000 metros de profundidade”.
Fausto Brito e Abreu falava sexta-feira na abertura do painel ‘O Mar dos Açores: Valorização do Património Marítimo no Atlântico, organizado pelo Departamento de Ciências Físicas e Naturais da Escola Básica e Integrada de Angra de Heroísmo, no âmbito da XIV Semana da Ciência.
Na sua intervenção, afirmou que “os Açores são um sítio privilegiado para desenvolver conhecimento científico ligado ao mar”, defendendo a necessidade de serem implementadas no arquipélago novas atividades da economia do mar.
“A aquacultura deverá desenvolver-se a breve trecho nos Açores”, frisou, acrescentando que “temos de domesticar o nosso peixe e ser capazes de o produzir com qualidade para satisfazer necessidades crescentes de consumo e proteger os recursos marinhos”.
O Secretário Regional do Mar salientou ainda a relevância que o património baleeiro assume em termos culturais e económicos na Região.
“Conseguimos manter viva a cultura ligada à caça baleia não só através de museus e da recuperação de botes baleeiros, mas também revitalizando a relação que temos com o mar e com as baleias e os golfinhos”, disse.
Nesse sentido, salientou que a indústria de observação de cetáceos e o turismo marítimo “gera hoje mais empregos e mais riqueza do que a antiga indústria de caça à baleia alguma vez rendeu”, acrescentando que os Açores são “um exemplo para o mundo” de como é possível “entrar em equilíbrio com os ecossistemas e garantir o desenvolvimento da economia”.
O Secretário Regional referiu ainda que os Açores enfrentam o “desafio duplo” de manter a qualidade ambiental e de conhecer “um vastíssimo espaço [marítimo] desconhecido, desenvolvendo ao mesmo tempo novas oportunidades de crescimento económico ligadas à exploração dos fundos submarinos, turismo marítimo e aquaculture.
in-Açores9

Imagens dos Açores:

Esta linda imagem passagistica da Vila Baleeira das Lajes do Pico na Região Autónoma dos Açores foi tirada pelo fotografo Pedro Madruga.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Futebol nos Açores: AF Horta - Campeonato Faial/Pico:

Associação de Futebol da Horta (2015-2016):
Campeonato do Faial/Pico:
Golo de Abilio Oliveira de 48 anos deu a vitória ao Atlético
Um golo de Abílio Oliveira deu a vitória ao Atlético diante do Grupo Desportivo Cedrense, o marcador do golo alvi- negro tem 48 primaveras, em Abril 49.
Com esta derrota o Cedrense foi apanhado na liderança pelo Fayal Sport que venceu em casa o Desportivo Lajense por 3-1.
No Flamengos a equipa da casa recebeu o FC Madalena e ganhou por 4-0, apróximando-se dos dois da frente, que somam 15 pontos mais três que os azuis e brancos.
7ª Jornada - Resultados:
Data

Visitado

Visitante
 
24-01-16

Fayal Sport

24-01-16


24-01-16

Angústias Atlético
 
Classificação:

Equipa
J
V
E
D
GM
GS

 P


7
5
0
2
 4

15


Fayal Sport Club
7
5
0
2
 5

15


7
4
0
3
 9
 6

12


7
2
2
3
 7

 8


Angústias Atlético
7
2
1
4
 9
 8

 7


7
1
1
5
 2

 4


Futebol nos Açores: Campeonato da ilha Terceira e São Jorge.

Associação de Futebol de Angra do Heroismo (2015-2016):
Campeonato da Ilha Terceira:
Juventude Lajense ganha em São Mateus
10ª Jornada - Resultados:
 

Futebol nos Açores: Campeonato de S. Miguel da AFPD

 Campeonato São Miguel - 1ª. Divisão (2015-2016):
Santiago isola-se na liderança do campeonato
A equipa de futebol sénior do Santiago Futebol Clube de Água de Pau voltou a isolar-se na liderança do campeonato da ilha de São Miguel ao vencer na Maia a Casa do Povo local por 1-2, beneficiando do empate do União Micaelense frente ao Marítimo em Ponta Delgada a duas bolas. No outro encontro o Santo António foi ganhar a Rabo de Peixe a equipa B por duas bolas a zero. Os restantantes três encontros foram adiados para 3 de fevereiro devido ao mau tempo com chuvadas fortes que impediram a realização dos jogos.
11ª Jornada Resultados
Data

Visitado

Visitante
 
23-01-16
 

23-01-16


23-01-16


03-02-16


03-02-16

-
 
03-02-16

-
Águia Desportivo
 
Classificação:

Equipa
J
V
E
D
GM
GS
 
P
 
 
9
2
0
 
29


8
3
0
 9
 
27


7
0
3
 9
 
21


Águia Desportivo
6
3
1
 
21


4
4
2
 
16


4
1
5
 
13


3
4
4
 
13


3
3
5
 
12


3
1
6
 
10


10º
2
1
8
 
 7


11º
2
0
9
 
 6


12º
1
0
9
 
 3