segunda-feira, 29 de junho de 2015

LPFP - 2ª. Liga: Beira Mar desce de divisão

Liga com mão pesada para o clube aveirense
Beira-Mar despromovido, Atlético convidado a inscrever-se na II Liga
A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) decidiu hoje não aceitar a inscrição do Beira-Mar na II Liga, convidando o Atlético, despromovido desportivamente, para preencher a vaga no segundo escalão.
Em comunicado, a Comissão Executiva da Liga anuncia que decidiu, “em conformidade com o parecer prévio da Comissão de Auditoria”, “não admitir a candidatura à participação no campeonato da II Liga na época desportiva de 2015/16 apresentada pela Sport Clube Beira-Mar – Futebol, SAD”, por não ter cumprido os requisitos.
“Consequentemente, excluir a Sport Clube Beira-Mar – Futebol, SAD da participação na II Liga na época desportiva 2015/2016 e, (…), convidar a Atlético Clube de Portugal – Futebol, SAD para, com vista ao preenchimento da vaga aberta no quadro competitivo, apresentar a sua candidatura”.
Na última temporada, o Beira-Mar terminou a II Liga na 10.ª posição, mas, ao longo da época, foram noticiadas vários problemas económicos no clube, nomeadamente salários em atraso, que levaram os jogadores a ameaçarem fazer greve, enquanto o Atlético tinha sido despromovido, ao terminar na 22.ª posição.
As restantes equipas foram admitidas nas duas competições profissionais, embora alguns estejam impedidos de registar contratos de trabalho ou utilizar jogadores com contratos registados em épocas anteriores, por falta de certidões das Finanças e da Segurança Social.
Os primodivisionários Vitória de Setúbal e Académica e os secundários Leixões, Desportivo das Aves, Olhanense, Oliveirense e Oriental são os clubes em causa.

Beldades dos Açores

As mais belas mulheres dos Açores

Moura conquista Rali Vidreiro e mantém liderança do Nacional

 Campeonato Nacional de Ralis 2015
Ricardo Moura vence Rali Vidreiro em prova emocionante
O piloto micaelense, ao volante de um Ford Fiesta R5, concluiu as nove classificativas da quinta prova do calendário nacional com o tempo 1h02m24,6s, menos 3,9 segundos que José Pedro Fontes (Citroen DS3 R5), segundo classificado. O terceiro lugar ficou nas mãos de João Barros (Ford Fiesta R5), a 31,1 segundos de Ricardo Moura.
O Rali Vidreiro não podia ter sido mais competitivo. Diversas alternâncias de liderança, troços disputados à décima de segundo, garantiram emoções fortes até ao derradeiro quilómetro.
Ricardo Moura e António Costa conquistaram a segunda vitória consecutiva e a terceira da temporada, numa luta muito direta com mais três adversários de peso. No final, o saldo acabou por ser favorável à dupla tricampeã nacional da ARC Sport. A três provas do final do campeonato, Ricardo Moura reforça a liderança, com três triunfos em cinco provas disputadas.
Ricardo Moura: “Sabíamos que não ia ser fácil, mas este triunfo acaba por ser muito importante”
“Sabíamos que não ia ser fácil, mas este triunfo acaba por ser muito importante. Penso que encontrámos a base ideal para asfalto e isso deve-se ao trabalho exaustivo de toda a equipa que conseguiu trabalhar no Fiesta de forma perfeita. Queria agradecer à ARC Sport todo o esforço conseguido, pois sem isso não teria sido possível conquistar esta vitória” afirmou, Ricardo Moura, naturalmente feliz por este triunfo.

domingo, 28 de junho de 2015

Dr. Ana Luísa Pereira Luis de visita ao Canadá

Dr. Ana Luísa Pereira Luis visitou o C.C.P.Mississauga
A presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Acores, Dr. Ana Luísa Pereira Luís, encontra-se de visita ao Canadá para participar nas grandiosas festas em honra do Divino Espírito Santo da Casa dos Açores do Ontário,Toronto, Canadá nos dias 27 e 28 de junho. 
Ontem, sábado dia 27, a Dr. Ana Luisa Pereira Luis visitou as instalações do  Centro Cultural Português de Mississauga (CCPM), onde foi recebida mais o seu marido e a Dr. Alzira Serpa Silva, pelo António de Sousa (presidente do executivo do CCPM),  e Gilberto Moniz (pres. da  Assembleia Geral).
Durante a visita houve discursos e no final houve troca de lembranças, onde António Sousa ofereceu um livro do aniversário dos quarenta anos da colectividade luso-canadiana.
Foi oferecido um jantar de amizade e confatrenização aos ilustres convidados que vieram dos Açores e aos locais.
Marcaram presença vários políticos, como a Dr. Alzira Serpa Silva (antiga diretora do Conselho Regional para os Assuntos de Imigração Açoriana), vinda dos Açores, Charles Sousa, (ministro das finanças do Ontario), Martin Medeiros, (vereador dos bairros 3 e 4 de Brampton),  e o comendador, Jack Prazeres  presidente da Carassauga.
João G. Silva - Fotos: Alberto Nogueira.

quinta-feira, 25 de junho de 2015

A SATA Internacional vai passar a utilizar aviões A330

SATA Internacional opta pelos A330 para rotas de longo curso
A SATA Internacional vai passar a utilizar aviões A330 nas rotas de longo curso para garantir um serviço “mais fiável e mais qualificado”, disse hoje o presidente de Administração da transportadora, sem avançar uma data.
“Nós tomámos a opção de na frota de longo curso termos aviões A330”, afirmou Luís Parreirão aos jornalistas, no final da apresentação do estudo técnico-operacional que suporta a escolha efetuada pelo Conselho de Administração da SATA, que decorreu hoje no Teatro Micaelense, em Ponta Delgada.
Atualmente, a SATA Internacional (que faz as ligações para fora dos Açores) efetua voos de médio e longo curso com aparelhos A310 e A320, sendo que no final desta renovação da frota ficará com três aviões A320 no médio curso e dois A330 no longo.
A renovação da frota de longo curso da SATA é considerada pela companhia aérea açoriana um “imperativo” para a sua “sustentabilidade futura”.
Luís Parreirão precisou que a SATA não irá comprar os dois novos A330, dado que a opção tomada passa por efetuar “leasings operacionais”.
“Tendo consciência que o serviço que vimos prestando nem sempre tem sido o melhor, fruto das circunstâncias da idade das aeronaves e da sua progressiva diminuição de fiabilidade, aquilo que se pretende com as opções que tomámos é assegurar um serviço mais fiável, mais qualificado e, sobretudo, uma relação cada vez de maior confiança com os nossos passageiros”, referiu.
Luís Parreirão disse ainda que o transporte aéreo para os Açores é “muito relevante”, dada a natureza arquipelágica e localização a meio do Atlântico Norte.
O estudo técnico-operacional, que suporta a decisão da Administração da SATA pelos dois A330, foi elaborado por uma consultora especializada e pelo Instituto Superior da Educação e Ciências.
O comandante Paulo Soares, que apresentou o estudo, disse que o A330 tem capacidade para um total de 284 passageiros, um volume de carga de 136 metros cúbicos e apesar do custo com combustível ser maior, em comparação com o Boeing 767-300ER, torna-se mais económico porque transporta mais passageiros.
“O A330 é a aeronave mais adequada ao enquadramento e perspetivas futuras da SATA”, afirmou o comandante Paulo Soares, acrescentando que o estudo conclui que este avião “voa direto e sem qualquer restrição para toda a rede SATA”.
Além disso, lembrou que há peças intermutáveis dos A320 com os A330 e que a formação dos pilotos que voam nos dois aparelhos é a mesma, o que faz diminuir custos fixos e aumentar a qualidade, dado ser um avião “muito mais versátil”.
De acordo com os dados deste estudo, em Portugal a TAP (14), a Hifly (6) e a Orbest (1) já operam com aviões A330.
Em maio, o ex-presidente da administração da SATA António Cansado considerou uma “asneira” a anunciada renovação da frota de longo curso da companhia aérea dos Açores, dizendo que é “o empurrão que faltava” para a empresa cair “no precipício”.
“Reduz a esperança de vida da SATA Internacional a aposta em aviões A-330 porque, em termos operacionais, isto significa ter aviões de grande porte que têm capacidade excessiva para a rede da SATA e isto, digamos, era o empurrão final que faltava para que a empresa se despenhasse no precipício. Falando bem e depressa, é isso. Os custos de exploração são elevadíssimos e a SATA não tem uma rede adequada para este tipo de avião”, afirmou António Cansado a 13 de maio, na comissão parlamentar de inquérito à SATA.
 

CD Santa Clara: Rui Melo Cordeiro é novo presidente da SAD

Rui Melo Cordeiro é novo presidente da SAD do Santa Clara
Rui Melo Cordeiro, que foi eleito há menos de uma semana como presidente do Clube Desportivo Santa Clara, é o novo presidente da SAD, informou hoje o dirigente em conferência de imprensa.
“Foi colocada à votação a eleição do senhor André Feliciano na qualidade de administrador, do senhor Miguel Simas na qualidade de administrador e de Rui Melo Cordeiro na qualidade de presidente do conselho de administração. Esta proposta de deliberação foi colocada à votação e mereceu a aprovação por mais de 53% de votos dos acionistas da Santa Clara Açores SAD”, afirmou Rui Melo Cordeiro numa conferência de imprensa realizada na sede do clube.
A decisão surgiu na sequência de uma assembleia-geral anual da Santa Clara, Açores, Futebol, SAD, que estava prevista para o dia 10 de julho, mas que acabou por ser antecipada para quarta-feira para aprovação de contas de 2013/2014, para se poder proceder à inscrição da equipa nos campeonatos profissionais da Liga Portuguesa de Futebol.
Segundo Rui Melo Cordeiro, na sequência de terem sido levantadas algumas questões que ficaram sem resposta, foi pedida a destituição do restante conselho de administração da SAD, nomeadamente do presidente e de um dos administradores, já que ainda antes da reunião Raul Monteiro terá pedido a demissão do cargo de vogal do conselho de administração.
“Informamos que foi proposta a assembleia-geral da Santa Clara Açores Futebol SAD a destituição do presidente do conselho de administração Mário Jorge Freitas Batista e do administrador Domingos Viveiros. Esta proposta que está incluída legalmente na apreciação e fiscalização da sociedade foi colocada à votação e mereceu a aprovação de todos os acionistas presentes”, esclareceu o agora presidente do Clube Desportivo Santa Clara e da SAD, adiantando que Mário Batista terá de enfrentar uma ação de responsabilidade civil para apurar a responsabilidade de eventuais danos patrimoniais.
Para Rui Melo Cordeiro, trata-se de “um momento de viragem” e de “um novo projeto desportivo” que deverá surgir a breve trecho, sendo que todos os contratos estabelecidos até aqui serão alvo de uma análise, quer nomeadamente a novos jogadores já anunciados quer ao novo treinador Horácio Gonçalves.
“O que nós iremos fazer é analisar esses contratos, verificar se os mesmos já foram assinados e de acordo com o que está lá, porque nós não sabemos se foram assinados ou não, e só depois de uma análise é que nos podemos pronunciar de uma forma esclarecida”, disse.

Brampton: Festa de São João - Império das Crianças

Paróquia de Nossa Senhora de Fátima em Brampton:
Festa em honra do Império de São João Baptista - Império das Crianças
A igreja portuguesa de Nossa Senhora de Fátima em Brampton, esteve novamente em festa de 18 a 21 de junho para as celebrações em honra de São João Baptista – Império das Crianças da paróquia portuguesa que teve o seguinte programa que foi devidamente preparado para as festividade joaninas deste ano.
Na quinta-feira dia 18 de junho, celebrou-se a missa pelas 7 horas da tarde, terminando com a recitação do Terço no salão paroquial com os membros das Associação do Império das Crianças e mordomo e familiares.
Na Sexta-feira dia 19, depois da missa, houve benção da carne, pão, massa sovada e vinho, seguindo-se a distribuição das pensões a todos os irmãos presentes que se deslocaram ao salão, onde foi oferecido a todos favas guisadas, massa, vinho e refrescos.
No sábado dia 20, pelas 8 horas da manhã foram distribuidas as pensões na casa dos irmãos que não puderam levantar na sexta-feira no salão da igreja. Durante a tarde foi oferecido ás famílias que têm doentes para levarem para suas casas, carne guisada com batatas entre as  3 e 4 horas.
Pelas 5 da tarde foi celebrada a santa missa e depois da eucarístia foram todos convidados a descer ao salão para ser servidas a já famosa carne guisada com batatas, massa e vinho a todos os irmãos em honra de São João Baptista e do Divino Espírito Santo.
No decorer da noite houve entertenimento para todos os presentes, com atuações da marcha de São João das crianças da paróquia com os seus arcos e balões, seguido da participação de cinco jovens luso-canadianos da escola de concertinas dos Amigos do Minho de Toronto que trouxe o presidente Octávio Barros, que nos disse: ''a nossa escola na sede do clube, conta com 22 alunos, liderada pelo professor Victor Barros, com a maioria dos jovens já nascidos no Canadá, o que é de louvar, porque é precisso muita paixão e gosto para tocar um instrumento destes que não é nada fácil, porque a concertina não é o acordeão, é muito diferente e vieram do norte Portugal e custaram cada um dois mil e quinhetos euros, concluiu Octávio Barros''.
O certo é que as pessoas gostaram da novidade que apresentaram pela primeira a tocar no salão paroquial na cidade de Brampton. A jovem cantora Jessica Vidal que veio de Kitchener terminou com uma exelente atução com música vária portuguesa. O serão terminou com música para dançar ao som do DJ ‘’Dynamix Sound Solutions’’.
No domingo dia 21, dia maior das festividades, começou com celebração da santa missa pela 12h15 em honra de São João Baptista e coroção das crianças no final do acto solene. Seguiu-se logo depois a saída da procissão em redor da igreja, que levou o andores com as imagens de São João Baptista, padroeiro da festa, São Pedro, Coração de Maria e Coração de Jesus, comissão de festas da paróquia, que foi acompanhada, com os acordes da Banda Lira de Nossa Senhora de Fátima de Toronto.
Durante a tarde houve a continuação das festividades joaninas no salão, com bazar, arrematações de ofertas, atuação da cantora Helena Abrantes, um duo improvissado que tocaram e cantaram e o Rancho Folclórico da Nazaré de Mississauga, o mais antigo da comunidade que faz este ano 56 anos de existência na lusofonia. Marchas de São João do grupo de adultos do Império da paróquia também fizeram a sua dança deste famoso Santo popular.
Ainda antes do fecho da festa  foram chamadas todas as crianças presentes que foram surpreendidas com a entrega  de  pequenos bolos de massa e um frasco de mel.
No final foi chamado o presidente da associação, Orlando para tirar o talão que depositaram  com nome para o novo mordomo que saíu ao jovem Nicholes Medeiros que será o mordomo de 2016, que recebeu a coroa das mãos do velho mordomo Thiago Simas, numa demostração de amor e sentimento e um abraço de amizade.
Na despedida do mandato a mãe de velho mordomo Dalila Simas, agradeceu em seu nome do marido e filho, a todas as pessoas que trabalharam com eles para o sucesso dos festejos, muito em especial ás cozinheiras e voluntários que tornaram possivél o trabalho que tiveram nos quatro dias como também á associação do Império de São João das Crianças.
João G. Silva

Festa do Império de São João em Cambridge, Ontário

Açores Sociedade do Divino Espírito Santo de Cambridge
Festa em honra do Divino Espírito Santo - Império de São João de Cambridge 
A Organização do Portuguese Canadian Society – Açores Sociedade do Império de João João da cidade de Cambridge, Ontário, levou a efeito entre os dias 18 a 21 de junho a grande festa em Honra do Divino Espírito Santo.
Os mordomos deste ano foram o casal mariense, José e Margarida Melo, naturais da freguesia de São Pedro, ilha de Santa Maria, Açores.
O programa da festa decorreu desde o dia  18 até 21 de junho – Dia dos Pais no Canadá, que aconteceu no dia maior dos festejos no último domingo, ocorrendo este ano menos fluxo de luso-canadianos que o ano anterior.
No dia 18 e 19, foi a abertura  da despensa,  benção das pensões que foram e entregas ao domicílio aos irmãos na vizinha cidade de Oakville.
No sábado dia 20, continuação da distribuição das pensões em Cambridge, Brampton e arredores. No final da tarde realizou-se o enfeitar do bezerro e a tradicional pézinho com os cantadores, João Ramos e Armindo Jorge Martins acompanhados  pelas violas do grupo de Amigos. Não faltou um BBQ com sardinhas, frango e feijoada, enquanto as crianças tiveram Hamburgers e hot-dogs. Mais tarde decorreu então a arrematação do bezerro e cantigas ao desafio com os mesmos cantadores já mensionados. Atuou ainda o Grupo Folclórico Províncias e Ilhas de Hamilton, e os artistas Sandra Silva e João Carlos Silva, O dia de festejos viria a terminar com música para dançar com o DJ Peter Sousa.
No domingo dia 21 (Dia dos Pais), pelas 10:30 da manhã, saíu do cortejo da Biedale Plaza até á igreja de N.S. Fátima, onde se realizou a missa e benção das Côroas.
Ao meio-dia nas instalações do Clube Português de Cambridge foi servidas as primeiras sopas aos doentee e idosos.
Depois dos serviços religiosos, as pessoas e irmandades que fizeram parte do cortejo, deslocaram-se para o parque á entrada do portão do Clube Português, onde foi realizado novo cortejo até á Capela do Divino Espírito Santo, aí foram lançados as pombinhas brancas (símbolo do Divino Espírito Santo) pelos mordomos e tocado o hino do Espítito Santo pela Lira de N.S. Fátima de Cambridge.
Os responsáveis logo de seguida convidaram as pessoas para dar entrada no salão para serem servidas as tradicionas sopas em honra do Divino Espírito Santo a todos os presentes.
No decorer da tarde, houve concerto pela Lira do Divino Espírito Santo de Cambridge, atuação do conjunto Tesouro das Ilhas de Toronto e encerramento da capoeira com o sorteio das domingas e entrega da Bandeira e da Coroa aos novos mordomos. Para encerrar a festa  os artistas Sandra e João Carlos Silva voltaram a atuar no domingo e O DJ ‘’Peter Sousa’’.
Em conversa com um dos membros responsáveis da Açores Sociedade do DES, Hildeberto Alves, disse ao CMC, disse que estava satisfeito pela realização de mais uma festa, só foi pena que este ano compareceu menos gente, devido ao Dia do Pai, e também por causa da festa em Listowell, que teve touradas e ofereceram sopas e muito pessoal de Cambridge deslocaram-se até aquela vila a norte da cidade, especialmente os terceirenses que adoram touradas.
As festas em Cambridge ainda não terminaram, este fim-de-semana realiza-se na Igreja de Nossa Senhora de Fátima os festejos da padroeira e na semana seguinte é a  vez da irmandade Micaelense de Caridade realizar a festa em honra de São Pedro.
João G. Silva - Fotos: J. Silva e Veríssimo Santos.

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Rui Melo Cordeiro eleito novo presidente do Santa Clara

CLUBE DESPORTIVO SANTA CLARA
Rui Melo Cordeiro eleito presidente do Santa Clara por maioria
Sócios do Clube Desportivo Santa Clara elegeram esta noite o sucessor de Mário Batista. 77 sócios compareceram ao ato, tendo o único candidato sido escolhido com 178 votos, quatro brancos e um nulo.  Rui Melo Cordeiro foi eleito para o triénio 2015/18.
O advogado Rui Melo Cordeiro foi eleito na sexta-feira presidente do Santa Clara para o triénio 2015-2018, com o total de 178 votos, num ato eleitoral em que participaram 77 sócios.
“Eu gostaria de registar a boa afluência dos nossos sócios numa altura em que o clube tinha perdido mais de 50% do seu eleitorado. A verdade é que os sócios vieram votar na mudança, os sócios vieram mostrar que o Santa Clara está vivo e vieram mostrar que o verdadeiro Santa Clara ganha-se em eleições livres e democráticas “, disse Rui Melo Cordeiro, aos jornalistas, depois de ter tomado posse na sede do clube, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel.
O novo presidente do Santa Clara encabeçou a única lista candidata ao sufrágio de hoje, sendo que Mário Batista que até agora acumulava as duas direções, do clube e da SAD, mantém-se a partir de agora apenas como presidente da sociedade anónima desportiva.
“Assim que acabar esta entrevista a minha prioridade vai ser ligar ao presidente da SAD no sentido de diligenciar junto dele a inscrição da equipa na Liga profissional que ao que parece ainda não está concluída”, afirmou.
Rui Melo Cordeiro lamentou que a “uma semana do fecho das inscrições na Liga profissional” a inscrição do clube não esteja resolvida, “devido a algumas questões relacionadas com os pressupostos financeiros”.
O novo presidente do Santa Clara adiantou ainda que vai convocar uma reunião com os sócios da SAD, incluindo com o presidente Mário Batista, para apresentar o seu projeto e “tentar e encontrar um consenso para as questões futuras”, sendo que a questão mais premente de momento será a inscrição da equipa.
Rui Melo Cordeiro criticou ainda as opções desportivas que têm vindo a ser tomadas pela direção da SAD do clube, nomeadamente o anúncio recente no site oficial da formação açoriana que dava Horácio Gonçalves como novo treinador do Santa Clara para a próxima época.
“Nós vamos ter uma palavra ativa nas decisões que vão ser tomadas, aliás não achamos de bom tom que havendo um ato eleitoral marcado e uma assembleia-geral da SAD marcada para o próximo dia 29 que este conselho de administração da SAD possa estar a tomar algumas decisões de uma forma completamente unilateral, sendo que os acionistas não foram consultados”, sublinhou.

quarta-feira, 17 de junho de 2015

CNS: Ricardo Silva novo presidente do Sporting Ideal

Ricardo Silva eleito presidente do Sporting Ideal
O novo presidente do Sporting Clube Ideal diz que o objetivo da direção agora eleita é dar mais força ao clube.
Antigo presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande foi eleito no final da noite de sexta-feira com 37 votos a favor e apenas uma abstenção .   
Ricardo Silva encabeçava a única lista que se apresentou ao ato eleitoral, sucedendo assim a Jorge Amaral.
Na Assembleia Geral que antecedeu as eleições, o relatório e contas da época 2014/2015 foram aprovados com 29 votos a favor, quatro contra e cinco abstenções.
Ricardo Silva confirmou a continuidade do treinador Luís Roquete.
Vencedor da Liga Meo Açores, edição 2014-2015, o Sporting Ideal vai regressar ao nacional de Séniores.

II Liga: Santa Clara contrata jogadores para a nova época

Accioly renova por mais uma época
Defesa de 34 anos vai cumprir a sexta temporada ao serviço do Santa Clara.
Accioly, defesa central do Santa Clara, vai continuar a envergar a camisola encarnada por mais uma temporada. O experiente central de 34 anos chegou a acordo com a SAD para prorrogar o vínculo laboral por mais uma época, entendimento selado antes do brasileiro partir para férias. O defesa vai, assim, cumprir a quarta época consecutiva ao serviço dos açorianos, a sexta alternada, pois entre 2006 e 2008 já tinha representado o Santa Clara antes de rumar ao Azerbaijão onde esteve quatro anos como jogador do Inter de Baku. Ao renovar contrato com Accioly, os insulares garantem a continuidade daquele que foi o esteio defensivo na época finda, tendo atuado em 41 dos 46 jogos do campeonato da II Liga, totalizando cerca de 3800 minutos em campo.
Telmo Gonçalves reforça ataque
Médio ofensivo representou o Benfica e Castelo e Branco nas últimas duas épocas. É mais uma aposta para o ataque encarnado.
O Santa Clara garantiu o concurso de Telmo Gonçalves para as próximas duas temporadas. O médio ofensivo que representou o Benfica e Castelo Branco nas últimas duas épocas, é o mais recente reforço dos encarnados de Ponta Delgada.
Telmo Gonçalves, natural de Coimbra, 27 anos, é um médio de características ofensivas que tanto pode jogar no meio-campo como no flanco direito do ataque. Ao serviço do Benfica e Castelo Branco, na época finda, realizou vinte e cinco jogos e apontou três golos.
Com experiência ao nível do campeonato nacional de seniores, onde para além do Benfica e Castelo Branco também representou emblemas como o Sourense, Pampilhosa e Vianense, Telmo Gonçalves optou pelo Santa Clara para dar um passo em frente na carreira e jogar num patamar mais competitivo como é a II Liga.
Nikiema assina por um ano
Médio defensivo chega ao Santa Clara proveniente do Sporting de Braga.
 Vitor Nikiema, médio defensivo de 21 anos, é o primeiro reforço do Santa Clara para a próxima temporada. O jovem natural do Burkina Faso assinou contrato por uma época com os encarnados de Ponta Delgada depois de três anos ao serviço do Sp. Braga.
Nikiema optou pelo Santa Clara devido às condições que lhe foram apresentadas e à vontade de querer singrar em Portugal, ele que enquanto jogador do Sp. Braga teve incursões na equipa B dos arsenalistas e foi cedido a título de empréstimo aos polacos do Piast Gliwice e aos romenos do Timisoara.

 Paulinho reforça ataque do Santa Clara
Médio ofensivo rubricou contrato válido por duas temporadas.
Paulinho médio ofensivo de 20 anos, assinou contrato com o Santa Clara válido para as próximas duas temporadas. O jovem trocou o Beira-Mar pelos encarnados de Ponta Delgada com o intuito de agarrar um novo objectivo desportivo. Na época passada, Paulinho efectuou dezassete jogos ao serviço dos aveirenses e chega ao Santa Clara com o propósito de lutar por um lugar no onze titular e jogar com maior regularidade. É o segundo reforço que os insulares garantem para a nova temporada depois de terem assegurado o concurso de Nikiema.
Acácio Mateus

Horácio Gonçalves é o novo treinador do Santa Clara

Hóracio Gonçalves regressa ao Santa Clara
Horácio Gonçalves assume comando técnico
Horácio Gonçalves é o novo treinador do Santa Clara, da II Liga portuguesa de futebol, para a época 2015/2016.
Horácio Gonçalves é o eleito para suceder a Filipe Gouveia no comando técnico do Santa Clara. O treinador, de 52 anos, que treinou o Leixões na temporada passada, regressa assim ao clube açoriano que comandou em 2013/14.
«Estou satisfeito por regressar a uma casa que conheço muito bem e de que gosto muito. Não é segredo para ninguém que fui muito feliz na minha primeira passagem pelos Açores. O Santa Clara, em particular, é um clube com excelentes condições de trabalho, servido por gente muito boa e por isto mesmo não podia estar mais satisfeito por poder regressar. Agradeço a confiança que a Administração da SAD volta a depositar no meu trabalho», disse em declarações reproduzidas no site do Santa Clara.
Horácio Gonçalves será coadjuvado por Marco Silva e Nuno Fernandes (técnico de guarda-redes). Luís Silva completa a equipa técnica da formação de Ponta Delgada.
Na época 2014/15, o Santa Clara fechou a II Liga no 19.º lugar, com 51 pontos, quatro acima da 'linha de 'água'.

sábado, 13 de junho de 2015

Euro 2016: Portugal vence na Arménia, com ‘hat-trick’ de Cristiano Ronaldo

Arménia, 2 - Portugal, 3
Hat-trick de Cristiano Ronaldo dá vitória magra a Portugal
A seleção portuguesa não conseguiu convencer, mas deu um grande passo rumo ao Euro2016.
A seleção portuguesa venceu este sábado na Arménia por 2-3, em partida de qualificação para o Euro2016. Cristiano Ronaldo, com um 'hat-trick', foi a estrela de um jogo em que a equipa não conseguiu convencer como conjunto. Portugal terminou o jogo reduzido a dez unidades depois da expulsão de Tiago.
O encontro, disputado em Yerevan, começou muito mal para a equipa das quinas: a Arménia dispôs de um pontapé de livre aos 14 minutos e Marcos Pizzelli surpreendeu com um remate direto à baliza de Rui Patrício, a inaugurar o marcador.
Surgiu então Ronaldo, que voltou a ser decisivo para a equipa lusa. João Moutinho foi derrubado em falta por Mkhitaryan na grande área adversária e o craque português não perdoou. Bola para um lado, guarda-redes para o outro e o empate na Arménia.
A igualdade perdurou até ao intervalo, mas bastariam dez minutos no segundo tempo para Ronaldo consumar a reviravolta. Arzumanyan e Berezovskiy hesitaram e o avançado do Real Madrid esticou a perna e desviou para o seu segundo do jogo.
Apenas três minutos depois, Ronaldo chegou ao 'hat-trick' com um verdadeiro golaço só ao alcance dos grandes craques. Com um remate forte do 'meio da rua', o CR7 apontou o terceiro, sem dar qualquer hipótese a Berezovski.
Depois de um arranque em falso, Portugal parecia ter conquistado a tranquilidade graças ao talento de Ronaldo, mas acabou o jogo a sofrer. Primeiro Tiago foi expulso, aos 62', por acumulação de cartões amarelos.
Em desvantagem numérica, a seleção lusa concedeu o segundo golo à Arménia, devido a um erro crasso de Rui Patrício. O guarda-redes português não conseguiu segurar o remate de Ozbiliz e Mkoyan reduziu para os arménios.
O segundo golo deu nova vida à equipa da casa, que sonhou até ao final com o empate, mas a seleção de Fernando Santos, neste sábado comandada por Ilídio Vale devido à suspensão do selecionador, conseguiu segurar a vantagem magra.
Portugal conseguiu assim a sua primeira vitória em solo arménio e deu um passo de gigante rumo ao Europeu de 2016, a disputar em França. A equipa lusa soma 12 pontos no grupo I, mais cinco do que a Arménia e dois da Dinamarca, que venceu por 2-0 a Sérvia este sábado.
CLASSSIFIÇÃO -  GRUPO I
L EQUIPAS          J  V  E  D  GM-GS   P
1º Portugal           5  4  0  1      7 - 4    12
2º Dinamarca       5  3  1  1      8 - 4    10
3º Albânia            4  2  1  1      4 - 5      7
4º Sérvia              5  1  1  3      6 - 8      1
5º Arménia           5  0  1  4      5 - 9      1
Próximo jogo da seleção:
7-9-2015: Albânia - Portugal

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Festa em honra do Santíssimo Sacramento em Brampton

 Igreja Portuguesa de Nossa Senhora de Fátima em Brampton
Festa do Santíssimo Sacramento com Procissão do ‘’Corpo de Deus’’
A paróquia portuguesa de Nossa Senhora de Fátima na cidade de Brampton, festejou no último domingo dia 7 de junho as festividades  em honra do Santíssimo Sacramento – mais concida pela festa do ‘’Corpo e Sangue de Cristo’’.
Esta celebração religiosa anual no calendário da igreja Católica-romana foi celebrada nesta paróquia em Brampton pelos portugueses desde o aparecimento desta nova igreja na era do Pe. Eduardo Pontes e continua mais uma vez e mantêm esta tradição trazida de Portugal, e a mais significativa da igreja, pois se trata do ‘Corpus Christi, celebração esta em honra do filho de Deus que está na hóstia consagrada na sácristia, e não de qualquer imagem ou Santo, por isso o grande respeito que se deve dar a esta significativa festa da igreja, que também é celebrada no domingo de Páscoa com as procissões dos enfermos, onde a hóstia consagrada é levada em procissão aos doentes em suas casas ou nos lares da terceira idade.
O ponto alto desta festa foi no domingo, que nasceu com um belo dia de sol, enquanto pela manhã os moradores das ruas adjacentes á igreja enfeitavam com lindos tapetes de flores e farel pintado com desenhos alusivos ao ''Corpo de Deus'' o centro das ruas para o Senhor passar, enquanto o parque em redor da igreja foi do trabalho da comissão de festas que enfeitaram os tapetes.
Pelas 13h30m da tarde, a igreja de N.S. Fátima encheu-se para celebrar a Missa solene em honra do Santíssimo Sacramento.
Depois da cerimónia foi saída da majestosa procissão que procorreu algumas ruas ornamentadas, com lindos tapetes de flores e verduras e o cheiro a incenso com três paragens obrigatória em frente das casas que tinha montado o altar para receber o Senhor na hóstia consagrada. A primeira paragem foi o da casa do largo de Germano Furtado, seguindo-se no largo em frente do pioneiro de Brampton, Afonso Tavares, que sempre enfeita a preceito o seu largo em frente á sua moradia todos os anos, que é muito apreciado por todos que passam no local e por ultimo foi na frente da casa de Jorge Barbosa, onde foram citados e lidos parágrafos do evangelo e leituras deste dia de festa.
Integraram na procissão do ‘’Santíssimo’’, Com a saída ás 3H00 a incroporou a majestosa procissão, os homens de hopas, anjos, rapazes e raparigas da comunhão, vários grupos de oração da paróquia, os romeiros, a congração de Maria, altar boys, Irmandade do Divino Espírito Santo, e Império de São João das Crianças, Associação Feminina e Irmandade do Senhor Santo Cristo dos Milagres de Brampton, vários padres que se deslocaram de outras paróquias do sul do Ontário, o pal com o ''Corpus Christi'', as promesas, Rancho Floclórico ‘’Os Antigos’’ do Portuguese Cultural de Vaughan e a filarmónica Lira Portuguesa de Brampton.
No recolher da procissao houve no adro da igreja houve a benção final aos fiés pelo Pe. Andrzej Chilmon e os agradecimentos ao povo e comissão de festas pelo trabalho e sucesso em manter esta linda tradição religiosa. Depois o ''Corpo de Deus'' recolheu novamento à igreja ao sacrário ao som do hino do Santíssimo Sacramento.
Ao longo da tarde, deu-se a vez ao entertenimento no salão paroquial, com a actuação primeiramente da cantora Helena Abrantes, e depois dos Ranchos Folclóricos ‘’Os Antigos’’ de Vaughan, Rancho da Nazaré de Mississauga e finalmente a atuação do cantor comunitário madeirense, Décio Gonçalves. 
Ao longo da tarde houve bazar, comes e bebes no bar na cave e as tradicionais arrematações de ofertas, e a fechar  houve o sorteio dos bilhetes vendidos ao longo da tarde, que continha  quatro prémios.
A comissão de festas da paróquia de N.S. Fátima em Brampton estão mais uma vez de parabéns pelo trabalho desenvolvido ao longo das festas e seus colaboradores e cozinheiras.
João G. Silva

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Festa do Divino Espirito Santo do PCIM em Oakville

 Primeira Irmandade do Divino Espírito Santo de Mississauga
Festa do Divino Espírito Santo do PCIM – 1ª Irmandade de Mississauga
A organização do ‘’Portuguese Canadian Integration Movement - Primeira Irmandade do Divino Espírito Santo de Mississauga’’, levou a efeito no passado fim-de-semana dias 5, 6 e 7 de junho de 2015, a sua grande festa anual em honra do Divino Espírito Santo que se realizou na igreja do São José dos Portugueses na cidade de Oakville no Ontário.
O mordomo este ano foi o conhecido empresário da nossa comunidade luso-canadiana , Luís Leite, (natural das freguesia das Furnas, S. Miguel, Açores) e Ana Leite, (natural da freguesia de Agualva, Terceira, Açores.
O programa destes festejos em honra da Terceira Pessoa da Santíssima Trindade, começou na sexta-feira dia 5 , na igreja portuguesa de São José situada na 2451 Old Bronte Road pelas 16 horas com a benção do pão, carne e vinho pelo padre Fernando Pinto, seguindo-se a distribuição das Pensões aos irmãos presentes.
No sábado dia 6 junho, foi a continuição da distribuição das pensões ao domicílio, em várias cidades no Ontário, tais como; Mississauga, Brampton, Oakville e Hamilton, isto é, ás residências dos irmãos que não puderam levantar na sexta-feira em Oakville.
Também o presidente do PCIM, Dinarte Teves, disse á nossa reportagem que esta organização ofereceu este ano, e entregaram mais de 65 esmolas aos pobres mais necessitados que abrangeu várias comunidades étinas do Ontário que pediram ajuda, enquanto preparam 80 esmolas, para mais alguém que apareça a pedir ajuda. Este ano, no lugar de ofereceram dinheiro aos hospitais,  a direcão do PCIM, decidiu ajudar os mais necessitados e menos afortunados da nossa sociedade em que vivemos.
No domingo dia 7 de junho, foi então a grande festa começando pelas 10h00m da manhã, com a formação do cortejo das Coroas, e todas as organizações convidadas para integrarem no cortejo que foi acompanhado pela Filarmónica Lira Bom Jesus de Oakville, com início ás 10h30m, em procissão até á igreja. Pelas 11h00 foi celebrada a Missa da Solenidade do ‘’Corpo e Sangue de Cristo’’, e no final foram coroados os mordomos e seus familiares.
Após os serviços religiosos saíu em redor do parque a Coroação em procissão que levou debaixo do Pal o ‘’Santíssimo Sacramento’’, com o giro enfeitado de tapetes de verdura e flores, várias associações da paróquia, a Associação Amor da Pátria  e Graciosa Community Centre de Toronto, o Grupo Folclórico Português de Oakville acompanhado ao som da Lira Bom Jesus, de regresso á igreja no final do precursso habitual.
No entanto depois de tocados os hinos, reconheram ao salão paroquial, o cortejo da 1ª Irmandade de Mississauga, e seus convidados para depois serem servidas as  tradicionais sopas do Divino Espírito Santo, a moda da ilha Terceira, que incluíu, sopas de pão com repolho, alcátra, massa e vinho, que foi servidas a todos os irmãos e convidados e visitantes, que marcaram presença neste festejos.
Mais de mil pessoas compareçeram na festa vindos de várias localidades do Ontário, para saborear as tradicionais sopas preparadas á moda da ilha Terceira pelo Chef ‘ Jorge e conzinheiras/os e a famosa Alcátra.
Ao longo da tarde houve entertenimento, com vários artistas da comunidade, começando pelo Tony Câmara, João Marques, atuação de Rancho Folclórico de Oakville, e concerto pela Filarmónica Lira Bom Jesus. O som e música esteve a cargo do ‘’D.J. Musical Cocktail’’.
João G. Silva

quarta-feira, 10 de junho de 2015

CNS: Mafra conquista título de campeão

Mafra campeão do nacional da II Divisão
Famalicão, 1 - Mafra, 1 (3-4 gp)
Mafra vence Campeonato Nacional de Seniores
O Mafra venceu hoje o Campeonato Nacional de Seniores, ao vencer o Famalicão na final, decidido no desempate por grandes penalidades (4-3), após uma igualdade a um golo no final do prolongamento.
No Estádio Municipal da Marinha Grande, o Famalicão adiantou-se no marcador aos 95 minutos, por Chico Fernandes, mas aos 112 o Mafra chegou ao empate, por Hemiliano Lopes.
Nas grandes penalidades, os famalicenses Éder Diego e Chico Fernandes falharam os respetivos remates, enquanto pelo Mafra apenas Marco Baixinho desperdiçou.
Varzim garante subida no play-off
Mais cedo, o Varzim tinha garantido a subida, no ‘play-off’ frente ao Casa Pia, com um empate a um em Lisboa, depois de ter vencido em casa por 2-0, juntando-se a Mafra e Famalicão na II Liga.

sábado, 6 de junho de 2015

Craig Breen vence a 50ª edição do SATA Rallye Açores

Craig Breen estreia-se a vencer no SATA Rali dos Açores
Craig Breen vence a 50ª edição do SATA Rallye Açores
O irlandês Craig Breen (Peugeot 208 T16) venceu hoje o Rali dos Açores, somando menos 1.02,1 minutos que o polaco Kajetan Kajetanowicz e menos 2:14,3 minutos que o açoriano Ricardo Moura que lidera agora o nacional de ralis.
“Foi fantástico, fizemos um excelente trabalho desde o início, vencendo a especial de qualificação, conduzimos de forma confortável a partir daí, fizemos boas escolhas de pneus de forma a que estivéssemos nessa posição esta tarde. Estou muito feliz”, afirmou Craig Breen à chegada ao parque de assistência, em Ponta Delgada.
O piloto irlandês conseguiu manter-se na frente nos três dias do Rali dos Açores e reforçou a liderança no campeonato europeu, vencendo a terceira prova consecutiva.
Kajetan Kajetanowicz (Ford Fiesta R5) travou desde o início uma luta renhida com Craig Breen, mas, à semelhança dos primeiros dois dias de prova, não conseguiu ir além do segundo lugar.
“É uma posição muito boa para um rali tão difícil. Para quem nunca esteve aqui antes é difícil acreditar o quão difícil é este rali, mas é um rali incrível numa bela ilha e eu quero voltar no futuro. Vamos ver o que conseguimos fazer, mas por agora estamos muito felizes”, disse o polaco.
Na terceira posição ficou o açoriano Ricardo Moura (Ford Fiesta R5), o que ascendeu à liderança do campeonato nacional de ralis, destronando José Pedro Fontes (Citroen DS3 R5).
“O pódio era o objetivo que estava delineado, foi mesmo o último lugarinho do pódio, mas soube-me muito bem, acho que foi uma vitória muito importante para o campeonato nacional, passámos a liderar e acho que foi um rali fantástico”, afirmou Ricardo Moura.
Bruno Magalhães, que terminou em quarto, a 3.04,9 minutos do vencedor e a 50,6 segundos de Ricardo Moura, considerou que foi “uma boa maneira de começar a época no campeonato da Europa este ano” após seis meses sem fazer um único rali.
Robert Consani (Citroen DS3 R5), José Pedro Fontes, Sam Moffett (Ford Fiesta RRC), Dominykas Butvilas (Subaru Impreza STI), Jaroslav Órsak (Skoda Fabia S2000) e Charles Martin (Peugeot 208 T16) completaram o ‘top-10’ da 50.ª edição do Sata Rallye Açores, que arrancou na quinta-feira e terminou hoje na ilha de São Miguel.
CLASSIFICAÇÃO GERAL:
1º CRAIG BREEN (IRL)/S. MARTIN (GBR) PEUGEOT 208 T16 2h45m59.6s
2º K. KAJETANOWICZ (POL)/J. BARAN (POL) FORD FIESTA R5 +1m02.1s
3º RICARDO MOURA (PRT)/A. COSTA (PRT) FORD FIESTA R5 +2m14.3s
4º BRUNO MAGALHAES (PRT) H. MAGALHAES (PRT) PEUGEOT 208 T16 +3m04.9s
5º ROBERT CONSANI (FRA)/M. VILMOT (FRA) CITROËN DS3 R5 +5m54.2s
6º JOSÉ P. FONTES (PRT)/M. RAMALHO (PRT) CITROËN DS3 R5 +6m38.8s
7º SAM MOFFETT (IRL)/K. ATKINSON (IRL) FORD FIESTA RRC +8m01.4s
8º DOMINYKAS BUTVILAS (LTU)/K. HELLER (POL) SUBARU IMPREZA WRX STI +9m18.3s
9º CHARLES MARTIN (F)/T. SALVA (F) PEUGEOT 208 T16 +10m55.9s
10º JAROSLAV ÓRSAK (CZE)/D. SMEIDLER (CZE) SKODA FABIA S2000 +10m55.9s

sexta-feira, 5 de junho de 2015

SATA Rally Açores: O irlandês Craig Breen segue na frente

Craig Breen continua na liderança do Rali dos Açores
O irlandês Craig Breen (Peugeot 208) segue na frente do Rali dos Açores, somando menos 2,3 segundos que o polaco Kajetan Kajetanowicz e menos 1:20,9 minutos que o açoriano Ricardo Moura, melhor piloto português em prova.
O líder do European Rally Championship (ERC), Craig Breen, mantém-se assim desde ontem na frente do Sata Rallye Açores com um total de 1:26:44,7 horas, sendo que também Kajetan Kajetanowicz e Ricardo Moura conseguiram manter-se nos lugares do pódio pelo segundo dia consecutivo.
Na quarta posição está Bruno Magalhães, o segundo melhor português em prova que está a 48,2 segundos de Moura e a 2:09,1 minutos do líder do rali, seguindo-se José Pedro Fontes que encerra a lista dos melhores cinco classificados.
Robert Consani, Sam Moffett, Dominykas Butvilas, Luís Rego e Jarosláv Orsák encerram o top-10 deste segundo dia do Rali dos Açores que arranca no domingo às 10:08 horas com Graminhais, a primeira especial do último dia de prova.
Neste segundo dia de prova registaram-se as desistências de Josh Moffett, Giacomo Costenaro, Henrique Moniz e Lorenzo Della Casa devido a despiste e as desistências de Jean-Michel Raoux, Vasily Gryazin e Renato Pita por avaria mecânica.
 Texto: Lusa | Foto: Pedro Couto
Results after day two:
1º C. BREEN (IRL)/S. MARTIN (GBR) PEUGEOT 208 T16 1h26m44.7s
2º K. KAJETANOWICZ (POL)/J. BARAN (POL) FORD FIESTA R5 +2.3s
3º R. MOURA (PRT)/A. COSTA (PRT) FORD FIESTA R5 +1m20.9s
4º B. MAGALHAES (PRT) H. MAGALHAES (PRT) PEUGEOT 208 T16 2m09.1s
5º J. FONTES (PRT)/M. RAMALHO (PRT) CITROËN DS3 R5 +3m30.2s
6º R. CONSANI (FRA)/M. VILMOT (FRA) CITROËN DS3 R5 +3m39.8s
7º S. MOFFETT (IRL)/K. ATKINSON (IRL) FORD FIESTA RRC +4m34.7s
8º D. BUTVILAS (LTU)/K. HELLER (POL) SUBARU IMPREZA WRX STI +4m49.6s
9º L. REGO (P)/J. SILVA (P) MITSUBISHI LANCER +5m29.1s
10º J. ORSAK (CZE)/D. SMEIDLER (CZE) SKODA FABIA S2000 +6m07.2s

quinta-feira, 4 de junho de 2015

Autos: Breen volta a vencer e é o novo líder no rali Açores

SATA Rallye Açores 2015
Craig Breen domina Vila Franca/São Brás e salta para a liderança
Irlandês da Peugeot Rally Academy dominou a 'escorregadia' primeira passagem por Vila Franca São Brás, com o tempo 9:50,4 minutos, menos 3,2 que Kajetan Kajetanowicz.    
Ricardo Moura foi terceiro na classificativa e caiu para terceiro lugar na geral.
O piloto irlandês saltou para a liderança do SATA Rallye Açores após a primeira passagem por Vila Franca / São Brás, especial em que foi o mais rápido.
O SATA Rallye Açores tem novo líder. O irlandês Craig Breen saltou para o comando após a primeira passagem por Vila Franca /São Brás, especial em que foi o mais rápido.
Na terceira prova especial, Kajetanowicz foi segundo e Ricardo Moura foi o terceiro, posições que também ocupam na classificação geral.
Na geral, neste momento a diferença entre primeiro e segundo é de 1,4 segundos, com Moura a pouco mais de seis segundos de distância do líder.
Conforme se esperava, até esta altura, os três pilotos têm dominado a prova, com Josh Moffett a surgir na quarta posição.
No quinto lugar situa-se Bruno Magalhães, enquanto o actual líder do Campeonato Nacional de Ralis – José Pedro Fontes – a ser o sexto classificado.