quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

II Liga: Santa Clara vence Portimonense em S. Miguel, Açores

Santa Clara, 1 - Portimonense, 0
Rafael Batatinha fez a diferença
O Santa Clara venceu esta quarta-feira o Portimonense por 1-0, em jogo da 30.ª jornada da 2.ª Liga, graças a um golo de Batatinha perto do intervalo. Com esta vitória, o Santa Clara subiu ao 19.º lugar, com 31 pontos, enquanto o Portimonense se mantém provisoriamente no 11.º lugar, com os mesmos 43 pontos.
Rafael Batatinha marcou o golo da vitória do Santa Clara, aos 43 minutos, numa excelente jogada individual em que tirou quatro jogadores adversários do caminho e marcou para a baliza deserta de Ricardo Ferreira. 
Numa primeira parte com mais jogadas de perigo para o Santa Clara, o Portimonense desperdiçou uma das poucas oportunidades de se adiantar no marcador aos 19 minutos, num remate de Fernandinho que Serginho encaixou junto ao poste direito.
Nos primeiros 10 minutos da segunda parte, Rafael Batatinha podia ter aumentado a vantagem no marcador, quando isolado na cara de Ricardo Ferreira tentou fazer o chapéu ao guardião contrário, mas acabou por rematar ao lado.
Já nos últimos segundos do jogo, o Portimonense podia ter chegado ao empate num remate perigoso de Maurício dentro da área que Serginho defendeu.
Jogo no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada.
Santa Clara - Portimonense, 1-0.
Ao intervalo: 1-0.
Marcadores:
1-0, Rafael Batatinha, 43 minutos.
Equipas:
Árbitro: Manuel Mota (Braga).
Santa Clara: Serginho, Mike, Materazzi, Accioly, Ruben Ribeiro, Tiago Ronaldo, Pacheco, Ludovic (Jimmy, 64'), Reginaldo, Rafael Batatinha (Ely, 86') e Clemente (Vouho, 53').
Suplentes: Hugo Viveiros, Paulo Henrique, Malafaia, Nuno Silva, Ely, Jimmy e Vouho.
Treinador: Filipe Gouveia.
Portimonense: Ricardo Ferreira, Maurício, Ivo Nicolau, Ricardo Pessoa, Fernandinho, Ewerton, Pires, Zambujo, Rafinha (Dieguinho, 70'), João Paulo (Mamadu, 50') e Lazaroni (Fidelis, 50'). 
Suplentes: Carlos Henriques, Fidelis, Ryuki, Mamadu, Paraiba, Dieguinho e Gleison.
Treinador: Carlos Azenha.
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Ivo Nicolau (25'), Clemente (38'), Rafinha (52'), Pacheco (62'), Rafael Batatinha (77'), Dieguinho (78') e Ely (90').
Assistência: 314 espectadores.

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Campeonato Nacional de Seniores:Operário venceu

 Operário, 2 - Nogueirense, 0
Operário bateu o Nogueirense e é segundo na zona sul do nacional de seniors.
Na Lagoa, os ferros da baliza do Nogueirense também impediram um desfecho mais volumoso mas não foram obstáculo para o Operário vencer por 2-0, alojando-se na segunda posição da zona sul do nacional de seniores, fase da subida. Os fabris dominaram o desafio por completo e o resultado só peca por escasso.
Angrense empatou em casa -  Praiense perde fora
Na fase de manutenção, o Angrense não foi além de um empate sem golos na receção ao Quarteirense, enquanto o Praiense perdeu por 2-1 no recinto do Aljustrelense. Apesar dos resultados, as duas equipas da ilha Terceira mantêm-se nas posições cimeiras.

Campeonato Nacional de Séniores:
Subida – Zona Sul:
Resultados da 2ª jornada:
Operário, 2 - Nogueirense, 0
1º Dezembro, 2 - B.C. Branco, 1
Louletano, 1 - Caldas, 1
Mafra, 1 - Casa Pia, 0
CLASSIFICAÇÃO:
1º 1º Dezembro   6 pontos
2º Operário          4
3º B.C. Branco     3
4º Mafra               3
5º Casa Pia         3
6º Caldas             2
7º Louletano        1
8º Mogueirense   0
MANUTENÇÃO – Série H:
 
 
 
 
 
 
 
 
 




Resultados da  2ª. jornada:
Angrense, 0 - Quarteirense, 0
Ajustrelense, 2 - Praiense, 1
Atl. Reguengos, 2 - Ferreiras, 2
Moura, 1 - Lusitano VRSA, 0
CLASSIFICAÇÃO:
1º Angrense            19 pontos
2º Praiense             16
3º Ajustrelense       15
4º Moura                 15
5º Lusitano VRSA   15
6º Ferreiras             11
7º Quarteirense        9
8º Atl. Reguengos    8
JGS

II Liga: Santa Clara empata em Olhão

Algarvios não vencem há 7 jogos
Olhanense, 0 - Santa Clara, 0
Empate sem golos em Olhão
O Olhanense e o Santa Clara empataram este domingo 0-0, em jogo da 29.ª jornada da 2.ª Liga, disputado em Olhão, no qual os dois emblemas demonstraram as razões de ocuparem os lugares inferiores da classificação.
Num jogo fraco, a equipa açoriana saiu a lamentar-se pela ineficácia na hora de atirar à baliza, uma vez que dispôs de mais oportunidades de perigo, enquanto o Olhanense, pelo contrário, esteve apagado e somou o sétimo jogo sem vencer.
A primeira parte foi equilibrada, mas muito jogada a meio-campo, e as duas equipas raramente surgiram com perigo junto das balizas adversárias. Giraldo protagonizou o único remate do Olhanense à baliza em toda a partida, aos 22 minutos - o guarda-redes Serginho só agarrou a bola à segunda, gerando alguma emoção na bancada -, enquanto Reginaldo atirou ao poste, à passagem do minuto 35.
Na segunda metade, o panorama manteve-se, mas, mesmo sem forçar o andamento, as únicas ocasiões de golo foram do Santa Clara, já no último quarto de hora, acabando por pecar pela falta de eficácia. Vouho rematou para uma grande defesa a Ricardo Ribeiro, aos 78 minutos, enquanto Rafael Batatinha (79) e Reginaldo atiraram ao lado (90'+2), em jogadas muito perigosas.
Sem vencer há sete jogos e sem marcar golos desde a chegada de Cristiano Bacci - cumpriu o terceiro encontro como técnico -, o Olhanense ocupa o 20.º lugar, com 30 pontos, um posto acima do Santa Clara, que não perde há quatro partidas e soma 28 pontos.
Jogo no Estádio José Arcanjo, em Olhão.
Olhanense-Santa Clara, 0-0.
Equipas:
Árbitro: Joaquim Pinheiro (Braga).
Olhanense: Ricardo Ribeiro, Duarte Machado, Nuno Diogo, Diakhite, Femi Balogun, Celestino, Galassi (Renato Marques, 79), David Viana (Adilson, 68), Giraldo, Mastriani (Ponce, 81) e Weldon.
Suplentes: Svedkauskas, Renato Marques, Rodrigo António, Coubronne, Adilson e Ponce).
Treinador: Cristiano Bacci.
Santa Clara: Serginho, Mike, Amoreirinha, Accioly, Ruben Ribeiro, Tiago Ronaldo (Malafaia, 70), Pacheco, Rafael Batatinha, Reginaldo, Ludovic (Ely, 62) e Clemente (Vouho, 74).
Suplentes: Pedro Freitas, Malafaia, Nuno Silva, Materazzi, Ely, Jimmy e Vouho).
Treinador: Filipe Gouveia.
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Amoreirinha (32) e Ludovic (37).
Assistência: Cerca de 600 espetadores.

sábado, 21 de fevereiro de 2015

LIGA MEO AÇORES 2014/2015: Calendário da 2ª fase

Sorteio da 2ª Fase – Apuramento do Campeão:
CALENDÁRIO DOS JOGOS - 1ª volta:
1ª. Jornada - 1 março de 2015:
Sporting IdealSC Marítimo
Lusitânia – CD Rabo de Peixe
2ª. Jornada - 8 março de 2015:
Rabo de PeixeSporting Ideal
SC Marítimo – SC Lusitânia
3ª. Jornada - 15 março de 2015:
Sporting IdealSC Lusitânia
Rabo de Peixe – SC Marítimo
CALENDÁRIO DOS JOGOS:
FASE DE DESPROMOÇÃO:
                                                                      
Jogos da 1ª. volta:
1ª jornada - 1 março de 2015:
Sp. Guadalupe - FC Vale Formoso
Prainha FC - FC Flamengos
SC Barreiro - Boavista Ribeirinha
2ª jornada - 8 março de 2015:
FC Vale Formoso - Prainha FC
FC Flamengos - SC Barreiro
Boavista CR - Sp. Guadalupe
3ª jornada - 15 março de 2015:
SC Barreiro - FC Vale Formoso
Boavista CR -  FC Flamengos
Prainha FC - Sp. Guadalupe
4ª jornada - 22 março de 2015:
FC Vale Formoso - FC Flamengos
Sp. Guadalupe - SC Barreiro
Prainha FC - Boavista Ribeirinha
5ª jornada - 29 março de 2015:
Boavista CR - FC Vale Formoso
FC Flamengos - Sp. Guadalupe
SC Barreiro – Prainha FC

Danças de Carnaval á moda da Ilha Terceira no Canadá

PCIM e CCPM apresentaram danças de Carnavalescas Açorianas
Danças de Carnaval á moda da ilhaTerceira no St. John’s Hall e no Centro Cultural Português em Mississauga
No passado domingo dia 15 de Fevereiro, a organização Portuguese Canadian Integration Movement (PCIM), da Primeira Irmandade do Divino Espírito Santo de Mississauga e o Centro Cultural Português de Mississauga, levaram a efeito as famosas danças de Carnaval de salão á moda da ilha Terceira.
Tanto o salão do St. John’s Hall como o do Centro Cultural Português na cidade de Mississauga receberam uma grande audiência de visitantes para verem e apreciarem as famosas danças  de salão com o sentido de humor, satiro e de pandeiro, trazendo a boa disposição aqueles que vivem e apreciam esta linda tradição terceirenses que corre nas veias daquele povo da ilha de Jesus Cristo como também é conhecida.
O salão de festas encheu-se por completo, com 600 admiradores que apesar do frio intenso que se fazia sentir lá fora com  –20º graus centrigráfos, não os aguentou no calor dos seus lares, porque o sentimento de amor e fidalidade á tradição terceirense não fez diferença nenhuma, porque hoje muito calor humano para passar uma tarde bem á moda da Terceira para verem desfilar em placo os artistas amadores que continuam a trazer para a rua esta tradição que ainda hoje está bem enraizada nos terceirenses e seus filhos muitos deles já nascidos no Canada.
Todos os temas  apresentados pelos cinco grupos de dança tiveram a sua história, em conjunto com a música, as tradicionais raízes e vestuário a condizer com os asssuntos em destaque.
Como exemplo o assunto apresentado pelo dança do Clube de Mississauga que escolheram um assunto destacado como a ‘’Grande Batalha da Salva’’, quando os espanhois invadiram a ilha Terceira que passou a chamar-se deste então depois de derrotaram os espanhois também como ilha de Jesus Cristo, porque foi o único teritório nacional que Espanha não conseguiu conquistar porque os toiros e o povo da Terceira afastaram os invasores. Uma grande vitória para os açorianos que mostraram a sua raça e foram fiés á sua nacionalidade e mantiveram a bandeira de Portugal bem no alto do mastro naquela ilha portuguesa.
Desfilaram nos dois palcos cinco danças Carnavalescas que trouxeram o bom humor e alegrias com vários temas que vamos deixar a seguir:
1.’Irmandade do Imigrante – Toronto’’.
Assunto: ‘’Os Alunos da Escola do Século XXI’’ – Escrito por Hélio Costa, Mestres: Ronaldo Homem, Ryan Nunes e Jonathan Junior.
2.’Clube Lusitânia de Toronto’’. Asssunto: ‘’Eh pá... Vamos á Terceira’’. - Escrito por Casemiro Ribeiro, com música da Banda do Sro. Santo Cristo de Toronto. 
3.’Graciosa C, Center’’. Asssunto: ‘’Passeio á India’’. Escrito por, Silvino Sousa. Mestres: Francisco Borba e Natasha Sousa. Música do grupo.
4.’Clube dos Velhos – Toronto’’. Assunto: ‘’A Tia Santa’’. - Escrito por, Fernando Fernandes. Mestres: Marco Fernandes, Nelinho e Junior Menezes.
5. ‘’Clube Português de Mississauga’’. Assunto: ‘’Grande Batalha da Salga’’. - Escrito por, João Mendonça. Mestres: Rogério Mendes e Sabrina Mendes. Música do grupo.
Fotos e texto de: João G. Silva

Beldades dos Açores:

As mais belas mulheres dos Açores: 

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Tradicional Batalha das Limas em Ponta Delgada, S. Miguel

Batalha das Limas na terça-feira de Carnaval na avenida marginal
Guerreiros do Carnaval invadem Avenida de Ponta Delgada
A tradicional Batalha das Limas levou na tarde de terça-feira centenas de pessoas à Avenida Infante D. Henrique, numa tradição do Carnaval de Ponta Delgada, onde a água é a única munição admitida e a diversão a regra do combate.     
Presentes estiveram seis equipas em camiões de várias zonas de Ponta Delgada e arredores que foram, como habitualmente, os 'reis' da festa, à qual não faltou sequer o presidente da Câmara Municipal, José Manuel Bolieiro.
Esta tradição que entrou no Século XXI quase a morrer ganhou um novo fôlego nos últimos anos, quando a Câmara Municipal de Ponta Delgada decidiu apoiar a sua realização, atualmente através da empresa Coliseu Micaelense, procurando tornar esta original 'batalha de água' também num cartaz turístico.
Há muito que as tradicionais 'limas' - pequenas formas de cera com água - deram lugar aos sacos e balões com água, bastante mais baratos e fáceis de preparar. Mas a animação, esta mantém-se numa batalha que, desde que o passeio da avenida 'alargou' com as Portas do Mar, passou também a atrair muitos curiosos que, resguardados dos arremessos, assistem de 'bancada' à Batalha das Limas.
O 'campo de batalha' está concentrado entre o edifício Solmar e as Portas da Cidade, zona em que se cruzam os camiões que chegam a estar três, lado a lado, com intensa batalha de água entre eles. Mas também no chão se faz a festa, com pequenos grupos organizados e muitos 'franco-atiradores' a desafiarem o poderio dos camiões.
Apesar dos gritos de guerra, das muitas provocações verbais e até da violência com que se atiram os sacos com água, o ambiente é de diversão e a velha máxima 'é Carnaval e ninguém leva a mal' é mesmo para valer.

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

II Liga: Santa Clara vence FC Porto B


Santa Clara, 1 - FC Porto B, 0
Finalmente a vitória para sair do perigo
Açorianos quebram ciclo de 9 jogos sem vencer
O Santa Clara venceu esta quarta-feira o FC Porto B por 1-0, com um golo Rafael Batatinha, quebrando um ciclo de nove jogos sem vencer, em partida da 28.ª jornada da 2.ª Liga. 
Apesar da vitória, a formação açoriana mantém-se na zona de despromoção, em 22.º lugar com 27 pontos, enquanto o FC Porto B desce para a 12.ª posição, com 41 pontos.
Numa primeira parte com os dragões muito a meio campo, a primeira jogada de perigo pertenceu à equipa da casa, aos 20 minutos, com Pacheco a assistir o avançado brasileiro Rafael Batatinha, mas o remate, já dentro da grande área, bateu num defesa e saiu para canto.
Na resposta, David Bruno rematou com perigo, mas valeu o voo de Serginho para segurar o nulo. O Santa Clara desfez o nulo aos 32 minutos, através de Batatinha, que, depois de um cruzamento de Ludovic, rematou já dentro da área para o 1-0. Já em cima do intervalo, Kadu evita o segundo golo do Santa Clara numa defesa apertada ao remate de Pacheco.
Apesar de se encontrar em desvantagem, o FC Porto criou poucas oportunidades para igualar, tendo pertencido mesmo ao Santa Clara as melhores ocasiões para ampliar.
Jogo no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada.
Santa Clara-FC Porto B, 1-0.
Ao intervalo: 1-0.
Marcador: 1-0, Rafael Batatinha, 32 minutos.
Equipas:
Árbitro: Jorge Tavares (Aveiro).
Santa Clara: Serginho, Mike, Accioly, Amoreirinha, Ruben Ribeiro, Jimmy, Tiago Ronaldo, Pacheco, Ludovic (Ely, 69), Rafael Batatinha (Materazzi, 90) e Clemente (Vouho, 82).
Suplentes: Hugo Viveiros, Malafaia, Davide, Nuno Silva, Materazzi, Ely e Vouho).
Treinador: Filipe Gouveia.
FC Porto B: Kadu, David Bruno, Zé António, Lichnovsky, Victor Garcia, Podstawski (Pité, 65), Pavloski, Francisco Ramos, Roniel (Anderson,59), Frederic (Rui Pedro, 77) e André Silva.
Suplentes: Caio, Rafa, Pité, Anderson, Leandro Silva, Diego Carlos e Rui Pedro).
Treinador: Luís Castro.
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Lichnovsky (20), Amoreirinha (30), Anderson (73), Fracisco Ramos (90+6) e Kadu (90+6).
Assistência: 770 espetadores.

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Grande noite de São Valentim em Mississauga

 O cantor vezenuelano CCPM, Carlos Kanto animou a noite de S. Valentim 
Centro Cultural Português de Mississauga 
Carlos Kanto encheu CCPM na noite do Baile de São Valentim
No passado sábado dia 14 de Fevereiro, o dia de São Valentim ‘’Valentine’s Day‘’ foi celebrado um pouco por todo o lado nos clubes e associações luso-canadianas do Ontario.
O Clube Português de Mississauga foi um destes clubes que se encheu com mais de 600 pessoas para celebrar a noite dos namorados, que incluiu um jantar á maneira confecionado pela prata da casa, com o salão nobre bem decorado com o encarnado a predominar nas mesas bem decoradas num ambiente festivo de amor e amizade.
 O cantor romântico vezunuelano, Carlos kanto, foi a atração da noite e fez que os casais românticos dançassem ao som da música latino-americana, deste famoso canrtor que realizou em excelente espetáculo para todos os casais presentes, que saíram de casa naquela que foi a noite mais fria deste inverno no Ontario, com uma temperatura negativa sentida lá fora de menos - 40 graus com o factor vento claro, um autêntico congelar ao ar livre, mas lá dentro do salão nobre , reinou sem dúvida, o maior calor humano possivél com muito romantismo á mistura.
O conjunto comunitário ‘’Sagres’’, findou a noite de São Valentim com boa música para dançar até ás tantas da madrugada.
Texto: João G Silva – fotos:  Pedro Pereira (direitos reservados)


Futebol em S. Miguel: Campeonato da 1ª e 2ª divisão


FUTEBOL EM SÃO MIGUEL – 2014/15:
Campeonato de S. Miguel da 1ª Divisão:
Líder São Roque sofre primeira derrota
O Grupo Desportivo de São Roque recebeu e perdeu com o Marítimo da Calheta por 1-2, sofrendo assim a primeira derrota no campeonato de S. Miguel da 1ª divisão, á 10ª jornada.
Com esta vitória fora de casa os azuis-brancos de Ponta Delgada subiram ao segundo lugar na tabela, beneficiando da derrota do União Micaelense que  perdeu em Água de Pau com o Santiago por 4-2. Ambos somam 19 pontos menos um que o lider São Roque.
O Santo António alcançou a primeira vitória na prova ao ganhar em Nordeste frente ao União local por 2-3, deixando a lanterna-vermelha para os verdes de Nordeste.
O encontro entre o Mira Mar e o Àguia dos Arrifes foi adiado para o dia 25 de Fevereiro.
Resultados da 10ª. jornada:
U. Nordeste, 2 – Santo António, 3
Mira Mar – Águia Desportivo (25/02)
GD São Roque, 1 – Marítimo, 2
Santiago FC, 4 – U. Micaelense, 2
Folga: Capelense SC.
CLASSIFICAÇÃO:
L  EQUIPAS          J   V  E  D  GM-GS        P
1º GD São Roque    9   6   2   1    19 – 8        20
2º Marítimo SC       9   6   1   2    17 – 9        19
3º U. Micaelense     9   6   1   2    19 –14       19
4º Santiago FC        9   4   2   3    16 –12       14
5º Águia CD           8   4   1   3    14 –14        13
6º Capelense           8   2   4   2      8 – 9         10
7º Mira Mar SC      8   3   1   4      8 –11        10
8º Santo António    9   1   1   7    11 –23          4
9º U. Nordeste        9   0   1   8      6 –18          1
10ª. Jornada| 22-02-2015:
Santo António – Mira Mar
Marítimo SC – U. Nordeste
U. Micaelense – São Roque
Capelense – Santiago FC
Folga: Águia Desportivo.

Campeonato de S. Miguel da 2ª. Divisão:
Casa Povo dos Arrifes e Vitória do Pico da Pedra lideram
A equipa da Casa do Povo dos Arrifes venceu o Rabo de Peixe B por 2-0, e subiu ao 1º lugar após disputada a 6ª. jornada.
O Vitória do Pico da Pedra foi vencer a São Roque por 1-3 e igualou a equipa dos Arrifes na primeira posição com 13 pontos, enquanto á turma de Rabo de Peixe desceu para o 3º lugar na tabela com 12 pontos depois da derrota nos Arrifes.
Na freguesia da Maia a equipa local recebeu e empatou com o Santa Bárbara a uma bola e atrasou-se na corrida ao título.
Resultados da 6ª. Jornada:
Casa Povo Maia, 1 – Santa Bárbara, 1
GDCP Arrifes, 2 – Rabo de Peixe B, 0
São Roque B, 1 – Vitória P. Pedra, 3
CLASSIFICAÇÃO:
L  EQUIPAS            J   V  E  D    GM-GS       P
1º GDCP Arrifes       6   4   1   1      10 – 5        13
2º Vitória P. Pedra     6   4   1   1      10 – 5       13
3º Rabo de Peixe B    6   4   0   2      12 – 8       12
4º Casa Povo Maia    6   2   1   3      10 – 9         7
5º GD São Roque B   6   1   0   5      10 –15        3
6º Santa Bárbara        6   0   3   3        2 –12        3
7ª Jornada | 22-02-2015:
Rabo de Peixe B - GD São Roque B
Vitória Pico Pedra - Casa Povo Maia
Santa Bárbara - GDCP Arrifes
 
Por: João G. Silva

Camp. Nacional de Séniores: Operário empatou em Caldas

Campeonato Nacional Séniores
Praiense reforça tranquilidade
Praiense venceu o dérbi terceirense derrotando a formação de Angra por 3-1. Operário começou com um empate sem golos. 
O triunfo no escaldante dérbi terceirense sorriu para a formação da Praia da Vitória. O Praiense recebeu e venceu por 3-1 o Angrense e entrou da melhor forma na fase decisiva que vai apurar quem se mantém no nacional de seniores.
Num jogo bem disputado por ambas as formações, o Angrense colocou-se em vantagem à passagem do primeiro quarto de hora, quando Vitória inaugurou o marcador, através da conversão de uma grande penalidade. A resposta da formação da casa não tardou e Filipe Andrade restabeleceu a igualdade ao minuto 24, resultado que se viria a manter até ao intervalo.
No segundo tempo e com as equipas equilibradas no meio-campo, teve-se que esperar para os últimos dez minutos para se verem golos. O bis de Filipe Andrade e a grande penalidade convertida por Ruben Rodrigues deram a vitória à equipa da Praia.
Operário empata em Caldas
No grupo da luta pela subida, o Operário da Lagoa não foi além de um empate sem golos no terreno do Caldas, resultado lisonjeiro para os fabris porque o Caldas foi superior e dispôs das melhores oportunidades de golo, mas João Botelho esteve firme nas horas de aperto, evitando a derrota.
Acácio Mateus
Campeonato Nacional de Séniores:
Subida – Zona Sul:
Resultados da 1ª jornada:
Nogueirense, 0 – 1º Dezembro, 2
Caldas , 0 – Operário Lagoa, 0
Casa Pia, 2 – Louletano, 1
Benf. Castelo Branco, 1 – Mafra, 0
Classificação:
L Equipas          J   V  E    D  GM-GS     P

1º Dezembro       1  1   0    0      2 - 0       3
2º Casa Pia         1  1   0    0      2 - 1       3
3º B.C. Branco,   1  1   0    0      1 - 0       3
4º Operário         1   0   1   0       0 - 0      1
5º Caldas            1   0   1   0       0 - 0      1
6º Louletano       1   0   0   1       1 - 2       0
7º Mafra              1   0   0   1       0 - 2      0
8º Nogueirense   1   0   0   1       0 - 2      0

MANUTENÇÃO – Série H:
Resultados da 1ª. jornada:
Lusitano VRSA, 0 – Atl. Reguengos, 0
Quarteirense, 0 – Moura, 0
Sp. Praiense, 3 – Angrense, 1
Ferreiras – Ajustrelense (12/4)
Classificação:
L Equipas              J   V  E    D  GM-GS       P
1º Angrense           1   0   0    1      1 - 3       18
2º Sp. Praiense      1   1   0    0      3 - 1       16
3º Lusitano VRSA  1   0   1    0      0 - 0       15
4º Ajustrelense       0   0   0   0      0 - 0        12
5º Moura                1    0   1   0      0 - 0       12
6º Ferreiras            0    0   0   0      0 - 0       10
7º Quarteirense     1    0   1   0      0 - 0         8
8º At Reguengos   1    0   1   0      0 - 0         7

II Liga: Santa Clara empata em Aveiro

NULO EM JOGO COM POUCOS MOTIVOS DE INTERESSE
Beira-Mar, 0 - Santa Clara, 0
A inspiração ficou em casa
O Beira-Mar e o Santa Clara empataram a zero, num jogo pouco inspirado de parte a parte, a contar para a 27.ª jornada da Segunda Liga portuguesa, disputado no Estádio Municipal de Aveiro.
A equipa 'auri-negra' entrou apática e teve dificuldades a construir jogo, sobretudo no primeiro tempo, somando o quinto empate sem golos nos sete jogos que disputou desde a estreia do técnico Paulo Alves.
Já os visitantes mostraram-se mais organizados e criaram alguns apuros à defesa da formação caseira, mas não conseguiram ser eficazes no momento de chutar à baliza, desperdiçando a oportunidade de quebrar um ciclo de oito encontros sem vencer.
Aos 22 minutos, um remate de Juliano quase surpreendeu Serginho, valendo a intervenção de Amoreirinha, que chutou para fora, na única situação de perigo para os aveirenses no primeiro tempo.
Na resposta, Tiago Ronaldo, a passe de Batatinha, atirou à malha das redes defendidas por Márcio, numa jogada rápida do ataque dos açorianos ao minuto 34.]
Aos 53 minutos, em novo contra-ataque do Santa Clara, Márcio foi obrigado a sacudir para a frente, com a bola a sobrar para Tiago Ronaldo, que fez a bola passar muito próxima da baliza dos 'auri-negros'.
No segundo tempo, o jogo foi mais disputado, porque o Beira-Mar entrou mais determinado, mas os aveirenses foram sobretudo perigosos em lances de bola parada, por Billal (69) e Vítor Vinha (73).
Aos 78 minutos, Batatinha quase inaugurou as contas da partida, após corte providencial de Edu, obrigando Márcio a defesa apertada com os pés.
Já perto do final, ambas as equipas ficaram reduzidas a dez elementos, com a expulsão de Reginaldo ao minuto 83, por acumulação de amarelos, e pelo cartão vermelho direto mostrado a Pedro Moreira por falta sobre Clemente.
Jogo no Estádio Municipal de Aveiro
Beira-Mar-Santa Clara, 0-0
Equipas:
Árbitro: André Moreira (Leiria).
- Beira-Mar: Márcio, Pedro Moreira, Fábio Santos, Vítor Vinha, André Nogueira, Assis (Edu, 46), Kingsley, Billal, Juliano (Paulo Santos, 57), Manafá e Edivândio (Nadson, 8).
(Suplentes: Rui Rego, Piffero, Chaparro, Edu, Paulo Santos, Edema e Nadson).
Treinador: Paulo Alves.
- Santa Clara: Serginho, Mike, Amoreirinha, Accioly, Rúben Ribeiro, Jimmy, Pacheco (Clemente, 61), Tiago Ronaldo (Malafaia, 80), Ludovic (Ely, 70), Reginaldo e Batatinha.
(Suplentes: Pedro Freitas, Materazzi, Malafaia, Vitinha, Clemente, Nuno Silva e Ely).
Treinador: Filipe Gouveia.
Ação disciplinar: cartão amarelo para Jimmy (17), Pacheco (31), Assis (33), Reginaldo (38 e 83), Ludovic (44), Edivândio (62), Clemente (77). Cartão vermelho por acumulação para Reginaldo (83). Cartão vermelho direto para Pedro Moreira (86).
Assistência: cerca de 250 espetadores

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Ténis de Mesa: Toledos do Pico vence Taça de Portugal

''Vasco Cordeiro felicita “Os Toledos” pela conquista de mais uma Taça de Portugal
O Presidente do Governo Regional felicitou o Grupo Desportivo do Salão Recreativo dos Toledos pela conquista de mais uma Taça de Portugal.
O Presidente do Governo dos Açores felicitou o Grupo Desportivo do Salão Recreativo dos Toledos pela conquista de mais uma Taça de Portugal em Ténis de Mesa, salientando que este troféu enobrece não só o vasto palmarés nacional do clube da Ilha do Pico, mas também o desporto açoriano.
“As conquistas, nos últimos anos, de várias Taças de Portugal, a que se juntam diversos campeonatos nacionais, são a melhor prova da consistência do trabalho que é desenvolvido pelo Grupo Desportivo do Salão Recreativo dos Toledos, e que tem permitido colocar o nome dos Açores ao mais alto nível desportivo no País”, realçou Vasco Cordeiro.
Na mensagem de felicitações que enviou, o Presidente do Governo fez, ainda, votos que as prestações desportivas deste clube “continuem a servir de inspiração para os Jovens açorianos e a dignificar o nome da Região Autónoma dos Açores no País”.
GaCS/PC