segunda-feira, 24 de junho de 2013

Brampton: Festa do Império de São João das Crianças

Saída da procissão com o andor de São João Baptista da igreja de N.S. Fátima
 1ª Festa do Império de São João das Crianças foi um autêntico sucesso em Brampton
A nova comissão de festas do Império de São João das Crianças da paróquia de Nossa Senhora de Fátima em Brampton, realizou pela primeira vez a festa em Honra de São João Baptista, que decorreu de 20 a 23 de junho, e podemos adiantar que foi um autêntico sucesso a nível de participação de jovens e voluntários que deram as mãos para ajudarem aos membros da associação do Império de São João, com o apoio do padre Andrejz Chilmon que deu o sim para irem avante com estes festejos.
Os oito membros da nova associação foram incansáveis nos seus afazeres e estão todos de parabéns, porque não é nem foi fácil levar em frente um projecto destes nos nossos dias, particularmente quando se trata duma nova comissão de festas de três casais de gente nova com mais dois jovens.
O jovem presidente Orlando Carreiro e Brian Costa, com os três casais, Mena e Jesse Arruda, Fátima e Emanuel De Paiva, Gracie e Joe Galvão, foram os obreiros que preparam esta festa popular, juntando a outras festas que já se realiza nesta paróquia portuguesa de Brampton, em prol da comunidade luso-canadiana, mantendo assim as nossas tradições.
Brian Costa e a Fátima de Paiva e outras pessoas formaram em toda a largura do palco e enfeitaram um altar muito bonito com a imagem de S. João Baptista ao centro.
Como a união faz a força, eles conseguiram levar a bom porto esta nova iniciativa, apesar da discórdia de outros grupos e irmandades da paróquia, que não apoiaram e desviaram de participar nesta festa, bem enraizada em todo o Portugal. Para aquelas pessoas que não concordaram fica aqui o aviso, não sabem o que perderam, porque a festa em honra de São João Baptista teve a mesma dignidade de tantas outras ou talvez, até melhor organizada e servida por jovens com grande valor.
Afinal, quem é que afasta os jovens das nossas festas, fica aqui a pergunta no ar? Quando estes jovens vieram com a ideia da realização desta festa! Força rapazes e raparigas da nossa comunidade!
Quanto ao programa, foi o seguinte: Quinta-feira dia 20, houve celebração da santa Missa e reza do Terço no salão. Sexta-feira dia 21, foi celebrada nova missa na igreja e houve a benção da carne, pão, massa e o vinho seguiu-se distribuição das pensões aos irmãos e foi oferecida massa e vinho aos presentes no salão paroquial. No sábado dia 21, continuação da entrega das pensões pela manhã e á tarde ás 17h00, houve missa e foram convidados todas as passoas e irmãos a descerem ao salão onde foram oferecidas, Carne Guizada com batatas, pão , massa e vinho em honra do São João e o Divino Espírito Santo. Nesta noite, antes de benzidas a comida, actuou o grupo de jovens de São João que dançaram e cantaram marchas de S. João com arcos e balões. No entertenimento actuaram Leonardo Couto que cantou um fado e o conhecido cantor Tony Câmara que delirou os jovens com música moderna num bom pézinho de dança, e na segunda parte do seu espectáculo a pedido do publico, o Tony cantou o fado de Coimbra.
No domingo dia 22, celebrou-se a missa solene onde foram coroadas 4 crianças, edepois realizou a procissão em redor da igreja, que levou três imagens, Coração de Maria, Coração de Jesus e a renovada e bonita imagem de São João Baptista. Como foi a primeira festa o padre Andrejz Chilmon foi o portador da coroção do Divino Espírito, sendo o cortejo sendo acompanhado pelo grupo coral da paróquia que cantaram o hino de São João.
Pela tarde dentro dentro do salão, com ar condicionado, porque se fazia sentir no exterior cantor extremo, houve muito entertenimento, começando com as marchas de S. João pelo grupo de S. João de Brampton, actuação do Grupo de cantares ‘’Tesouro das Ilhas’’ de Cambridge, as jovens cantoras, Melanie Garcia Tavares e Cassaandra, Susy Carvalho, Paulo Moreira, o Rancho Folclorico da Nazaré e C-Styxx ( jovem baterista e grande qualidade). Não faltou o bazar e leilões de ofertas, pelo apresentador Gilberto Medeiros, sorteio de ofertas e música do DJ para dançar.

Dante Ricchezza, eleito mordomo 2014.
No final da festa, ocorreu o esperado sorteio do primeiro mordomo do Império de S. João das Crianças, que saiu a uma criança de 8 anos de nome, Dante Ricchezza, para a festa de 2014.
Parabéns ás voluntárias cozinheiras pela feitura da saborosa Carne guisada com batatas, que todos gostaram, e a todos os voluntários/as e de alguns da comissão da igreja que prestaram um exelente serviço e á comissão de festas de S. João.
Bem Hajam!
Por: João G. Silva

sábado, 22 de junho de 2013

Cambridge: 25º aniversário da Irmandade Picoense do Divino Espirito Santo do Ontário

Desfile do cortejo com os Mordomos, Paulo e Rosa Almeida e o Pe. Areias.
25º Aniversário da festa do Divino Espírito Santo da Irmandade Picoense de Cambridge do Ontário
A Irmandade Picoense do Divino Espirito Santo do Ontário em Cambridge, realizou no fim-de-semana de 14 a 16 de Junho a sua festa anual festejando o 25º aniversário da sua fundação (1989) da realização dos festejos no Canadá.
O presidente da comissão de festas, José Rodrigues e esposa Arlete Rodrigues e a sua equipa, prepararam com antecedência os preparativos da festa do vingéssimo quinto aniversário com um vasto programa que este ano que teve a participação de ilustres convidados e visitantes da ilha do Pico, como o vice-presidente da CM das Lajes do Pico, Hildeberto Peixoto que veio acompanhar o Grupo de cantares ‘’Trovas da Madrugada’’ e também a Filarmónica Recreio União Prainhense da Prainha do Norte (Pico).
Dos Estados dos Unidos da América vieram uma comitiva, a irmandade do Divino Espírito Santo da ilha do Pico de New Bedford, Mass, e o artista Zé Duarte cantor/aminador natural do Pico que veio da Califórnia, EUA.
Na sexta-feira, dia 14, houve um jantar a favor da filarmónica da Prainha do Norte, União Praienhense que vieram da ilha montanha e estiveram em digressão pelo Ontário.
No sábado, dia 15, houve novo jantar para todos, com carne guisada e entertenimento no salão do Clube Português de Cambridge, com actuação do Grupo de Cantares ‘’Trovas da Madrugada’’ que cantaram música tradicional açoriana, como também tocaram a famosa chamarrita picoense para bailarem. O artista luso-californiano completou o serão com música para dançar e algumas aanedotas pelo meio para alegrar o convivas com "Zé d'adega".
No domingo dia 16, realizou-se a coroação da Brierdale Plaza até á igreja de Nossa Senhora de Fátima, onde foi celebrada a Missa e benção das coroas, pelo Pe. António Cunha com pregação pelo Pe. Areias que esteve sete anos a prestar serviço na Matriz das Lajes do Pico e freguesias do conselho e hoje encontra-se na Alemanha onde presta serviço religioso naquele país europeu actualmente.
Entertanto ao meio-dia, no clube de Cambridge foram servidas as primeiras sopas ás pessoas da terceira idade, como é habitual.
Após o acto litúrgico seguiram para a entrada do parque do clube de Cambridge onde foi formado um novo cortejo que se dirigiu até á Capela do Divino Espirito Santo do clube, seguindo as respectivas cerimónias e alocuções por vários convidados presentes no evento, a intervenção do vereador da Câmara de Cambridge, o vice-presidente da Câmara Municipal das Lajes do Pico, Hildeberto Peixoto, dirigiu-se a todos os presentes reconhecendo que "esta é a prova de que onde existe uma comunidade de Açorianos, por pequena que seja, verifica-se uma forte devoção ao Divino Espírito Santo, sendo seguramente a maior manifestação religiosa que identifica o Povo Açoriano". Referiu ainda que se sente feliz e honrado "por participar nesta festa do Reencontro de açorianos emigrantes, especialmente da ilha do Pico, que deixam transparecer o orgulho que sentem pelas suas raízes".
Integraram no cortejo várias organizações e irmandades do Ontário, tais como, Irmandade dos portugueses de Barrie, o (PCIM) -1ª Irmandade de Mississauga, Brantford, Guelph City, Kitchener, Potuguese Clube of Cambridge, Império Mariense de Cambridge, Açores Sociedade do DES – Império de S. João de Cambridge, Organização Portuguesa Micaelense de Caridade – Império de S. Pedro de Cambridge, Oriental Sports Club – Império das Crianças de Cambridge, Organização Terra dos Bravos de Cambridge, e a Irmandade Picoense do DES do Ontário de Cambridge e as duas filarmónicas, a Banda Portuguesa de Hamilton e a União Prainhense da ilha do Pico, Açores.
No final das cerimónias os mordomos de 2013, Paulo e Rosa Almeida, dirigiram-se para a entrada da cozinha, com a filarmónica União Prainhense que em agradecimento aos cozinheiros voluntários que preparam as tradicionais sopas á moda do Pico, tocaram o Hino do Divino Espírito Santo como manda a tradição.
Logo após foram chamados a entrarem no salão as filarmónicas e organizações convidadas, ficando ainda algumas pessoas de outras organizações a espera da sua vez para as segundas sopas.
Mais de quatro mil pessoas saborearam as sopas ao longo da tarde, enquanto ao ar livre, houve concerto pelas duas filarmónicas, actuação do Grupo de Cantares ‘’Trovas da Madrugada’’ onde ainda se bailou a chamarrita do Pico, e actuação do artista, Zé Duarte dos Estados Unidos que fechou a tarde de entertenimento.
A música e o som esteve a cargo do DJ de Luís Almeida.
Não faltou os tradicionais leilões de ofertas e há saída do parque foram distribuídas as tradicionais Rosquilhas para todos os presentes que foram deixando o recinto da festa..
A todo a comissão de festas da Irmandade Picoense do Divino Espírito Santo de Cambridge os nossos parabéns pelos 25 anos de aniversário.
João G. Silva

segunda-feira, 17 de junho de 2013

A SAD do Santa Clara emitiu um comunicado ao corte de 600 mil euros pelo Governo Regional

Nos últimos quatro anos os apoios ao Santa Clara baixaram 1,2 milhões de euros
«Redução é revés muito significativo», diz o Santa Clara
A SAD do Santa Clara emitiu um comunicado onde refere que o corte de 600 mil euros por conta da promoção dos Açores no exterior constitui um revés muito significativo para o projeto e todos os seus parceiros.
O Santa Clara reagiu através de comunicado à redução de 600 mil euros no valor atribuído pelo governo regional por conta da promoção externa da região, um montante que já está a obrigar os administradores da SAD a rever o orçamento traçado para a temporada 2013/14.
No documento, o emblema de Ponta Delgada ressalva que foi «inesperada a forma abruta e consecutivamente progressiva com que estas reduções se têm apresentado», quebras que nos últimos quatro anos atingiram os 1,2 milhões de euros.
Apesar do comunicado fazer menção ao facto dos dirigentes encarnados «compreenderem o atual momento», fica claro que «o apoio concedido ao Santa Clara é um investimento de grande rentabilidade para todos os parceiros associados neste projeto, em especial para governo dos Açores».
Não restam dúvidas de que «a redução anunciada consubstancia um revés muito significativo, sobretudo por se tratar de mais um na sucessão contínua de cortes nas receitas previstas», pode ler-se no mesmo comunicado que não confirma o montante total da redução que, tal como divulgou, cifra-se nos 600 mil euros.
Perante este cenário, a SAD do Santa Clara, que é presidida por Mário Batista, não escondeu que «esta contrariedade só não colocará em causa a estabilidade e os objetivos a que nos propusemos se todos, com o governo dos Açores na primeira linha, nos esforçarmos no sentido de minimizar tão grande impacto»
Contrato-programa
Santa Clara critica corte "abrupto" nos apoios
O clube encarnado reagiu hoje, em comunicado publicado no site oficial, ao corte de 600 mil euros no apoio vindo do Governo Regional.
O Santa Clara sustentou que o apoio dado ao clube - único que milita nas competições profissionais de futebol - tem o devido reembolso. "A atividade futebol profissional movimenta em transportes, hotelaria, restauração, não só com o Santa Clara mas também com as comitivas das equipas visitantes, adeptos que as acompanham e técnicos das entidades organizadoras competições", defende.
O clube lembra ainda que houve um retorno de um quarto do apoio concedido, através da arrecadação direta em impostos e obrigações fiscais. A direção da SAD termina o comunicado apelando a um esforço conjunto de todos, incluindo o Governo Regional dos Açores, para ultrapassar esta difícil fase. Com o corte de 600 mil euros, o Santa Clara passa a receber 1 milhão de euros em apoio.
AO

Basquetebol feminino - 1ª Divisão: U. Sportiva sagrou-se campeão nacional

Açorianas do Clube União Sportiva de Ponta Delgada foram as campeãs!
União Sportiva conquista o título de campeão nacional da I Divisão de basquetebol feminino
O Clube União Sportiva sagrou-se campeão nacional depois da vitória no quinto e último jogo da final frente ao Grupo Desportivo Escola Maria Alberta Menéres
O Clube União Sportiva sagrou-se campeão nacional da I Divisão de basquetebol feminino, conquistando o feito no ano de estreia neste escalão e no qual já tinha conseguido o direito de na próxima temporada disputar a Liga feminina.
No quinto e último jogo da final da competição - e com o play-off empatado a dois jogos -, as micaelenses impuseram-se em casa onde nunca haviam perdido esta temporada por 62 - 49.
Gilmara Amaral, com 27 pontos, foi a jogadora do encontro, ela que jogou e fez jogar a equipa, conduzindo-a até ao inédito título de campeã nacional.
O Grupo Desportivo Escola Maria Alberta Menéres (que na próxima época regressa à Liga) jogou e procurou a vitória ao fim, valorizando bastante a conquista do título por parte das micaelenses.

XXIV Rali Ilha Azul - Além Mar: Moura vence rali no Faial

Ricardo Moura vence e convence no XXIV Rali Ilha Azul – Além Mar
Ricardo Moura vence tranquilamente Rali Ilha Azul
Piloto pentacampeão dos Açores de ralis continua a não ter concorrência para fazer frente. Ricardo Moura terminou com quase dois minutos de vantagem para o segundo classificado, Luís Miguel Rego.
Ricardo Moura voltou a vencer mais uma prova do Campeonato dos Açores de Ralis, desta feira o XXIV Rali Ilha Azul - Além Mar, terceira prova da temporada.
Moura não teve, mais uma vez, adversários à altura do ritmo que impôs na prova desde o primeiro ao último metro, terminando com quase dois minutos de vantagem sobre Luís Miguel Rego, segundo classificado, e quase dois minutos e meio para o terceiro, Rúben Rodrigues.
Sexto da classificação geral, Henrique Moniz foi o vencedor entre os concorrentes das duas rodas motrizes.
Terminaram o rali faialense 17 equipas.

Ténis de Mesa: GD Toledos sagrou-se campeão nacional

 Equipa picoense do GD Toledos  fez a dobradinha
Toledos sagra-se campeão nacional de ténis de mesa
O Grupo Desportivo Os Toledos, do Pico, sagrou-se campeão nacional de ténis de mesa, ao vencer na finalíssima, disputada em Lisboa, o Sporting por 4-2
A equipa masculina do Grupo Desportivo Os Toledos, da ilha do Pico, sagrou-se campeão nacional de ténis de mesa, juntando este troféu ao da Taça de Portugal, competição que já havia conquistado em fevereiro.
Depois da equipa picoense ter ganho o primeiro jogo da final, no passado fim de semana, o Sporting respondeu no segundo jogo, realizado sábado no Salão Multidesportivo do Sporting, vencendo e empatando a decisão do título que foi adiada para umna finalíssima.
O triunfo da equipa picoense, que conquistou o título de campeão nacional de ténis de mesa pela segunda vez na sua história, foi inequívoco no terceiro jogo, como revela o resultado final de 2-4 para os picoenses, depois de se ter registado uma igualdade 2-2 a meio da finalíssima.
Em grande destaque estiveram Diogo Silva mas, essencilamente, o nigeriano Aruna Akinade que esteve em três das quatro vitórias do Toledos, duas em individual e uma coletiva, contribuindo decisamente para que o título fosse para os Açores pela segunda vez.
O Toledos sucede assim ao Sporting na conquista do título de campeão nacional de ténis de mesa seniores, fechando em grande a época em que também conquistou, em fevereiro, a Taça de Portugal da modalidade.

sábado, 15 de junho de 2013

Semana de Portugal em Toronto, Ontário, Canadá


SEMANA DE PORTUGAL EM TORONTO
26ª. Parada (Ferma) do Dia de Portugal de 2013
Portugalidade demostrada no cortejo etnográfico do Dia de Portugal de Camões e das Comunidades Portuguesas no Ontário
Num dia explendor de sol radioso, domingo dia 9 de junho , realizou-se na cidade de Toronto o majestoso cortejo etnográfico da Parada Ferma do Dia de Portugal de Camões e das comunidades portuguesas no Ontário, organizada pelo ACAPO, (Associação dos Clubes Associados Portugueses do Ontário), da responsabilidades do presidente José Eustáquio e sua comitiva organizadora, em conjunto com os patricionadores que tornaram possivél mais este grande festejo anual da semana de Portugal em Toronto.
Esta parada teve início pelas 11h00 da manhã, com saída da Landsdown Ave. e entrada na Dundas Street percorrendo esta artéria da cidade até ao Trinity Bellwoods Park que durou aproximadamente 3 horas.
Milhares de espetadores luso-canadianos marcaram presença vestidos nas ruas de Toronto com a cores nacionais o verde e o vermelho e muitas com camisolas da seleção de Portugal especialmente muitos jovens e até crianças vestidas a rigor para celebrar o Dia de Portugal no Canadá, assistindo alegremente á passagem do cortejo teve honras e direito a filmagem televisiva e rádiofónica transmitida para CIRV-Rádio e televisão local, para todo o Canadá.
Duas filarmónicas desfilaram no cortejo, primeiro a Banda de Nossa Senhora de Fátima de Toronto que abriu a parada ao som da marcha Colonel Bogey do filme A Ponte do Rio Kwai em direcão em frente da igreja de Santa Helena na Dundas St, onde depois tocaram os Hinos do Canadá e Portugal .diante da comitiva organizadora e da primeira ministra do Ontário, Kthleen Wynne o ministro das finanças Charles Sousa, o vereador César Palácio, Cristina Martins , presidente da Federação dos Empresários luso-canadianos, Laura Albanese, deputada pronvincial, Joe Estáquio, presidente da ACAPO, Franco Alvarez , presidente da CIRV-Rádio e TV, Laurentino Esteves , presidente do conselho de presidentes da ACAPO e Frank Monteiro de Cambridge.
Depois todos integraram-se no desfile entre outros, como uma comitiva do NDP, que incluiu o vereador Mike Layton, o deputado federal Andrew Cash e Olivia chow, a líder do partido no Ontário, Andrea Horwarth e o deputado provincial, Jonah Scheein.
Foram mais de 40 carros alegóricos da parada, com o navio Saturnia a servir de inspiração á maioria das coletividades. O Rancho Folclórico e Provincias e lhas de Portugal de Hamilton construiu a maior réplica do navio que trouxe os primeiros pioneiros para Terra Nova no Canadá.
Alguns deles a representar os 60 anos de imigração portuguesa para o Canadá com uma imagem do barco Concórdia que trouxe os primeiros pioneiros para este novo país que também é a nossa segunda pátria.
A parada ‘’Ferma’’ do Dia de Portugal foi mais um sucesso anunciado na comunicação social Luso-canadiana, que cantou Portugal ao longo do percurso, com carros alegóricos, grupo folclóricos de várias associações e clubes do Ontário, entre outras tantas organizações da comunidade que participaram e demostraram mais uma vez a portugalidade e amor ao nosso país de origem.
Representaçõs a mostrarem o coração bem português de norte a sul de Portugal, Madeira e Açores todos tiveram participação digna de registo, com muitos jovens a marcaram presença no desfile na Dundas Street em Toronto.
Depois da chegada do cortejo houve, discursos no parque Trinity Bellwoods junto da estátua de camões a comtemplar o sucesso e agradecimento da organização e pela premier do Ontário que elogiou a comunidade portuguesa neste país pelo trabalho e dedicação na contribuição do desenvolvimento desta nação.
Pioneiros da Imigração serviu de tema na parada deste, nos 60  anos de aniversário dos primeiros imigrantes vindos do continente Madeira  e Açores que pisaram pea primeira vez terras dos Canadá, com entrada na Terra Nova (Newfounland), seguindo depois com contratos de trabalho para outras provincias.
Bem hajam a todos os pioneirios e luso-canadianos!
Viva Portugal!
Reportagem e fotos de : João G. Silva

CCPM: Noite Picoense com ''Trovas da Madrugada''

Centro Cultural Português de Mississauga
Grupo de Cantares ‘Trovas da Madrugada’’ do Pico actuaram no CCPM em noite Picoense
O Centro Cultural Português de Mississauga viveu no passado sábado dia 8, em plena semana de Portugal de Camões e das comunidades Portuguesas, mais uma noite de festa no seu salão nobre.
Desta feita a noite foi dedicada aos Picoenses, com um jantar e uma noite abrinhantada pelo Grupo de Cantares ‘’Trovas da Madrugada’’ que vieram da ilha do Pico, mais concretamente da freguesia da Ribeirinha, conselho da Lajes do Pico, Açores.
Este novo grupo de cantares de música regional do cançeoneiro açoriano tem praticamente um ano e meio de existência e conta com 18 elementos, que tem com líder Antonino Azevedo, responsavel pelo grupo, e estrearam-se em 3 de abril de 2012, na sua freguesia na semana cultural da Ribeirinha e já actuaram em várias locais na ilha montanha, como por exemplo no ano passado em Agosto no programa ‘’Atântida’’ na RTP-Açores do conhecido produtor e realizador Sidónio Bettencourt em plena semana dos Baleeiros.
Alvarino Cedros foi o responsável que teve a ideia do convite da vinda ao Canadá do Grupo de Cantares, que tiveram como patricionadores, as três cãmaras municipais do Pico, São Roque, Madalena e Lajes do Pico esta que patricionou com 75% das despesas da viagem da vinda ao Canadá e também da Secretaria da Cultura Regional do Governo dos Açores.
Depois do jantar, começou com música para dançar com o ‘’Silveira Band’’ com Luis no Acordeão e Tony Siveira como cantor que animou o baile na Noite do Pico.
Seguiu-se a actuação do Grupo de cantares ‘’Trovas da Madrugada’’ que tocaram e cantaram os seguintes temas da música tradicional açoriana numa primeira parte que teve o seguinte programa: ''Pézinho do Pico'', ''São Macaio'', ''Velho Pézinho'', ''Baleeiro (S. Jorge)'', ''Sol Baixinho (S. Maria)'', ''Ilhas de Bruma'' e ''Chamateia''.
Na segunda parte da actuação cantaram: ''Tu és o Zé que Fumas'', ''Boi do Mar'', ''Dia de São Vapor'', ''Milho Verde'', ''Chamarita da Passada'' e uma rapesódia de várias músicas portuguesas.
Também tocaram a tradicional Chamarrita do Pico, que foi bailado por várias pessoas que sabem bailar esta dança picoense.
Marcou presença nesta noite o vice-presidente da Câmara Municipal das Lajes do Pico, Hildeberto M. Pereira Peixoto, que ofereceu várias lembranças ao presidente do CCPM, Gilberto Moniz, que agradeceu o reconhecimento do seu conterânio do lado de lá do Atlântico.
No intervalo foi feita os leilões de produtos da ilha do Pico, e mais Chamarritas para bailar, porque as chamarritas baila-se mas naõ se dança, como já ouviu dizer pelos mais entendidos nestas andanças da música tradicional da ilha do Pico.
Houve dois aniversários em simultânio de duas pessoas que pertencem ao executivo da direção do CCPM, o vice-presidente do CCPM, António de Sousa e o de Isabel Henriques, sopraram as velas do bolos de aniversário que foram servidos com champanhe a todos os amigos e familiares. Parabéns!
O serão terminou com mais musica para dançar a cargo do Tony Silveira Band que fechou a noite do Pico.
No próximo fim-de-semana este grupo de cantares ‘’Trovas da Madrugada’’marcará presença na festa do Divino Espírito Santo da Irmandade Picoense de Cambridge, Ontário que festeja o 25º aniversário de raealização desta festa tradicional açoriana, que vieram também prepositadamente para participaram nos festejos com a sua música e cantares tradicionais dos Açores.
Por: João G. Silva

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Ciclismo: David Morais vence volta ao conselho de PDL

2ª. Prova da Taça Anima de Ciclismo de Estrada em Ponta Delgada
David Morais (Sportzone) vence Volta ao Concelho PDL
O ciclista David Morais (Sportzone) venceu a segunda prova da Taça Anima de Ciclismo de Estrada, a Volta ao Concelho PDL, com a extensão de 62,9 quilómetros.
David Morais (Sportzone) conquistou a segunda vitória na Taça Anima de Ciclismo de Estrada 2013, a Volta ao Concelho PDL, cumprindo os 62,9 quilómetros de extensão em 01h44m28s.
Na segunda posição, a 35 segundos, terminou Délio Melo (AD Santa Bárbara), enquanto Jorge Medeiros (Bike Mais) foi terceiro, a mais de três minutos e meio do vencedor.
Um total de 41 ciclistas marcaram presença na segunda prova do calendário que encerra a 7 de julho com a tradicional subida à Lagoa do Fogo.
AO

Portugal venceu a Croácia no jogo particular na Suíça

Cristiano Ronaldo apontou o único golo da seleção portuguesa
CROÁCIA, 0 - PORTUGAL, 1
Portugal bate Croácia em particular que fechou temporada
Cristiano Ronaldo apontou o único golo da seleção portuguesa no particular com a Croácia que foi realizado em Genebra, na Suíça.
Seleção portuguesa de futebol venceu a sua congénere da Croácia por 1-0, golo de Cristiano Ronaldo, aos 36 minutos, em jogo particular disputado em Genebra, na Suíça.
A formação lusa, orientada por Paulo Bento, fechou a época 2012/2013 com um triunfo, três dias depois de ter batido a Rússia por idêntico resultado, em encontro do grupo F europeu de apuramento para o Mundial de 2014, disputado no estádio da Luz, em Lisboa.
O encontro de Genebra serviu para Paulo Bento observar alguns jogadores menos utilizados, realçando-se as estreias absolutas na seleção principal do defesa Sereno e do médio André Martins.

Futsal- 1ª Divisão -Play-Out: Operário foi despromovido

FUTSAL –1ª DIVISÃO – PLAY-OUT:
Operário desce à II divisão
A equipa de futsal do Operário perdeu em casa diante do SL Olivais e desceu ao escalão inferior. A despromoção aconteceu a duas jornadas do final do play-out.
O Operário carimbou este sábado a descida à II divisão de futsal. A equipa de Lagoa estava proibida de perder na receção ao SL Olivais e foi precisamente esse o resultado consentido que aliado ao triunfo do Cascais confirmou em termos matemáticos a despromoção da formação de Lagoa ao escalão secundário.
Na abordagem a um jogo crucial nenhum dos emblemas arriscou em demasia na etapa inicial do encontro mas o SL Olivais conseguiu colocar-se cedo em vantagem
quando Tunha abriu o marcador à passagem dos seis minutos. A magra diferença no marcador obrigou o Operário a reagir na procura do empate.
Apesar das várias insistências, a ansiedade foi tomando conta dos lagoenses que só conseguiram restabelecer a igualdade aos 34 minutos, mesmo assim insuficiente para
sonhar com a permanência. E tudo se desmoronou nos derradeiros segundos quando Anilton fez o 1-2 final, resultado que associado à vitória (3-2) do Cascais sobre o Fabril do Barreiro atira os açorianos para a II divisão de futsal.

Sport Clube Praiense continua a definir o plantel

Praiense reforça-se no rival Lusitânia
O Sport Clube Praiense continua a definir o plantel que vai disputar a primeira edição do denominado Campeonato Nacional de Seniores, prova que, como é do conhecimento público, substitui as extintas segunda e terceira divisões nacionais.
Neste contexto, o emblema da cidade do poeta/escritor Vitorino Nemésio acaba de garantir os serviços de quatro atletas que na campanha transata vestiram a camisola do Lusitânia, na circunstância, os defesas Miguel Oliveira e Ricardo, o médio Alex e o avançado Queirós.
Com o regresso ao trabalho marcado para a última semana de julho, o Praiense ainda está no mercado à procura de reforçar o flanco esquerdo, atendendo à mais do que provável saída do influente Marco Aurélio para o Santa Clara.
A opção deve passar pela contratação de dois atletas (um defesa e um médio), embora não esteja colocada de parte a possibilidade de o Praiense resolver o problema com a aquisição de um jogador polivalente que garanta as duas posições. Certo é que a prioridade é o mercado açoriano.
Por outro lado, o treinador Manuel da Costa (Chalana) vai manter os mesmos adjuntos da época transata, ou seja, Nuno Sabugueiro e Ricardo Ferreira. Assegurar a manutenção é, pelo menos à partida, o grande objetivo do grupo de trabalho do Praiense e, claro, da direção presidida por Tiago Ormonde.
As três equipas açorianas que marcam presença no Campeonato Nacional de Seniores (Operário, Praiense e Sporting Ideal) devem ficar inseridas na Série "E".

Santa Clara segura o capitão Pacheco

Pacheco renovou por mais uma época com o Santa Clara
Capitão dos encarnados de Ponta Delgada renovou contrato por mais uma temporada. Reforços deverão começar a ser anunciados na próxima semana.
Pacheco vai ser jogador do Santa Clara na temporada 2013/14. O capitão de equipa estava em final de contrato mas a renovação do vínculo laboral foi anunciada pela SAD através de comunicado.
O médio fica mais uma época nos encarnados de Ponta Delgada, concretizando-se assim o desejo de ambas as partes.
«A renovação é o corolário do trabalho realizado na época transata e é uma satisfação muito grande continuar a envergar esta camisola com o propósito de atingir os objectivos preconizados pela administração», disse, já focado na nova temporada na qual os insulares querem dar continuidade ao que de bom fizeram em 2012/13.
Carlos Condeço, o novo treinador do Santa Clara, garante assim a continuidade de um dos elementos que pretendia segurar nas fileiras. Accioly, Toni, Minhoca, Pedro
Cervantes e Hugo Santos são os restantes elementos com contrato que continuam de águia ao peito, juntando-se aos jovens Hugo Viveiros, Diogo Moniz, Hugo Rego, João Ventura e Vítor Hugo.

Angrense reforça plantel para a nova época 2013/14

Angrense reforça plantel
São quatro os reforços já assegurados pelo Angrense tendo em vista a época 2013/14. Nove elementos acertaram a renovação de contrato com o emblema que será orientado por Roldão Duarte.
Depois de um final de época atribulado que culminou com a perda do segundo lugar na série Açores de futebol para o Sporting Ideal, o Angrense já prepara a temporada 2013/14 novamente com o propósito de subir à II divisão. Nesse sentido estão a ser efetuadas algumas alterações no plantel que têm como propósito maior fortalecer o grupo de trabalho que será orientado por Roldão Duarte.
O Angrense já garantiu quatro reforços para a primeira edição do campeonato de futebol dos Açores, nomeadamente o experiente guarda-redes David (Lusitânia), Quintério (Boavista) e os avançados Lhuka (Barreiro) e Valério (Boavista). A estes juntam-se os juniores Diogo e Miguel Ficher que vão integrar a equipa sénior encarnada.
Para além das aquisições o emblema da rua de São João já acertou as renovações de contrato com Délcio, Flor, Ruben Azevedo, Ivan, Márcio, Pedro, Rui, Magina, Vítor, Ruben Brito, Eugénio, Gonçalo, Vitória e Graxinha. O Angrense deverá iniciar os trabalhos de pré-temporada na primeira semana de agosto. O campeonato de futebol dos Açores arranca em setembro e sucede à extinta série Açores da III divisão nacional.
DI

Lusiânia dos Açores com novo comando técnico

Dupla Cristiano/Veredas treina equipa do Lusitânia dos Açores
Embora ainda não haja certezas em relação ao futuro próximo, atendendo à situação que o clube atravessa, o Lusitânia começa a alinhavar a temporada desportiva 2013/14, dando natural atenção ao futebol e ao basquetebol - as modalidades que mais têm notabilizado a coletividade.
No que concerne ao chamado desporto-rei, o primeiro passo foi, naturalmente, a constituição da equipa técnica. Ricardo Rosa, que sucedeu a Francisco Faria na ponta final da época transata com o desiderato de garantir a permanência na então Segunda Divisão - o que não aconteceu -, é rendido no comando técnico pela dupla Nuno Cristiano/Artur Veredas.
O primeiro transita dos escalões de formação do clube verde e branco, ao passo que o segundo já integrava a equipa técnica.

PLANTEL
A constituição do plantel não se afigura tarefa fácil, uma vez que deixam o clube peças fundamentais como Amaral, David Dinis, Alex, Ricardo, Miguel Oliveira e Queirós (embora este último não entrasse nas cogitações leoninas para a nova temporada).
Travar a autêntica sangria que o grupo de trabalho sofreu - consequência também da indefinição em que o clube está mergulhado - é uma das preocupações da Comissão Executiva que gere os destinos do Lusitânia.
Neste contexto, a prioridade é garantir a continuidade do talentoso avançado Marreta, o qual, segundo conseguimos apurar, está a ser muito cobiçado por outros emblemas locais. Os dados recolhidos por DI apontam precisamente para a continuidade do atleta ao serviço dos "leões" da rua da Sé.
Quanto a reforços, os promissores gémeos João e José Dias, ambos formados no Grupo Desportivo das Fontinhas, são os primeiros nomes confirmados. Estamos na presença de dois médios que se estrearam no futebol sénior na campanha que agora termina.
João Dias é um destro de reconhecida competência tática, que impressiona pela maturidade que denota. José Dias é um esquerdino versátil, sobremaneira evoluído tecnicamente. Dois jovens que também eram seguidos por outros clubes.
PER
Como referimos no início desta peça, o futuro do Lusitânia depende, e muito, da conclusão da candidatura ao Processo Especial de Revitalização (PER).
Os dirigentes do clube não querem, pelo menos por enquanto, fazer declarações públicas sobre o assunto, aguardando o normal desenrolar do processo. Ainda assim, os próximos dias devem trazer novidades.
Conforme manifestaram desde a primeira hora, os diretores do Lusitânia elegeram como prioridade a salvaguarda dos compromissos perante os credores, o que, como é evidente, acaba sempre por se refletir na componente desportiva.

DI

A.F.P.D agendou o torneio para 19, 20 e 21 de julho

Auditon Moniz confirmou a recusa do Sporting Ideal
Troféu Pauleta pode não se realizar
Associação de Futebol de Ponta Delgada agendou o torneio para 19, 20 e 21 de julho mas as equipas do Operário e do Sporting Ideal só começam a treinar no dia 22.
A edição deste ano do troféu Pauleta está em risco de se realizar. O torneio que é organizado pela associação de futebol de Ponta Delgada só tem a presença confirmada do Santa Clara e poderá não se realizar se Operário e Sporting Ideal não marcarem presença no evento.
A razão é simples: o troféu Pauleta está marcado para os dias 19, 20 e 21 de julho próximo e integra o plano de pré-temporada do Santa Clara. Habitualmente os encarnados de
Ponta Delgada tinham como adversários equipas do continente (FC Porto, Benfica, Guimarães e Académica) disputaram as edições anteriores, mas face aos cortes nos apoios a
associação teve de reduzir nas despesas.
Assim, a opção foi convidar o Operário e o Sporting Ideal, clubes que vão competir no novo campeonato de futebol de Portugal que sucede à II divisão nacional. Só que tanto os
fabris como os ribeiragrandenses têm previsto iniciar os treinos a 22 de julho, o que equivale dizer que não estarão em condições de marcar presença no torneio.
O presidente da associação de futebol de Ponta Delgada, Auditon Moniz deu conta que o «Sporting Ideal já recusou se as datas se mantiverem», aguardando ainda por uma
resposta do Operário que poderá iniciar a pré-temporada a 15 de julho de modo a disputar o torneio no fim de semana seguinte, mas esta é uma possibilidade que ainda carece de confirmação oficial.

''Ver Açor'' lançou o livro «Heróis dos Açores - Pauleta»

Lançamento do livro «Heróis Açorianos - Pauleta», de Mariana Magalhães

Pedro Pauleta é a figura central do livro «Heróis dos Açores - Pauleta», colecção de doze volumes lançada hoje em Ponta Delgada pela Ver Açor. O livro retrata a vida do melhor marcador da história da selecção de Portugal numa linguagem mais acessível às crianças que não faltaram à sessão de autógrafos.
Pauleta Azores Soccer Cup U13
Sporting sagra-se campeão em Ponta Delgada
O Sporting venceu a primeira edição do Pauleta Azores Soccer Cup U13. Os jovens leoninos golearam na final o Paris Saint-Germain por 5-1. O CF Pauleta A arrebatou a terceira posição após derrotar o Santa Clara por 4-3 no desempate através d...a marcação de grandes penalidades depois de 1-1 no tempo regulamentar. Atlético Madrid, Benfica, FC Porto, CF Pauleta B, São Roque, União Micaelense, Lajense e Vitória posicionaram-se nos lugares seguintes, respectivamente.

Protocolo entre a Autarquia e a Fundação Pauleta

PRESIDENTE DA CÂMARA DE PONTA DELGADA RECONHECE O VALOR DO EXEMPLO DE PAULETA
O Presidente da Câmara de Ponta Delgada, José Manuel Bolieiro afirmou, esta manhã, durante a cerimónia de assinatura do protocolo entre a Autarquia e a Fundação Pauleta que “este ato não é um favor, mas sim um dever público de reconhecimento do valor e da importância do exemplo de Pedro Pauleta para os jovens açorianos”.
O protocolo hoje assinado surgiu no âmbito do “Torneio Pauleta Azores Soccer Cup U13-2013”, a realizar nos dias 8 e 9 de junho, “uma competição desportiva internacional que tem um claro contributo no crescimento e educação cívica das crianças”, referiu José Manuel Bolieiro.
O Presidente do maior Município dos Açores acrescentou ainda que “a Câmara de Ponta Delgada orgulha-se em cooperar com um torneio como este, que leva a imagem dos Açores ao mundo e fomenta o turismo na região”.
Segundo Pedro Pauleta o “Torneio Pauleta Azores Soccer Cup U13-2013” trará a São Miguel cerca de 350 pessoas, das quais se destaca duas equipas estrangeiras (Atlético de Madrid e Paris Saint-Germain) e 3 equipas do continente (Sport Lisboa e Benfica,
Futebol Clube do Porto, Sporting Clube de Portugal).
Quanto aos Açores, estes serão representados por seis os clubes, uma equipa da Terceira (Associação de Futebol de Angra do Heroísmo), outra do Faial (Associação de Futebol da Horta) e as restantes de São Miguel (Clube de Futebol Pauleta, Clube Desportivo de Santa Clara, Clube União Micaelense, Clube Desportivo de São Roque).

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Pedro Pauleta já tem uma estátua!

Pauleta imortalizado em estátua
Familiares e amigos oferecem estátua a Pauleta
Pedro Pauleta já tem uma estátua! O ciclone dos Açores emocionou-se quando descerrou a estátua oferecida por familiares e amigos e que está colocada à entrada do complexo desportivo do antigo internacional português. O melhor marcador da história da selecção de Portugal não evitou as lágrimas...
O ciclone dos Açores foi apanhado de surpresa quando chegou ao complexo desportivo e à sua espera estavam cerca de três dezenas de pessoas para um inesperado tributo
Os familiares e amigos mais próximos de Pedro Pauleta prepararam-lhe uma surpresa que não mais esquecerá: uma estátua em tamanho real esculpida em bronze fundido pelo escultor açoriano Álvaro França que retrata a imagem mais característica do antigo ponta-de-lança, o voo do açor. São cerca de 300 quilos de bronze que vincam uma carreira de sucesso.
Pauleta só soube da homenagem quando chegou ao complexo desportivo, supostamente para ir buscar a sobrinha. À sua espera estavam os familiares e amigos que diariamente com ele mais convivem e que foram cúmplices, no bom sentido, no encobrimento e preparação de toda a cerimónia.
Visivelmente emocionado e com a voz embargada, Pauleta reconheceu que não estava à espera. «Sempre fui uma pessoa desconfiada mas aqui fui totalmente apanhado de surpresa. Até a minha mulher me enganou», brincou.
«É um momento de grande satisfação…», acrescentou, sem conter as lágrimas. «Se já merecia? Não acho nem nunca fui dado a estas coisas. A estátua pertence a todos os açorianos», disse, antes de agradecer aos presentes a iniciativa geminada por Nuno Raposo e Jorge Gama.
AO

Futebol: Apuramento para o Mundial 2014

Hélder Postiga, aos nove minutos, marcou o golo solitário com que a seleção lusa derrotou a equipa de Fabio Capello.
Portugal PORTUGAL, 1 - RÚSSIA, 0 Russia
Portugal vence, e alimenta um sonho chamado Brasil
Portugal vence a Rússia por 1-0 e passa a liderar o Grupo F com 14 pontos, mais dois do que o seu adversário desta noite, que conta, porém, com menos dois jogos.
Portugal venceu esta sexta-feira a Rússia por 1-0, em jogo de apuramento do Grupo F para o Mundial2014.
Hélder Postiga, aos nove minutos, marcou o golo solitário com que a seleção lusa derrotou a equipa de Fabio Capello.
A classe de outros tempos. Era disso que Portugal precisava num momento decisivo em que o sonho de estar no Brasil em 2014, ameaçava não passar disso mesmo: um sonho.
A pressão de que tanto se fala antes de jogos como este, não apareceu. Viu-se a tal classe de outros tempos na primeira parte. Bom futebol, perfumado q.b., bons passes, vários remates e um golo. Nove minutos bastaram para que Hélder Postiga marcasse e desse cabo de uma defesa russa que se vangloriava por ainda não ter sofrido qualquer golo nesta fase de qualificação.
Até à meia hora de jogo, deu gosto ver o que se passava em campo. O líder do grupo estava subjugado à qualidade do futebol português. Pelo meio já Fábio Capello havia feito duas substituições com as entradas de Kozlov e Glushakov.
Os quinze minutos que se seguiram até ao intervalo foram diferentes. Os russos chegaram tarde ao jogo, mas quando o fizeram assustaram o até então descansado Rui Patrício.
Kerzhakov atirou ao lado, depois de um mau alívio do guarda-redes português. Depois reclamou-se uma grande penalidade por mão de Fábio Coentrão. Pedia-se o intervalo e ele lá chegou na altura certa.
O intervalo fez bem. Voltou o tal Portugal "mandão" nos primeiros minutos, com Ronaldo à cabeça a rematar de onde podia para dilatar o resultado.
A beleza do futebol perdeu-se um pouco. Mas a verdade é que não se podia era perder a vantagem. Com mais ou menos requinte, a seleção aguentou a pressão russa até onde pôde.
O adversário ainda ameaçou por Bystrov com um vistoso pontapé de bicicleta que gelou o Estádio da Luz. Todavia, Ronaldo respondeu para a defesa da noite a pertencer a Akinfeev.
Sofreu-se até ao apito do árbitro, não há dúvidas. Mas o triunfo não deixou de ser merecido, com o Estádio da Luz a agradecer de pé aos jogadores pela tão desejada vitória.
O resultado feito na primeira parte manteve-se até final. Portugal vence com justiça, passa a liderar o Grupo F com 14 pontos – sem esquecer que a Rússia (12 pts) conta com menos dois jogos – e acerta as coordenadas nesta caminhada que se quer que termine no Brasil, país que acolhe o Mundial de futebol 2014.
Equipas:
Árbitro:
Damir Skomina (Eslovénia).
Portugal: Rui Patrício, João Pereira, Luis Neto, Bruno Alves, Fábio Coentrão, Miguel Veloso, João Moutinho, Raúl Meireles (Rúben Amorim, 73), Vieirinha (Custódio, 90+2), Cristiano Ronaldo e Hélder Postiga (Nani, 66).
(Suplentes: Eduardo, Beto, Sílvio, Custódio, Hugo Almeida, Danny, Ricardo Costa, Rúben Micael, Nani, Silvestre Varela, Sereno e Rúben Amorim).
Treinador: Paulo Bento.
Rússia: Akinfeev, Anyukov (Kozlov, 31), Vasily Berezutskiy, Ignashevich, Kombarov, Bystrov, Shirokov, Denisov, Fayzulin (Glushakov, 21), Zhirkov e Kerzhakov (Smolov, 67).
(Suplentes: Gabulov, Ryzhikov, Nababkin, Alexey Berezutskiy, Glushakov, Smolov, Dzagoev, Granat, Ryazantsev, Samedov, Tarasov e Kozlov).
Treinador: Fabio Capello.
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Luis Neto (88).
Assistência: 54.697 Espetadores.
Classificação:
Grupo F
Portugal   ............ .14 Pts 7 jogos
Rússia .................. 12 Pts 5 jogos
Israel ................... 11 Pts 6 jogos
Azerbaijão ..........  4 Pts 7 jogos
Irlanda do Norte.  3 Pts 5 jogos
Luxemburgo .......  3 Pts 6 jogos

Brampton: Festa do Santíssimo ''Corpo de Deus''

Procissão do Santíssimo ‘’Corpo de Deus’’ realizada na igreja de N.S. Fátima em Brampton
 
Realizou-se no último domingo, dia 2 de junho, na paróquia de Nossa Senhora de Fátima na cidade de Brampton, a celebração das festividades da Solenidade do Corpo e Sangue de Cristo, mais conhecida pelo nosso povo como festa do ‘’Corpo de Deus’’, celebrada pela igreja católica como uma das festas mais importantes do povo cristão.
No domingo houve missa solene pelas 13h30 com pregação pelo convidado Rev. Pe. Manuel Quintal pároco da paróquia de N.S. dos Anjos que veio de Hamilton até Brampton para participar nesta celebração religiosa.
Depois do acto solene procedeu-se à saída da procissão onde incorporaram, como é óbvio, o pal com o Santissimo ‘’Corpo de Deus’’ e todos os grupos da paróquia, anjos e as crianças que fizeram a primeira comunhão e confirmação este ano.
As ruas ruas foram enfeitadas a preceito como é tradição nos Açores, com tapetes coloridos e verduras para receber a passagem do Santíssimo Sacramento na hóstia consagrada que precorreu várias ruas adjancente á igreja no precurso habitual, com três altares montados por paroquianos que tiveram paragem obrigatória para suceder ás leituras referentes ás escrituras do dia.
Apesar de tempo estar um tanto estavél com um pouco nublado e com ameaça de chuva, o certo é que a meio do percurso passou um nuvém passageira que trouxe chuva forte que molhou todos os devotos do Santíssimo que faziam parte na procissão, recorrendo alguns ao abrigo, que deu para alagar de que maneira.
Após o pequeno temporal a procissão continuou até final sem mais sobresaltos, terminando com uma pequena pregação á entrada no adro da igreja, com benção aos fiés, e despedida com o Hino do Santíssimo Sacramento tocado pela Banda Lira Portuguesa de Brampton.
Comissão de festas da Paróquia de N.S. Fátima
Pela tarde dentro já dentro do salão, houve um concerto pela Banda Lira de Brampton, actuação do Rancho Folclórico Ribatejano de Toronto, arrematações, bar aberto, Bazar, e os artistas Helena Abrantes e irmão que cantaram vários temas e Tony Silveira completo a noite de entertenimento ao cantar e dizer algumas anedotas pelo meio e música para dançar. No fecho das festividasdes houve o sorteio para entrega dos prémios.
Ao Rev. Pe. Andrzej Chilmon e a toda a organização e comissão de festas da paróquia de N.S. Fátima, deixamos aqui os nossos parabéns por mais esta linda festa realizada pelo comiunidade luso-canadiana de Brampton!
João G. Silva