domingo, 12 de agosto de 2012

II Liga: Santa Clara começa campeonato a vencer fora

Encarnados de Ponta Delgada entraram com o pé direito no campeonato
SEGUNDA LIGA - 1ª . JORNADA:
Naval, 1 - Santa Clara, 3
Penáltis decidem jogo nos últimos cinco minutos
Três grandes penalidades, duas delas nos últimos cinco minutos, asseguraram a vitória do Santa Clara sobre a Naval por 3-1, em jogo da 1ª jornada da 2.ª Liga, realizado no Estádio Municipal José Bento Pessoa, na Figueira da Foz.
A partida entre Naval e Santa Clara teve como protagonista o juiz nortenho Soares Dias, que sancionou três grandes penalidades contra a equipa da casa, das quais resultaram os 3 golos insulares.
O delegado ao jogo e o secretário técnico, Armando Guindeira e Rui Amaro respetivamente, receberam ordem de expulsão e classificaram os acontecimentos como "um escândalo".
Porcellis, avançado da equipa insular, esteve nos três lances, nos dois primeiros alegadamente foi derrubado por Tiago Mesquita, que acabou por abandonar a partida com cartão vermelho por acumulação, no terceiro foi Diogo Vila o alegado infrator.
A equipa da Figueira da Foz chegou a estar em vantagem face a um golo de Tikito, ao minuto 13, porém a turma açoriana veio a empatar aos 26, resultado com que terminaria a etapa inicial.
A etapa complementar não teve grande diferença da inicial, a partida perdeu velocidade e interesse, exceção à regra dois remates de João Pedro e Carvalhas (54 e 73 minutos), que assustaram Hélder Godinho. A formação insular acabou por chegar à vitória por Porcellis (85 e 90+1) na sequência de duas grandes penalidades, num momento em que pertencia à turma da casa a iniciativa de jogo e o controle da partida.
 Estádio Bento Pessoa, na Figueira da Foz.
Árbitro: Artur Soares Dias (Porto).
Naval 1.º de Maio: Ricardo Neves, Tiago Mesquita, Diogo Vila, Tikito, Luís Tinoco, Filipe Melo, Leandrinho, André Fontes (Vítor Alves, 77), Carlitos (André Carvalhas, 64), Roberto (Tozé Marreco, 64) e João Pedro. (Suplentes: Guilherme, João Martins, Leo Bonfim, André Carvalhas, Bruno Di Paula, Vítor Alves e Tozé Marreco).
Treinador: Filipe Rocha.
Santa Clara: Hélder Godinho, André Simões, Accioly, Paulo Monteiro, Serginho, Toni, Godinho, Pedro Cervantes (Marco Lança, 90+4), Reguila (Ruizinho, 57), Porcellis e Platini (Pacheco, 65). (Suplentes: Brice Niclos, Luiz Carlos, Marco Lança, Pacheco, Minhoca, Alex e Ruizinho).
Treinador: Luís Miguel.
Ao intervalo: 1-1
Marcadores: 1-0, Tikito, 13 minutos. 1-1, Reguila, 26 (grande penalidade). 1-2, Porcellis, 85 (grande penalidade). 1-3, Porcellis, 90+1(grande penalidade).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Tiago Mesquita (25 e 84), Filipe Melo (56), Leandrinho (60), Godinho (63), Paulo Monteiro (77), Pacheco (80) e Diogo Vila (90). Cartão vermelho, por acumulação, a Tiago Mesquita (84).
Assistência: 300 espetadores.

Ronaldo melhor que Messi: A verdade foi dita por Bolt

Bolt: «Ronaldo é melhor que Messi, sem dúvida»
Usain Bolt tem um eleito para vencer a Bola de Ouro este ano: esse nome é português e joga no Real Madrid. Esse mesmo. O corredor jamaicano não tem dúvidas que Cristiano Ronaldo está em melhor posição para vencer o troféu.
«Ronaldo é melhor que Messi, sem dúvida. É um jogador mais completo. Respeito-o muito», disse o atleta em declarações à RTP, o confesso admirador do Real Madrid.

Pois, sem qualquer sombra de dúvida já houve alguém que o focou ao pormenor; mais cabeceador, mais rematador, mais rápido muito poderoso! etc etc..ele é Cristiano RONALDO, um jogador de outra galáxia!
O melhor do mundo de todos os tempos!!!

Jogos Olímpicos : México bate Brasil e conquista o ouro

Jogos Olímpicos de Londres 2012

México surpreende Brasil e fica com o ouro
Grande surpresa em Wembley. O Brasil, considerado o principal favorito à conquista da medalha de ouro no torneio olímpico masculino, foi este sábado derrotado pelo México por 2-1.
Com o portista Alex Sandro a atuar de início, a seleção de Mano Menezes ainda deve estar a tentar perceber como conseguiu sofrer um golo logo aos 29 segundos de jogo, quando Oribe Peralta rematou forte e colocado para o fundo da baliza de Rafael.
Nem Neymar, nem Leandro Damião, nem Oscar conseguiam agitar o ataque canarinho e o selecionador brasileiro não esperou pelo intervalo para mexer na equipa. Aos 31 minutos, Alex Sandro deu o seu lugar ao companheiro Hulk, que demorou pouco para começar a levar perigo à baliza de Peralta.
No segundo tempo, o Brasil tinha de aumentar ritmo e dominou as operações, só que nunca conseguiu ultrapassar a concentrada muralha defensiva do México.
Mano Menezes colocou em campo Lucas e Alexandre Pato mas o golo não surgiu e a ansiedade aumentava no conjunto canarinho. Depois, aos 75 minutos, eis que Peralta volta a aparecer em grande destaque na partida e marca o segundo golo do México.
Desfeitos emocionalmente, os jogadores brasileiros tentaram reagir com o coração, mas único que conseguiu foi Hulk. O avançado do FC Porto, aos 90+1', rematou forte e colocado para o fundo da baliza mexicana. Mas não havia mais tempo e a festa foi do México.
Na sexta-feira, a Coreia do Sul tinha conquistado o bronze, depois de derrotar o Japão, por 2-0.
Brasil: Gabriel; Rafael (Lucas), Thiago Silva, Juan e Marcelo; Sandro (Pato), Romulo, Alex Sandro (Hulk) e Oscar; Neymar e Leandro Damião.
México: Corona, Israel Jimenez (Vidrio), Salcido, Mier e Reyes; Chavez, Herrera, Aquino (Ponce) e Enriquez; Peralta (Raul Jimenez) e Fabian.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Taça da Liga - conheça os oito apurados:

Taça da Liga: conheça os oito apurados:
Santa Clara termina primeira fase em primeiro lugar
Está definido o grupo de oito clubes que segue em frente na Taça da Liga. Os jogos do passado domingo colocaram na próxima fase as seguintes equipas:
Santa Clara, União da Madeira, Freamunde, Naval, Sp. Covilhã, Feirense, Leixões e Desp. Aves.
Quanto ao encontro que se disputou no Estádio de São Miguel, entre o Santa Clara e o Desportivo das Aves, referente à terceira e última jornada da primeira fase da Taça da Liga, apesar de Luís Miguel ter voltado a mexer no xadrez, os encarnados de Ponta Delgada, apresentaram, de novo, bastante qualidade, com os sectores a apresentarem cada vez maior ligação.
Nos primeiros 45 minutos, e já depois do Aves ter desperdiçado uma grande penalidade, o Santa Clara tomou as rédeas da partida e começou a criar situações de perigo.
Não foi assim de estranhar o surgimento do primeiro golo, com Porcellis a encostar para a baliza, depois de um excelente cruzamento de Ruizinho.
Sempre veloz, o extremo encarnado voltaria a estar em destaque ao criar o lance que proporcionou o segundo tento, marcado desta feita por Reguila.
Até ao intervalo, a equipa açoriana foi sempre superior, pecando o resultado por escasso no interregno.
No segundo tempo, o ritmo da partida baixou, verificando-se ainda uma natural reacção do adversário, que acabaria por reduzir.
No entanto, e espicaçado pelo tento sofrido, o Santa Clara reagiu e foi em busca do tento da tranquilidade, golo que acabaria por surgir, marcado de novo por Porcellis.
No final, triunfo justo, por três bolas a uma, frente a uma boa equipa, culminando a participação na primeira fase da Taça da Liga com um pleno de vitórias.
Aqui ficam os resultados completos da final da primeira fase:
GRUPO A

União Madeira-Belenenses, 1-0
Oliveirense-Freamunde, 1-2
Classificação: União, 7; Freamunde e Belenenses, 4; Oliveirense, 1.
GRUPO B

Arouca-Naval, 0-0
Atlético-Sp. Covilhã, 1-0
Classificação: Naval, 5; Sp. Covilhã e Arouca, 4; Atlético, 3.
GRUPO C

Leixões-Feirense, 0-0
Penafiel-Portimonense, 1-1
Classificação: Feirense, 7 pontos; Leixões, 3; Penafiel e Portimonense, 2.
GRUPO D

Trofense-Tondela, 0-1
Santa Clara-Aves, 3-1
Classificação: Santa Clara, 9; Aves, 6; Tondela, 3; Trofense, 0.

Taça da Liga: Santa Clara garantiu o primeiro lugar

Taça da Liga - Grupo D:
Santa Clara vence Desp. Aves (3-1)
O Santa Clara garantiu este domingo o primeiro lugar no Grupo D da Taça da Liga, ao vencer o Desportivo das Aves por 3-1, em jogo da terceira jornada da primeira fase da competição, em Ponta Delgada.
O Desportivo das Aves foi o primeiro a ter a possibilidade de se adiantar no marcador mas, aos 10 minutos, Valdinho desperdiçou uma grande penalidade, ao rematar por cima da trave da baliza de Hélder Godinho.
Cinco minutos depois, o Santa Clara colocou-se em vantagem com um golo de Rafael Porsellis, que só teve de encostar depois do excelente trabalho de Pedro Cervantes e Ruizinho.
O Santa Clara conseguiu chegar ao segundo golo aos 22 minutos, no seguimento de outra excelente jogada protagonizada por Ruizinho e Porcellis, que ofereceu de cabeça para Reguila concretizar.
Já a segunda parte decorria quando Valdinho quase marcou o primeiro do Aves mas a bola passou por cima da trave da baliza de Hélder Godinho.
Aos 75 minutos, Valdinho não desperdiçou a oportunidade de reduzir a vantagem no marcador e chegou ao golo para o Aves, aproveitando um cruzamento ao segundo poste.
Ainda antes de o jogo terminar, Porsellis aproveitou e desatenção do setor defensivo do Aves para fazer o 3-1.
Jogo no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada.
Árbitro: Rui Costa (Porto).
Equipas:
- Santa Clara: Hélder Godinho, Luíz Carlos, Paulo Monteiro, Pacheco (André Simões,19), Serginho, Tony, Godinho (Minhoca, 45), Cervantes, Reguila (Platini, 68), Porsellis e Ruizinho.
Suplentes: Brice Niclos, Accioly, Marco Lança, André Simões, Minhoca, Hugo Rego e Platini.
Treinador: Luís Miguel.
- Desportivo das Aves: Ricardo, João Pedro, Filipe (Jair, 82), Adilson, Elvis, Grosso, Tito, Binaia (Vasco Rocha, 55), Valdinho, Djibril e Vasco Matos.
Suplentes: Rui Faria, Jair,Vasco Rocha e João Paulo.
Treinador: José Vilaça.
Santa Clara - Desportivo das Aves, 3-1.
Ao intervalo: 2-0.
Marcadores:
1-0, Rafael Porsellis, 15 minutos.
2-0, Reguila,22.
2-1,Valdinho,75.
3-1, Porsellis,84.
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Pacheco (10), Vasco Matos (28), Godinho (33), Valdinho (63), Filipe (78) e Pedro Cervantes (80).
Assistência: Cerca de 200 espectadores.