segunda-feira, 30 de abril de 2012

Futebol nos Açores: Taça de São Miguel da AFPD

TAÇA DE SÃO MIGUEL - Quartos-de-final:
União de Nordeste elimina o campeão Rabo de Peixe
O Rabo de Peixe está fora da Taça de São Miguel. O campeão de ilha perdeu em casa frente à União de Nordeste na maior surpresa dos quartos-de-final. O Mira Mar também causou sensação ao deixar pelo caminho o Vale Formoso.
A União de Nordeste chamou a si todas as atenções ao eliminar o campeão Rabo de Peixe nos quartos-de-final da Taça de São Miguel. E o mérito dos nordestenses ganha relevância porque haviam perdido em casa por 3-2 e foram à vila piscatória inverter o resultado e a tendência da eliminatória.
Dois golos de Dutra, um no tempo regulamentar e outro no prolongamento, levaram a decisão do vencedor para as penalidades porque pelo meio Gaguinha apontou o tento de honra do Rabo de Peixe que empatou (5-5) a eliminatória. Na lotaria dos penalties foi mais feliz a formação de David Feijó que não desperdiçou qualquer das cinco oportunidades, vencendo por 5-4.
Nas meias-finais, a União de Nordeste vai encontrar outro favorito, o Santa Clara B. Os encarnados foram a São Roque vencer por 1-0, confirmando assim a qualificação depois de um empate (3-3) caseiro a meio da semana, depois de estarem a perder por 0-3. Depois da saída prematura do Rabo de Peixe, os encarnados de Ponta Delgada são agora os principais favoritos à conquista do troféu.
Se o vencedor (São Roque) da edição transacta está fora de cena, o finalista derrotado permanece em prova e também protagonizou uma das surpresas da eliminatória. O Mira Mar recebeu e derrotou o vizinho Vale Formoso por 1-0, indo medir forças com o Capelense que empatou (2-2) na Ponta Garça, frente ao Bota Fogo, um jogo tranquilo para os pupilos de Sidónio Ferreira que levaram quatro golos de vantagem para o encontro da segunda mão.
Taça cheia de golos!
Jogos da primeira mão dos quartos-de-final da Taça de São Miguel renderam dezanove golos.
Resultados da 1ª.«mão»:
Capelense, 5 - Bota Fogo, 1
U. Nordeste, 2 - Rabo de Peixe, 3
Mira Mar, 1 - Vale Formoso, 1
Santa Clara B, 3 - São Roque, 3
Resultados da 2ª.«mão»:
Bota Fogo, 2 - Capelense SC, 2 (3-7)
Rabo de Peixe, 2 - U. Nordeste, 3 (5-5 ap)
(4-5grandes penalidades)
Vale Formoso, 0 - Mira Mar, 1 (1-2)
São Roque, 0 - Santa Clara B, 1 (3-4)
Jogos das Meias- Finais:
União de Nordeste - Santa Clara B
Mira Mar SC - Capelense SC

Campeonato Nacional da 3ª. Divisão - Série Açores:

III DIVISÃO - SÉRIE AÇORES (2ª. FASE):
Praiense tirou o segundo lugar ao Santiago na última jornada
Concluído está o campeonato da série Açores da 3ª. Divisão Nacional de futebol para as equipas que disputaram o grupo da subida.
O já campeão Lusitânia foi a Água de Pau empatar (2-2) com o Santiago, resultado que permitiu ainda ao Sport Praiense ascender à segunda posição da classificação por troca com os pauenses. Os encarnados da Praia da Vitória derrotaram o Prainha Futebo Clube, no Pico, por 3-1, e garantiram o segundo lugar por um lugar de vantagem em relação aos lagoenses.
Grupo «A» - Apuramento Campeão:
Resultados da 6ª. jornada:
Prainha FC, 1 - Sp. Praiense, 3
Santiago FC, 2 - SC Lusitânia, 2
CLASSIFICAÇÃO FINAL:
Pos. Equipa         J   V   E   D   GM-S     P
1º Lusitânia           6   5   1   0   12 - 7     59
2º Sp. Praiense     6   3   0   3   11 - 8     47
3º Santiago FC     6   3   1   2     9 - 7     47
4º Prainha FC       6   0   0   6     3 -14    29
Campeão: Sport Clube Lusitânia.
Grupo B - Manutenção:
Sporting Ideal sai da Graciosa quase tranquilo
Sporting Ideal passou na Graciosa e está a uma vitória da manutenção.
Vitória por 2-1 no terreno do Sporting Guadalupe praticamente confirma a manutenção do Sporting Ideal na série Açores. A diferença entre ambos é agora de sete pontos e só estão nove em disputa.
O Sporting Ideal conquistou preciosos três pontos na sétima jornada da série Açores ao derrotar, na Graciosa, o Sporting Guadalupe por 2-1, resultado que permitiu à formação de Ribeira Grande elevar de quatro para sete pontos a vantagem em relação ao mais directo perseguidor na luta pela permanência e praticamente confirmar o objectivo da manutenção.
Quanto faltam disputar três jornadas e com nove pontos em disputa, o Sporting Ideal dispõe agora de um confortável avanço em relação aos graciosenses, podendo confirmar o objectivo na próxima ronda, bastando-lhe para tal derrotar o despromovido União Micaelense.
No outro jogo do grupo da manutenção cumpriu-se calendário na recepção do Fayal Sport ao Águia, com a vitória a pertencer aos locais por 2-0. Na véspera, no sábado, o Boavista já tinha derrotado o União Micaelense por 3-0, desfecho que sentenciou a descida dos unionistas aos regionais.
União Micaelense perde e confirma descida
O União Micaelense desceu aos regionais depois da derrota averbada no terreno do Boavista, no Pico, em desafio da sétima jornada do campeonato da III divisão, série Açores, grupo da manutenção. Depois de dezassete anos consecutivos nos nacionais, caminhada que se iniciou na temporada de estreia da série Açores, o emblema da rua dos Mercadores caiu para as provas de âmbito local.
Resultados da 7ª. jornada:
Fayal Sport, 2 - Águia CD, 0
Boavista S.M., 3 - U. Micaelense, 0
Sp. Guadalupe, 1 - Sporting Ideal, 2
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS            J   V   E  D   GM-S     P
1º Boavista S.M.     7   3   2   2   10 -11   38
2º Sporting Ideal     7   6   0   1   20 - 8    37
3º Sp. Guadalupe   7   3   1   3   13 - 9    30
4º U. Micaelense    7   2   2   3   10 -14   23
5º Fayal Sport        7   2   1   4     7 -10   20
6º Águia CD           7   2   0   5     7 -15   12
8ª. jornada - 2 de Maio:
Fayal Sport - Sp. Guadalupe
Águia CD - Boavista S.M.
U. Micaelense - Sp. Ideal

Campeonato da 2ª. Divisáo - Zona Centro:

CAMPEONATO DA II DIVISÃO - ZONA CENTRO:
Operário perdeu mas segurou o 3º lugar
Fechado também está o campeonato da II divisão. Os motivos de maior interesse estavam centrados na Lagoa onde o Operário precisava vencer para segurar o terceiro posto sem depender de terceiros. Mas os fabris perderam por 1-3 na recepção ao Gondomar e acabou por lhes valer a derrota do Boavista frente ao vencedor da zona, Tondela, para garantirem uma posição no pódio que premeia a boa temporada do colectivo orientado por Francisco Agatão.
Os despromovidos Angrense e Madalena tiveram desempenhos distintos.
O Angrense perdeu por 4-2 no terreno do Amarante e o Madalena recebeu e derrotou o Aliados de Lordelo por 3-2, desfecho que empurrou a turma continental para a despromoção em virtude de ter sido uma das duas piores 12.ª classificadas.
FC Madalena afunda Aliados do Lordelo
Picarotos concluíram o campeonato com uma vitória caseira que arrastou o Aliados de Lordelo para a despromoção. Superioridade dos açorianos nunca esteve em causa.
O Madalena já tinha o destino da descida traçado à entrada para a última jornada do campeonato mas mesmo na derradeira ronda a equipa orientada por Manuel Matias manteve a vontade de se despedir com um resultado positivo e sair de cabeça erguida da competição. Para isso, nada melhor do que vencer!
E foi atrás da vitória que o Madalena entrou em campo na recepção ao Aliados de Lordelo, adversário que por força do desaire averbado no Pico (3-2) também foi relegado à III divisão por ter sido um dos dois piores 12.º classificados. O outro foi o Juventude de Évora (zona Sul).
Resultados da 30ª. jornada:
Sp. Espinho 3 - Coimbrões 1
Operário 1 - Gondomar 3
Madalena 3 - Aliados Lordelo 2
Boavista 0 - Tondela 1
Oliveira Bairro 1 - São João Ver 3
Amarante 4 - Angrense 2
Cinfães 0 - Anadia 1
Paredes 1 - Padroense 2
CLASSIFICAÇÃO
Pos. Equipa         J   V   E   D   GM-S     P
1º Tondela           30 19   6   5    49-22   63
2º Sp. Espinho    30  19   5   6    50-32   62
3º Operário         30  15   7   8    34-26   52
4º Boavista         30  15   5  10   43-31   50

5º Amarante       30  13  10   7   48-30   49
6º S. João Ver    30  15   4  11   43-46   49
7º Gondomar      30  13   5  12   27-31   44
8º Cinfães          30  12    7  11   35-40   43
9º Coimbrões     30   9   15   6    30-31   42
10º Anadia         30  11   7  12    45-42   40
11º Padroense   30  11   6  13   47-50   39
12º Al. Lordelo   30  10   7  13   41-40   37
13º Ol. Bairro     30   7    7  16   34-50   28
14º Angrense    30    5   8  17   36-49    23
15º Paredes      30    6   5  19   30-50    23
16º Madalena    30   5    6  19   32-54    21
Campeão da Zona Sul: Tondela.
Despromovidos aos Regionais:
Oliveira do Bairro, Angrense, Paredes e FC Madalena e Aliados do Lordelo.

Liga Orangina 2011/12: Santa Clara empata no Estoril

LIGA ORANGINA 2011/2012:
Estoril, 0 - Santa Clara, 0
Santa Clara conquista empate no terreno do líder
O Estoril ficou-se este sábado por um empate a zero na receção ao Santa Clara, em encontro da 28.ª jornada da Liga Orangina, mas ainda pode festejar domingo a subida à Liga principal.
Os comandados por Marco Silva passaram a somar 53 pontos, contra 47 do Moreirense e 46 do Desportivo das Aves, precisando agora que um dos seus adversários perca na antepenúltima ronda para selarem, desde já, o regresso ao convívio com os "grandes".
A estratégia montada por Luís Miguel, que apresentou o Santa Clara em 5-3-2, com cinco defesas em linha e dois médios defensivos, anulou por completo as ações ofensivas dos locais.
Praticamente sem criar ocasiões de golo, os açorianos permaneceram no seu meio-campo durante o jogo inteiro, colocando o "autocarro" à frente do guarda-redes Stefanovic, que ainda negou o golo por várias ocasiões a Licá, Fabrício e Tony Taylor.
Com o meio-campo a ganhar pó, os líderes da Liga Orangina mantiveram-se em cima dos açorianos e, sobre o intervalo, Licá quase marcou, na sequência de um pontapé de canto.
Foi com a melhor assistência da temporada (2.390 espetadores) que Marco Silva colocou "a carne toda no assador", fazendo entrar Adilson, Gerso e colocando Steven Vitória entre os avançados para poder ganhar as bolas altas na área, uma vez que era "impossível" conseguir furar a cortina defensiva dos açorianos com lances de bola corrida pelo centro do terreno.
Reduzidos a 10, fruto da expulsão de Márcio Piccolo, o Santa Clara retraiu-se ainda mais nos últimos 20 minutos e aguentou como pôde a pressão exercida por um ansioso Estoril, conquistando um precioso ponto na luta pela manutenção.
Tony Taylor, aos 66 minutos, e Licá, aos 76', tiveram boas ocasiões de golo na segunda metade.
Declarações
Marco Silva, treinador do Estoril -
 "Não esperava uma equipa tão na retranca. Notou-se ansiedade e não estamos a ser tão eficazes''.
Luís Miguel, treinador do Santa Clara -
 "Foi um ponto conquistado. Com dez tivemos de defender mais e há que jogar para os pontos''.
Jogo no Estádio António Coimbra da Mota, no Estoril.
Estoril - Santa Clara, 0-0.
Equipas:
Árbitro: Carlos Xistra (Castelo Branco).
Estoril-Praia: Vagner, Anderson, Steven Vitória, Lameirão, Tiago Gomes, Gonçalo Santos, João Coimbra (Gerso, 60), Carlos Eduardo, Tony Taylor (Pedro Moreira, 85), Licá e Fabrício (Adilson, 60).
(Suplentes: Mário Matos, Bruno Nascimento, Pedro Moreira, Rodrigo Dantas, Gerso, Adilson e Erick).
Santa Clara: Stefanovic, André Simões, Sandro, Edgar, Ilic, Nélson, Márcio Piccolo, Lourenço, Pacheco (Edson, 90+5), Valdinho (Paulo Grilo, 61) e Platini (Minhoca, 90+3).
(Suplentes: Brice Niclos, Minhoca, Alex, Pipo, Paulo Grilo, Edson e Sylvestre).
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Márcio Piccolo (48 e 58), André Simões (56) e Nelson (83). Cartão vermelho por acumulação de amarelos para Márcio Piccolo (58).
Assistência: 2.390 espetadores.

sexta-feira, 27 de abril de 2012

Apuramento do Campeão da AFAH - 2011-12:

Apuramento do Campeão da AFAH
Barreiro perde na deslocação a S. Jorge
Está deveras animada a luta pelo cetro de campeão da Associação de Futebol de Angra do Heroísmo (AFAH). Na passada quarta-feira, em duelo a contar para a segunda ronda, o Marítimo Velense superou, no campo municipal da Vila de Velas, em São Jorge, o Barreiro, por 3-1, com 2-0 ao intervalo, igualando, assim, a turma do Porto Judeu no comando.
Marítimo Velense (1J1V0E0D, 3-1 em golos) e Barreiro (2J1V0E1D, 4-3 em golos), ambos com três pontos, encabeçam o quadro da classificação geral, seguidos pelo Marítimo da Graciosa (1J0V0E1D, 0-3 em golos) que ainda não pontuou.
A terceira jornada, última da primeira volta, realiza-se no dia um de maio, terça-feira, às 15:00, no campo municipal de Santa Cruz, colocando frente-a-frente Marítimo da Graciosa e Marítimo Velense.
Resultado da 2ª. jornada:
Marítimo Velense, 3 - Barreiro, 1
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS         J   V  E   D   GM-S   P
1º Mar. Velense   1   1   0   0    3 - 1     3
2º SC Barreiro     2   1   0   1    4 - 3     3
3º SC Marítimo    1   0   0   1    0 - 3     0
3ª. jornada a 29 Abril 2012:
Marítimo Velense - Marítimo Graciosa
Folga: Barreiro.
* vencedor sobe à Série Açores.
Futebol na ilha Terceira - Taça AFAH:
A segunda rodada da Taça AFAH, concretizada quarta-feira, ofereceu os resultados que passamos a indicar:
Juventude Lajense, 1 - GD Fontinhas, 1
Boavista da Ribeirinha, 3 - Marítimos, 0
Folgou o SC Vilanovense.
O quadro da classificação está assim ordenado:
1.º Boavista ........... 4 pontos/2 jogos
2.º Vilanovense ..... 3/1jogo
3.º Marítimos ........ 3/3
4.º Lajense ........... 2/2
5.º Fontinhas......... 1/2.
A terceira jornada, agendada para este fim de semana, reúne os duelos Lajense - Marítimos (sábado, 16:00) e Vilanovense - Fontinhas (domingo, 15:00). Folga o Boavista.

Taça de São Miguel - Quartos-de-final:

Taça de São Miguel - Quartos-de-final - 1ª.«mão»:
Taça cheia de golos!
Jogos da primeira mão dos quartos-de-final da Taça de São Miguel renderam dezanove golos. Capelense e Rabo de Peixe estão em vantagem para chegarem às meias-finais.                               
O feriado de 25 de Abril foi fértil em golos no que concerne às partidas da primeira mão dos quartos-de-final da Taça de São Miguel. Marcaram dezanove golos mas somente uma equipa tem praticamente presença confirmada nas meias-finais depois de alcançar o resultado mais desnivelado.
A proeza pertenceu ao Capelense que recebeu e derrotou o Bota Fogo por 5-1 com mais um bis de Ruben Leite, avançado que está a realizar um final de temporada muito promissor. A vantagem de quatro golos permite ao colectivo de Sidónio Ferreira encarar com relativa tranquilidade a sempre difícil deslocação a Ponta Garça.
Em vantagem também está o Rabo de Peixe, mas apenas por um golo de diferença. O campeão de São Miguel venceu, fora, a União de Nordeste por 3-2, mas o golo do triunfo só apareceu nos instantes finais, autoria do incansável Ia Ia. Marcou e ficou no relvado, vencido pelo cansaço!
Os outros dois desafios terminaram empatados. Na Povoação, o derby local entre Mira Mar e Vale Formoso chegou ao fim com uma igualdade (1-1) que deixa tudo em aberto para o próximo domingo, tal como o confronto que opôs o Santa Clara B ao São Roque (3-3), com a particularidade dos amarelos terem chegado ao intervalo a vencer por 3-0.
Só que a expulsão de Jorge perto do intervalo condicionou a estratégia da formação orientada por Emanuel Ferreira que acabou por consentir o empate nos segundos 45 minutos. Os jogos da segunda mão estão agendados para a tarde do próximo domingo, dia 29 de Abril, todos com início marcado para as 16.00 horas.
Fonte: SZ
Resultados completos da 1ª. «mão»:
Capelense , 5 - Bota Fogo, 1
U. Nordeste, 2 - Rabo de Peixe, 3
Mira Mar, 1 - Vale Formoso, 1
Santa Clara B, 3 - CD São Roque, 3

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Liga Europa - meias/finais: Sporting afastado da final

Athletic de Bilbao, 3 - Sporting CP, 1
Llorente termina com sonho leonino
Por Miguel Henriques, em Bilbau
O Sporting ficou hoje afastado da final da Liga Europa de futebol, ao perder com o Athletic de Bilbau, por 3-1, em jogo da segunda mão das meias-finais, disputado no Estádio de San Mamés.
Susaeta (17’) inaugurou o marcador no Estádio de San Mamés. Wolfswinkel (43’) ainda empatou perto do intervalo, mas ainda houve tempo para Ibai Goméz (45+1) marcar para o Athletic. Na segunda parte, Llorente (87’) aumento o marcador (3-1) e resolveu a eliminatória.
Primeira parte
Antes deste jogo decisivo, muito se escreveu e falou sobre o ambiente que é criado pelos adeptos do Athletic em San Mamés. Porém por muito que se fale só quem o vive por dentro sente este “inferno”.
Os jogadores do Sporting decerto o sentiram e isso foi claro nos primeiros minutos. A equipa de Sá Pinto jogava encolhida, recuada procurando travar as investidas de um adversário motivado pela massa humana presente no Estádio.
Os bascos sufocavam, mas o Sporting ia respirando a espaços e travando as intenções do adversário, porém faltava conseguir sair com perigo para a área contrária, o que não acontecia devido ao elevado número de passes errados.
Aos 17 minutos o Athletic adiantou-se no marcador por intermédio de Susaeta, após um bom passe Llorente que amorteceu a bola para a entrada do seu colega. Consumada a vantagem dos bascos, o Sporting parece ter-se soltado um pouco mais. A sua primeira jogada de perigo no jogo chegou num cabeceamento de Peirinha por cima (19’).
Era o melhor período dos leões que conseguiram pôr finalmente calma no jogo com Matías Fernández a aparecer um pouco mais para pautar o ataque. Aos 32’ Polga cabeceia para boa defesa de Iraizoz.
O jogo estava bom e a bola andava junto das duas balizas. Depois de Rui Patrício já ter feito uma grande defesa a remate de Llorente foi o Sporting quem chegou ao golo por Wolfswinkel.
Na sequência de um canto a bola sobrou à entrada da área para o holandês que fez o tento do empate. O Sporting voltava a estar na frente da eliminatória, mas não foi por muito tempo.
Sobre o intervalo Ibai Goméz marcou para o Athletic e empatou as contas da meia-final
Segunda parte
Com a necessidade de dar mais consistência ao meio campo, o treinador do Sporting fez entrar no jogo Daniel Carriço e sacrificou Matías Fernández.
A segunda parte começou com o Athletic novamente em força e com muita rapidez na circulação de bola, pergaminhos que fazem com que o seu futebol seja apelidado de mini “tiki taka”.
O terceiro golo dos bascos esteve perto de acontecer. Primeiro Susaeta rematou para uma boa intervenção de Rui Patrício. Na sequência do canto, Llorente atirou ao poste.
O Sporting voltava a passar por maus momentos e aí foi chamado ao jogo a sua capacidade de sofrimento e de abnegação perante um jogo adverso. Sá Pinto queria mais velocidade nas suas contra-ofensivas e fez entrar na partida Jeffrén para o lugar de Pereirinha.
Os minutos iam passando e o Sporting não conseguia impor-se no jogo nem responder com a rapidez dos seus executantes. Limitava-se a afastar o perigo da sua área. Rui Patrício era neste momento o protagonista da turma leonina pela positiva.
O golo dos espanhóis adivinhava-se pelo rumo do jogo e Llorente, estrela maior desta equipa, resolveu-o a três minutos dos 90. O avançado espanhol foi mesmo o protagonista da partida com duas assistências e um golo.
O Sporting cai em San Mamés, mas com a consciência tranquila de que fez uma grande campanha europeia, sinónimo disso mesmo foi a salva de palmas que recebeu por parte dos milhares de adeptos leoninos que aqui se deslocaram.

Desporto - Fotos do passado

HÓQUEI EM PATINS EM SÃO MIGUEL:
Esta foto antiga do CD Santa Clara de Hóquei em Patins foi tirada nos anos 70, antes do jogo particular perante a selecção dos Estados Unidaos da América.
Para a história fica o resultado do jogo desta grande equipa encarnada de Ponta Delgada, que goleou os americanos por 15-7.

quarta-feira, 25 de abril de 2012

1º Community Spirit Award do CCPM

Community Spirit Award
Comendador António Belas recebe nova distinção criada pelo CCPM
António Belas recebeu no sábado, o primeiro Community Spirit Award, uma distinçao concebida pelo Centro Cultural Português de Mississauga (CCPM).
A entrega do galardão esteve a cargo de Gilberto Moniz, presidente do CCPM, que aproveitou a oportunidade para lembrar um pouco da história que levou à génese deste Community Spirit Award: ''a ideia surgiu em Setembro do ano passado. Pretendemos desta forma fazer um homenagem a um português, sempre que possivél um associado do Centro, e angariar fundos para as colectividades, incluíndo a nossa''. Exemplo disso está o facto de uma parte das receitas angariadas nesta noite irem apoiar a Luso Canadian Charitable Society e a On Your Mark.
Perante uma plateia que incluia, entre outros, o ministro provincial Charles Sousa, o deputado provincial Bob Delaney, as vereadoras Cristina Fonseca (Mississauga) e Ana Bailão (Toronto), o presidente da ACAPO ´Joe Eustáquio e representantes do Consulado Geral de Portugal em Toronto e a presidente da Câmara de Mississauga, António Belas lembrou o seu papel como empresário, referindo que a sua empresa, a FERMA, tem uma imagem consolidada e está hoje bem implatada no mercado, com produtos que são procurados pela comunidade luso-canadiana e por outras que, aos poucos, vão tomando contacto com os mesmos, apreciando dessa forma a sua qualidade.
O prestigiado empresário recebeu em 2011 a distinção de comendador da Ordem de Mérito portuguesa, ano em que a FERMA celebrou 50 anos de actividade.
AE - Nove Ilhas

segunda-feira, 23 de abril de 2012

Futebol nos Açores: Apuramento do Campeão da AFAH

Apuramento do campeão da A.F.A.H. 2011/12:
SC Barreiro cumpre e sai na frente
O Sport Clube Barreiro campeão da ilha Terceira e o Sport Clube Marítimo campeão da ilha Graciosa jogaram no sábado o primeiro jogo de apuramento de campeão da Associação de Futebol de Angra do Heroísmo, no Porto Judeu, ilha Terceira.
Na primeira parte o Barreiro marcou dois golos aos 6 e 34 minutos, através de Miranda e Huka, respectivamente.
Na sua parte a equipa da casa aumentou ainda mais a vantagem marcando já em tempo de compensação o seu terceiro golo da partida, golo apontado novamente por Miranda.
O SC Barreiro vence o primeiro encontro em casa, frente aos graciosenses e sai na frente. A segunda jornada o Marítimo Velense campeão de São Jorge recebe o Barreiro na Vila das Velas.
Resultado da 1ª. jornada:
Barreiro, 3 - Marítimo Graciosa, 0 
Folgou: Marítimo Velense.
CLASSIFICAÇÃO
L EQUIPAS           J   V  E   D  GM-S    P
1º SC Barreiro       1   1   0   0    3 - 0     3
2º SC Marítimo      1   0   0   1    0 - 3     0
3º Mar. Velense     0   0   0   0    0 - 0     0
2ª. jornada a 25 Abril 2012:
Marítimo Velense - Barreiro
Folga: SC Marítimo Graciosa.
* vencedor sobe à Série Açores.
ILHA TERCEIRA - Taça AFAH:
Taça AFAH arranca este fim-de-semana
Concluído o Campeonato da Terceira, e enquanto decorre o Torneio de Apuramento do Campeão da Associação de Futebol de Angra do Heroísmo (AFAH), começa este fim de semana a Taça AFAH da Ilha Terceira. A prova apenas não conta com a presença do Barreiro, uma vez que o emblema do Porto Judeu está empenhado na disputa do cetro de campeão associativo. Vejamos o programa da competição:
Primeira jornada: Vilanovense - Marítimos e Boavista - Lajense. Folga o Fontinhas. Segunda jornada (25 de abril): Lajense - Fontinhas e Marítimos - Boavista. Folga o Vilanovense. Terceira jornada (um de maio): Vilanovense - Fontinhas e Lajense - Marítimos. Folga o Boavista. Quarta jornada (seis de maio): Fontinhas - Boavista e Vilanovense - Lajense. Folga o Marítimos. Quinta jornada (13 de maio): Marítimos - Fontinhas e Boavista - Vilanovense. Folga o Lajense.
Resultados da 1ª jornada:
Vilanovense, 3 - Marítimos, 0
Boavista CR, 1 - JD Lajense, 1
Folgou: GD Fontinhas
TAÇA ILHA GRACIOSA:
Marítimo defronta Guadalupe na final
O Sporting de Guadalupe afastou esta quarta-feira o Desportivo Luzense da Taça Ilha Graciosa, ao vencer o encontro das meias-finais por cinco bolas a uma.
Isidro abriu as hostilidades aos 13 minutos e Júlio Coronel bisou ainda na primeira parte. Na etapa complementar Luís Filipe também bisou e André Salgado assinou o tento de honra do Luzense.
O Sporting de Guadalupe vai defrontar o SC Marítimo na final da Taça Ilha Graciosa.
Resultados - meias-finais:
Graciosa FC, 1 - SC Marítimo, 3
Sp. Guadalupe, 5 - GD Luzense, 1
ILHA GRACIOSA - TAÇA AFAH:
Graciosa FC venceu Luzense (4-0)
O Graciosa Futebol Clube recebeu Sábado no Municipal de Santa Cruz, o Clube Desportivo Luzense, em jogo de abertura da Taça da Associação de Futebol de Angra do Heroísmo.
O marcador foi aberto logo aos 3 minutos por Claúdio Serra a marcar para o Graciosa, através de uma grande penalidade.
Ainda antes do intervalo o Graciosa aumentou a vantagem por 2-0 com golo de Jardel aos 17 minutos.
No segundo tempo, a equipa vermelha e amarela de Santa Cruz da Graciosa voltava a aumentar a vantagem aos 3 minutos, desta vez por Luis Carlos, com Lucas a fechar o resultado em 4-0, quando decorriam 41 minutos de jogo.
Seniores: Resultado da 1ª jornada:
Graciosa FC, 4 - GD Luzense, 0
2ª jornada (25 Abril):

Graciosa FC - SC Maritimo (25/04/12)
FINAL DA TAÇA DE SÃO JORGE:
CD Velense, 4 - FC Maritimo, 3 (ap)
CD Velense vence Taça de Ilha em jogo com chuva de golos!
Jogo da final da taça de ilha com mais um derby das Velas entre Desportivo e Maritimo. Em tarde de sol e perante boa assistência os adeptos viram provavelmente o jogo mais disputado e emocionante da época.
O Desportivo adiantou-se no marcador por André Ataíde através da marcação de um canto direto. O empate surgiu por Kelvin a rematar dentro da área para o fundo das redes do guardião Filipe.
Ao intervalo 1-1 no marcador.
Na segunda parte manteve-se o equilibrio no jogo, mister Dominique trocou o lesionado Ricardo por Daniel que entrou bem na partida e faturou o 2º para a equipa do GDV após um passe de Diogo. O 2º do Maritimo surgiu através de um bonito cabeceamento de Ivo. Mister Dominique retira o já famoso guarda redes avançado Roberto Soares e lança Patricio no jogo.
Os adeptos estavam animados e até ao final dos 90 minutos manteve-se o empate a 2.
A decisão do jogo foi para o prolongamento, onde o Maritimo ganhou vantagem através de um remate de Kelvin que ressaltou em Canário e traiu o guardião Filipe. O Desportivo não se deu por vencido e o capitão André Rodrigues num remate a 30 metros da baliza fez um chapéu ao guardião contrário e colocou o marcador empatado a 3 bolas resultado que se manteve até ao final da 1ª parte do prolongamento.
Na 2ª parte do prolongamento surgiu o golo que decidiu esta final com André Ataíde a bisar culminando uma boa jogada de ataque do GDV.
Vitória do Desportivo por 4-3 num jogo digno de uma final com emoção, golos e indefinição quanto ao vencedor até ao fim.
TAÇA A.F. HORTA:
Vitória FC é o líder da taça
Resultado da 3ª jornada:
(jogo em atraso)
Vitória FC, 3 - CD Lajense, 1
Resultados da 5ª jornada:
GD Feteira, 3 - CD Lajense, 0
GD Salão, 2 - Flamengos, 3
Vitória FC, 2 - Cedrense, 0
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS      J   V   E  D  GM-S     P
1º Vitória FC     5   4   1   0   21 - 2   13
2º Flamengos   5   3   2   0     9 - 5   11
3º Cedrense     5   1   3   1   11 -10    6
4º GD Salão     5   2   0   3     6 -12    6
5º GD Feteira   5   1   1   3     6 -14    4
6º CD Lajense  5   0   1   4     4 -14    1
6ª. Jornada - 25 Abril/2012:
CD Lajense - Flamengos
GD Feteira - Vitória FC
GD Salão - Cedrense

Campeonato de São Miguel e Taça Primavera

CAMPEONATO DE SÃO MIGUEL (2ª.fase):
Rabo de Peixe campeão na última jornada
Campeão de São Miguel só foi encontrado na derradeira jornada da segunda fase e foi conquistado pelo Rabo de Peixe. A equipa da vila piscatória bateu o Capelense por 3-2, de nada valendo ao Santa Clara B a goleada imposta ao Vale Formoso (4-0).
O Rabo de Peixe festejou neste domingo a conquista do título de campeão de São Miguel ao confirmar o primeiro lugar na última jornada da segunda fase do campeonato. Não faltou golos nem emoção à ronda que coroou o novo campeão de ilha e próximo representante da Associação de Futebol de Ponta Delgada na série Açores da III divisão.
Dois anos depois de ter descido, o Rabo de Peixe está de volta aos nacionais por via da conquista do ceptro micaelense. Os azuis entravam para a última jornada da competição a depender apenas de si e o empate na partida com o Capelense, fora de casa, era suficiente para carimbar a subida. Os pescadores não quiseram deixar créditos por mãos alheias e venceram por 3-2.
Marco Aurélio cedo abriu o marcador ao fazer o primeiro golo aos oito minutos, vantagem que Ruben Leite haveria de anular pouco depois. Mas ainda na primeira parte o resultado ficaria decidido com Marco Aurélio a fazer o segundo de grande penalidade e Luís Flor elevou a contagem num remate cruzado. Na tarde dos bis, Ruben Leite ainda reduziu para 3-2 mas na segunda parte não se viram mais golos, celebrando o Rabo de Peixe a conquista do título.
À espera de um eventual desaire do líder no recinto do Capelense para espreitar uma possível reviravolta no topo da classificação, o Santa Clara B cumpriu a sua tarefa ao golear o Vale Formoso por 4-0, nas Furnas, mas o triunfo não serviu os intentos dos encarnados face à vitória do comandante. O Rabo de Peixe terminou o campeonato com 40 pontos, mais dois que o estreante Santa Clara B que deu luta até ao fim.
Apuramento do Campeão:
Resultados da 6ª. jornada:
Capelense, 2 - Rabo de Peixe, 3
Vale Formoso, 0 - Santa Clara, 4
CLASSIFICAÇÃO FINAL:
L EQUIPAS              J   V  E   D   GM-S       P
1º Rabo de Peixe     6   4   2   0    11 - 5      42
2º Santa Clara B      6   2   2   2    12 - 8      40
3º Capelense SC     6   1   3   2      7 - 9      28
4º Vale Formoso      6   1   1   4      7 -15     25
Campeão: Clube Desportivo Rabo de Peixe.
TAÇA PRIMAVERA (AFPD):
São Roque conquista a taça Primavera
Quanto à última jornada da Taça Primavera os resultados foram os mais imprevistos.
O já vencedor CD São Roque perdeu por 3-1 na deslocação à Povoação para defrontar o último, Mira Mar, ao passo que a União de Nordeste recebeu e perdeu por 2-4 com o Bota Fogo, cedendo também a segunda posição para o colectivo de Ponta Garça.
Resultados da 6ª. jornada:
U. Nordeste, 2 - Bota Fogo, 4
Mira Mar, 3 - São Roque, 1
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS             J   V   E   D   GM-S    P
1º GD São Roque   6   4   1   1    10 - 7    26
2º Bota Fogo           6   2   1   3   11 -13    21
3º U. Nordeste        6   0   4   2     6 - 9     21
4º Mira Mar SC       6   2   2   2     7 - 5     16
Vencedor da Taça Primavera da AFPD:
Clube Desportivo de São Roque.

Campeonato Nacional da 3ª. Divisão - Série Açores:

III DIVISÃO - SÉRIE AÇORES (2ª. FASE):
Lusitânia fez a festa perante os seus adeptos
Quanto ao grupo da subida, o Sport Clube Lusitânia fez a festa perante os seus adeptos em Angra do Heroísmo, e derrotou o Prainha Futebol Clube por 1-0, enquanto o Sport Clube Praiense deslocou-se a Água de Pau e venceu o Santiago Futebol Clube por 2-1, adiando para a última ronda a definição do segundo classificado. Os pauenses levam dois pontos de vantagem sobre os praienses.
Grupo «A» - Apuramento Campeão:
Resultados da 5ª. jornada:
Santiago, 1 - Sp. Praiense, 2
Lusitania, 1 - Prainha FC, 0
CLASSIFICAÇÃO:
Pos. Equipa        J   V   E   D   GM-S    P
1º Lusitânia          5   5   0   0   10 - 5    58

2º Santiago          5   3   0   2     7 - 5    46
3º Sp. Praiense   5   2   0    3     8 - 7    44

4º Prainha FC     5   0   0    5     2 -11   29
6ª. jornada - 29 de Abril:
Prainha FC - Sp. Praiense
Santiago FC - Lusitânia
Grupo B - Manutenção:
Ideal e Guadalupe continuam na luta pela manutenção
O Sporting Ideal e Sporting Guadalupe golearam e continuam na luta pela manutenção na série Açores. O Boavista perdeu a larga vantagem e também está envolvido na corrida.
A luta pela manutenção também está ao rubro na série Açores com três equipas a discutirem duas vagas. O Boavista São Mateus perdeu a larga vantagem que tinha ao sair goleado na deslocação à Ribeira Grande – perdeu com o Sporting Ideal por 5-0 – e viu aproximar-se também o Sporting Guadalupe que recebeu e derrotou o Águia por 4-0.
Os axadrezados do Pico mantêm os 35 pontos, mais um que os leões da Ribeira Grande e cinco de vantagem em relação aos gracioenses. Praticamente despromovido está o União Micaelense que foi surpreendido pelo Fayal Sport. Os unionistas perderam por 0-4 na noite de sábado e ficaram a um escasso ponto da descida.
Resultados da 6ª. jornada:
Sp. Guadalupe, 4 - Águia CD, 0
Sporting Ideal, 5 - Boavista SM, 0
U. Micaelense, 0 - Fayal Sport, 4
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS           J V    E  D   GM-S      P
1º Boavista S.M.   6   2   2   2     7 -11    35
2º Sporting Ideal   6   5   0   1   18 - 7     34
3º Sp. Guadalupe 6   3   1   2   12 - 7     30
4º U. Micaelense  6   2   2   2   10 -11    23
5º Fayal Sport      6   1   1   4     5 -10    17
6º Águia CD         6   2   0   4     7 -13    12
7ª. jornada - 29 de Abril:
Fayal Sport - Águia CD
Boavista - U. Micaelense
Sp. Guadalupe - Sp. Ideal

Campeonato da II Divisão - Zona Centro:

CAMPEONATO DA II DIVISÃO - ZONA CENTRO:
Operário chegou ao pódio na II divisão
No campeonato da II divisão o Clube Operário Desportivo soma e segue e ascendeu à terceira posição depois de bater, fora, o Aliados de Lordelo por 2-0, beneficiando do desaire do Boavista em São João de Ver por (1-2).
O FC Madalena surpreendeu pela positiva ao forçar o líder Tondela a um empate (1-1) mesmo jogando em inferioridade numérica, enquanto o Sport Clube Angrense despediu-se dos seus adeptos em Angra do Heroísmo com uma derrota diante do também despromovido Oliveira do Bairro (2-3).
Resultados da 29ª. jornada:
Coimbrões, 1 - Paredes, 0
Gondomar, 1 - Sp. Espinho, 0
Al. Lordelo, 0 - Operário, 2
Tondela, 1 - FC Madalena, 1
S. João Ver, 2 - Boavista, 1
Angrense, 2 - Ol. Bairro, 3
Anadia, 1 - Amarante, 2
Padroense, 0 - Cinfães, 2
CLASSIFICAÇÃO
Pos. Equipa         J   V    E    D   GM-S     P

1º Tondela           29 18    6    5    48-22    60
2º Sp. Espinho    29  18    5    6    47-31    59
3º Operário         29  15    7    7    33-23    52
4º Boavista         29  15    5    9    43-30    50
5º Amarante        29 12   10   7    44-28    46
6º S. João Ver    29  14    4   11   40-45    46
7º Cinfães           29  12   7   10   35-39    43
8º Coimbrões     29    9  15    5    29-28    42
9º Gondomar     29  12    5  12    24-30    41
10º Anadia         29  10   7   12    43-41    37
11º Al. Lordelo   29  10   7   12    39-37    37
12º Padroense   29  10   6   13    45-49    36
13º Ol. Bairro     29    7   7   15    33-47    28
14º Angrense     29   5    8   16   34-45     23
15º Paredes       29   6    5   18   29-48     23
16º Madalena    29   4    6   19    29-55    18
Despromovidos aos Regionais:
Oliveira do Bairro, Angrense, Paredes e FC Madalena.
30ª. jornada - Abril 29 - 2012:
Sp. Espinho - Coimbrões
Operário - Gondomar
Madalena - Aliados Lordelo
Boavista - Tondela
Oliveira Bairro - São João Ver
Amarante - Angrense
Cinfães - Anadia
Paredes - Padroense