quinta-feira, 26 de maio de 2011

Açores: Empresários luso-canadianos no Triângulo

Empresários luso-canadianos no Triângulo à procura de negócios
Esta semana, um grupo de empresários portugueses radicados no Canadá esteve de visita às ilhas do Triângulo, à procura de oportunidades de negócio.
Esta visita foi uma organização da Câmara do Comércio e Indústria da Horta, em parceria com a diáspora e, de acordo com Ângelo Duarte, patrão dos empresários, tratou-se de uma forma de promover os produtos açorianos junto de empresários que trabalham fora do país, de modo a promover as vendas no exterior.
Para os empresários que integraram esta comitiva, a visita foi produtiva, já que permitiu fechar alguns negócios, essencialmente nas áreas da hotelaria, da imobiliária e da gastronomia.
Para Jack Carvalho, natural de Braga e proprietário de uma pastelaria em Toronto, “esta foi essencialmente uma digressão de negócios, alguns já concretizados”. “É uma troca de produtos, de conhecimentos e de experiências”, frisa. O empresário veio aos Açores também para apresentar três sobremesas que criou em resposta a um convite lançado pelo presidente da Câmara Municipal das Lajes do Pico em Toronto. Jack confeccionou pratos utilizando produtos regionais, como o queijo, a laranja, o ananás ou o maracujá, conjugando sabores para preparar as sobremesas Chamarrita, Vulcão e Queijada da Ilha.
Também Marina Candeias, empresária da área do turismo, se congratulou com esta passagem pelas ilhas do Triângulo, tecendo rasgados elogios às potencialidades turísticas destas três ilhas. “O que nós temos aqui é muito bom, e precisa de ser divulgado. Muita gente conhece as ilhas, mas não conhece o seu potencial. Foi a primeira vez que estive no Triângulo e fiquei abismada com as coisas boas que têm para oferecer”, disse, frisando a hospitalidade da população, a riqueza da gastronomia e o “excelente cartão-de-visita” que representa a paisagem das ilhas, não apenas para os turistas estrangeiros mas até para os portugueses.
Fonte: T.I. - Marla Pinheiro.

Sem comentários: