segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Motores: Piloto Açoriano vence Rallye Torrié


Ricardo Moura vence Rallye Torrié
Ricardo Moura é o primeiro piloto açoriano a vencer uma prova à geral do nacional de ralis.
A temporada não podia ter começado da melhor forma para o campeão dos Açores.
A dupla Ricardo Moura/António Costa sagraram-se vencedores do Rallye Torrié, a prova inaugural da temporada de 2011 do nacional de ralis.
No final da super-especial, Ricardo Moura mostrou-se muito feliz pela vitória à geral.
Em declarações à rádio oficial do Rallye Torrié "Rádio Alto Ave", Ricardo Moura afirmou ter feito uma prova inteligente: "Desde o segundo troço que não perdemos a liderança da prova. Abordamos este dia de forma muito positiva e penso que marcamos a diferença para os nossos adversários".
Esta foi a primeira vitória de Ricardo Moura no nacional de ralis logo o piloto estava "feliz por ter conseguido a primeira vitória para a ARC Sport e temos um sentimento de missão cumprida para com os Açores".
Com estreia positiva esteve o jovem açoriano Hugo Mesquita que terminou em 9º da geral e foi quarto nas duas rodas motrizes.
Fonte: AO

Informação Desportiva dos Açores:


O Marítimos de São Mateus é novo campeão da ilha Terceira.
CAMPEONATOS REGIONAIS DE FUTEBOL:
CAMPEONATO DE SÃO MIGUEL:
Águia dos Arrifes campeão da 1ª. fase
O Vitória do Pico da Pedra sofreu uma inesperada derrota no seu reduto por 0-2 perante o último classificado do campeonato de São Miguel de futebol, o União de Nordeste.
O jogo foi disputado na noite de sábado no campo José da Silva Calisto no Pico da Pedra e fez parte da última jornada da primeira fase.
Irreconhecível é o que se pode dizer do Vitória, que sofre a 2.ª derrota consecutiva no campeonato e mais preocupante foi a forma como se deixou vulgarizar pelo União de Nordeste actual “lanterna – vermelha” e que até ao momento, só havia conquistado uma vitória no reduto do Mira Mar.
O Desportivo de São Roque conseguiu um bom empate na Povoação, resultado que não serviu o Mira Mar para jogar a segunda fase no grupo dos primeiros.
Quanto aos restantes confrontos, dois triunfos previstos e protagonizados por conjuntos mais cotados. Caso do Águia, que é o líder, no Complexo de Furnas com o Vale Formoso, mas por números surpreendentes, ao passo que o Desportivo de Rabo de Peixe, fez valer o seu poderio e venceu com naturalidade o debilitado Bota Fogo.
Sendo assim, Águia, Desportivo de Rabo de Peixe, Vitória e Desportivo de São Roque, discutirão a 2.ª fase no grupo dos primeiros e que dará acesso à Série Açores, enquanto as restantes Mira Mar, Bota Fogo, Vale Formoso e União de Nordeste disputarão a Taça Primavera.
Resultados da 14ª. jornada:
Mira Mar, 1 - GD São Roque, 1
Vale Formoso, 1 - Águia Desp., 4
Bota Fogo, 0 - Rabo de Peixe, 2
Vitória CPP, 0 - U. Nordeste, 2
CLASSIFICAÇÃO FINAL:
L EQUIPA .............J V E D GM-S P
1º Águia Desp........14 9 4 1 33 -14 31
2º Rabo de Peixe ...14 9 0 5 31 -19 27
3º Vitória CPP .......14 7 3 4 25 -19 24
4º GD São Roque ...14 7 3 4 23 -17 24
5º Mira Mar SC .....14 6 3 5 15 -18 21
6º Vale Formoso ....14 3 3 8 14 -26 12
7º ~U. Nordeste ....14 3 2 9 11 -20 11
8º Bota Fogo ........14 3 0 11 17 -36 9
CAMPEONATO DA TERCEIRA:
Marítimos é o novo campeão da Terceira
O Marítimos é o novo campeão da ilha Terceira de futebol. Em jogo válido para a 17.ª jornada, o grémio de São Mateus ganhou por 3-0 na visita ao Barreiro e fechou em definitivo as contas do título.
Com a vitória dos Maritimos de São Mateus sobre o Barreiro no Porto Judeu, confirmou-se o cetro de campeão para o Marítimos. A seguir ao jogo foi a tradicional festa rija pelo titulo alcançado.
Resultados da 17ª. jornada:
SC Barreiro, 0 - Os Marítimos, 3
GD Fontinhas, 0 - Juv. Lajense, 3
Folgou: Boavista da Ribeirinha
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS ............J V E D GM-S P
1º Os Maritimos .....14 9 5 0 29 - 9 32
2º Juv. Lajense .....14 7 4 3 22 -14 25
3º Boavista CR ......13 4 4 5 17 -18 16
4º SC Barreiro .......14 2 5 7 16 -23 11
5º GD Fontinhas .....13 2 2 9 14 -34 8
18ª. jornada - 03-06-2011:
Os Maritimos - GD Fontinhas
Boavista CR - SC Barreiro
Folga: Juventude Lajense.
CAMPEONATO DA GRACIOSA:
Sp. Guadalupe campeão da Graciosa
Resultados da 16ª. jornada:
GD Luzense, 0 - Sp. Guadalupe, 2
Graciosa FC, 1 - SC Maritimo, 1
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS ............J V E D GM-S P
1º Sp. Guadalupe ...16 12 3 1 36 -17 39
2º SC Marítimo ......16 9 3 4 33 -18 30
3º GD Luzense .......16 3 4 9 20 -32 13
4º Graciosa FC .......16 0 6 10 12 -34 6
17ª. jornada - 03-06 -2011:
SC Marítimo - GD Luzense
Sp. Guadalupe - Graciosa FC
CAMPEONATO DE SÃO JORGE:
Desportivo Velense é o Campeão!
Resultados da 10ª. jornada:
Marítimo Vel., 5 - Urzelinense, 1
Desp. Velense, 2 - FC Calheta, 1
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS ............J V E D GM-S P
1º Desp. Velense ........10 9 0 1 27 - 6 27
2º Maritimo Vel. .........10 5 2 3 21 -15 17
3º FC Calheta ............10 3 3 4 18 -17 12
4º FC Urzelinense .......10 0 1 9 10 -37 1
11ª. Jornada - 03-06-2011:
FC Calheta - Marítimo Vel.
Urzelinense - Desp. Velense
CAMPEONATO - FAIAL/PICO:
Fayal Sport é o virtual campeão da AFH
Resultados da 20ª. jornada:
Desp. Lajense, 3 - GD Feteira, 2
FC Flamengos, 1 - Fayal Sport, 2
Folgou: GD Cedrense
CLASSIFICAÇÃO FINAL:
L EQUIPAS ............J V E D GM-S P
1º Fayal Sport .......16 12 3 1 22 -10 39
2º Flamengos ........16 8 1 7 25 -25 25
3º CD Lajense .......6 6 3 7 35 -23 21
4º Cedrense ..........16 5 2 9 17 -26 17
5º GD Feteira .......16 4 1 11 1 2 -27 13
TAÇA ILHA GRACIOSA / MEIAS-FINAIS:
Sp. Guadalupe e Marítimo vão à final
O Sporting de Guadalupe é o primeiro finalista da Taça Ilha Graciosa, ao bater o Desportivo Luzense por uma bola a zero, no primeiro encontro das semi finais.
O golo de Vasco aos 39 minutos foi decisivo numa partida mal disputada pelos leões e com poucos lances de perigo.
O Guadalupe vai encontrar na final o Marítimo que este domingo bateu o Graciosa por três bolas a zero. Pedro Rodrigues fez dois golos na primeira parte e Mário Melo fixou o resultado já no tempo complementar.
A final da Taça Ilha Graciosa realiza-se a 27 de Março.
(Meias-Finais) RESULTADOS:
Sp. Guadalupe 1 - GD Luzense 0
SC Marítimo 3 - Graciosa FC 0

Finalistas: Sporting de Guadalupe - SC Marítimo
TAÇA ILHA DE SÃO JORGE:
Desportivo Velense e Calheta na final
Resultados das Meias-Finais:
Marítimo Velense, 3 - FC Calheta, 3 (3-4 ap)
Desportivo Velense, 2 - FC Urzelinense, 0
Finalistas: Desportivo Velense e FC Calheta.

Campeonato da III Divisão - Serie Açores:


Angrense consolida liderança com vitória tangencial ante o Prainha (1-0).
CAMPEONATO DA 3.ª DIVISÃO – SÉRIE AÇORES:
Angrense reforçou o primeiro lugar
Fechada está a primeira fase da série Açores da III divisão e com o líder a ter caminho aberto para a subida. O Angrense reforçou o primeiro lugar com o triunfo tangencial (1-0) sobre o Prainha, beneficiando do desaire consentido pelo Santiago na deslocação ao terreno do União Micaelense (2-0). A formação de Água de Pau voltou a desiludir e terá dito adeus ao sonho de discutir a subida nesta época.
Quem também aproveitou o desaire dos pauenses foi o Lusitânia que com o triunfo no recinto do último classificado, Vitória, recuperou a segunda posição e dista seis pontos do comandante. Os velhos rivais de Angra do Heroísmo prometem um despique interessante na segunda fase do campeonato.
Na luta pela manutenção, o Capelense ganhou importante fôlego ao derrotar, em casa, o Vilanovense, por 2-1, tal como o Sporting Ideal que apesar de ter empatado diante do Boavista ainda não sabe o que é perder sob o comando de Hernâni Costa e o presidente/treinador já leva quatro jogos ao leme da equipa.
Resultados da 18ª. Jornada:
Capelense, 2 - SC Vilanovense, 1
SC Angrense, 1 - Prainha FC, 0
U. Micaelense, 2 - Santiago FC, 0
Vitória do Pico, 0 - SC Lusitânia, 2
Sporting Ideal, 1 - Boavista S.M., 1
CLASSIFICAÇÃO FINAL:
L Equipa .................J V E D GM-S P
SC Angrense .....18 12 3 3 33 -15 39
SC Lusitânia ......18 9 6 3 30 -15 33
Santiago FC .......18 8 7 3 21 -15 31
Boavista S.M...... 18 7 8 3 24 -16 29
5º U. Micaelense .....18 6 6 6 21 -23 24
6º Prainha FC .........18 5 6 7 14 -16 21
7º Vilanovense ........18 6 3 9 19 -32 21
8º Sporting Ideal .....18 5 5 8 25 -27 20
9º Capelense ..........18 5 5 8 23-28 20
10º Vitória Pico ........18 0 5 13 7 -30 5

domingo, 27 de fevereiro de 2011

Campeonato Nacional da II Divisão - Zona Sul:


OPERÁRIO, 1 - ORIENTAL, 0
Triunfo suado, a ferros e arrancado na raça
O Operário conseguiu vencer o Oriental, em partida da 21ª jornada da II Divisão Zona Sul, com um golo obtido no terceiro dos cinco minutos de descontos.
Luís Soares “matou” uma jogada de ataque no seu flanco, sobrando a bola para Josi que cruzou largo, desde a linha de meio campo, para a entrada da área no lado contrário do campo. Ruben Rodrigues, que entrara doze minutos antes, recebeu, tirou do caminho dois adversários e em esforço - porque o movimento em diagonal para o centro da área foi feito em velocidade - rematou para o fundo das redes, fazendo a bola passar por debaixo do corpo de Leão que entretanto saíra da baliza.
Um balde de água de fria para a equipa de Marvila e um prémio para os fabris que na única ocasião em que chegaram à baliza adversária na segunda parte chegavam ao golo.
CARREGADO, 1 - FC MADALENA, 0
Resultado justo no Carregado
Entrega e esforço dos picarotos não chegou para contrariar a equipa do Carregado.
Tarde de sol a cheirar a Primavera na vila do Carregado e um novíssimo relvado sintético davam o mote para uma boa tarde de futebol em que o 4º classificado visitava o 9º.
Começou bem o Madalena fazendo jus ao estatuto de 4º classificado mas o Carregado, vindo de duas vitórias consecutivas, começou a impor o seu jogo que se baseava numa pressão constante sobre o jogador adversário que conduzia a bola e num posicionamento da equipa que procurava cortar as linhas de passe dos homens do Madalena.
Esta estratégia começou a fazer efeito por volta da passagem dos 15min, altura em que a equipa do Carregado começou a dominar territorialmente e à passagem dos 20 min, na sequência de uma boa jogada de envolvimento no lado direito do ataque carregadense a bola foi colocada nas costas da defesa picarota, Vítor Gomes foi à linha de fundo centrou tenso para a zona da pequena área e, no segundo poste, Marco Neves só teve de encostar para o fundo da baliza.
O golo deu ainda mais força à equipa da casa, que conseguiu durante um período quase asfixiar os picarotos que não conseguiam organizar uma jogada de ataque com o seu futebol colectivo e apoiado.
Paradoxalmente, foi neste período que a equipa picarota dispôs da sua melhor oportunidade quando, na sequência de um livre indirecto, a bola foi centrada para a área do Carregado onde, livre de marcação, apareceu Fábio Oliveira completamente sozinho na pequena área. O avançado picaroto terá ficado tão surpreendido com a oferta da defesa da casa que se terá deslumbrado e literalmente entregou a bola ao guardião do Carregado.
Até ao intervalo o jogo prosseguiu na mesma toada, isto é, com ascendente da equipa da casa que foi criando sempre dificuldades aos picarotos que não só não se conseguiam libertar da teia defensiva e da pressão dos da casa como também sentiam grande dificuldade em contrariar o seu jogo atacante pelos flancos e em velocidade.
Na segunda parte equilibraram-se as forças de ambos os lados. Os comandados de Vítor Móia corrigiram alguns aspectos mas o ascendente continuou do lado dos da casa, numa toada que se manteve até ao final.
Resultado justo mas sem consequências imediatas na classificação para o Futebol Clube da Madalena…
FICHA DE JOGO:
Campo de Jogos José Lacerda Pinto Barreiros, Carregado.
21ª Jornada – 2ª Divisão – Série Sul – 27.02.11
Árbitro: João Roque (AF Portalegre)
Auxiliares: Vitor Silva e Vasco Guedelha
A.D. CARREGADO - Hugo Cardoso; Moisão, Marco Baixinho, Paulino e Russo; Ganhão; Vitor Gomes, Mário Sérgio e Flávio Casal; Carôlo e Marco Neves
Treinador: Elói Zeferino
Substituições: aos 76’saiu Flávio Casal e entrou Marmelo; aos 35’ saiu Carôlo e entrou Bruno Gonçalves; aos 97’saiu Marco Neves e entrou Pedro Soares
Não utilizados: Godinho, Vitor Almeida, Cesário e Bulhão
Disciplina: cartão amarelo a Marco Neves (11’)
F.C. MADALENA - Igor; Rui Alberto, Gilson, Samiro e Rui Rainho; Beto; Pedro Pereira, Lapinha e João Paulo; Demba e Luis Tavares.
Treinador: Vitor Móia
Substituições: aos 42’saiu Beto e entrou João Batista, aos 56’ saiu Lapinha e entrou Dembra, aos 76’ saiu João Paulo e entrou Márcio Lima
Não utilizados: João Sampaio e João Frazão
Disciplina: cartão amarelo a Beto (35’) e Rui Alberto (55’)
Resultado final: A.D. Carregado 1-0 F.C. Madalena
Nuno Santos – Rádio Pico
RESULTADOS DA 21ª JORNADA
Praiense 1-1 Mafra
Casa Pia 1-1 At. Reguengos
Atlético 1-0 Louletano
Carregado 1-0 Madalena
Pinhalnovense 2-1 Real
Lagoa 2-3 Juventude Évora
Operário (Aç) 1-0 Oriental
Farense 1-0 Torreense
CLASSIFICAÇÃO
Pos. Equipa ..........P J V E D GM
GS

1º Atlético CP .......51 21 15 6 0 36 14
2º Torreense ........40 21 12 4 5 26 16
3º AD Mafra ........40 21 11 7 3 39 27
4º Madalena ........34 21 10 4 7 24 18
5º Operário (Aç).... 34 20 9 7 4 30 25
6º Juventude Évora ..32 20 8 8 4 20 15
7º Pinhalnovense .....31 21 8 7 6 26 25
8º Carregado ........31 21 9 4 8 31 31
9º At. Reguengos ..29 21 9 2 10 29 30
10º Louletano .........26 21 6 8 7 24 24
11º Oriental ..........25 21 6 7 8 25 27
12º Farense ........22 21 4 10 7 18 23
13º Casa Pia .......17 21 4 5 12 23 37
14º Real Massamá ..17 21 4 5 12 18 26
15º Lagoa .............13 21 3 4 14 14 26
16º Praiense .........12 21 2 6 13 17 36
PRÓXIMA JORNADA (22ª, 2011-03-06)
At. Reguengos 06/03 Mafra
Louletano 06/03 Casa Pia
Madalena 06/03 Atlético
Real 06/03 Carregado
Juventude Évora 06/03 Pinhalnovense
Oriental 06/03 Lagoa
Torreense 06/03 Operário (Aç)
Farense 06/03 Praiense

Liga Orangina: Santa Clara primeira vitória fora


SP. COVILHÃ, 0 - SANTA CLARA, 1
Golo de Monteiro oferece primeira vitória fora
Os encarnados de Ponta Delgada somaram, no terreno do Sp. da Covilhã, a terceira vitória consecutiva, com os primeiros três pontos alcançados fora de casa.
O Santa Clara conseguiu ontem, no terreno da Covilhã, chegar à tão desejada primeira vitória da época fora de casa.
Foi preciso esperar pela 19ª jornada da Liga Orangina para que a equipa orientada por Bruno Moura conquistasse os primeiros três pontos na casa de um adversário.
O golo de Monteiro aos 48 minutos valeu ainda a terceira vitória consecutiva dos encarnados de Ponta Delgada na competição, que assim subiram ao 9º lugar registando 26 pontos, os mesmos que as equipas do Freamunde e Desportivo das Aves.
Do lado do Sporting da Covilhã, as coisas complicam-se já que continuam na zona da despromoção e ontem denotaram muita falta de organização.
Um golo de Monteiro deu este domingo ao Santa Clara o triunfo no terreno do Sp. Covilhã, por 1-0, em jogo da 19.ª jornada da Liga Orangina, na estreia de Tulipa como treinador dos serranos.
Apesar de ter sido a equipa que mais procurou o golo, faltou organização ao Sp. Covilhã para evitar a terceira derrota consecutiva e conseguir pontuar, o que lhe teria permitido sair da zona de despromoção.
Com Tulipa a apresentar cinco novidades na equipa titular, o Sp. Covilhã começou a partida mais pressionante, mas depressa baixou as linhas.
Já o Santa Clara, muito contido, mostrava reservas em evoluir no terreno. O resultado foi uma primeira parte jogada a um ritmo lento, com o primeiro remate com intenção a surgir apenas aos 34 minutos, quando, na sequência de um canto apontado por Varão, Vouho, até então muito apagado, cabeceou a rasar a barra da baliza do Santa Clara.
No minuto seguinte, o avançado marfinense voltou a assustar os açorianos, com um remate ao lado. Do lado forasteiro, apenas Moreira tentou a sorte, ao minuto 38, para a defesa fácil de Serginho.
Já em cima do intervalo, Severino deixou o esférico, dentro da área, para Varão, que descaído na direita rematou por cima da baliza adversária.
No regresso dos balneários, a falta de entendimento entre o lateral Jason e o guardião Serginho permitiu a Monteiro inaugurar o marcador aos 48 minutos e oferecer ao Santa Clara o terceiro triunfo seguido.
Os "leões da serra" reagiram ao minuto 54, por intermédio de Amessan, que atirou à barra. Aos 67 minutos, o atacante serrano voltou a assustar, com um remate ao lado.
Apesar da desvantagem, o Sp. Covilhã, a manifestar descoordenação na frente de ataque, tardou em assumir a iniciativa do jogo e só perto do apito final se voltou a aproximar da baliza adversária. Aos 83 minutos, a passe de Fofana, Rincón rematou dentro da pequena área, mas o guardião insular estava atento e segurou a vantagem.
Complexo Desportivo da Covilhã.
Árbitro
: Artur Soares Dias (Porto).
Sp. Covilhã: Serginho, Ivo Pinto, Lup?de, Abdoulaye, Jason, Nuno Gomes, Dani (Rincón, 60), Vasco Varão, Bruno Severino (Fofana, 60), Vouho e Amessan.
Suplentes: Igor Araújo, Wagnão, Samson, Milton, Hélder Rodrigues e Rincón).
Santa Clara: Fernando Mendes, Vítor Alves, Ilic, Diogo Silva, Nelson, Dias, Gabi, Pacheco (Jefferson, 68), Alex (Brigues, 87), Monteiro e Moreira (Renan, 76).
Suplentes: Ney, Brigues, Edgar, Jefferson, Renato, Bruno Monteiro e Renan).
Ação Disciplinar: Cartão Amarelo Vasco Varão (57), Dias (57), Filipe Mendes (62), Lup?de (71), Ilic (85), Vouho (85).
Ao intervalo: 0-0.
Marcadores: 1-0, Monteiro, 48 minutos.
Assistência: 715 espetadores.
RESULTADOS DA 19.ª JORNADA:
Feirense-Trofense, 1-0
(Roberto, 60')
Oliveirense-Leixões, 1-0 (Ronaldo, 47')
Belenenses-Fátima, 1-1 (Barge, 11'; Kata 50')
Penafiel-Estoril Praia, 0-0
Gil Vicente-Desp.Aves, 4-2
(Rodrigo Galo, 49', Zé Luís, 63(gp), 69', Hugo Vieira, 78';Vitor Vinha, 45+1', Lourenço, 89'(gp))
Varzim-Freamunde, 0-2 (Marco Matias, 46', Maciel, 80')
Sp.Covilhã-Santa Clara, 0-1 (Monteiro, 48')
Moreirense-Arouca, 3-2 (Renato Santos, 6', Luís Pinto, 47', Edu Sousa, 87'(ag); N'Jock, 33', Kiko, 66'(gp))
CLASSIFICAÇÃO
Pos. Equipa ..........P J V E D GM GS
1º Oliveirense .......34 19 9 7 3 28 22
2º Trofense ..........33 19 9 6 4 28 20
3º Feirense ..........30 19 9 3 7 23 22
4º Gil Vicente .......29 19 7 8 4 26 24
5º Arouca ........... 28 19 7 7 5 30 26
6º Estoril Praia .....27 19 7 6 6 25 17
7º Freamunde .....26 19 5 11 3 28 22
8º Desp. Aves ......26 19 7 5 7 27 21
9º Santa Clara .....26 19 7 5 7 20 18
10º Leixões .........24 19 6 6 7 23 21
11º Moreirense ....24 19 6 6 7 20 25
12º Belenenses ....23 19 5 8 6 25 27
13º Penafiel ........22 19 5 7 7 19 23
14º Varzim .........18 19 3 9 7 25 32
15º Sp. Covilhã ...18 19 5 3 11 17 35
16º Fátima ........17 19 4 5 10 21 30
PRÓXIMA JORNADA (20ª, 2011-03-06)
Desp. Aves 06/03 Varzim
Trofense 06/03 Penafiel
Estoril Praia 06/03 Fátima
Feirense 06/03 Sp. Covilhã
Arouca 06/03 Gil Vicente
Santa Clara 06/03 Moreirense
Freamunde 06/03 Oliveirense
Leixões 06/03 Belenenses

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Semana em revista: Assim vai o mundo...


José Alberto Carvalho, ex-director da informação da RTP e Judite de Sousa, directora-adjunta de informação, demitiram-se da estação pública para se transferirem para a TVI. José Alberto Carvalho será o director de informação da estação de Queluz.
Manifestações, mártires, sismos e transferências. Tudo numa só semana
25 de Fevereiro de 2011- Líbia e Bahrein seguiram o exemplo do Egipto e Tunísia. O petróleo atingiu novos máximos por influência das revoltas no mundo árabe. A Nova Zelândia foi vítima de um sismo que abalou a sua segunda maior cidade. Por Portugal, o mercado de transferências não foi dentro das quatro linhas, mas nas televisões.

O valor do petróleo bateu novos recordes, chegando a cotar-se próximo dos 120 dólares por barril. A crise na Líbia foi um dos principais factores para a subida do preço, uma vez que o país é a 3ª principal fonte a nível africano e 12ª a nível mundial.

Com a destruição do aeroporto de Benghasi, a retirada de cidadãos começou a ser feita por via marítima. Os 56 portugueses que ainda se encontravam na Líbia já estão a bordo do ferry grego que os irá retirar do pais (Reuters).

EUA: Descolagem do vaivém Discovery


EUA: Após ter sido adiada, a descolagem do vaivém Discovery ocorreu esta semana no Kennedy Space Center no Cabo Canaveral, Flórida. Nesta última missão estão a bordo 6 astronautas.
Reuters

Líbia: Revolta do povo contra Kadhafi


A Líbia vive momentos de tensão devido à revolta do povo contra Muammar Kadhafi, no poder há mais de 40 anos. O ditador líbio diz que prefere "morrer como um mártir" a sair do país.
Oito portugueses que saíram hoje de Misurata chegam no domingo a Itália.
Os oito portugueses que saíram hoje de Misurata, terceira cidade líbia, num navio fretado pela empresa italiana onde trabalhavam, chegam no domingo a Catânia, na ilha italiana de Sicília, informou fonte do gabinete do secretário de Estado das Comunidades.
Os cidadãos portugueses viajam a bordo do navio San Giorgio, de pavilhão italiano, e à chegada à Catânia vão ter à sua espera pessoal da Embaixada de Portugal em Roma, acrescentou à agência Lusa a fonte.
Os oito portugueses trabalhavam para a empresa italiana Tecnomontagge.

Nova Zelândia: Terramoto que assolou Christchurch


foto@EPA/DAVID WETHEY
- Catedral Católica de Christchurch.
Destruição na Nova Zelândia
Pelo menos 65 pessoas morreram no terramoto que assolou a 22 de Fevereiro de 2011 a segunda maior cidade da Nova Zelândia, Christchurch. O campanário da catedral da cidade desabou e o edifício de seis andares da emissora de televisão regional ficou destruído. As ruas do centro ficaram cobertas de escombros.

Carnaval na Globo, uma beleza de espectaculo!

CARNAVAL BRASILEIRO 2011
///////////////////////////////////////////////


Assista ao carnaval, grátis, na TV Globo Internacional de 25/2 à 3/3.

CARNAVAL NA TV GLOBO.
UMA BELEZA DE ESPETÁCULO.


Veja a Globo em FREE PREVIEW na Rogers, de 25 de fevereiro à 3 de março.


VIVA O CARNAVAL NO BRASIL AO VIVO NA TV GLOBO INTERNACIONAL.
/////////////////////////////////////////////////
http://tvglobointernacional.globo.com/Index.aspx?id_regiao=1

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Kátia Guerreiro fez-se médica fadista


ENTREVISTA:
Kátia Guerreiro. "Passou-me pela cabeça ser freira"
Nasceu na África do Sul, cresceu nos Açores e fez-se médica fadista em Lisboa. Kátia Guerreiro celebra 10 anos de carreira.
Há 12 anos, Kátia Guerreiro estudava medicina e saltava em palco com uma banda rock. Agora, sentada no bar do Centro Cultural de Belém, veste de preto, tem o rosto maquilhado e usa brincos tradicionais. Aos 34 anos, a fadista médica prepara-se para celebrar 10 de carreira com um concerto, no Coliseu dos Recreios. Em entrevista ao i, recorda a infância nos Açores, a chegada a Lisboa e o dia em que, ainda desconhecida, foi referida nos jornais como o fantasma de Amália Rodrigues.

Como a devemos chamar: Kátia Guerreiro ou Dra. Kátia?
Kátia, claro (risos). Só me chamam doutora no hospital, embora haja quem goste de me chamar assim.
É fácil conciliar a medicina com o fado?
Exige uma ginástica muito grande. Este ano, decidi dedicar-me mais à minha carreira. Mas estou ansiosa por voltar à medicina. Faz-me muita falta, é parte de mim, comecei as duas carreiras ao mesmo tempo.
Nunca ponderou dedicar-se apenas a uma carreira?
De maneira nenhuma, não consigo. Agora estou a ajudar cirurgias na área de oftalmologia. Não tenho especialidade, mas essa é a área em que trabalho mais. Não fiz o internato complementar porque, na altura, estava com tantas oportunidades no fado que achei que seria injusto ocupar uma vaga. Fazia urgências hospitalares, três bancos por semana, em Évora, Viana do Alentejo, Montemor, Montijo. Uma correria.
Como reagem os seus doentes quando a identificam?
Há quem entre no consultório e já saiba quem sou. Outros são surpreendidos, não fazem a menor ideia de sou a fadista. Normalmente manifestam-se de forma muito simpática. Mas há quem tenha uma atitude avaliadora, numa expectativa do género "o que é que ela percebe disto, se passa a vida nas músicas?". As pessoas têm que ter confiança no seu médico, fazem sempre um juízo.
Quando decidiu ser médica?
No 11º ano, depois de muitos anos a pensar que ia ser veterinária. Reflecti seriamente e percebi que a minha vida ia ser dedicada aos outros. Como gostava muito de ciência, fui para medicina.
Nasceu na África do Sul, mas cresceu em São Miguel. Por que razão os seus pais quiseram emigrar para os Açores?
A minha mãe nunca se adaptou a África. E o meu pai, que era militar, estava na lista negra da Unita e do MPLA. Era um homem muito combativo e algo reaccionário. Mas era acima de tudo um humanista. Defendia o que era preciso, não olhando aos interesses de uns e outros, e isso não agradava a muita gente.
Mas era uma ameaça real?
Fomos avisados por um camarada de armas do meu pai. Foi ter com ele em segredo e disse-lhe: "É bom que agarres na tua família e te vás embora. Salva-te". E nessa mesma noite partiram sem dizer nada a ninguém. Fui nascer na África do Sul. Passados uns meses estávamos nos Açores.
Sair de um território tão vasto como África para viver numa ilha não deve ter sido fácil.
Os meus pais sentiram muito isso. Sair de África e ir para uma ilha é tremendo. Mas eu cresci de forma muito harmoniosa, tinha lá os meus avós, primos, tios. A minha mãe, como mulher de fé, achou que eu deveria ir para um colégio de freiras. Temos essa tradição na família, até tenho uma tia avó freira.
Vá lá que não lhe calhou a si esse destino.
Felizmente não. Mas passou-me pela cabeça ser freira, andava a ler livros da Madre Teresa de Calcutá. Teria sido outro destino, talvez fizesse um dueto com o Frei Hermano da Câmara.
Ou com o Padre Borga.
(Risos) Tenho muito respeito pelos dois.
Veio para Lisboa estudar. Sentiu uma diferença muito grande?
Vim para um lar. Tinha horários muito rígidos, não podia sair à noite. Ao fim de um ano, a minha mãe teve uma oportunidade de trabalho em Lisboa e perguntou-me o que eu achava. Disse-lhe logo para vir.
Uma opção diferente da maioria dos dos estudantes deslocados, que se deslumbram com a liberdade.
Antes com os meus pais do que numa casa de estudantes desconhecidos ou no lar: para sair à noite, tinha de dormir na casa da minha avó. E se chegasse atrasada cinco minutos ao jantar, já não podia comer.

E a música, onde aparece?
Aos 15 anos fiz parte de um rancho folclórico. Nessa altura, tive um primeiro contacto com o fado. Sempre que havia uma tertúlia, eu pedia para cantar o "Amar". Mais tarde, já em Lisboa, fundei a tuna médica.
E cantou numa banda rock.
Sim, os Charruas. Era uma banda de versões dos anos 70, que tinha tido bastante sucesso nessa época. Um dia viram-me cantar no casamento de uma prima e convidaram-me para me juntar a eles. Tinham todos idade para serem meus pais. Fiquei com os Charruas até começar no fado mais a sério. Tocávamos Janis Joplin, Led Zeppelin, Beatles, Bee Gees. Fartava-me de saltar em cima do palco.
O que não deixa de ser curioso para uma pessoa que se diz tímida.
Sempre fui muito tímida e não perdi a timidez por causa do rock. Mas puxava pelo público, as luzes mal me deixavam ver as pessoas, ficava mais à vontade. Sobre a minha timidez... (pausa). Isso explica-se?
Não sei... Aprendeu a contornar?
Comecei a acreditar mais nas minhas capacidades. O fado ajudou-me bastante a perceber-me e conhecer-me melhor. A essência dos meus sentimentos, a origem de tudo isto. Sou uma pessoa muito intensa emocionalmente, achava que era um bichinho estranho. O fado ajudou-me a perceber que não era a única, que era normal. Relaxei e ganhei mais confiança.
A estreia no Coliseu deve ter ajudado. Como foi possível a uma desconhecida cantar no primeiro aniversário da morte de Amália?
Foi graças ao João Braga, que tinha ouvido dizer que havia uma finalista de medicina que cantava muito bem. Nesse ano cruzei-me com algumas pessoas que me levaram à Taberna do Embuçado, onde conheci a dona, a Teresa Siqueira. Pediu-me para ir lá e quando cheguei estava cheio de gente importante ligada ao fado. A meio da noite acotovelaram-me para ir cantar.
Foi? Ficou nervosa?
Disse logo "agora não. Noutro dia sim, com a casa vazia". Mas lá fui, as pernas tremiam como varas verdes. Fiz como ainda hoje faço: pus as mãos atrás das costas, fechei os olhos e cantei. Quando acabei, o João Veiga agarrou-me no braço e mandou-me para o palco outra vez. Comecei a fazer espectáculos em empresas, nos intervalos do estudo. Fazia aquilo por graça. No dia em que acabei o curso, o João Braga ligou-me para ir ao Coliseu. Um dia depois do espectáculo saiu uma crítica num jornal a dizer que o fantasma de Amália tinha pairado sobre o Coliseu, por causa da minha voz.
O que sentiu?
Achei que era uma total irresponsabilidade de quem assinava o artigo. Mas foi a partir desse espectáculo que tudo começou. Nunca decidi nada, deixei as coisas acontecerem.
Foi mandatária para a juventude na candidatura de Cavaco Silva. Nunca temeu que isso pudesse prejudicar a sua carreira?
Pensei, era a pergunta que se impunha. Acontece que antes de ser artista sou uma cidadã com direito às suas escolhas. E na minha reflexão, a primeira coisa que me ocorreu foi que acreditava muito na pessoa, no homem e no estadista. Não havia razões para ter medo. Se eu respeito os outros, serei respeitada pelas minhas opções. Mas não é bem assim.
Passou por alguma situação desagradável?
Tive pessoas que vieram ter comigo e disseram: "Sabe, tive de voltar a gostar de si. Quando apareceu ao lado daquele homem, deixei de a ouvir."
É próxima do Presidente da República?
Agora já não vai lá a casa, mas acho que quando deixar de ser Presidente volta. Há cinco anos, no meu aniversário, foi lá. Quando chegou, ficou tudo mais formal, embora ele ainda não tivesse tomado posse. Pôs toda a gente à vontade: atrás dele caiu um quadro e ele disse: "Pronto, foi o primeiro atentado contra o Presidente da República. Desatou tudo a rir. É uma pessoa muito acessível, só que é muito tímido. Ele dizia-me que se pudesse queria era trabalhar no seu escritório, no seu cantinho.
Deu também a cara pelo movimento contra o Interrupção Voluntária da Gravidez. Não arriscou demasiado?
Sei de artistas que deram a cara pelo "não" e que ficaram sem trabalho. Do outro lado da barricada, duvido que isso tivesse acontecido. Sou uma mulher muito corajosa, se cair um bocadinho levanto-me. Achei que tinha esse direito e dever e que seria possível uma discussão mais séria. Houve muita manipulação política. Fui naive.
Está a celebrar dez anos de carreira. Como é olhar para trás?
Foram dez anos de muitas surpresas, nunca preparei nada disto. Nunca tive uma máquina de marketing, nunca precisei de me vender, isso deixa-me orgulhosa.
Está a preparar alguma coisa de especial para o Coliseu?
Vou ter duetos em palco, todos inéditos: com João Braga, Ricardo Ribeiro e a Simone de Oliveira, com quem gravei um dueto que sairá depois do espectáculo no Coliseu. Um espectáculo elegante e sóbrio, como os últimos dez anos.
Onde se imagina daqui a dez anos?
Não faço planos para a vida. Ela tem planos para mim.
fonte: i

Liga Europa: Benfica e Braga apurados, Sporting eliminado


Festa encarnada na Alemanha : ESTUGARDA, 0 - BENFICA, 2
Adeus tradição, olá 'oitavos'!
A primeira vitória de sempre do Benfica na Alemanha resultou na confirmação do apuramento para os oitavos de final da Liga Europa. A equipa portuguesa vai jogar contra o Paris Saint Germain na próxima ronda europeia.
O Benfica conseguiu o apuramento para os oitavos-de-final da Liga Europa ao vencer pela primeira vez na Alemanha (2-0). Salvio e Cardozo marcaram os golos no Mercedes Benz Arena. O Benfica já leva 16 vitórias consecutivas.
Salvio e Cardozo voltaram a marcar esta quinta-feira pelo Benfica e, desta feita, dois golos que ficam para a história: além de confirmarem a passagem dos encarnados aos oitavos-de-final da Liga Europa, confirmam a primeira vitória da história das águias em solo alemão.
Depois do 2-1 conseguido na Luz, o Benfica entrou para a partida frente ao Estugarda com mais gás e aos 7’ já Gaitán mostrava arte: de fora da área, o esquerdino tentou surpreender Ziegler e quase fazia um golaço, não fosse o alemão ter ido a tempo de desviar para canto com a ponta dos dedos.
O Benfica entrou desinibido no jogo e, ao invés, o Estugarda não conseguia assumir o jogo como lhe competia, em função da desvantagem averbada na primeira parte da eliminatória.
O homem do golo alemão na Luz, Harnik, foi o autor da única jogada de perigo dos alemães no primeiro tempo e proporcionou uma excelente intervenção a Roberto, que sacudiu para canto um remate bem colocado.
O Benfica dominava e à passagem da meia hora Salvio abriu o activo. Um mau alívio da defesa alemã colocou a bola à entrada da área, Salvio não se fez rogado e disparou a bomba, com a bola a entrar no canto direito da baliza à guarda de Ziegler.
Nem a vantagem confortável na eliminatória fez o Benfica descansar no segundo tempo e uma grande jogada do ataque encarnado, com Aimar a servir Jara, quase dava o 2-0. Ziegler voltou a estar em grande plano.
O alemão era a figura do jogo e pelas piores razões foi forçado a abandonar o relvado, depois de um choque violento com Gaitán. Lesionado com gravidade, o guarda-redes alemão foi de imediato transportado para o hospital.
Foi sempre um Benfica com sinal mais e antes de Cardozo fazer o 2-0 já Luisão tinha falhado escandalosamente e Ulreich tinha feito a defesa da noite.
Mas aos 78’, Ulreich nada pôde fazer perante um remate muito bem colocado de Cardozo. Na marcação de um livre, o paraguaio atirou primeiro a um poste, a bola foi depois para o outro e acabou por se anichar no fundo da baliza do Estugarda.
A eliminatória termina com um esclarecedor 4-1 no somatório das duas mãos e é mais uma prova do excelente momento que os campeões nacionais atravessam nesta fase, somando já 16 vitórias consecutivas e não conhecendo outro resultado senão a vitória em 2011.
Nos oitavos-de-final, o Paris Saint Germain será o adversário dos encarnados. A 10 de Março, a primeira-mão, jogada na Luz, e a 17 de Março com a deslocação ao terreno do PSG.

Não há duas sem três: SPORTING, 2 - RANGERS, 2
Rangers eliminam Sporting pela terceira vez
Arreganho dos visitantes até ao fim ditou apuramento, frente a um Sporting que, na competição, apenas sofreu uma derrota, em casa, frente ao Brondby, na primeira mão dos play-offsRangers eliminam Sporting pela terceira vez.
Um golo sofrido nos descontos custou hoje ao Sporting a algo imerecida eliminação da Liga Europa, com um empate a duas bolas, frente ao Glasgow Rangers.
O norte-americano Maurice Edu confirmou a terceira eliminação dos leões pelos escoceses, depois dos desaires em 1971/72 e em 2007/08, ao empatar, já em período de compensação, com os escoceses a beneficiarem do melhor resultado fora.
O senegalês El Hadji Diouf inaugurou o marcador, aos 20 minutos, mas o Sporting deu a volta ao resultado, por Pedro Mendes, que marcou, aos 42, à sua antiga equipa, e de Yannick Djaló, aos 83, antes de Edu "gelar" o Estádio José Alvalade, com um inoportuno golo dois minutos para lá dos 90.
O Rangers, numa demonstração de eficácia extrema, fez o golo na primeira descida à baliza leonina, por Davis, pela direita, que cruzou com conta, peso e medida para a cabeça de Diouf, sem a oposição dos centrais, que eram dois: Polga e Torsiglieri.
Sem que a qualidade do futebol leonino melhorasse, Pedro Mendes, com um remate colocado de fora da área, fez a bola entrar rasteira junto ao poste esquerdo da baliza de McGregor, empatando a partida e a eliminatória.
Apesar de os leões terem entrado para o segundo tempo com a determinação de marcar, só o lograram aos 83 minutos, um cabeceamento de Djaló, correspondendo a um excelente cruzamento de João Pereira.
A eliminação surgiu aos 90+2, com uma rápida descida pela direita dos escoceses, de que saiu um cruzamento rasteiro e atrasado, que Edu converteu, como poderia ter sido outro dos três companheiros já posicionados à frente da defesa dos leões.
SC BRAGA, 2 - LECH POZNAN, 0
Sporting de Braga garante oitavos de final
O Sporting de Braga confirmou esta quinta-feira a superioridade sobre os polacos do Lech Poznan, com um triunfo 2-0 que o apurou para os oitavos de final da Liga Europa de futebol, em que vai defrontar o Liverpool.
Alan (oito minutos) e Lima (36) fizeram os golos dos "arsenalistas", que, depois de terem perdido 1-0 na Polónia, em relvado coberto de neve, mostraram ser mais fortes individual e coletivamente.
O Lech Poznan não compete para o campeonato desde novembro e isso nota-se nas rotinas e consistência do campeão polaco, frente a um conjunto minhoto com outro andamento e entrosamento.
A equipa de Domingos Paciência junta-se assim a FC Porto (afastou o Sevilha) e Benfica (eliminou o Estugarda) nos "oitavos", fase em que não vai estar o Sporting, que baqueou no último minuto frente ao Glasgow Rangers.
A noite poderia complicar-se para o Sporting de Braga se, logo ao quinto minuto, Stilic tem a pontaria afinada: teve o mérito na antecipação ao central, mas falhou no desvio ao cruzamento mortífero de Krivets.
Melhor eficácia tiveram os "arsenalistas", pois, na resposta, em lance de insistência, Alan recarregou com sucesso uma defesa incompleta de Kotorowski a remate de Lima.
O Lech foi voluntarioso, mas pouco mais. Abriu brechas atrás que Hélder Barbosa (36) aproveitou para assistir Lima para o 2-0, em plena área na zona frontal.
Os forasteiros só perto do intervalo se voltaram a mostrar, mas Artur opôs-se ao disparo de Djurdjevic e depois foi Bosacki que, de cabeça e de costas para a baliza, quase surpreendeu.
O segundo tempo revelou um Lech Poznan mais audaz, atitude com a qual os bracarenses se deram mal, revelando alguma desconcentração: o contra-ataque não saia, valendo o facto da permissividade na defesa não ser aproveitada pelo opositor.
Hugo Viana, com Lima liberto na esquerda, optou por rematar, à figura. No minuto seguinte, Custódio tentou um "chapéu" longo, mas o guarda-redes recuperou a tempo.
Pouco depois a defesa lusa foi ultrapassada com uma tabela simples e Kikut cruzou, com o corte de Artur Moraes a sair enrolado, mas o guarda-redes foi rápido e remediou o erro, impedindo que a bola entrasse.
A expulsão de Kikut (86), por entrada dura, parecia acabar de vez com as esperanças dos polacos, mas foi no último minuto regulamentar que tiveram as melhores oportunidades.
Primeiro, Rudnevs (autor do golo em Poznan), na cara de Artur, ainda não percebeu como o guarda-redes desviou o seu remate para canto e, no seguimento deste, Wilk, de fora da área, atirou com estrondo à trave.

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Liga Europa: FC Porto apurou-se para os ''oitavos''


FC PORTO, 0 - SEVILHA, 1
FC Porto carimba passaporte para "oitavos-de-final"
Falcao até atirou à barra, Hulk desperdiçou golos, mas foi o regressado Fabiano a marcar e a assustar o Dragão. O Sevilha venceu por um golo, com 2-2 na eliminatória, valendo ao Porto os golos fora nesta prova da UEFA.
O FC Porto perdeu, esta quarta-feira, por 0-1 mas a vantagem que trouxe de Sevilha por 1-2, na primeira mão, faz com que seja a equipa portuguesa a passar aos oitavos de final da Liga Europa.
A derrota por 1-0 nesta segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa, juntamente com a vantagem de 2-1 alcançada em Espanha na primeira volta permite ao FC Porto seguir em frente na prova e defrontar os russos do CSKA nos oitavos de final da Liga Europa.
O FC Porto dominou praticamente os primeiros 70 minutos de jogo, até ao golo do Sevilha, dando a entender que a equipa espanhola chegou ao Porto com a estratégia de adormecer o Dragão para depois apunhalá-lo nos minutos finais.
Com Falcao no ataque e Alvaro Pereira na defesa, o FC Porto ganhou outra mobilidade, permitindo que o seu jogo fosse mais fluido e dinâmico.
No primeiro tempo, o FC Porto enviou uma bola à barra, num cabeceamento de Falcao (que regressou à competição um mês depois) ao minuto 33 e, dois minutos antes, Alvaro Pereira testou a atenção do guardião Javi Varas com um remate colocado enviado fora da área.
Nota ainda para o descuido do árbitro Howard Webb que assinalou falta a Alexis sobre Hulk perto da grande área e esqueceu-se de mostrar o segundo cartão amarelo, e consequente cartão vermelho, ao defesa do Sevilha.
Nos primeiros minutos do segundo tempo, o relvado do Estádio do Dragão pareceu estar inclinado em direcção à grande área de Sevilha, tal era a pressão ofensiva do FC Porto sobre o Sevilha.
Falcao, João Moutinho e Hulk estiveram muito perto de marcar mas deixaram as celebrações para o adversário quando Luís Fabiano fez o golo para o Sevilha. Ao minuto 70, Negredo isolou Luís Fabiano na área e o brasileiro rematou cruzado para o fundo da baliza portista, sem hipóteses de defesa para Helton.
A vencer por 0-1, os sevilhanos apostaram tudo dentro de campo, colocando a maior parte dos seus jogadores no lado adversário para tentar empatar a eliminatória. Este espaço permitiu ao FC Porto atacar em velocidade mas a eficácia não quis nada com a formação azul e branca.
Os corações azuis e brancos só descansaram quando o juiz da partida apitou para o final do encontro. Um grande jogo de futebol entre duas grandes equipas mas que deu a sensação que a equipa azul e branca podia ter goleado o Sevilha.
O Estádio do Dragão apresentou-se quase cheio esta quarta-feira à tarde, mesmo sendo um horário difícil para os trabalhadores, mostrando que os adeptos portistas acreditam na carreira dos Dragões nesta Liga Europa.

Informação Desportiva dos Açores:


Os Marítimos de S. Mateus a um passo do título de campeão da ilha Terceira.
CAMPEONATOS REGIONAIS DE FUTEBOL:
CAMPEONATO DE SÃO MIGUEL:
Águia dos Arrifes aumenta vantagem
O Águia dos Arrifes derrotou o Mira Mar por 3-0, e aumentou a vantagem na liderança do campeonato de São Miguel, para quatro pontos de avanço sobre o Rabo de Peixe e Vitória Clube à passagem da 13ª. jornada.
O GD São Roque bateu o Vitória CPP pela margem mínima, enquanto em Rabo de Peixe a equipa local derrotou o Vale Formoso por 3-0, e subiu ao segundo posto na tabela alcançando os mesmos pontos que a equipa do Pico da Pedra que desceu para a terceira posição.
Em Nordeste em jogo de últimos o união local levou a melhor sobre o Bota Fogo, ao vencer por 1-0, mas continuam no último lugar, agora a um ponto do penúltimo classificado.
Resultados da 13ª. jornada:
São Roque, 1 - Vitória CPP, 0
Águia Desp., 3 - Mira Mar, 0
Rabo Peixe, 3 - Vale Formoso, 0
U. Nordeste, 1 - Bota Fogo, 0
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPA ............ J V E D GM-S P
1º Águia Desp. ......13 8 4 1 29 -13 28
2º Rabo Peixe ......13 8 0 5 29 -19 24
3º Vitória CPP....... 13 7 3 3 25 -17 24
4º São Roque ........13 7 2 4 22 -16 23
5º Mira Mar ........13 6 2 5 14 -17 20
6º Vale Formoso... 13 3 3 7 13 -22 12
7º Bota Fogo .......13 3 0 10 17 -34 9
8º U. Nordeste ......13 2 2 9 9 -20 8
14ª. Jornada - 02/27/2011:
Mira Mar - GD São Roque
Vale Formoso - Águia Desp.
Bota Fogo - Rabo de Peixe
Vitória CPP - U. Nordeste
CAMPEONATO DA TERCEIRA:
Os Maritimos mais um passo rumo ao título
Na tarde quente do ultimo Domingo realizou a primeira jornada da quarta volta do Campeonato Ilha Terceira, onde o Maritimos líder do Campeonato recepcionava o Boavista da Ribeirinha terceiro classificado. O Maritimos chega a esta partida sabendo que em caso de vitória e de uma eventual derrota do Juventude Lajense, poderia desde já fazer a festa. Por seu turno o Boavista chega vindo de uma derrota nas Lajes perante a equipa local e que retirou aos pupilos de Nuno Janeiro a hipótese de continuar a sonhar com o titulo. Foi uma partida nem sempre bem disputada e com muitas interrupções, com naturalidade se chegou ao intervalo com um nulo no marcador. No segundo tempo a toada da partida manteve-se, mas de grande penalidade o Maritimos acabou por chegar ao tento da vitória. No outro encontro o Lajense bateu por 4-2, o Barreiro de Porto Judeu e mantêm-se na corrida.
Resultados da 16ª. jornada:
Maritimos, 1 - Boavista CR, 0
Juv. Lajense, 4 - SC Barreiro, 2
Folgou: GD Fontinhas
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS .............. J V E D GM-S P
1º Os Maritimos ........13 8 5 0 26 - 9 29
2º Juv. Lajense .........13 6 4 3 19 -14 22
3º Boavista CR .........13 4 4 5 17 -18 16
4º SC Barreiro ...........13 2 5 6 16 -20 11
5º GD Fontinhas .........12 2 2 8 14 -31 8
17ª. jornada - 02-27-2011:
SC Barreiro - Os Marítimos
GD Fontinhas - Juv. Lajense
Folga: Boavista da Ribeirinha.
CAMPEONATO DA GRACIOSA:
Sporting de Guadalupe é já campeão

O Sporting de Guadalupe é já campeão da Graciosa. Os leões conquistaram o campeonato a três jornadas do fim.
Depois do empate entre Graciosa e Maritimo, o Sporting de Guadalupe foi à Luz já em ambiente de festa. Aos 3 minutos os leões já tinham acertado no ferro da baliza contrária e falhado uma grande penalidade. Os golos da vitória por duas bolas a zero foram apontados por Vasco.
Resultados da 16ª. jornada:
GD Luzense, 0 - Sp. Guadalupe, 2
Graciosa FC, 1 - SC Maritimo, 1
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS ...............J V E D GM-S P
1º Sp. Guadalupe ......16 12 3 1 36 -17 39
2º SC Marítimo .........16 9 3 4 33 -18 30
3º GD Luzense .........16 3 4 9 20 -32 13
4º Graciosa FC .......16 0 6 10 12 -34 6
17ª. jornada - 02-27 -2011:
SC Marítimo - GD Luzense
Sp. Guadalupe - Graciosa FC
CAMPEONATO DE SÃO JORGE:
Desportivo Velense é o Campeão de S. Jorge

Ainda com mais três jornadas para disputar do campeonato de futebol sénior em São Jorge, a equipa do Desportivo Velense sagrou-se campeão de São Jorge após derrotar o Marítimo por 1-0.
Embora faltando essas três jornadas a satisfação já reina no clube pela título, mais um para o clube que agora pela voz do diretor de futebol deverá recuperar para as próximas provas que se avizinham.
A equipa do Desportivo Velense vai agora disputar e uma vez mais, o apuramento à SérieAçores de futebol, frente ao campeão da Graciosa, já apurado Guadalupe, e o campeão da Terceira, que ao que tudo indica será o Marítimos de São Mateus, apuramento que tem início a 03 de Abril.
Resultados da 10ª. jornada:
Marítimo Vel., 5 - Urzelinense, 1
Desp. Velense, 2 - FC Calheta, 1
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS .............. J V E D GM-S P
1º Desp. Velense ........10 9 0 1 27 - 6 27
2º Maritimo Vel. ........10 5 2 3 21 -15 17
3º FC Calheta ...........10 3 3 4 18 -17 12
4º FC Urzelinense .......10 0 1 9 10 -37 1
11ª. Jornada - 02-27-2011:
FC Calheta - Marítimo Vel.
Urzelinense - Desp. Vel.ense
CAMPEONATO - FAIAL/PICO (AFH)
Fayal Sport é o virtual campeão da AFH
O Fayal Sport é o virtual campeão da associação de futebol da Horta em seniores vencendo hoje o Grupo Desportivo Cedrense por dois zero, no outro encontro na ilha do Pico o Lajense venceu o Flamengos por cinco dois.
Ao vencer o Cedrense por duas bolas a zero (bis de Pedro Soares), o Fayal Sport conquistou o seu 22º título de Campeão da AF Horta, assegurando a subida à III Divisão Nacional Série Açores, no entanto a sua participação na mesma ainda é uma incógnita, em virtude do Estádio da Alagoa não possuir as medidas adequadas para receber jogos do Nacional e por isso não é um dado totalmente adquirido que esta subida se venha a concretizar, no entanto o título este já ninguém o tira, vencendo com todo o mérito este campeonato.
Vitória justa do Fayal Sport, que assim sagrou-se campeão, restando ainda duas jornadas para o terminus do campeonato (seguindo-se depois a Taça AF Horta), recebendo na próxima jornada o Lajense (que venceu o Flamengos por 5-2) e depois para encerrar a prova, os novos campeões da AF Horta deslocam-se ao Vale para defrontar o Flamengos.
Resultados da 19ª. jornada:
GD Feteira, 2 - GD Cedrense, 0
Fayal Sport, 2 - Desp. Lajense, 1
Folgou: FC Flamengos.
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS .............. J V E D GM-S P

1º Fayal Sport ......... 15 11 3 1 20 - 9 36
2º Flamengos ...........15 8 1 6 24 -23 25
3º Desp. Lajense ......15 5 3 7 32 -22 18
4º Cedrense............ 16 5 2 9 17 -26 17
5º GD Feteira ..........15 4 1 10 10 -24 13
20ª. Jornada - 02-27-2011:
Desp. Lajense - GD Feteira
FC Flamengos - Fayal Sport
Folga: GD Cedrense.

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Campeonato Nacional da II Divisão - Zona Sul:


Foto DI - Torreense, 3 - Praiense, 2
CAMPEONATO DA 2ª. DIVISÃO - ZONA SUL:
Madalena empatou, Praiense perdeu
Praiense está cada vez mais longe da manutenção
A afundar-se cada vez mais está o Praiense que na jornada vinte perdeu (3-2) ingloriamente no terreno do Torreense, no último minuto do tempo de compensação. A equipa da Praia da Vitória mantém-se no último lugar da zona Sul da II divisão e a permanência começa a ganhar contornos de miragem.
Invencível em casa permanece o Madalena que frente ao difícil Pinhalnovense empatou a dois golos, resultado que sabe a pouco tendo em conta que os forasteiros empataram nos descontos. Mesmo assim, a formação de Vítor Móia mantém o quarto lugar mas pode vir a ser igualada pelo Operário se os fabris vencerem o Juventude de Évora, jogo que foi adiado devido a um surto de gripe que afectou o plantel fabril.
Metade do plantel do Operário de quarentena devido a gripe
O plantel do Operário, às ordens de Francisco Agatão, está reduzido a metade, uma vez que dez jogadores se encontram em casa, em período de quarentena, devido a um surto de gripe. O jogo deste domingo em Évora foi adiado
O guarda-redes Armindo, os defesas Kay e Jorginho, e os médios Bruno Melo, Josi e Mezenga estão em repouso total e sob medicação a recuperar em casa, prevendo-se o regresso destes elementos ao trabalho somente na próxima quarta-feira.
“Os atletas foram observados pelo médico e aconselhados a tomar medicação e ficar em repouso absoluto em casa para que recuperem da gripe que os debilitou. Pelo menos até à próxima quarta-feira”, disse o presidente do clube.
Resultados da 20ª jornada:
AD Mafra, 3 - Casa Pia, 0
At. Reguengos, 2 - Atlético, 3
Louletano, 2 - Carregado, 3
Madalena, 2 - Pinhalnovense, 2
Real Massamá, 3 - Lagoa, 1
Juventude Évora - Operário (a)
Oriental, 0 - Farense, 2
Torreense, 3 - Sp. Praiense, 2
CLASSIFICAÇÃO
Pos. Equipa ..........J V E D GM-S P
1º Atlético CP .........20 14 6 0 35-14 48
2º Torreense .........20 12 4 4 26-15 40
3º AD Mafra ...........20 11 6 3 38-26 39
4º FC Madalena .....20 10 4 6 24-17 34
5º Operário Desp......19 8 7 4 29-25 31
6º Juv. Évora ..........19 7 8 4 17-13 29
7º Pinhalnovense..... 20 7 7 6 24-24 28
8º At. Reguengos... 20 9 1 10 28-29 28
9º Carregado .........20 8 4 8 30-31 28
10º Louletano ........20 6 8 6 24-23 26
11º Oriental .............20 6 7 7 25-26 25
12º Farense .............20 3 10 7 17-23 19
13º Real Massamá .. 20 4 5 11 17-24 17
14º Casa Pia ............20 4 4 12 22-36 16
15º Lagoa ................20 3 4 13 12-23 13
16º SC Praiense ........20 2 5 13 16-35 11
Próxima jornada (21ª) 27 Fev. 2011:
Praiense - AD Mafra
Casa Pia - At. Reguengos
Atlético CP - Louletano
Carregado - FC Madalena
Pinhalnovense - Real
Lagoa - Juventude Évora
Operário (Aç) - Oriental
Farense - Torreense

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Campeonato Nacional da III Divisão - Série Açores:


Angrense sai de Água de Pau com liderança consolidada.
CAMPEONATO DA 3.ª DIVISÃO - SÉRIE AÇORES:
Vitórias de Lusitânia e Boavista fecham contas na série Açores
A uma jornada do final da primeira fase estão definidos os dois grupos. Lusitânia e Boavista confirmaram o favoritismo. Angrense distanciou-se do Santiago.
A penúltima jornada da primeira fase do campeonato da III divisão, série Açores, definiu os dois grupos que vão disputar a segunda fase da competição, pelo que a derradeira ronda, a disputar na próxima semana, não terá atractivos especiais, pelo menos no que à luta por lugar no grupo da vanguarda diz respeito.
Estavam em aberto duas vagas e quem dependia apenas de si confirmou as posições que ocupava. O Lusitânia, terceiro classificado, precisava do empate no confronto caseiro com o União Micaelense mas a vitória por 2-1 foi a cereja no topo do bolo numa época acima das melhores expectativas.
O colectivo de Manuel da Costa confirmou a permanência directa e relegou os unionistas para uma luta a cinco – o Vitória está praticamente condenado à despromoção e é apenas uma questão matemática até ver confirmada a descida – que promete grande entusiasmo.
Já o Boavista precisava vencer para confirmar o quarto lugar e o acesso à discussão pela subida na segunda fase. Os axadrezados da ilha do Pico não sentiram dificuldades de maior para derrotar o frágil Vitória, retirando não só ao União Micaelense, mas também ao Vilanovense, as poucas esperanças que ainda lhes restavam na conquista de uma vaga no vagão da frente.
Porém, o Vilanovense nem fez pela vida pois a derrota caseira frente ao Sporting Ideal (0-3) foi a sua sentença para adiar para segundas núpcias a permanência na III divisão. E a fuga à despromoção promete porque três equipas estão empatadas com 21 pontos depois do Prainha juntar-se ao União Micaelense e Vilanovense com o triunfo sobre o Capelense por 3-1.
Nesta corrida a cinco pela permanência, o Sporting Ideal foi a equipa que melhores proveitos colheu ao vencer na Vila Nova de forma categórica. Apesar de permanecer em posição de descida, a turma da Ribeira Grande trocou de posição com o Capelense e ainda não perdeu sob o comando técnico do presidente/treinador, Hernâni Costa.
As outras duas equipas do grupo de Campeão são o Angrense que venceu em Água de Pau o Santiago por 2-1, e sai com a liderança consolidada para a segunda fase.
Resultados da 17ª. jornada:
Vilanovense, 0 - Sporting Ideal, 3
Prainha FC, 3 - Capelense SC, 1
Santiago FC, 1 - SC Angrense, 2
SC Lusitânia, 2 - U. Micaelense, 1
Boavista S.M., 3 - Vitória Pico, 0
CLASSIFICAÇÃO:
L Equipa ............... J V E D GM-S P
1º SC Angrense .....17 11 3 3 32 -15 36
2º Santiago FC .......17 8 7 2 21 -13 31
3º SC Lusitânia ......17 8 6 3 28 -15 30
4º Boavista S.M..... 17 7 7 3 23 -15 28
5º Prainha FC ........17 5 6 6 14 -15 21
6º U. Micaelense ....17 5 6 6 19 -23 21
7º Vilanovense ......17 6 3 8 18 -30 21
8º Sporting Ideal ....17 5 4 8 24 -26 19
9º Capelense SC .... 17 4 5 8 21 -27 17
10º Vitória Pico ......17 0 5 12 7 -28 5
18ª. Jornada - 27/02/2011:
Capelense - Vilanovense
SC Angrense - Prainha FC
U. Micaelense - Santiago
Vitória Pico - SC Lusitânia
Sp. Ideal - Boavista S.M.

Liga Zon Sagres: Benfica vence em Alvalade


Benfica vence em Alvalade e continua na perseguição ao FC Porto.
SPORTING, 0 - BENFICA, 2
Benfica vence em Alvade ao ritmo de tango
O Benfica foi a Alvalade vencer o Sporting no grande «derby» de Lisboa (2-0), voltando a colocar-se a oito pontos do líder FC Porto. Salvio (15 minutos) e Gaitán (63) fizeram os golos dos encarnados, que fizeram toda a segunda parte reduzidos a 10 jogadores, devido a expulsão de Sidnei.
O SL Benfica venceu o Sporting por 2-0, em jogo a contar para a 20.ª jornada da I Liga. Salvio e Gaitan marcaram os golos do SL Benfica num jogo tenso nas bancadas.
Na visita ao rival de Alvalade, o SL Benfica somou um importante triunfo frente ao Sporting por 2-0. Ambas as equipas sabiam que não podiam perder pontos e valeu a Jorge Jesus a qualidade técnica dos jogadores encarnados, frente a um Sporting com algumas debilidades estruturais, para conquistar os três pontos.
Sem Carriço no onze inicial, o Sporting tentou dominar o SL Benfica na primeira parte tentando anular as peças criativas dos encarnados. Carlos Martins jogou de início e foi o cérebro das operações ofensivas do SL Benfica.
A equipa de Jorge Jesus jogou na poupança, não fazendo uma pressão alta nos jogadores com bola do Sporting, ao contrário de outros jogos.
O Sporting tentava chegar à baliza de Roberto através da velocidade de Yannick Djaló mas os ataques leoninos eram inconsequentes. O SL Benfica aproveitou a falta de objectividade do Sporting, e aos 15’ minutos adiantou-se no marcador por intermédio de Salvio. O extremo argentino abriu o marcador após o cruzamento na esquerda de Nico Gaitan que Cardozo não aproveitou. Na sobra, o argentino surgiu no lado direito e fez o 1-0.
Aos 32’ minutos, Yannick tentou agitar o marcador com um remate de longe com bastante perigo para a baliza de Roberto, mas a bola saiu para fora.
Na bancada da Juve Leo, a sul do Estádio de Alvalade, voaram cadeiras e a policia tentou acalmar os ânimos, que estão descontrolados. Tochas foram arremessadas para o relvado no início do encontro, mas os ânimos exaltaram-se depois de o Benfica ter marcado o primeiro golo.
Perante esta reacção o corpo de intervenção foi chamado e ao subir à bancada efectuou várias cargas sobre os adeptos que tentaram ripostar.
O Sporting não se dava por vencido e aos 38’ minutos Matías Fernández introduz a bola na baliza de Roberto. O árbitro anulou o golo ao avançado português por fora-de-jogo assinalado pelo fiscal de linha.
Antes do intervalo, Sidnei foi expulso por acumulação de amarelos depois de cometer uma falta sobre Yannick.
O SL Benfica foi para intervalo a vencer por 1-0 mas com menos um jogador em campo.
No segundo tempo, Jorge Jesus colocou Jardel e retirou Saviola.
A jogar em inferioridade numérica, a equipa encarnada jogou muito mais coesa e com os sectores mais próximos, o que dificultou as tarefas ofensivas do Sporting.
Mesmo assim, o Sporting esteve perto do golo aos 53’ minutos. Matías ganhou um ressalto à entrada da área e, já no coração na área, rematou para defesa de Roberto. Yannick, na recarga, rematou ao lado.
O médio chileno era neste período o jogador mais inconformado com o resultado e aos 58´minutos tentou bater Roberto de cabeça. A bola foi para fora.
Num livre de Carlos Martins, aos 62’ minutos, o SL Benfica ampliaria a vantagem para 2-0. Gaitán rematou de primeira, após cruzamento de Martins, e a bola desvia em Polga, traindo Rui Patrício.
Com o resultado em 2-0, o SL Benfica geriu o resultado até ao final do jogo. A equipa de Jorge Jesus saiu de Alvalade com os três pontos e manteve a distância de oitos pontos para o líder FC Porto.

Liga Orangina: Santa Clara venceu o Feirense


Santa Clara segura segundo triunfo consecutivo frente ao Feirense.
LIGA ORANGINA 2010/2011:
SANTA CLARA, 2 - FEIRENSE, 1
Açorianos fogem da linha de água
O Santa Clara somou este domingo o segundo triunfo consecutivo na Liga Orangina e afastou-se dos lugares "perigosos", ao vencer em casa o "10" do Feirense por 2-1, em encontro da 18.ª jornada.
Com este resultado, os açorianos colocaram-se cinco pontos acima da "linha de água", enquanto o conjunto de Santa Maria da Feira, sem Moisés (expulso) desde os 41 minutos, não se conseguiu aproximar dos primeiros lugares.
A primeira ocasião de golo pertenceu à equipa da casa, aos cinco minutos, quando um cruzamento de Alex fez bater a bola no poste direito e, na recarga, o guarda-redes Paulo Lopes salvou, perante Gabi.
Oito minutos depois, numa confusão na área do Feirense, Moreira também teve uma boa possibilidade, mas levou algum tempo para rematar e, aos 38, foi a vez de Pacheco e Gabi desperdiçarem.
Ainda antes do intervalo, o árbitro Cosme Machado mostrou o cartão vermelho direto a Moisés, por agressão a Ilic, e expulsou o delegado da formação do Feirense por palavras dirigidas ao quarto árbitro.
Na segunda parte, o Feirense entrou em campo com uma postura mais defensiva, mas o Santa Clara continuou a demonstrar que queria marcar.
Aos 66 minutos, surgiu o anunciado golo do Santa Clara: depois de um canto, Ilic subiu junto ao primeiro poste e marcou de cabeça, aproveitando a desatenção da defensiva contrária.
Na resposta, aos 72 minutos, Roberto ainda ameaçou a baliza de Filipe Mendes, mas foi a equipa da casa que aumentou a vantagem, aos 80, por Renan, depois de uma jogada entre Pacheco e Vítor Alves e de um erro de Paulo Lopes.
A três minutos do final, o Feirense reduziu a desvantagem, através de um livre de André Fontes, que o guarda-redes Filipe Mendes não conseguiu segurar.
Os forasteiros ainda tentaram até final salvar um ponto, mas o Santa Clara logrou segurar a preciosa vantagem, somando a sexta vitória na prova.
Estádio de S. Miguel, em Ponta Delgada.
Árbitro:
Cosme Machado (Braga).
Equipas:
Santa Clara: Filipe Mendes, Diogo Silva, Vítor Alves, Ilic, Nélson, Pacheco, Alex, Dias, Gabi (Renan, 61), Monteiro (Platini, 90) e Moreira (Bruno Monteiro,76).
Suplentes: Ney, Brigues, Edgar, Platini, Tó Miguel, Bruno Monteiro e Renan).
Feirense: Paulo Lopes, Ricardo Machado (Mika, 70), Luciano, Elvis, Serginho, Siaka Bamba, Diogo Cunha (Carlos Fonseca, 49), Thiago Freitas (André Fontes, 56), Gonçalo Abreu, Moisés e Roberto.
Suplentes: Marco Sousa, Mika, Ludovic, Diogo Fonseca, André Fontes, Sténio e Carlos Fonseca).
Ao intervalo: 0-0.
Marcadores: 1-0, Ilic, 66 minutos; 2-0, Renan, 80; 2-1, André Fontes, 8
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Ilic (70) e Pacheco (90+1). Cartão vermelho direto para Moisés (41).
Assistência: Cerca de 300 espetadores.

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Festas do Senhor Santo Cristo 2011


Festas do Senhor Santo Cristo - De 26 de Maio a 02 de Junho.
Irmandade do Senhor Santo Cristo define mensagem de reflexão para festividades
E O SENHOR TÃO PERTO DE NÓS!
Ponta Delgada, São Miguel, Açores
- Segundo nota de imprensa a Irmandade do Senhor Santo Cristo dos Milagres definiu como mensagem de reflexão para as festividades que decorrerão no próximo mês de Maio, a frase simbólica:… E O SENHOR TÃO PERTO DE NÓS!
Pretende a Irmandade, com esta iniciativa, relevar e valorizar a importância da Fé, nestes dias difíceis, e sempre, junto dos devotos e peregrinos do Senhor Santo Cristo dos Milagres que, de ano para ano, se abrem à acção de graças.
De acordo com a mesma fonte, a veneranda Imagem do Ecce Homo, que representa Cristo Vivo no Seu sofrimento pela humanidade, vai voltar às ruas da cidade, cumprindo-se, assim, e uma vez mais, uma tradição de mais de três séculos. E, junto do povo que A ama afirma-se, de novo, pela esperança e pela contemplação, um sinal da bondade divina que encaminha tantos e tantos corações para aquela Paz que só Deus pode dar.
A Imagem do Senhor Santo Cristo dos Milagres é, assim, um sinal da presença de Deus! …E O SENHOR TÃO PERTO DE NÓS!
As grandiosas festas em honra do Senhor Santo Cristo dos Milagres vão realizar-se, em Ponta Delgada, entre os dias 26 de Maio e 2 de Junho, sendo, este ano, presididas pelo Cardeal William Levada, Perfeito da Congregação para a Doutrina da Fé, que correspondeu a um convite que lhe foi endereçado pelo Reitor do Santuário do Senhor Santo Cristo dos Milagres, Monsenhor Agostinho Tavares.
No sítio na Internet da Irmandade do Senhor Santo Cristo dos Milagres www.santo-cristo.com está já disponível, para consulta, uma versão actualizada do programa provisório das maiores festas religiosas da Região Autónoma dos Açores.
Como habitualmente, os pontos altos das festividades são a Mudança da Veneranda Imagem, no sábado, dia 28 de Maio, a Vigília, a Solene Concelebração Eucarística e a grandiosa Procissão pelas ruas de Ponta Delgada, no domingo, dia 29. Do programa festivo destacam-se, ainda, os tradicionais arraiais, concertos e arrematações.

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Liga Europa: Boa prestação das equipas portuguesas


SEVILHA, 1 - FC PORTO, 2
FC Porto voltou a ser feliz em Sevilha (2-1)
O FC Porto venceu esta quinta-feira o Sevilha por 2-1, no Ramón Sanchéz Pizjuán, voltando a ser feliz na cidade onde conquistou a Taça UEFA na época 2002/03.
Invictos na prova, os dragões estão lançados para os oitavos-de-final da Liga Europa.
A vitória caiu para o lado do FC Porto, mas poderia ter sorrido também ao Sevilha. O jogo foi aberto e proporcionou ocasiões de golo para as duas equipas.
Rolando colocou os azuis-de-brancos em vantagem aos 58 minutos, dando o melhor seguimento a um livre milimétrico de James Rodríguez.
Respondeu o Sevilha com um golo de Kanouté, ao minuto 66, também na sequência de um livre para a área.
A equipa andaluz empolgou-se com o tento da igualdade e obrigou o FC Porto a passar por momentos de aperto. Helton respondeu à altura.
Com o adversário lançado para o ataque, os dragões, letais, voltaram a adiantar-se no marcador com um golo de Guarín, a cinco minutos dos 90.
A segunda mão disputa-se na próxima quarta-feira, dia 23, no Estádio do Dragão.
No final da partida, André Villas Boas estava satisfeito com o resultado e com a exibição da equipa, deixando no entanto uma aviso para o segundo jogo, onde o Sevilha pode criar dificuldades na eliminatória.
BENFICA, 2 - ESTUGUARDA, 1
Afinal o susto estava guardado para o Benfica
O Benfica venceu o Estugarda por 2-1, em partida da 1ª mão do 16 avos-de-final da prova. No entanto foi a equipa germânica que marcou primeiro, e chegou ao intervalo a vencer. Só na segunda parte os "encarnados" deram a volta ao resultado, mas não ganharam para o susto.
Harnik fez aos 21 minutos o golo do Estugarda, que colocou em sentido o Benfica, que entrara em campo um pouco apático.
Só na segunda parte é que os "encarnados" se conseguiram superiorizar à equipa alemã.
Aos 70 minutos Oscar Cardozo fez o empate num bom movimento, que terminou com um remate que não deu hipotéses ao guarda-redes do Estugarda, que voltaria a ser batido 11 minutos depois, com Franco Jara a rematar de longe e fazendo um golo de belo efeito, que acabou por dar a vitória aos campeões nacionais.
O Benfica pode ainda queixar-se da arbitragem, que no final da primeira parte não assinalou uma falta do guarda-redes do Estugarda sobre Fábio Coentrão.
No final da partida, Jorge Jesus mostrou-se mais surpreendido pela entrada apática da sua equipa, do que pela entrada do Estugarda.
O treinador do Benfica, considerou que a segunda parte da sua equipa foi fantástica.
Jorge Jesus garantiu ainda que o Benfica vai marcar golos na Alemanha, no jogo da 2ª mão dos 16 avos-de-final da Liga Europa.
No entendimento de Luisão, foi um jogo de grande qualidade entre duas boas equipas.
GLASGOW RANGERS, 1 - SPORTING, 1
Sporting continua a funcionar na Europa
A equipa de Paulo Sérgio foi a Glasgow empatar a um golo com o Rangers, ficando em vantagem na eliminatória dos 16 avos-de-final da Liga Europa.
O Sporting entrou no Ibrox Stadium com o objectivo de esquecer os maus resultados no campeonato português, e que conseguiu. Os "leões" estiveram muito perto de fazer golo, por diversas vezes, mas tal não viria a acontecer.
Na segunda parte o Sporting apareceu transfigurado, para pior. E Whittaker fez aos 66 minutos o golo do Glasgow Rangers.
O Sporting conseguiu no entanto chegar ao empate no jogo, e à vantagem na eliminatória, quando João Pereira assistiu na perfeição Matías Fernandez, que de cabeça fez o golo aos 89 minutos.
No final da partida, Paulo Sérgio, o treinador do Sporting, afirmou que o Sporting fez um bom jogo, apesar de em alguns momentos o Sporting ter perdido o controlo da partida, e acrescentou que os jogadores do Sporting se entregaram ao jogo."
LECH POZNAN, 1 - SP. BRAGA, 0
Braga perde 1-0 na neve da Polónia, mas mantém a esperança
A equipa de Domingos Paciência conseguiu adiar a decisão da eliminatória da Liga Europa, para o jogo da 2ª mão.
Apesar da derrota com o Lech Poznan, os minhotos acabaram por conseguir um resultado positivo, já que a partida foi jogada num relvado cheio de neve.
Rudnevs fez aos 71 minutos o golo que deu a vitória à equipa de Bakero.
Apesar desta derrota o Sporting de Braga tem a possibilidade de seguir em frente na competição, trazendo a decisão da eliminatória para o jogo a realizar em Portugal.
No final da partida, Domingos paciência estava satisfeito com a sua equipa, apesar do erro infantil que deu a vitória à equipa polaca. O treinador da equipa minhota acredita que tudo vai ser resolvido em Braga, afirmando que a sua equipa pode conseguir eliminar o Lech Poznan.

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Informação Desportiva dos Açores:


CAMPEONATOS REGIONAIS DE FUTEBOL:
CAMPEONATO DE SÃO MIGUEL:
Águia Desportivo vence S. Roque e continua isolado
Resultados da 12ª. jornada:
São Roque, 2 - Águia CD, 4
Vale Formoso, 1 - U. Nordeste, 0
Bota Fogo, 0 - Vitória P. Pedra, 2
Mira Mar, 2 - Rabo de Peixe, 1
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPA ............. J V E D GM-S P
1º Águia CD ........12 7 4 1 26 -13 25
2º Vitória CPP ......12 7 3 2 25 -16 24
3º Rabo Peixe ......12 7 0 5 26 -19 21
4º São Roque ........12 6 2 4 21 -16 20
5º Mira Mar .........12 6 2 4 14 -14 20
6º Vale Formoso .....12 3 3 6 13 -19 12
7º Bota Fogo .........12 3 0 9 17 -33 9
8º U. Nordeste ......12 1 2 9 8 -20 5
13ª. Jornada - 02/20/2011:
São Roque - Vitória P. Pedra
Águia Desportivo - Mira Mar
Rabo de Peixe - Vale Formoso
U. Nordeste - Bota Fogo
CAMPEONATO DA TERCEIRA:
Juv. Lajense bateu o Boavista da Ribeirinha
Resultados da 15ª. jornada:
Juv. Lajense, 2 - Boavista CR, 1
GD Fontinhas, 1 - SC Barreiro, 1
Folga: Os Marítimos.
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS .............. J V E D GM-S P
1º Os Maritimos ........12 7 5 1 25 - 9 26
2º Juv. Lajense .........12 5 4 3 15 -12 19
3º Boavista CR .........12 4 4 4 17 -17 16
4º SC Barreiro ...........12 2 5 5 14 -16 11
5º GD Fontinhas ......12 2 2 8 14 -31 8
16ª. jornada - 02-20-2011:
Os Maritimos - Boavista CR
Juv. Lajense - SC Barreiro.
Folga: GD Fontinhas.
CAMPEONATO DA GRACIOSA:
Sporting de Guadalupe a dois pontos do título
O Sporting de Guadalupe bateu o Marítimo por 2-1 e está a 2 pontos do titulo. No clássico de Santa Cruz, que abriu a 15ª jornada do campeonato, os leões só garantiram a vitória no periodo de compensação.
O Marítimo marcou primeiro a 10 minutos do fim por Luís Filipe e, quando o campeonato parecia relançado, Amunike empatou e resolveu com dois golos aos 86 e 93 minutos.
No final do encontro teve inicio a festa verde branca já que, dos 9 pontos ainda possiveis, o Guadalupe precisa apenas de 2 para chegar ao titulo.
No domingo o encontro entre o Graciosa e o Desportivo Luzense, realizado no Campo de Jogos de Guadalupe, terminou com um empate a duas bolas.
O jogo ficou marcado por duas expulsões no Luzense (Célio e Tiago Romeiro) e uma no Graciosa (Pedro Arruda). O treinador Fernando Correia também recebeu ordem de expulsão do árbitro Pedro Silva, aos 90 minutos.
Ortins abriu o activo para o Luzense e o Graciosa beneficiou de um auto-golo de Pedro Salvador para chegar ao empate ainda antes do intervalo. Isidro Lima voltou a colocar o Luzense em vantagem na transformação de uma grande penalidade e Cesar Silva fixou o resultado.
Resultados da 15ª. jornada:
GD Luzense, 2 - Graciosa FC, 2
Marítimo, 1 - Sp. Guadalupe, 2
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS ............. J V E D GM-S P
1º Sp. Guadalupe ....15 11 3 1 34 -17 36
2º SC Marítimo ........15 9 2 4 32 -17 29
3º GD Luzense .........15 3 4 8 20 -30 13
4º Graciosa FC ........15 0 5 10 11 -33 5
16ª. jornada - 02-20-2011:
GD Luzense - Sp. Guadalupe
Graciosa FC - SC Maritimo
CAMPEONATO DE SÃO JORGE:
Desportivo Velense é o Campeão 2010-2011
O Grupo Desportivo Velense é o campeão de São Jorge a três jornadas do fim.
No derby das Velas entre dois rivais o Desportivo Velense levou a melhor e venceu por 1-0.
No outro encontro o FC Calheta venceu o Urzelinense por duas bolas a zero, e aproximou-se do Maritimo.
Ainda com mais três jornadas para disputar do campeonato de futebol sénior em São Jorge, a equipa do Desportivo Velense sagrou-se campeão de São Jorge após derrotar o Marítimo por 1-0.
Embora faltando essas três jornadas a satisfação já reina no clube pela título, mais um para o clube que agora pela voz do diretor de futebol deverá recuperar para as próximas provas que se avizinham.
A equipa do Desportivo Velense vai agora disputar e uma vez mais, o apuramento à Série Açores de futebol, frente ao campeão da Graciosa, já apurado Guadalupe, e o campeão da Terceira, que ao que tudo indica será o Marítimos de São Mateus, apuramento que tem início a 03 de Abril.
Resultados da 9ª. jornada:
Marítimo Vel., 0 - Desp.Velense, 1
FC Calheta, 2 - FC Urzelinense, 0
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS ............ J V E D GM-S P
1º Desp. Velense ....... 9 8 0 1 24 - 5 24
2º Maritimo Vel........ 9 4 2 3 16 -14 14
3º FC Calheta ...........9 3 3 3 17 -15 12
4º FC Urzelinense....... 9 0 1 8 9 -32 1
10ª. Jornada - 02-27-2011:
Marítimo Vel. - Urzelinense
Desp. Velense - FC Calheta
CAMPEONATO - FAIAL/PICO (AFH):
Fayal Sport é o virtual campeão da A.F.Horta
O Fayal Sport é o virtual campeão da associação de futebol da Horta em seniores vencendo hoje o Grupo Desportivo Cedrense por dois zero, no outro encontro na ilha do Pico o Lajense venceu o Flamengos por cinco dois.
Ao vencer o Cedrense por duas bolas a zero (bis de Pedro Soares), o Fayal Sport conquistou o seu 22º título de Campeão da AF Horta, assegurando a subida à III Divisão Nacional Série Açores, no entanto a sua participação na mesma ainda é uma incógnita, em virtude do Estádio da Alagoa não possuir as medidas adequadas para receber jogos do Nacional e por isso não é um dado totalmente adquirido que esta subida se venha a concretizar, no entanto o título este já ninguém o tira, vencendo com todo o mérito este campeonato.
Vitória justa do Fayal Sport, que assim sagrou-se campeão, restando ainda duas jornadas para o terminus do campeonato (seguindo-se depois a Taça AF Horta), recebendo na próxima jornada o Lajense (que venceu o Flamengos por 5-2) e depois para encerrar a prova, os novos campeões da AF Horta deslocam-se ao Vale para defrontar o Flamengos.
Resultados da 18ª. jornada:
GD Cedrense, 0 - Fayal Sport, 2
CD Lajense, 5 - FC Flamengos, 2
Folga: GD Feteira.
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS ............ J V E D GM-S P
1º Fayal Sport .......14 10 3 1 18 - 8 33
2º Flamengos .........15 8 1 6 24 -23 25
3º CD Lajense .........14 5 3 6 32 -20 18
4º Cedrense .............15 5 2 8 17 -24 17
5º GD Feteira .......14 3 1 10 8 -24 10
19ª. Jornada - 02-20-2011:
GD Feteira - GD Cedrense
Fayal Sport - CD Lajense
Folga: FC Flamengos.