terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Pico-Açores: Corrida dos Reis a 30 de Janeiro


Na Ilha do Pico - Açores
Corrida dos Reis a 30 de Janeiro de 2011
A 21ª Corrida dos Reis, está marcada para o dia 30 de Janeiro de 2011, mais tarde do que é habitual, em virtude da realização das eleições presidenciais, que obrigaram a que a organização e a Federação Portuguesa de Atletismo marcassem essa data como sendo a oficial, integrada que está no calendário da CNEC – Comissão Nacional de Estrada e Corta-Mato.
Sendo considerada como uma das provas que melhor recebe os atletas, a Corrida dos Reis prepara-se para iniciar um novo ciclo da sua existência e que a tornaram num dos mais importantes e apetecíveis eventos desportivos da Região Autónoma dos Açores.
As inscrições estão abertas até ao último dia de Dezembro e estão limitadas aos lugares dos voos que a organização providencia todos os anos para a ligação com o Continente, sendo certo que a Ilha do Pico, uma das maravilhas naturais de Portugal, tudo fará para deixar uma marca inesquecível a uma prova que é mais que uma corrida. É uma festa.
VENASSA FERNANDES E ROSA MOTA FORAM CONVIDADAS
As conhecidas e internacionais atletas olimpicas portuguesa, Vanessa Fernandes e Rosa Mota, foram convidadas para participar na 21ª Corrida dos Reis do Pico.

29º. Aniversário do Vasco da Gama C.C. Inc.


Cônsul Geral de Portugal e Presidente da Câmara de Brampton destacam trabalho da colectividade.
VASCO DA GAMA CULTURAL CENTER OF BRAMPTON INC.
Comemora o 29º Aniversário com um jantar de gala
O Vasco da Gama Cultural Center de Brampton festejou no passado sábado (23), a passagem do seu 29º Aniversário com um jantar gala alusivo à efeméride.
A noite teve início com as boas-vindas da direcção do Vasco da Gama, apresentadas pelo mestre de cerimónia Manuel Alexandre (relações públicas do Vasco da Gama), que procedeu a uma pequena oração de graças antes do jantar ser servido.

No final, Manuel Alexandre voltou à ribalta e deu a conhecer os trabalhos que o Centro tem oferecido à comunidade o longo dos anos, como os programas para os membros da terceira idade que continuam a juntar-se todas as terças e quinta-feiras entre as 10h00 e as 15h00 no salão do Vasco da Gama. A colectividade também já lecionou aulas de cidadania, que tiveram como resultado onde a graduação de cerca de novecentos novos luso-canadianos. Depois foram apresentados os convidados de honra.

O Cônsul Geral de Portugal em Toronto, Dr. Júlio Vilela, que pela primeira vez se deslocou oficialmente a Brampton, congratulou o Vasco da Gama C.C., e seus directores pela passagem do 29º aniversário e pela presença lusa-canadiana na cidade de Brampton. Em seguida, foi chamada a re-eleita presidente da Câmara Municipal, Susan Fennel, que enalteceu a valiosa presença da comunidade portuguesa na cidade das flores, considerando que a mesma é uma comunidade trabalhadora com laços familiares muito fortes entreajuda. A autarca fez-se acompanhar com uma placa do município de Brampton, com a sua foto e assinatura, que ofereceu à colectividade à qual deu os parabéns.
O presidente do Centro, Basilio Medeiros, não fez uma intervenção muito longa, em virtude de se encontrar engripado, tendo agradecidoas às entidades e aos luso-canadianos por terem aderido ao convite para celebrarem mais um aniversário do Vasco da Gama.
Susan Fennel e, Júlio Vilela juntaram-se aos membros da direcção para partir o bolo de aniversário.

Na parte do entertenimento a surpresa da noite coube ao par de dançarinos, Asley Pereira & Joseph Cruz que dançaram dois números e convidaram Susan Fennel e Júlio Vilela para um alegre pé de dança, os quais, não se saíram nada mal.
O Duo Som-Luso com Nelson Câmara e o vocalista Carlos Borges animou o serão com música variada que serviu os presentes aqueceramm, numa noite fria com os termómetros a marcarem -15º C.
Perto da meia-noite foi servido o bolo de aniversário e champanhe a todos os convivas.
Foram vendidas rifas para o sorteio de uma pintura entre outros prémios valiosos.
A direcção do Vasco da Gama, lembra que em Abril haverá novas eleições para eleger a nova direcção.

A actual direcção é composta por oito membros apenas, que são os seguintes:
Presidente: Basílio Medeiros
Presidente da Assembleia Geral: Carlos Silva
1ª. Tesoureira: Isabel Mota
2ª. Tesoureira: Silvana Silva
Secretária/Decoradora: Ana Medeiros
Vogal: Jose Lindo
Relações Públicas: Manuel Alexandre
Directora da Terceira Idade: Maria Santos
Esta direcção saíu recentemente com um pequeno boletim informativo mensal, para informar a comunidade portuguesa dos seus eventos e noticias.
O próximo evento está marcado para o dia 12 de Fevereiro, com a 'Festa de São Valetim' com jantar e baile abrilhantado pelo conjunto ''Tropical 2000''.
Parabéns ao Vasco da Gama Cultural Centre, antigo Portguese Community Center Of Brampton.
Texto e fotos de: João G. Silva.

Informação Desportiva dos Açores


FUTEBOL REGIONAL:
CAMPEONATO DE SÃO MIGUEL:
Vitória do Pico da Pedra sobe á liderança

Resultados da 8ª Jornada
Rabo de Peixe, 3 - U. Nordeste, 1
Mira Mar, 2 - Vitória P. Pedra, 0
Águia Desp., 3 - Bota Fogo, 1
São Roque, 0 - Vale Formoso, 0
Resultados da 9ª. jornada:
Vitória CPP, 2 - Rabo Peixe, 1
U. Nordeste, 0 - Águia CD, 0
Bota Fogo, 2 - São Roque, 3
Vale Formoso, 0 - Mira Mar, 0
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPA .........J V E D GM-S P
1º Vitória CPP ......9 6 1 2 20 -13 19
2º Rabo Peixe...... 9 6 0 3 22 -14 18
3º Águia CD...... 9 5 3 1 17 - 8 18
4º São Roque.... 9 5 2 2 18 -10 17
5º Mira Mar ....9 4 1 4 10 -12 13
6º Vale Formoso 9 2 3 5 10 -16 8
7º Bota Fogo ....9 2 0 7 14 -28 6
8º U. Nordeste.. 9 1 1 7 8 -18 4
10ª. Jornada - 01/30/2011:
Águia CD - Rabo de Peixe
São Roque - U. Nordeste
Mira Mar SC - Bota Fogo
Vale Formoso - Vitória CPP
CAMPEONATO DA TERCEIRA:
Os Marítimos aumentam vantagem
Resultados da 11ª. jornada:
Boavista CR, 2 - Os Marítimos, 4
SC Barreiro, 3 - Juv. Lajense, 1
Folga: GD Fontinhas.
Resultados da 12ª. jornada:
Os Maritimos, 1 - SC Barreiro, 0
Juv. Lajense, 5 - GD Fontinhas, 2
Folgou: Boavista Ribeirinha.
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS ........J V E D GM-S P

1º Os Maritimos ....10 6 4 1 19 - 8 22
2º Juv. Lajense ....10 4 3 3 12 -10 15
3º Boavista CR ....9 3 3 3 13 -13 12
4º SC Barreiro.... 10 2 3 5 12 -14 9
5º GD Fontinhas ..9 2 1 6 12 -23 7
13ª. jornada - 01-31-2011:
GD Fontinhas - Os Maritimos
SC Barreiro - Boavista Rib.
Folga: Juventude Lajense.
CAMPEONATO DA GRACIOSA:
Sporting de Guadalupe segue isolado
Resultados da 12ª. jornada:
Graciosa FC, 0 - GD Luzense, 1
Sp. Guadalupe, 2 - Maritimo, 1
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS .........J V E D GM-S P
1º Sp. Guadalupe ....12 8 3 1 25 -14 27
2º SC Marítimo..... 12 7 2 3 26 -15 23
3º GD Luzense.... 12 3 3 6 17 -24 12
4º Graciosa FC ..12 0 4 8 8 -23 4
13ª. jornada - 01-30-2011:
Sp. Guadalupe - GD Luzense
SC Maritimo - Graciosa FC
CAMPEONATO DE SÃO JORGE :
Desportivo Velense lidera destacado
Resultados da 6º jornada:
Maritimo, 1 - Desp. Velense, 3
Urzelinense, 1 - FC Calheta, 4
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS .........J V E D GM-S P
1º Desp. Velense .....6 5 0 1 15 - 3 15
2º FC Calheta ......6 2 3 1 11 - 9 9
3º Maritimo Vel.... 6 2 2 2 11 -10 8
4º FC Urzelinense.. 6 0 1 5 8 -23 1
7ª. Jornada - 01-30-2011:
FC Urzelinense - Maritimo
FC Calheta - Desp. Velense
CAMPEONATO (AFH) - FAIAL/PICO:
Fayal Sport a um passo de sagrar-se campeão
Resultados da 14ª. jornada:
GD Cedrense, 3 - GD Feteira, 0
Desp. Lajense, 4 - Fayal Sport, 0
Folgou: FC Flamengos.
Resultados da 15ª. jornada:
GD Feteira, 2 - Desp. Lajense, 1
Fayal Sport, 1 - FC Flamengos, 0
Folgou: GD Cedrense.
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS ........J V E D GM-S P
1º Fayal Sport .....12 9 2 1 16 - 8 29
2º Flamengos .....12 6 1 5 16 -18 19
3º CD Lajense ....12 4 3 5 24 -14 15
4º Cedrense ....12 4 2 6 13 -16 14
5º GD Feteira ..12 3 0 9 8 -21 9
16ª. Jornada - 01-30-2011:
GD Cedrense - Desp. Lajense
GD Feteira - FC Flamengos
Folga: Fayal Sport.
TAÇA ILHA TERCEIRA - MEIAS-FINAIS:
Angrense e Vilanovense em vantagem
Taça Ilha Terceira: Angrense (3-0 nas Fontinhas) e Vilanovense (4-1 na receção ao Lajense) confirmam favoritismo.
MEIS-FINAIS - RESULTADOS - 1ª. MÃO:
GD Fontinhas, 0 - Angrense, 3
Vilanovense, 4 - Juv. Lajense, 1
TAÇA ILHA GRACIOSA:
Cambalhota no pódio
O Sp. Guadalupe bateu o Marítimo por duas bolas a uma e garantiu o 1º lugar da 1ª fase da Taça Ilha Graciosa. Os leões estavam 2 pontos atrás do adversário e tinham de ganhar para subir ao primeiro lugar.
Nas meias-finais marcadas para 26 e 27 de Fevereiro o Sporting de Guadalupe recebe o GD Luzense e o SC Marítimo terá como adversário o Graciosa FC.
Resultados da 1ª jornada:
Sp. Guadalupe, 3 - GD Luzense, 1
SC Marítimo, 3 - Graciosa FC, 0
Resultados da 2ª. jornada:
Graciosa FC 2 - Sp. Guadalupe 2
GD Luzense, 1 - SC Maritimo, 3
Resultados da 3ª. jornada:
Graciosa FC, 2 - GD Luzense, 0
SC Maritimo, 1 - Sp. Guadalupe, 2
CLASSIFICAÇÃO:
1º. Sp. Guadalupe .. 7 pontos
2º. SC Maritimo ..... 6
3º. Graciosa FC ..... 4
4º. GD Luzense ...... 0
TAÇA ILHA DE SÃO JORGE:
Desp. Velense garantiu 1º lugar
Terminado a 1ª. fase da taça da Ilha, o Desportivo Velense garantiu o 1º lugar da 1ª. fase.
Nas meias-finais o Desportivo Velense recebe o ultimo classificado e o Maritimo o 3º classificado.
Resultados da 1ª jornada.
FC Calheta, 1 - Desp. Velense, 2
Maritimo Vel., 5 - Urzelinense, 1
Resultados da 2ª. jornada:
Desp. Velense, 1 - Urzelinense, 1
Maritimo Vel., 2 - FC Calheta, 2
Resultados da 3ª. jornada:
Maritimo Vel, 0 - Desp. Velense, 1
FC Urzelinense - FC Calheta (a)
CLASSIFICAÇÃO:
1º. Desportivo Velense . 7 pontos
2º. Marítimo Velense .... 4
3º. FC Calheta ............. 1
4º. FC Urzelinense ....... 1

Campeonato da III Divisão - Série Açores:


Lusitânia derrotou o Prainha (2-0)e está mais próximo da manutenção directa.
CAMPEONATO DA 3ª. DIVISÃO – SÉRIE AÇORES:
Angrense mantém liderança isolado
Grupo que vai discutir a subida na série Açores começa a ficar definido
Angrense, Lusitânia e Santiago venceram os respectivos encontros da 13.ª jornada e têm bilhete quase garantido para a segunda fase. Quarta e última vaga está envolta em grande discussão.
À medida que a primeira fase do campeonato da III divisão, série Açores, aproxima-se do final, começam a compor-se os lugares que dão acesso ao grupo dos primeiros, composto por quatro equipas, aquele que na segunda fase vai discutir a subida à II divisão nacional.
O Angrense mantém a liderança isolada, agora com 27 pontos, depois de passar com distinção na sempre difícil deslocação ao recinto onde joga o União Micaelense. Os golos de Flávio e Magina deram aos terceirenses os três pontos e colocaram-nos a salvo de qualquer sobressalto classificativo.
Missão cumprida também para Lusitânia e Santiago que com tarefas teoricamente difíceis superiorizaram-se aos opositores. Os leões de Angra do Heroísmo distanciaram-se daquele que era o quarto classificado, Prainha, com vitória por 2-0 e os pauenses cimentaram o terceiro lugar com triunfo difícil na Ribeira Grande, diante do Sporting Ideal.
Se a jornada foi produtiva para os três primeiros, também o foi para o Capelense que tirando partido das derrotas do Prainha e do Vilanovense (2-1 no recinto do Boavista de São Mateus) aproximou-se da quarta posição – está agora a escassos dois pontos dos axadrezados do Pico – após derrotar o Vitória por 2-1, dando a volta à desvantagem inicial com golos de Paulo César e Tequila.
Resultados da 12ª. jornada:
Santiago FC, 2 - SC Lusitânia, 2
Prainha FC, 0 - Boavista S.Mateus , 0
Vilanovense, 3 - Vitória do Pico, 2
Capelense, 0 - U. Micaelense, 0
Angrense, 2 - Sporting Ideal, 0
Resultados da 13ª. jornada:
Sporting Ideal, 0 - Santiago, 1
SC Lusitânia, 2 - Prainha FC, 0
Boavista S.M., 2 - Vilanovense, 1
Vitória Pico, 1 - Capelense, 2
U. Micaelense, 0 - Angrense, 2
CLASSIFICAÇÃO:
L Equipa ............J V E D GM-S P
1º SC Angrense ....13 8 3 2 27 -12 27
2º SC Lusitânia ....13 7 5 1 24 -10 26
3º Santiago FC ....13 6 6 1 16 -10 24
4º Boavista S.M... 13 4 6 3 14 -13 18
5º Prainha FC ......13 4 5 4 8 - 9 17
6º Capelense ......13 4 4 5 19 -19 16
7º Vilanovense ....13 4 3 6 14 -23 15
8º U. Micaelense ..13 3 5 5 11 -17 14
9º Sporting Ideal ..13 3 3 7 15 -19 12
10º Vitória Pico ...13 0 4 9 6 -22 4
14ª. Jornada - 01/30/2011:
Prainha FC - Santiago FC
SC Vilanovense - Lusitânia
Capelense - Boavista S.M.
Angrense - Vitória do Pico
U. Micaelense - Sp. Ideal

CAMPEONATO DA 2ª. DIVISÃO - ZONA SUL:


CAMPEONATO DA 2ª. DIVISÃO - ZONA SUL:
Atl. Reguengos, 1 - Operário, 2
Tiago Jorge segurou a eficácia de Fabrício
Guarda-redes do Operário defendeu uma grande penalidade quando o resultado ainda estava em 1-0. Os dois golos de Fabrício deram os três pontos aos fabris. Forte sentido de entre-ajuda permitiu segurar a vantagem quando em inferioridade numérica.
O Operário regressou às vitórias no campeonato da II divisão com um saboroso triunfo no terreno do Atlético de Reguengos em partida da 16.ª jornada, a primeira da segunda volta da competição. A equipa de Francisco Agatão reagiu da melhor forma ao desaire sofrido na ronda anterior, em Mafra, e recuperou três importantes pontos.
Os lagoenses entraram praticamente a vencer pois aos três minutos Fabrício abriu o marcador, oportuno como sempre, obrigando os locais a correrem atrás do prejuízo e a deixarem espaços nas costas para os fabris explorarem a velocidade dos seus atacantes no contra-ataque.
Reagiu o Atlético de Reguengos à desvantagem e aos 17 minutos poderia ter empatado numa grande penalidade Barry tentou converter mas que Tiago Jorge, chamado à titularidade na ausência do castigado Armindo, defendeu. A defesa do guarda-redes deu ainda mais confiança aos colegas e aos 27 minutos Fabrício, de cabeça, elevou a contagem para 2-0 e conferiu maior tranquilidade ao colectivo.
Sem nada a perder, os visitados pressionaram e reduziram para 2-1 em cima do intervalo com um golo de Monzelo, mas durante os segundos 45 minutos o Operário revelou grande espírito de união para segurar a magra vantagem, mesmo em inferioridade numérica depois da expulsão de Bruno Melo ao minuto 77.
Operário e Madalena venceram , Praiense volta a perder
O Operário regressou às vitórias no campeonato da II divisão com um saboroso triunfo no terreno do Atlético de Reguengos em partida da 16.ª jornada, a primeira da segunda volta da competição. A equipa de Francisco Agatão reagiu da melhor forma ao desaire sofrido na ronda anterior, em Mafra, e recuperou três importantes pontos.
Guarda-redes do Operário defendeu uma grande penalidade quando o resultado ainda estava em 1-0. Os dois golos de Fabrício deram os três pontos aos fabris.
O FC Madelena venceu em casa o Torreense por 1-0, e ocupa o 4º lugar na tabela com 29 pontos, sendo a melhor equipa açoriana neste escalão, com mais dois pontos que Operário que segue na quinta posição. O Praiense sofreu nova derrota deste vez em évora frente ao Juventude local, e ocupa a última posição na tabela com 8 pontos.
Resultados da 16ª jornada:
Atlético CP, 2 - Carregado, 0
Casa Pia, 2 - Pinhalnovense, 0
AD Mafra, 2 - Lagoa, 1
At. Reguengos, 1 - Operário, 2
Louletano, 1- SC Farense, 1
FC Madalena, 1 - Torreense, 0
Real Massamá, 0 - Oriental, 1
Juventude Évora, 1- Praiense, 0
CLASSIFICAÇÃO
Pos. Equipa....... J V E D GM-S P
1º Atlético CP .....16 10 6 0 25- 9 36
2º Torreense .....16 9 3 4 20-12 30
3º AD Mafra .....16 8 6 2 28-22 30
4º Madalena ....16 9 2 5 20-13 29
5º Operário .....16 7 6 3 26-22 27
6º Pinhalnovense.. 16 7 5 4 18-15 26
7º Juv. Évora.. 16 6 6 4 16-13 24
8º At. Reguengos. 16 7 1 8 21-22 22
9º Louletano..... 16 5 7 4 19-18 22
10º Oriental .....16 5 6 5 20-22 21
11º Carregado .....16 5 4 7 22-24 19
12º Casa Pia .....16 4 4 8 19-26 16
13º Lagoa ......16 3 3 10 11-17 12
14º Farense .....16 1 9 6 13-21 12
15º Real Massama.16 3 3 10 12-20 12
16º Praiense .....16 1 5 10 10-24 8
Próxima jornada (17ª) 2011-01-30
Praiense - Atlético CP
Carregado - Casa Pia
Pinhalnovense - Mafra
Lagoa - At. Reguengos
Operário (Aç) - Louletano
Farense - FC Madalena
Torreense - Real Massamá
Oriental - Juventude Évora

Liga Orangina: Sta. Clara perde em Trofa


LIGA ORANGINA 2010/2011:
TROFENSE, 3 - SANTA CLARA, 2
Nildo carimba liderança
O Trofense venceu este sábado o Santa Clara, por 3-2, em jogo referente à 15.ª jornada da Liga Orangina, disputado na Trofa, colocando-se na liderança da prova.
O Trofense alcançou a liderança isolada da Liga Orangina na última jornada da primeira volta, depois de vencer o Santa Clara por 3-2.
Serginho deu vantagem aos comandados de Porfírio Amorim, mas os açorianos responderam por intermédio de Platini e Diogo Silva e foram para o intervalo a vencer por 2-1.
No segundo tempo, Filipe Gonçalves empatou para a equipa da Trofa e o resultado final, favorável aos nortenhos, foi estabelecido por Nildo a 15 minutos do final.
O Trofense lidera a prova com 26 pontos, mais um que a Oliveirense, que ocupa a segunda posição.
O Santa Clara, que não vence desde a 10.ª jornada (1-0 contra o Estoril), procurava o primeiro triunfo fora de portas, enquanto o Trofense necessitava de voltar aos bons resultados em casa e de aproveitar a perda de pontos de adversários diretos, como o Feirense (perdeu 2-1 em Matosinhos) ou o Arouca (empate, 2-2, com o Freamunde).
Jogo no Estádio do CD Trofense, na Trofa
TROFENSE
: Marco, João Dias, Pedro Ribeiro, Varela, Igor, Filipe Gonçalves (Nikiema, 74), Tiago, Serginho (Licá, 81), Nildo, Zé Manel e Bahin (Reguila, 46).
SANTA CLARA: Filipe Mendes, Vítor Alves, Diogo Silva, Ilic, Nélson, Jeferson, Gabi (Pacheco, 81), Platini (Renato, 73), Alex (Fajardo, 62), Renan e Moreira.
Marcadores: 1-0, Serginho, 25 minutos; 1-1, Platini, 32; 1-2, Diogo Silva, 41; 2-2, Filipe Gonçalves, 50 e 3-2, Nildo, 76
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Platini (43), Zé Manel (44) e Pacheco (86).
Assistência: Cerca de 1000 espectadores.

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Taça da Liga: Sporting,FC Porto e Benfica venceram


Sporting 4 - Penafiel 0
'Leão' rebate crise com goleada
Sporting voltou a jogar apenas durante 45' - neste caso, a 2ª Metade. Perante uma plateia de nem 10 mil espectadores em Alvalade, os "verde-e-brancos" garantiram, praticamente, o apuramento para as meias-finais da Taça da Liga. Um empate diante do Estoril, na última jornada, será suficiente para alcançar esse objectivo.
O Sporting goleou o Penafiel (4-0), esta quinta-feira, em jogo da 2ª Jornada do Grupo D da 3ª Fase da Taça da Liga e ficou a apenas um ponto de distância do apuramento para as meias-finais da prova.
No primeiro jogo oficial depois da demissão de José Eduardo Bettencourt, os "leões" voltaram a jogar apenas durante 45'. Foi, ainda assim, o suficiente para derrotar uma equipa duriense que se revelou sempre um osso duro de roer.
Os comandados e Paulo Sérgio apenas conseguiram chegar ao golo já perto do intervalo, e graças a um erro colossal do guarda-redes Márcio Ramos, que perdeu a bola para Liedson, com o "Levezinho" a entregar para João Pereira e este a finalizar perante a baliza deserta (43').
Na 2ª Metade, Sporting e Penafiel proporcionaram um espectáculo bem mais agradável do que nos primeiros 45' e, havendo mais espaço para jogar, as duas equipas dispuseram de boas oportunidades para marcar.
Tocaria aos "verde-e-brancos", contudo, a primazia de marcar os restantes três golos da noite.
Primeiro, por intermédio de Valdés, na sequência de uma grande penalidade por falta de Vagner sobre Liedson (71'); depois, por Zapater, com o médio espanhol a assinar o melhor momento da partida, com um remate fortíssimo, aos 83' e, de novo, aos 91', a fechar a contagem.
Com este triunfo, o Sporting mantém-se na liderança do agrupamento, com seis pontos somados. Seguem-se Penafiel, com três pontos, e ainda Estoril e Naval 1º de Maio, apenas com um ponto.
Na 3ª e última jornada, o Sporting desloca-se ao terreno do Estoril, enquanto que o Penafiel joga com a Naval 1º de Maio, na Figueira da Foz.
Ficha de Jogo
Taça da Liga: 2ª Jornada do Grupo D da 3ª Fase
Estádio de Alvalade, Lisboa
Árbitro: Duarte Gomes (Lisboa)
Sporting - Tiago; João Pereira, Carriço, Polga e Grimi; André Santos e Pedro Mendes; Vukcevic, Valdés e Salomão; Liedson.
Suplentes: Rui Patrício, Torsiglieri, Evaldo, Saleiro, Zapater, Cedric e Abel.
Treinador: Paulo Sérgio.
Penafiel - William (8'); Dias, Sandro, Vagner, Stephane e Ginho (45'); Hugo Soares (64'), Coronas, Bruno Madeira; Wesllem, e Michel.
Suplentes: Márcio Ramos (8'), Ferreira, Vítor (45'), Kanu, Jardel, Elízio e Cascavel (64').
Treinador: José Garrido.
Golos: João Pereira (43'), Jaime Valdés (g.p. 71'), Zapater (83'), Zapater (91').
Taça da Liga - 2ª. jornada:
Confira todos os resultados e classificações da 3ª Fase da Taça da Liga.
Taça da Liga 2ª Jornada da 3ª Fase:
Resultados e Classificações
Grupo A
Nacional 4-1 Gil Vicente
FC Porto 3-0 Beira-Mar
Classificação
1º Nacional 6 pontos
2º FC Porto 3
3º Gil Vicente 3
4º Beira-Mar 0
Grupo B
Marítimo 2-1 Desp. Aves
Benfica 3-2 Olhanense
Classificação
1º Benfica 6 pontos
2º Desp. Aves 3
3º Marítimo 3
4º Olhanense 0
Grupo C
Sp. Braga 2-3 Paços de Ferreira
Vit. Guimarães 1-0 Arouca
Classificação
1º Paços de Ferreira 6 pontos
2º Sp. Braga 3
3º Vit. Guimarães 3
4º Arouca 0
Grupo D
Naval 1º de Maio 2-2 Estoril
Sporting 4-0 Penafiel
Classificação
1º Sporting 6 pontos
2º Penafiel 3
3º Estoril 1
4º Naval 1º de Maio 1

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Taça de Portugal: Sorteio das meias-finais


TAÇA DE PORTUGAL - Meias-finais:
FC Porto joga com Rio Ave ou Benfica
O sorteio das meias-finais ditou a possibilidade dos "dragões" encontrarem as "águias" nesta fase da prova. Recorde-se que o Benfica ainda vai a Vila do Conde para disputar os quartos-de-final.
O FC Porto que é a única equipa apurada para as meias-finais, tem a garantia que vai jogar em casa no primeiro jogo das meias-finais (recorde-se que as meias-finais são disputadas a duas mãos), falta saber se com o Rio Ave se com o Benfica.
Os outros dois semi-finalistas vão sair dos encontros Merelinense-Vitória de Guimarães e Académica-Vitória de Setúbal, com o vencedor do 1º jogo a receber o vencedor do 2º encontro na primeira mão.
O sorteio foi acompanhado pelo jornalista Rui Viegas.
Os três jogos dos quartos-de-final estão agendados para os dias 26 e 27 deste mês.
A 1ª mão das meias-finais joga-se a 1 e 2 de Fevereiro e a 2ª mão a 19 e 20 de Abril.

Informação Desportiva dos Açores


FUTEBOL REGIONAL:
CAMPEONATO DE SÃO MIGUEL:
Rabo de Peixe lider isolado
Resultados da 8ª. jornada:
Rabo de Peixe, 3 - U. Nordeste, 0
Mira Mar, 2 - Vitória P. Pedra, 0
Águia Desp., 3 - Bota Fogo, 1
São Roque, 0 - Vale Formoso, 0
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPA ......... J V E D GM-S P

1º Rabo Peixe .... 8 6 0 2 21 -12 18
2º Águia CD ...... 8 5 2 1 17 - 8 17
3º Vitória CPP... 8 5 1 2 18 -12 16
4º São Roque... 8 4 2 2 15 - 8 14
5º Mira Mar ... 8 4 0 4 10 -11 12
6º Vale Formoso . 8 2 1 5 10 -16 7
7º Bota Fogo .... 8 2 0 6 12 -25 6
8º U. Nordeste .. 7 1 0 7 8 -18 3
9ª. Jornada - 01/22/2011:
Vitória CPP - Rabo de Peixe
União de Nordeste - Águia CD
Bota Fogo - GD São Roque
Vale Formoso - Mira Mar
TAÇA ILHA TERCEIRA - MEIAS-FINAIS:
Angrense e Vilanovense em vantagem
O SC Angrense bateu (3-0 nas Fontinhas) e Vilanovense (4-1 na receção ao Juventude Lajense) confirmam favoritismo na primeira mão das meias-finais da Taça Ilha Terceira..
RESULTADOS: MEIS-FINAIS - 1ª. MÃO:
GD Fontinhas, 0 - SC Angrense, 3
Vilanovense, 4 - Juventude Lajense, 1
TAÇA ILHA GRACIOSA:
Surpresa na Taça
O Graciosa Futebol Clube empatou em casa frente ao Sporting de Guadalupe no primeiro jogo a contar para a 2ª jornada da 1ª fase da Taça Ilha Graciosa.
Os ainda bicampeões graciosenses tiveram a perder por duas bolas a zero. O Sporting adiantou-se no marcador aos 16 minutos na conversão de uma grande penalidade apontada por Júlio Fernandes e ampliou a vantagem por Flávio Silva três minutos depois.
Luís Fernandes reduziu a diferença no marcador aos 23 minutos. No segundo tempo o Graciosa chegou mesmo à igualdade com um livre apontado por Márcio Teves aos 67 minutos.
GD Luzense 1 - Maritimo 3
O Marítimo isolou-se no topo da classificação da 1ª fase da Taça Ilha Graciosa ao bater o Desportivo Luzense por três bolas a uma, beneficiando ainda do empate verificado no clássico que abriu a 2ª jornada da prova.
A equipa de Santa Cruz apresentou um elevado índice de aproveitamento das situações criadas para alvejar a baliza de Jorge Lima, enquanto o Luzense não revelou a mesma eficácia para concretizar as oportunidades de golo que foram em número superior ao adversário.
Pedro Rodrigues foi o autor dos três golos do Marítimo e Nelson ainda reduziu a diferença, na altura de dois golos, na transformação de uma grande penalidade. Os homens da Luz queixam-se ainda de mais dois lances passíveis de castigo máximo que o arbitro Rogério Sousa entendeu não assinalar.
Resultados da 1ª jornada:
Sp. Guadalupe - GD Luzense 3 - 1
SC Marítimo - Graciosa FC 3 - 0
Resultados da 2ª. jornada:
Graciosa FC 2 - Sp. Guadalupe 2
GD Luzense, 1 - SC Maritimo, 3
CLASSIFICAÇÃO:
1º. SC Maritimo ..... 6 pontos
2º. Sp. Guadalupe .. 4
3º. Graciosa FC ..... 1
4º. GD Luzense ...... 0
TAÇA ILHA DE SÃO JORGE:
Equipas das Velas na frente
Resultados da 1ª. jornada:
FC Calheta, 1 - Desp. Velense, 2
Maritimo Vel., 5 - Urzelinense, 1
Resultados da 2ª. jornada:
Desp. Velense, 1 - Urzelinense, 1
Maritimo Vel., 2 - FC Calheta, 2
CLASSIFICAÇÃO:
1º. Marítimo Velense .... 4 pontos
2º. Desportivo Velense . 4
3º. FC Calheta ............. 1
4º. FC Urzelinense ....... 1
CAMPEONATO - FAIAL/PICO (AFH):
Líder do campeonato goleado na vizinha ilha do Pico
O líder do campeonato de seniores da associação de futebol da Horta, Fayal Sport Clube, deslocou-se à ilha do Pico para defrontar o Lajense. Jogo de tripla visto se defrontarem um Lajense que tem vindo a recuperar desde o inicio da prova e que em casa tem ganho os seus jogos e por números expressivos, tendo do outro lado o primeiro classificado e grande favorito à vitória final da prova.
Após o início do jogo, logo se viu que os amarelos estavam mais fortes e que dificilmente os três pontos lhes fugiriam. Não só o triunfo como mais uma goleada desta feita por 4-0. Pior que a derrota para os verdes, foi a expulsão de Pedro Soares, sem duvida um dos melhores do conjunto da Alagoa, ficando assim arredado do próximo jogo de carácter importante frente ao Flamengos, que é segundo, e que vê neste percalço do Fayal uma oportunidade de se aproximar das contas do título.
No outro encontro, o Cedrense recebeu no pelado da Lajinha o Desportivo da Feteira. Frente a frente os dois últimos e em discussão estava a possibilidade da Feteira se aproximar da equipa do norte e passar-lhe a lanterna vermelha. No entanto, a equipa dos Cedros fizeram-se valer do seu ponto forte que é o seu reduto e ganharam de forma tranquila por 3-0. Com isto dificilmente a Feteira sairá do fundo da tabela classificativa. Por seu turno o Cedrense terá assegurado o 4º lugar podendo agora atacar o 3º que é ocupado pela formação Lajes.
Após a 14ª jornada, o Fayal Sport tem 26 pontos, Flamengos 19, Lajense 15, Cedros 14 e Feteira 6 pontos. Destaque para a próxima jornada onde o Fayal recebe o Flamengos e o Desportivo da Feteira alberga o Lajense.
Resultados da 14ª. jornada:
GD Cedrense, 3 - GD Feteira, 0
Desp. Lajense, 4 - Fayal Sport, 0
Folga: FC Flamengos.
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS ....... J V E D GM-S P
1º Fayal Sport ..... 11 8 2 1 15 - 8 26
2º Flamengos ..... 11 6 1 4 16 -17 19
3º CD Lajense ..... 11 4 3 4 23 -12 15
4º Cedrense....... 12 4 2 6 13 -16 14
5º GD Feteira .... 11 2 0 9 6 -20 6
15ª. Jornada - 01-23-2011:
GD Feteira - Desp. Lajense
Fayal Sport - FC Flamengos
Folga: GD Cedrense.

domingo, 16 de janeiro de 2011

Campeonato da II Divisão - Zona Sul:


Uma primeira parte cheia de golos.
FC MADALENA, 3 - ORIENTAL, 1
Madalena vence e supera objectivos da primeira volta do campeonato
A equipa do Madalena defrontou no Pico, este domingo pelas 10h30m, a equipa Lisboeta do Oriental em jogo relativo à 15ªjornada da II Divisão Nacional Zona Sul.
O resultado fez-se nos primeiros 45m e com os golos a serem apontados nos 35m iniciais. Primeiro marcaram os da casa intermédio de samiro, o Oriental empatou através de um livre directo bem batido por Daniel, Rui Alberto alcançou a vantagem para os picarotos com um golo à entrada da área e Rui Rainho aproveitou uma grande penalidade cometida sobre Sabry. Em resumo foi uma primeira parte mais mexida e emotiva assistindo-se a um bom jogo de futebol.
O segundo tempo foi mais lento e cauteloso com os pupilos de Vitor Moia a concentrarem-se na sua defensiva defendendo um resultado que lhes é muito favoravel.
AD MAFRA, 3 - OPERÁRIO, 2
Expulsão condicionou a reacção
Operário jogou quase uma hora em inferioridade numérica devido à expulsão de Armindo. Mesmo assim, a equipa bateu-se até ao fim e quase conquistava um ponto num terreno difícil.
O Operário fechou a primeira volta do campeonato da II divisão, zona Sul, com uma derrota por 3-2 no terreno do Mafra, resultado que começou a ser construído na primeira parte e ao qual os fabris reagiram de pronto mas acabaram por ver a sua acção condicionada quando ficaram reduzidos a dez elementos.
O Mafra entrou forte na partida e depois de Tiago Costa e Kifuta acertarem no poste na mesma jogada, Nuno Gomes inaugurou o marcador à passagem do minuto doze. A formação de Francisco Agatão reagiu de pronto à desvantagem e restabeleceu a igualdade ao minuto 28 num bom cabeceamento de Kay após cruzamento.
Contudo, durou pouco o empate porque aos 32 minutos Tiago Costa fez o 2-1 e seis minutos depois o guarda-redes Armindo foi expulso por travar em falta um adversário que seguia isolado para a baliza. Com menos uma unidade em campo a tarefa complicou-se para o Operário até porque em cima do intervalo Kifuta fez o 3-1.
A perder por dois golos e com menos um jogador em campo o Operário tinha toda uma segunda parte para tentar o milagre e colocou mãos a uma empreitada difícil mas não impossível. Sem nunca atirar a toalha ao chão os lagoenses reduziram para 3-2 aos 72 minutos, por intermédio de Ruizinho que só teve de rematar para a baliza deserta após lançamento de linha lateral executado por Luís Soares, surpreendendo o adiantado guardião contrário.
O jogo ganhou incerteza no resultado final para os derradeiros vinte minutos mas apesar da pressão do Operário na procura da igualdade a inferioridade numérica revelou-se decisiva para que o marcador não sofresse mais alterações. Porém, ficou bem vincado o espírito de entre-ajuda e a capacidade de luta da equipa que tudo fez para sair de Mafra com um desfecho positivo.
CARREGADO, 5 - PRAIENSE, 1
Praiense goleado na segunda metade com uma má arbitragem
Ao Praiense aconteceu tudo, na primeira parte Mauro podia ter marcado por duas vezes, aos 26 minutos, num canto apontado por Pedro Neves cabeceou para execelente defesa do guardião local e aos 30 minutos, Mauro isolado rematou ao lado da baliza.
Como quem nao marca, acabou por sofrer aos 41 minutos num livre indireto, dentro da area, zona frontal, com Moisão a tocar a bola para Baixinho rematar com direção, fora do alcance de André.
Veio o intervalo e algo inesperado aconteceu no segundo período com o árbitro algarvio que viu coisas que a maioria do público não assistiu.
O Carregado começou forte e aos 49 minutos, novamente Baixinho aumentou a vantagem num excelente remate sem hipoteses para André.
No lance do terceiro golo, aos 62 minutos, nem o árbitro nem o assistente, viram Marco Neves a fazer a receção com a mão, isolar-se e mais rápido que André não perdoou. Na discusão gerado pelos jogadores do Praiense foram advertidos o guarda-redes André e o central Monteiro.
O Praiense reagiu e criou várias situações de golo reduzindo por Queirós num golo de belo efeito. Mais tarde, Mauro rematou sobre a barra da baliza local.
Perto do final, Topé foi contra o corpo de Monteiro e viu o árbitro assinalar a marca da penalidade convertida pelo mesmo Topé e o Praiense ficou reduzido a dez jogadores com a expulsão do central.
Mais tarde, o Carregado aumentou a vantagem por Marco Neves perto do final.
No geral o Carregado mereceu ganhar o jogo mas acabou por ser beneficiado pelo árbitro em dois lances cruciais. O Praiense só pode queixar de si, viu Mauro a falhar muitos golos em alturas cruciais.
Péssimo trabalho do trio algarvio, prejudicando "os encarnados da Praia da Vitória" nos lances do terceiro e quarto golos e no capitulo disciplinar, na expulsão de Monteiro.
RESULTADOS DA 15ª JORNADA
Real 0-0 Juventude Évora
Madalena 3-1 Oriental
Louletano 1-2 Torreense
At. Reguengos 3-1 Farense
Mafra 3-2 Operário (Aç)
Casa Pia 2-4 Lagoa
Atlético 3-0 Pinhalnovense
Carregado 5-1 Praiense
PRÓXIMA JORNADA (16ª. 2011-01-22)
Atlético 22/01 Carregado
Casa Pia 22/01 Pinhalnovense
Mafra 22/01 Lagoa
At. Reguengos 22/01 Operário (Aç)
Louletano 22/01 Farense
Madalena 22/01 Torreense
Real 22/01 Oriental
Juventude Évora 22/01 Praiense
CLASSIFICAÇÃO
Pos. Equipa .....P J V E D GM GS
1 Atlético CP ......33 15 9 6 0 23 9
2 Torreense .....30 15 9 3 3 20 11
3 AD Mafra ......27 15 7 6 2 26 21
4 Pinhalnovense. 26 15 7 5 3 18 13
5 FC Madalena ..26 15 8 2 5 19 13
6 Operário (Aç) ..24 15 6 6 3 24 21
7 At. Reguengos.. 22 15 7 1 7 20 20
8 Louletano ......21 15 5 6 4 18 17
9 Juventude Évora .21 15 5 6 4 15 13
10 Carregado ..19 15 5 4 6 22 22
11 Oriental ....18 15 4 6 5 19 22
12 Casa Pia ...13 15 3 4 8 17 26
13 Lagoa .....12 15 3 3 9 10 15
14 Real .......12 15 3 3 9 12 19
15 Farense.... 11 15 1 8 6 12 20
16 Praiense.... 8 15 1 5 9 10 23

Liga Orangina: Santa Clara cede empate em casa


Equipas tentam fugir à despromoção.
SANTA CLARA, 1 - FREAMUNDE, 1

Santa Clara cede empate numa exibição de fraca qualidade
Os encarnados de Ponta Delgada cederam o empate na recepção ao Freamunde, num encontro em que as formações criaram poucas oportunidades de golo.
O
Santa Clara continua sem perder em casa, mas cedeu este domingo um empate, 1-1, frente ao Freamunde, em jogo da 14.ª jornada da Liga Orangina.
Os dois golos do encontro só aconteceram no segundo tempo, quando ambas as equipas apostaram mais no ataque.
Numa primeira parte dividida e com e raras situações de perigo, o remate inaugural do jogo, que coube ao Santa Clara, só ocorreu aos 18 minutos, surgindo a resposta do Freamunde aos 24.
Antes do intervalo, as melhores oportunidades de golo foram protagonizadas pela equipa visitante, com Luís Carlos a atirar ao lado e João Rodrigues, isolado, a falhar um chapéu a Ney.
No regresso dos balneários, os encanados de Ponta Delgada reforçaram o ataque, conseguindo chegar ao golo através de Moreira que, aos 63 minutos, atirou de cabeça, aproveitando um cruzamento de Platini.
A igualdade foi reposta 14 minutos depois, quando Lucas bateu Ney com um remate de cabeça aproveitando um cruzamento na área.
Jogo no Estádio de São Miguel.
Árbitro: Rui Silva (Vila Real).
Santa Clara
: Ney, Brigues, Diogo Silva, Pacheco (Renato 85’), Moreira, Platini (Monteiro 68’), Jeferson (Renan 45’), Fajardo, Ilic, Nélson e Gabi.
Suplentes: Matt Jones, Edgar, Monteiro, Fabeta, Renato, Bruno Monteiro e Renan
Freamunde: Tó Figueira, Hélder Sousa (Maciel 65’), Sérgio Nunes, Tarcísio, Bock, João Rodrigues, Luiz Carlos, Marco Matias, Luís Pedro, Raviola e Serginho (Larry 76’).
Suplentes: Douglas, Alonso, Maciel, Lucas, Marcelo, Vítor Bastos e Larry
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Nélson (37’), Pacheco (54’), Luiz Carlos (57’), Luís Pedro (69’), Sérgio Nunes (71’), Monteiro (74’).
RESULTADOS DA 14ª JORNADA
Arouca 1-0 Leixões
Santa Clara 1-1 Freamunde
Feirense 0-3 Desp. Aves
Sp. Covilhã 0-2 Trofense
Gil Vicente 2-1 Estoril Praia
Moreirense 2-1 Fátima
Oliveirense 2-0 Penafiel
Belenenses 4-2 Varzim
CLASSIFICAÇÃO
Pos. Equipa .......P J V E D GM GS
1 Oliveirense ......24 14 6 6 2 23 18
2 Feirense ..........24 14 7 3 4 17 15
3 Arouca ...........23 14 6 5 3 23 18
4 Trofense ......23 14 6 5 3 17 12
5 Gil Vicente .....21 14 5 6 3 16 16
6 Moreirense ....19 14 5 4 5 12 14
7 Desp. Aves ....19 14 5 4 5 19 14
8 Leixões .......18 14 4 6 4 18 16
9 Santa Clara ...17 14 4 5 5 13 12
10 Penafiel .....17 14 4 5 5 16 19
11 Belenenses ...17 14 4 5 5 20 22
12 Varzim .......17 14 3 8 3 23 21
13 Estoril Praia ..16 14 4 4 6 19 16
14 Sp. Covilhã ....15 14 4 3 7 15 26
15 Freamunde ...15 14 2 9 3 16 17
16 Fátima ........10 14 2 4 8 13 24
PRÓXIMA JORNADA (15ª, 2011-01-23)
Varzim 23/01 Oliveirense
Penafiel 23/01 Moreirense
Fátima 23/01 Gil Vicente
Estoril Praia 23/01 Belenenses
Desp. Aves 23/01 Sp. Covilhã
Trofense 23/01 Santa Clara
Freamunde 23/01 Arouca
Leixões 23/01 Feirense

sábado, 15 de janeiro de 2011

Crise no Sporting Clube de Portugal


Bettencourt apresenta demissão «para bem do Sporting»
O presidente do Sporting, José Eduardo Bettencourt, anunciou o pedido de demissão.
José Eduardo Bettencourt já comunicou a Dias Ferreira, presidente da Assembleia Geral do Sporting, que vai deixar a presidência dos leões.
Depois da derrota frente ao Paços de Ferreira, em casa, Bettencourt foi a à sala de imprensa e comunicou a decisão. «Para bem do Sporting, deixo de ser presidente», disse Bettencourt aos jornalistas.
«Por várias circunstâncias, entendo que o melhor para a vida do Sporting é eu deixar de ser presidente deste grande clube», continuou.
Dias Ferreira, presidente da Assembleia Geral do Sporting, acompanhou Bettencourt à sala de imprensa, mas não se pronunciou sobre a demissão do líder da direcção.
Perante a insistência dos jornalistas, os dois levantaram-se e abandonaram o local.
Paulo Sérgio recusa desistir
O treinador do Sporting disse este sábado, depois da derrota frente ao Paços de Ferreira, que não está nas suas ideias deixar o comando dos leões.
«Continuarem sempre enquanto me quiserem cá. Não vou desistir», disse Paulo Sérgio em conferência de imprensa, ainda antes de o presidente do clube comunicar que deixará o cargo.
Já na flash-interview da TVI Paulo Sérgio tinha considerado normal que os adeptos se manifestassem com assobios após a derrota.

Judo: Telma vence 2.ª edição do Masters de Baku


«Estava farta de ouvir o hino japonês» – Telma Monteiro
Telma Monteiro conquista medalha de ouro no World Masters
Telma Monteiro (-57 kg) venceu Masters em Baku. Na final dominou a campeã mundial que há quatro meses lhe ganhou em Tóquio.
À partida para o Azerbaijão Telma Monteiro avisara que estava «confiante» para o Masters de Baku, a exclusiva prova que apenas admite os 16 melhores do ranking em cada categoria. Não estava enganada.
Num dia inesquecível e mostrando consistência física acima do habitual, aspecto em que teve particular cuidado na preparação, Telma (25 anos) conquistou a medalha de ouro dos -57 kg na estreia na prova. Há um ano ficara impedida de disputar a primeira edição em Suwon (Coreia do Sul) por estar a recuperar de lesão na perna esquerda. Agora, no Serhedchi Olympic Sports Center, garantiu a primeira medalha de Portugal na competição e no seu incrível palmarés. «É um dia perfeito»
Melhor ainda foi o facto de, na final, ter derrotado a campeã do Mundo e grande rival, Kaori Matsumoto, por wazari - somando também um yuko - e deixando a japonesa em branco. Magnífico! Em Setembro, Matsumoto ganhara-lhe em Tóquio, durante o prolongamento na decisão do título mundial, com Telma esgotada fisicamente. Desta vez não!
«A época passada, apesar de ter sido muito boa [sete pódios no Circuito Mundial] faltaram as vitórias. Talvez por ter começado um bocado atrasada, devido a lesões. Mas, agora, arrancar o ano logo a vencer é muito bom», começou por afirmar Telma a A BOLA. «Dei o máximo. Foi o primeiro Masters e ainda por cima, a forma como ganhei a final e contra a Matsumoto... É um dia perfeito. Deixou-me emocionada. Na altura, fiquei bastante alegre mas, agora, estou mais calma. Não podia perder uma vez mais com ela... Estava a ficar um bocado farta de ir às finais e ouvir o hino japonês», diz entre gargalhadas. «Até já o sei de cor», acrescenta após ter amealhado 6 mil dólares (4500 euros) pelo êxito e 400 pontos para o ranking.

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Informação Desportiva dos Açores

FUTEBOL REGIONAL:
CAMPEONATO DE SÃO MIGUEL:
Rabo de Peixe líder á condição
O Desportivo de Rabo de Peixe é o lider á condição do campeonato de São Miguel ao golear o Bota Fogo por 5-1, á passagem da 7ª jornada.
Os azuis de Rabo de Peixe seguem isolados com 15 pontos, mas tem um jogo a mais do que o GD São Roque e Vitória CPP que estão a dois pontos do líder.
O Mira Mar perdeu por 3-0 na deslocação a São Roque. Dois golos de Pauleta e um de Ananás fizeram o resultado final. A equipa povoacense até nem jogou mal mas algumas falhas defensivas e mérito do internacional português fizeram o desiquilibrio no resultado que, embora justo, acaba por ser um pouco exagerado. O Águia recebeu nos Arrifes o Vale Formoso e venceu difilcilmente por 3-2. Em Nordeste o União local foi derrotado em casa pelo Vitória do Pico da Pedra.
Resultados da 6ª. jornada:
Vitória CCP - GD São Roque (a)
Mira Mar SC, 1 - Águia C. Desp., 2
Vale Formoso, 1 - Rabo de Peixe, 2
Bota Fogo, 1 - União de Nordeste, 0
Resultados da 7ª. jornada:
GD São Roque, 3 - Mira Mar, 0
Águia CD, 3 - Vale Formoso, 2
Rabo de Peixe, 5 - Bota Fogo, 1
U. Nordeste, 1 - Vitória CPP, 3
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPA .........J V E D GM-S P
1º Rabo Peixe ....7 5 0 2 18 -12 15
2º Águia CD .....7 4 2 1 14 - 7 14
3º São Roque ....6 4 1 1 14 - 4 13
4º Vitória CPP... 6 4 1 1 14 - 9 13
5º Mira Mar .....7 3 0 4 8 -11 9
6º Vale Formoso. 7 2 0 5 10 -16 6
7º Bota Fogo ....7 2 0 5 11 -22 6
8º U. Nordeste.. 7 1 0 6 8 -15 3
8ª. Jornada - 01/16/2011:
Rabo de Peixe - U. Nordeste
Mira Mar - Vitória P. Pedra
Águia Desp. - Bota Fogo
São Roque - Vale Formoso
CAMPEONATO DA TERCEIRA:

Marítimos em fuga para o (almejado) título
A pitoresca freguesia de São Mateus da Calheta pode muito bem acolher este ano a festa do título de campeão da ilha Terceira de futebol, escalão de seniores, pois o seu mais ilustre representante, o Marítimos Sport Clube, lidera destacado a prova rainha do futebol indígena.
Embora ainda estejam por concretizar nove jornadas - o que significa 21 pontos para os primeiros quatro da tabela e 24 para o quinto, atendendo ao número ímpar de participantes e ao facto de o certame albergar quatro voltas -, a grande verdade é que a equipa comandada pelo experiente Carlos Alberto Sousa (antiga glória do futebol das ilhas de bruma) dispõe de uma confortável vantagem de sete pontos (19/12) para o duo perseguidor (Boavista e Lajense), o que, no mínimo, é altamente moralizador.
Para além da qualidade do futebol praticado, o grémio de São Mateus vem de quatro triunfos consecutivos - dois deles em casa dos adversários diretos nas contas do título: Boavista (4-2) e Lajense (1-0). Pelo meio, na última ronda em que folgou (10.ª), o Marítimos viu Boavista e Lajense empatarem (1-1) entre si. Ou seja, tudo corre de feição ao conjunto verde-rubro.
Mas há mais aspetos que ajudam a explicar a incontestável liderança do Marítimos: é a única equipa que ainda não perdeu (5V4E), possui o ataque mais concretizador (18 golos) e, aqui a par do Juventude Lajense, ostenta a defesa menos batida (oito golos consentidos). Querem mais? Pois bem, a turma marítimista é a única que neste momento apresenta um saldo de golos positivo (18-8).
Depois de um começo algo periclitante (quatro empates nos primeiros cinco jogos) - o que coincidiu com um arranque fantástico do Lajense -, o Marítimos encetou uma recuperação digna dos maiores elogios, dizimando por completo a concorrência, até porque o Lajense quebrou de uma forma acentuada e o Boavista dá sinais de alguma irregularidade. Barreiro e Fontinhas atrasaram-se demasiado nas primeiras duas voltas.
A 12.ª rodada do Campeonato da Ilha Terceira realiza-se no fim de semana eleitoral - no próximo temos a primeira-mão das meias-finais da Taça da Terceira. Marítimos - Barreiro, em São Mateus, e Lajense - Fontinhas, nas Lajes, são os embates em cartaz. Folga o Boavista.
Em jeito de conclusão, recuperamos o ordenamento das equipas: 1.º Marítimos 19 pontos/9 jogos (5V4E0D, 18-8 em golos), 2.º Boavista 12/9 (3V3E3D, 13-13 em golos), 3.º Lajense 12/9 (3V3E3D, 7-8 em golos), 4.º Barreiro 9/9 (2V3E4D, 12-13 em golos), 5.º Fontinhas 7/8 (2V1E5D, 10-18 em golos).
Fonte: Diário Insular
Resultados da 11ª. jornada:
Boavista CR, 2 - Os Marítimos, 4
SC Barreiro, 3 - Juv. Lajense, 1
Folga: GD Fontinhas.
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS ......... J V E D GM-S P
1º Os Maritimos ....9 5 4 1 18 - 8 19
2º Boavista CR .....9 3 3 3 13 -13 12
3º Juv. Lajense ....9 3 3 3 7 - 8 12
4º SC Barreiro...... 9 2 3 4 12 -13 9
5º GD Fontinhas ...8 2 1 5 10 -18 7
12ª. jornada - 01-17-2011:
Os Maritimos - SC Barreiro
Juv. Lajense - GD Fontinhas
Folga: Boavista Ribeirinha
CAMPEONATO DA GRACIOSA:
Sporting de Guadalupe segue isolado
Resultados da 12ª. jornada:
Graciosa FC, 0 - GD Luzense, 1
Sp. Guadalupe, 2 - Maritimo, 1
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS .........J V E D GM-S P
1º Sp. Guadalupe ...12 8 3 1 25 -14 27
2º SC Marítimo ....12 7 2 3 26 -15 23
3º GD Luzense.... 12 3 3 6 17 -24 12
4º Graciosa FC ..12 0 4 8 8 -23 4
13ª. jornada - 01-16-2011:
Sp. Guadalupe - GD Luzense
SC Maritimo - Graciosa FC
CAMPEONATO DE SÃO JORGE :
Desportivo Velense lidera destacado
Resultados da 6º jornada:
Maritimo, 1 - Desp. Velense, 3
Urzelinense, 1 - FC Calheta, 4
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS .......... J V E D GM-S P
1º Desp. Velense ....... 6 5 0 1 15 - 3 15
2º FC Calheta ......... 6 2 3 1 11 - 9 9
3º Maritimo Vel. ... 2 2 2 11 -10 8
4º FC .Urzelinernse.. 6 0 1 5 8 -23 1
7ª. Jornada - 01-09-2011:
FC Urzelinense - Maritimo
FC Calheta - Desp. Velense
CAMPEONATO (AFH) - FAIAL/PICO:
Fayal Sport soma e segue na frente
Resultados da 12ª. jornada:
GD Cedrense, 0 - FC Flamengos, 1
GD Feteira, 0 - Fayal Sport, 3
Folga: CD Lajense.
Resultados da 13ª. jornada:
Fayal Sport, 1 - GD Cedrense, 0
FC Flamengos, 2 - CD Lajense, 1
Folgou: GD Feteira.
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS .........J V E D GM-S P

1º Fayal Sport ......10 8 2 0 15 - 4 26
2º Flamengos ..... 11 6 1 4 16 -17 19
3º CD Lajense ... 10 3 3 4 19 -12 12
4º Cedrense ... 11 3 2 6 10 -16 11
5º GD Feteira . 10 2 0 8 6 -17 6
14ª. Jornada - 01-16-2011:
GD Cedrense - GD Feteira
Desp. Lajense - Fayal Sport
Folga: FC Flamengos.
TAÇA ILHA GRACIOSA:
A festa da taça
O futebol está de volta aos relvados da Graciosa com a 1ª fase da Taça Ilha Graciosa, depois da paragem natalícia.
O Guadalupe bateu o Luzense por três bolas a uma na partida inaugural da prova. Amunike abriu o activo aos 7 minutos e o Luzense empatou por Luís Carlos aos 56. Aos 72 Julio Fernandes desfez a igualdade e já para além do tempo regulamentar Amunike fechou a contagem.
A novidade na equipa da casa após a contratação do guarda redes cabo-verdiano Admilson, foi a estreia do compatriota Julio Fernandes neste primeiro encontro de 2011. O avançado de 25 anos representou na época passada o Estrela Futebol Clube da divisão de honra do campeonato distrital de Évora e este ano estava no Barreirense.
O "derby" entre o Marítimo e o Graciosa fechou a primeira ronda da 1ª fase da Taça Ilha Graciosa. A equipa azul materializou, com golos de Pedro Rodrigues (2) e Luís Filipe, a maior eficácia na finalização e assumiu a liderança da prova.
Resultados da 1ª jornada:
Sp. Guadalupe - GD Luzense 3 - 1
SC Marítimo - Graciosa FC 3 - 0
CLASSIFICAÇÃO: 1º. SC Maritimo, 3 pontos
2º. Sp. Guadalupe, 3
3º. GD Luzense, 0
4º. Graciosa FC, 0 pontos.
TAÇA ILHA DE SÃO JORGE:
Equipas das Velas entram a ganhar
Resultados da 1ª jornada.
FC Calheta, 1 - Desp. Velense, 2
Maritimo Vel., 5 - Urzelinense, 1
CLASSIFICAÇÃO:
1º. Marítimo Velense, 3 pontos
2º. Desportivo Velense, 3
3º. FC Calheta, 0
4º. FC Urzelinense, 0 pontos.
- JOÃO G. SILVA

Centro Cultural Português de Mississauga


A música e o entusiasmo de Toy animam Mississauga
Rei Toy, animou o ''Baile dos Reis'' no CCPM
O cantor Toy, vindo de Portugal foi o impulsionador da animação na noite do ''Baile dos Reis'', na primeira festa do novo ano de 2011, no Centro Cultural Português de Mississauga (CCPM).
O espectáculo contou com a presença de muitos fãs deste cantor natural de Setúbal, que rubricou um excelente espectáculo e deu também para um bom pé de dança conjugado com música de improviso e bom humor, como ele bem sabe.
Foi a primeira vez que tive a oportunidade de vêr pessoalmente este artista português, e diga-se em abono da verdade, que é um nomes grandes dos artistas que Portugal tem o privilégio de apresentar, possuidor de uma grande voz e interpretando temas em várias línguas, desde o inglês ao Italiano, passando pelo francês, dando voz a canções populares dos anos sessenta e setenta entre outras.

Toy foi muito apaudido e acarinhado pela plateia ao longo da noite, e o carinho do público sentiu-se ainda mais quando começou a autografar os seus CD's, que foram vendidos no final do espectáculo, entre troca de abraços e fotografias com os fãs luso-canadianos que o adoram e gostam de boa música portuguesa.
Após o jantar que mais uma vez foi confecionado e servido por um grande grupo de voluntários às mais de trezentas pessoas presentes, o presidente da colectividade, Gilberto Moniz, mostrou sua satisfeição com o grande número de sócios e amigos do CCPM, que assistiram ao espectáculo, logo após o fim-do-ano.

Disse também que a grande alma do Centro Cultural, começa pela cozinha com a confecção de grandes profissionais da culinária que dão o seu melhor ao longo do ano, para servir o melhor possivél a comunidade luso-canadiana que frequenta o clube, e que não é por acaso que pode ser considerado o melhor centro cultural da comunidade, vendo aquilo que ofereceram ao longo do ano.

Perto da meia-noite, logo a seguir ao espectáculo de Toy, Gilberto Moniz apresentou a surpressa da noite com a presença do Grupo da Associação Cultural do Minho que vieram cantar as Janeiras, com é tradição já há alguns anos a este parte na nossa comunidade.
Este ano começaram com o artista Toy. A 5 de Fevereiro apresentam o cantor português, José Malhoa, e no dia 12 do mesmo mês o Baile dos namorados, vai contar com uma banda venezuelana, Inter D. Melo Carlos Canto.


Em Março as danças Carnavalescas marcam presença no salão de festas, e no dia 11, será apresentada a Revista à Portuguesa ''Tudo a Roubar''. O mês de Abril começa com a actuação do cantor brasileiro, Nilton César e sua banda no dia 2. Danças Pascais e Espirito Santo, o dia da Mãe, a Eleição das Misses, a participação no Carassauga, entre outros, são mais alguns dos eventos e iniciativas que integram a agenda do clube para este ano.

No Verão, o bom tempo vai proporcionar o desenvolvimento de actividades ao ar livre, como o torneio de golfe e o piquenique. A já tradicional Gala de Fados chega a 1 de Outubro, esperando-se a presença do fadista Camané, cuja participação ainda está a ser nogociada pelo presidente, segundo informação em primeira mão.
O CCPM já tem o programa elaborado para este ano e, ao longo das nossas edições iremos dando conta do mesmo.
Da nossa parte desejamos o maior sucesso à colectividade luso-canadiana de Mississauga. Bem Hajam!
Por: João G. Silva.

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Mourinho eleito melhor treinador de 2010


José Mourinho conquista Bola de Ouro
PORTUGUÊS É O MELHOR TREINADOR DO MUNDO
Mourinho: Um "orgulhoso português" é o Melhor Treinador de 2010
José Mourinho é o vencedor da Bola de Ouro 2010 para Melhor Treinador. Na reacção ao prémio, o agora treinador do Real Madrid confessou-se "orgulhoso" por ser português.
José Mourinho foi eleito, esta segunda-feira, como o Melhor Treinador do ano de 2010, na gala que a FIFA realizou, em conjunto com a France Football.
Na votação final, Mourinho bateu a concorrência de Pep Guardiola, campeão espanhol em 2010, ao serviço do Barcelona, e de Vicente Del Bosque, seleccionador campeão do Mundo com a Espanha.
O treinador do Real Madrid, de 47 anos, viu premiado, sobretudo, o seu trabalho no comando do Inter Milão, equipa com a qual conquistou o "triplete" no ano passado: Serie A, Taça de Itália e Liga dos Campeões.
Confessando-se um "orgulhoso português", "El Speciale" deu ainda os "parabéns a dois grandes treinadores", Vicente Del Bosque e Pep Guardiola e partilhou o galardão com as pessoas que mais o ajudaram na sua carreira.
"Trabalhei muito para chegar aqui mas não o fiz sozinho. Cheguei aqui com os meus jogadores, os meus colaboradores e as pessoas que me amam", rematou Mourinho.
Com 17 títulos colectivos conquistados em dez anos de carreira, José Mourinho tem no seu currículo passagens pelos campeonatos português, inglês, italiano e espanhol, tendo treinado Benfica, U. Leiria, FC Porto, Chelsea, Inter Milão e, agora, Real Madrid.
Confira todos os vencedores:
Melhor jogador do Mundo: Lionel Messi (Argentina)
Melhor jogadora do Mundo: Marta (Brasil)
Prémio Puskas: Hamit Altintop (Turquia)
Prémio presidencial: Desmond Tutu (África do Sul)
Melhor treinador do Mundo: José Mourinho (Portugal)
Melhor treinadora: Silvia Neid (Alemanha)
Prémio Fair Play: Seleção sub-17 feminina do Haiti

Campeonato da 3ª. Divisão – Série Açores:


CAMPEONATO DA 3ª. DIVISÃO – SÉRIE AÇORES:
Angrense ascende à liderança da Série Açores
O Angrense está na liderança da Série Açores, após ter vencido na recepção ao Sporting Ideal e, em virtude do empate do Lusitânia em Água de Pau - líder da competição à entrada para a ronda 12.
A formação de Angra do Heroísmo recebeu e venceu o Sporting Ideal por duas bolas a zero, golos, ambos, apontados por Vitória. O segundo tento do Angrense, surgiu na concretização de uma grande penalidade.
Em Água de Pau, o Santiago e o Lusitânia empataram a duas bolas, curiosamente golos que surgiram após conversões de grandes penalidades.
A equipa da casa saiu para intervalo na frente do marcador, com Ludgero a fazer o 1-0. Na segunda parte o Lusitânia empatou (1-1) por Fábio Vicente, adiantando-se logo depois e também por Fábio Vicente.
Em tempo de descontos, o Santiago veio a sofrer nova grande penalidade, esta também convertida por Ludgero.
Resultados da 12ª. jornada:
Santiago FC, 2 - SC Lusitânia, 2
Prainha FC - Boavista S.Mateus (a)
Vilanovense, 3 - Vitória do Pico, 2
Capelense, 0 - U. Micaelense, 0
Angrense, 2 - Sporting Ideal, 0
(a) adiado para o dia 16 de Janeiro.
CLASSIFICAÇÃO:
L Equipa ............. J V E D GM-S P
1º SC Angrense .....12 7 3 2 25 -12 24
2º SC Lusitânia ......12 6 5 1 22 -10 23
3º Santiago FC ......12 5 6 1 15 -10 21
4º Prainha FC .........11 4 4 3 8 - 7 16
5º Vilanovense...... 12 4 3 5 13 -21 15
6º Boavista S.M... 11 3 5 3 12 -12 14
7º U. Micaelense.. 12 3 5 4 11 -15 14
8º Capelense ......12 3 4 5 17 -18 13
9º Sporting Ideal. 12 3 3 6 15 -18 12
10º Vitória Pico.... 12 0 4 8 5 -20 4
13ª. Jornada - 01/23/2011:
Sporting Ideal - Santiago
SC Lusitânia - Prainha FC
Boavista S.M. - Vilanovense
Vitória do Pico - Capelense
U. Micaelense - Angrense
MELHORES MARCADORES:
1º Fábio Vicente (Lusitânia) .... 6 golos
2º Nelson Faria (Sp. Ideal) ..... 5
3º Rui Carvalho (Capelense) ... 5
4º Paulo Miranda (Lusitânia) ... 5
5º Magina (Angrense) ............. 5

Campeonato Nacional da 2ª. Divisão:


CAMPEONATO DA 2ª. DIVISÃO - ZONA SUL:
OPERÁRIO, 3 - CASA PIA, 1
Reacção pronta e eficaz
O Operário entrou com o pé direito em 2011 ao receber e vencer o Casa Pia por 3-1, em jogo da 14ª jornada da Zona Sul da II Divisão.
Golo de Hugo, no primeiro minuto, não abalou a confiança do Operário. Resposta surgiu de imediato e só não deu goleada porque o guarda-redes do Casa Pia evitou males maiores.

O Operário regressou às vitórias caseiras no campeonato da II divisão nacional, zona Sul, após derrotar o Casa Pia por 3-1 numa partida que não começou de feição para os fabris. Logo no primeiro minuto de jogo os forasteiros colocaram-se em vantagem num rápido contra-ataque finalizado por Hugo.
Faltava muito tempo para jogar e sem se desorganizarem os pupilos de Francisco Agatão partiram para a reacção à madrugadora desvantagem e não demoraram a restabelecer a igualdade num forte remate de Bruno Melo a cerca de trinta metros da baliza de Fábio. O guarda-redes ainda se fez ao lance mas a bola levava força e colocação.
Mantendo a pressão ofensiva através de uma eficaz circulação da bola entre os elementos do meio-campo e ataque, o Operário controlava as operações e quando colocava velocidade criava desequilíbrios. Numa das jogadas de penetração Fabrício foi puxado na área por Coito e o árbitro assinalou a respectiva grande penalidade. O mesmo Fabrício não desperdiçou a oportunidade de colocar os lagoenses na frente do marcaador.
A vantagem pela diferença mínima ao intervalo era lisonjeira para um Casa Pia que mesmo a perder nunca tirou os oito homens das duas linhas defensivas, procurando tapar todos os caminhos para a sua baliza para não ver dilatado o resultado.
O marcador voltou a mexer no primeiro minuto da segunda parte, sentenciando o Operário o resultado da mesma forma como se viu em vantagem: contra-ataque pela direita conduzido por Rodrigo, o passe a desmarcar Luís Soares e este a cruzar ao segundo poste para Fabrício encostar.
A perder por 3-1 o Casa Pia não mais incomodou o reduto defensivo dos fabris que geriram o tempo em função do resultado sem perder de vista a possibilidade de dilatarem a vantagem. Que o diga Rodrigo que aos 58 minutos, mesmo lesionado e claramente em esforço na última jogada antes de ser substituído, assinou uma bonita jogada que culminou com remate colocado que Fábio defendeu contra o poste. Merecia golo!
JUVENTUDE ÉVORA, 1 - FC MADALENA, 1
Infelicidade de Igor influencia resultado final
UM PONTO QUE SOUBE A POUCO
Não se poderá dizer que o Futebol Clube da Madalena não começou desportivamente bem o ano de 2011 já que um empate no reduto de uma equipa que tem andado no lugares cimeiros da classificação e que assume ambições no presente campeonato – reforçadas pela aquisição de mais reforços no mercado de inverno – não pode ser considerado um resultado negativo. Contudo, no final dos 90 minutos fica um sabor a pouco neste empate face ao que acabou por ser o jogo.
A partida começou equilibrada com o Madalena a praticar o seu futebol apoiado, colectivo, mesmo num terreno impróprio a exigir muito dos atletas no capítulo físico, e defensivamente a não permitir grandes veleidades aos eborenses.
Mas viria, mesmo assim a ser a equipa da casa a criar a primeira grande sensação de golo quando Sebastien aproveitou uma desatenção dos centrais picarotos – quiçá a única da primeira parte – para, completamente à vontade cabecear sobre a linha da pequena área por cima da barra da baliza de Igor.
Os comandados de Vítor Móia acusaram o susto, puxaram dos galões e passaram a dominar em todos os capítulos do jogo, solidários a defender e organizados e rápidos a atacar e contra-atacar. Não surpreendeu que como corolário do domínio que estavam a exercer os homens da ilha montanha chegassem ao golo em mais uma jogada de belo recorte com Rui Raínho a ir à linha de fundo e a centrar para a cabeça certeira de Fábio Oliveira.
A equipa da casa acusou o golpe e teve dificuldade não só em recompor-se como em suster o caudal de jogo que os picarotos imprimiram até ao intervalo.
Esperava-se uma reacção do Juventude após o descanso e ela apareceu mas era mais impulsionada pelo coração que pela cabeça, muito aos repelões e através de bolas paradas.
A este ímpeto respondeu o Madalena com um recuo algo excessivo para o ultimo terço do terreno e com saídas para o contra-ataque que já não eram tão rápidas como no primeiro tempo e que, para além disso eram perdidas quase sempre por fora-de-jogo de forma infantil e precipitada, facto que levou Vitor Móia a irritar-se várias vezes com a ingenuidade dos seus jogadores.
Apesar da vantagem de apenas um golo o Madalena parecia ter o jogo perfeitamente controlado, ideia reforçada pela imagem de desespero e desânimo dada por alguns atletas da casa em vários lances.
Mas aos 32min do segundo tempo, na sequência de um livre em que a bola foi literalmente despejada para a área de Igor, este completamente à vontade na sua pequena área, de frente para a bola, saltou e com um gesto técnico normal agarrou a bola na sua curva descendente. O que ninguém esperava era que a largasse logo a seguir, permitindo a reacção imediata de Sebastien que com um toque empurrou a bola para a baliza. O guardião picaroto ainda reagiu e agarrou a bola mas esta já tinha ultrapassado a linha fatal.
Parecia ser um revés já visto (como no jogo ante o Real) e com cerca de 15min para jogar parecia que o Madalena poderia chegar à vitória, bastando para isso aumentar um pouco o ritmo do jogo.
A verdade é que o golo acabou por ser um tónico muito poderoso para a equipa da casa que mesmo sem jogar bem conseguia criar muitas dificuldades à defensiva picarota a qual também dava mostras de alguma fadiga devido às condições bastante exigentes do relvado.
Até ao apito final ainda se assistiu a alguma aflição na área picarota e a várias situações de superioridade numérica no ataque do Madalena que foram desperdiçadas por alguma inépcia e também por falta de discernimento resultante de evidente fadiga.
Ficou o mal menor do empate que não terá agradado a nenhum dos treinadores…
FICHA DE JOGO
Estádio Sanches Miranda, Évora
Árbitro: Quitério Almeida (AF Lisboa)
Auxiliares: Carlos Nilha e Flávio Ramos
JUVENTUDE SPORT CLUBE - Tiago Martins; Gambóias, Tiago Pires, Divaldo e Paulo Letras; Cissé, Nuno Gaio, Cau e João Fonseca; Sebastien e David Nunez
Treinador: Miguel Ângelo
Substituições: aos 63’ saiu Tiago Pires e entrou Carlos Mota
Não utilizados: Nuno Laurentino, Paulo Martins, Nelson Silva, Luis Barreiros, André Xavier e Tigas
Disciplina: cartão amarelo a Paulo Letras (59’), Cissé (66’) e João Fonseca (89’)
F.C. MADALENA - Igor; Rui Alberto, Gilson, Samiro e Rui Rainho; Beto; Pedro Pereira, Lapinha e João Paulo; Fábio Oliveira e Luis Tavares.
Treinador: Vitor Móia
Substituições: ao intervalo saiu Pedro Pereira (lesionado) e entrou João Batista, aos 67’ saiu Fábio Oliveira e entrou Demba e aos 80’ saiu João Paulo e entrou Moisés
Não utilizados: João Sampaio, Delmiro, Frazão, Pedro Saianda
Disciplina: cartão amarelo a Rui Alberto (35’), Beto (52’) e Moisés (93’)
Resultado final: Juventude S.C. 1-1 F.C. Madalena
- Nuno Santos – Rádio Pico

Resultados da 14ª jornada:
Praiense 1 - Real Massama 2
Juventude Évora 1 - Madalena 1
Oriental 1 - Louletano 2
Torreense 2 - At. Reguengos 0
Farense 2 - AD Mafra 2
Operário (Aç) 3 - Casa Pia 1
Lagoa 1 - Atlético CP 1
Pinhalnovense 4 - Carregado 0
CLASSIFICAÇÃO
Pos. Equipa .......... J V E D GM-GS P
1. Atlético CP .......14 8 6 0 20 - 9 30
2. Torreense ...........14 8 3 3 18 -10 27
3. Pinhalnovense ....14 7 5 2 18 -10 26
4. AD Mafra ............146 6 2 23 -19 24
5. Operário ...........14 6 6 2 22 -18 24
6. Madalena .........14 7 2 5 16 -12 23
7. Louletano ..........14 5 6 3 17 -15 21
8. Juv. Évora ........14 5 5 4 15 -13 20
9. A. Reguengos ...14 6 1 7 17 -19 19
10. Oriental ..........14 4 6 4 18 -19 18
11. Carregado...... 14 4 4 6 17 -21 16
12. Casa Pia .........14 3 4 7 15 -22 13
13. Farense .........14 1 8 5 11-17 11
14. Real Mass......14 3 2 9 12 -19 11
15. Lagoa ............14 2 3 9 6 -13 9
16. Praiense .......14 1 5 8 9 -18 8
Próxima jornada (15ª, 2011-01-16)
Real Massama - Juventude Évora
FC Madalena - Oriental
Louletano - Torreense
At. Reguengos - Farense
AD Mafra - Operário (Aç)
Casa Pia - Lagoa
Atlético CP - Pinhalnovense
Carregado - SC Praiense

Liga Orangina: Santa Clara perde na Vila das Aves

LIGA ORANGINA 2010/2011:
DESP. AVES, 2 - SANTA CLARA, 1
"Bis" de Rabiola em triunfo suado
A vantagem avense fica a dever-se a uma grande eficácia de Rabiola, um dos melhores marcadores do campeonato, e a uma grande exibição do guarda-redes Hélder Godinho, que impediu com algumas excelentes defesas um empate que os açorianos fizeram por merecer.
Um bis de Rabiola deu este domingo uma suada vitória ao Desportivo das Aves sobre o Santa Clara (2-1), em encontro da 13.ª jornada da Liga Orangina, realizado na Vila das Aves.
Com este triunfo, o Aves igualou o Santa Clara na tabela classificativa (ambos com 16 pontos), alimentando ainda o sonho da subida de divisão (está a cinco pontos do segundo lugar, ocupado pela Oliveirense).
A vantagem avense fica a dever-se a uma grande eficácia de Rabiola, um dos melhores marcadores do campeonato, e a uma grande exibição do guarda-redes Hélder Godinho, que impediu com algumas excelentes defesas um empate que os açorianos fizeram por merecer.
Foi mesmo o Santa Clara a entrar melhor e a criar duas situações de perigo, mas, na primeira vez que ganhou um canto, a equipa da casa marcou: Luisinho cobrou a bola parada na direita, houve um primeiro desvio e Rabiola, ao segundo poste, rematou para o fundo das redes.
Os visitantes reagiram e, após Hélder Godinho ter defendido com dificuldade um livre de Alex, Ilic, de cabeça, após canto da direita, só não empatou a partida porque Marco Airosa o impediu sobre a linha de golo (16 minutos).
O Santa Clara já justificava o empate, mas foi o Aves a aumentar a vantagem com um grande golo de Rabiola (26 minutos) -excelente remate com o pé esquerdo, de fora da área, a colocar a bola no ângulo superior direito.
A segunda parte continuou com a equipa forasteira à procura de marcar, com Monteiro em destaque (50 e 56 minutos), mas Pedro Pedro Pereira também esteve muito perto de marcar um grande golo para os da casa, num tiro que saiu a rasar o poste (63).
Aos 67 minutos, registo para um grande momento, com uma tentativa de chapéu de Pacheco, de muito longe, mas Hélder Godinho, com uma grande defesa, impediu o golo açoriano. Na sequência do canto, foi, porém, impotente perante a cabeçada de Moreira, que reduziu a desvantagem. Luisinho ainda colocou Ney à prova (85 minutos), mas, no período de descontos, o Santa Clara esteve muito perto de empatar por três ocasiões.
Monteiro, na cara de Hélder Godinho, rematou mal, João Pedro cortou no limite um forte remate de Bruno Monteiro e, no último lance do jogo, após canto da direita, Pacheco cabeceou com selo de golo, mas Hélder Godinho fez uma defesa espantosa e segurou a vitória dos locais.
Árbitro: Hélder Malheiro (Lisboa).
Desp. Aves: Hélder Godinho, Marco Airosa, Tiago Valente, João Pedro, Vítor Vinha, Gonçalo, Júlio César, Marco Cláudio (Pedro Pereira, 59), Vasco Matos (Lourenço, 74), Luisinho e Rabiola (Tozé Marreco, 74).
Santa Clara: Ney, Brigues, Ilic, Diogo Silva, Vítor Alves, Jeferson (Pacheco, 61), Gabi (Bruno Monteiro, 82), Alex (Platini, 57), Fajardo, Monteiro e Moreira.
Ação disciplinar: Cartão amarelo para Jeferson (43), Marco Airosa (55), Monteiro (78), Vítor Alves (81) e Luisinho (90+4).

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Série Açores: Equipas reforçam-se a custo zero


Reforços a custo zero em tempo de crise
Equipas da série Açores mexeram pouco nos plantéis no final do limite para inscrições de novos jogadores. Metade manteve-se fiel à estrutura que iniciou a temporada, em Agosto passado.
Foram poucas as equipas açorianas que disputam o campeonato da III divisão nacional que aproveitaram os últimos dias do mercado de transferências para jogadores amadores para retocarem os respectivos plantéis. A maioria manteve-se fiel à estrutura com que iniciou a temporada, não apenas por satisfação pela forma como decorre a época mas também porque o dinheiro não abunda.
Sporting Ideal, Capelense, Santiago, Prainha e Vitória foram aquelas que procederam a ligeiros retoques e em pequenas quantidades, procurando através de contratações cirúrgicas colmatar lacunas identificadas no decorrer das primeiras onze jornadas do campeonato da série Açores.
Entre as equipas que ocupam os quatro primeiros lugares somente o Prainha recrutou atletas, pois a única alteração introduzida pelo Santiago, de Água de Pau, foi a promoção do guarda-redes júnior, Rogério, à formação sénior para preencher a saída de Gualter.
Já o conjunto da ilha do Pico, orientado por Jeremy Maiato, foi ao continente português recrutar o avançado Frank, um senegalês de 20 anos que jogava no Monte Agraço, de Lisboa. Ao vizinho Madalena o Prainha contratou o médio de 18 anos Pedro Luís. Saíram do plantel o defesa Hugo Meneses e o médio Zezinho.
Portanto, foi na segunda metade da tabela classificativa que se operaram mais mexidas, com o Sporting Ideal, Capelense e Vitória a reforçarem-se com dois jogadores cada. Os leões da Ribeira Grande foram buscar o defesa-central Ruben Couto à União de Nordeste e o médio Sabry, que estava sem clube.
O Capelense também retocou a pensar em baixos custos, preferindo o empréstimo dos médios Filipe Feixona, do Operário, e Tiaguito, que era pouco utilizado no Santiago. Entraram dois e saiu um, o avançado Morais, que vinculou-se ao Desportivo de São Roque.
Quanto ao Vitória, último classificado da série Açores de futebol ainda sem qualquer triunfo ao cabo de onze jornadas, o treinador, Pedro Ávila, viu chegar o defesa-esquerdo Ricardo Real e o avançado José Pereira, atletas que fizeram a estreia ainda antes do final do ano de 2010, no empate a zero com o Prainha.
A maior contrariedade foi a saída do guarda-redes titular, Óscar, que por motivos pessoais regressou a Barcelos, ficando a defesa da baliza entregue ao veterano de 40 anos Mário Freitas ou ao ex-júnior Ivo Lima, de 19 anos.
Fonte: Portal Multimédia RTP/A