quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Informação Desportiva dos Açores:


CAMPEONATO NACIONAL DA 3ª. DIVISÃO - SÉRIE AÇORES:
Lusitânia vence Sporting Ideal e é lider na Série Açores
Excelente futebol e várias vertentes são o sucesso dos Leões de Angra. Com Benjamim abrir a contagem na primeira parte e Paulo Miranda a fechar o marcador na segunda metade.
Destaque também para o resultado do jogo Capelense e Angrense, 2-4, na segunda jornada da série Açores.

LUSITÂNIA, 2 - SPORTING IDEAL, 0
"Leão" com a corda toda
O sol forte que se fez sentir na tarde do tradicional "Domingo dos Biscoitos" iluminou o caminho para o golo ainda antes dos cinco minutos, resultante de uma vistosa jogada envolvente, finalizada superiormente pelo jovem talento Benjamim.
O Lusitânia atravessava um bom período, embora com um plantel maioritariamente jovem. Aliás, esta equipa tem boa qualidade técnica, troca bem a bola e, acima de tudo, não tem receio de a ter nos pés.
Em consequência do seu carrossel, o segundo golo verde e branco esteve para surgir, quando Miranda finalizou em jeito na zona da grande área, mas por cima.
O Ideal, uma equipa formada por atletas com larga experiência e qualidade, nesta fase só incomodava mesmo em lances de bola parada, de facto, bem trabalhados.
Mas a juventude também tem as suas lacunas e uma delas é a de não gerir bem os andamentos, facto aproveitado pelo Ideal (que também teve o seu mérito devido à qualidade do plantel) para pegar no jogo e atuar demasiado tempo no meio campo lusitanista.
Contudo, foi Miranda, uma vez mais, a três minutos do intervalo, a desperdiçar a melhor ocasião de golo de toda a primeira-parte.
Os verdes voltaram a entrar a preceito na segunda-parte, mas depois o adversário reagiu como lhe competia e teve, inclusive, algum ascendente. Porém, bem estruturado, o "leão" esteve sempre em jogo e Miranda, à entrada da área e com dois adversários por perto, apontou, com um remate repentista, o segundo golo lusitanista.
A partir daqui o Ideal subiu ainda mais, sobrando então espaços e tornando o jogo partido, só que o resultado não se alterou.
Arbitragem: para além de uma dualidade de critérios disciplinar gritante, ficou uma grande-penalidade por sancionar sobre Miranda.
FICHA DO JOGO:
Estádio João Paulo II, em Angra do Heroísmo.
Árbitro: Bruno Nave (AF Castelo Branco).
Assistentes: Bruno Xisto e Filipe Simão.
LUSITÂNIA - David Dinis; Celso, Heitor, Benjamim (Nuno Lima, 81m), Miranda, Fábio Vicente, Carlos Silveira (João Silveira, 59m), Miguel Oliveira (Ricardo, 66m), David Castro, Cris, Alex (cap.)
Suplentes não utilizados: Matias, Fábio Toledo, Zula e Vítor Soares.
Treinador: Manuel da Costa (Chalana).
Disciplina: cartão amarelo para Fábio Vicente (31m), Benjamim (54m), Carlos Silveira (56m), Heitor (72m) e Cris (77m).
SPORTING IDEAL - Califórnia; Vitinha, Bolinhas, Milton Costa, (São Pedro, 36m), Milton Vieira, Samuel (cap.), Sidónio, (Manuel, 76m), Bento Freitas, Gervásio, Romicha e Chalana (M. Jorge, 70m).
Suplentes não utilizados: Marco e Maradona.
Treinador: Eurico Santos/Pedro Oliveira.
Disciplina: cartão amarelo para São Pedro (61m).
PRIMEIRA-PARTE: 1-0.
1-0 por Benjamim, aos 4m.
SEGUNDA-PARTE: 1-0.
2-0 por Miranda, aos 68m.
RESULTADO FINAL: 2-0.
Fonte: Diário Insular
Resultados da 2ª jornada:
Lusitânia, 2 - Sporting Ideal, 0
Santiago, 1 - Boavista S.Mateus, 1
Prainha FC, 2 - Vitória do Pico, 0
Vilanovense, 2 - U. Micaelense, 0
Capelense, 2 - SC Angrense, 4
CLASSIFICAÇÃO:
L Equipa ........ J V E D GM-S P
1º SC Lusitânia . 2 2 0 0 6 - 1 6
2º SC Angrense . 2 2 0 0 7 - 3 6
3º Vilanovense .. 2 1 0 1 3 - 3 3
4º U. Micaelense 2 1 0 1 1 - 2 3
5º Prainha FC ... 2 1 0 1 2 - 1 3
6º Santiago FC .. 2 0 2 0 2 - 2 2
7º Capelense .... 2 0 1 1 4 - 6 1
8º Sporting Ideal 2 0 1 1 2 - 4 1
9º Vitória Pico .. 2 0 1 1 1 - 3 1
10º Boavista SM. 2 0 1 1 2 - 5 1
3ª JORNADA 2010-10-03:
SC Lusitânia - Santiago FC
Boavista S.M. - Prainha FC
Vitória do Pico - Vilanovense
U. Micaelense - Capelense
Sporting Ideal - Angrense
NA ILHA DE SÃO MIGUEL:
Taça de Honra AFPD - Grupo A:
Resultados da 2ª jornada:
Rabo de Peixe, 1 - União Nordeste, 1
Vale Formoso, 1 - GD São Roque, 1
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS ...... J V E D GM-S
P
1º GD São Roque 2 1 1 0 4 - 1 4
2º Vale Formoso. 2 0 2 0 2 - 2 2
3º Rabo de Peixe 2 0 2 0 2 - 2 2
4º U. Nordeste .. 2 0 1 1 1 - 4 1
3ª. jornada - 03/10/2010:
União Nordeste - Vale Formoso
GD São Roque - Rabo de Peixe
Taça de Honra AFPD - Gupo B:
Resultados da 2ª jornada:
Vitória CPP, 3 - Mira Mar, 0
Águia CD, 3 - Bota Fogo, 3
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS ..... J V E D GM-S P
1º Vitória CPP .. 2 1 1 0 3 - 0 4
2º Bota Fogo ... 2 0 2 0 4 - 4 2
3º Águia CD .... 2 0 2 0 3 - 3 2
4º Mira Mar .... 2 0 1 1 1 - 4 1
3ª. jornada - 03/10/2010:
Bota Fogo - Vitória CPP
Mira Mar - Águia CD
NA ILHA TERCEIRA:
TORNEIO DE ABERTURA DA AFAH:
Duo segue na liderança

Resultados da 2ª jornada:
Barreiro, 1 - Juv. Lajense, 2
Maritimos, 4 - Fontinhas, 1
Folga: Boavista da Ribeirinha.
CLASSIFICAÇÃO:
P Equipas ....... J V E D GM-S P
1º Marítimos ..... 2 1 1 0 4 -1 4
2º Juv. Lajense . 2 1 1 0 2 - 1 4
3º SC Barreiro ... 1 1 0 0 3 - 0 3
4º GD Fontinhas . 1 0 0 1 1 - 4 0
5º Boavista CR .. 1 0 0 1 0 - 3 0
3ª. Jornada - 03/10/2010:
GD Fontinhas - SC Barreiro
Juv. Lajense - Boavista CR
Folga o Marítimos
NA ILHA GRACIOSA:
TORNEIO DE ABERTURA AFAH:
Primeira jornada começou com empates
Sporting de Guadalupe e Desportivo Luzense abriram a época desportiva 2010/2011, com um empate a zero, num encontro disputado no campo de jogos de Guadalupe.
Numa partida tipicamente de início de temporada, onde os índices físicos ainda não foram os melhores, ambas as equipas tiveram chances para abrir o placar, principalmente na primeira parte.
A equipa de arbitragem chefiada pelo estreante Rogério Sousa, esteve em bom plano.
A 1ª jornada do torneio de abertura terminou com o “derby” de Santa Cruz, entre o Sport Clube Marítimo e o Graciosa Futebol Clube.
A partida terminou com um empate a uma bola, depois do Marítimo ter ido para intervalo a vencer por 1-0, com o primeiro golo da época marcado por Tiago Benjamim aos 16 minutos.
Na segunda parte, Pedro Borges ao marcar uma grande penalidade marcou para o Graciosa, fazendo o empate, resultado que se manteria até ao final do jogo.
Resultado da 1ª jornada:
Sp.Guadalupe, 0 - Luzense, 0
Maritimo, 1 - Graciosa FC, 1
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS ...... J V E D GM-S P

1º Graciosa FC .. 1 0 1 0 1 - 1 1
2º SC Marítimo .. 1 0 1 0 1 - 1 1
3º GD Luzense ... 1 0 1 0 0 - 0 1
4º Sp. Guadalupe. 1 0 1 0 0 - 0 1
NAS ILHAS DO FAIAL/PICO:
TORNEIO DE ABERTURA DA A.F.HORTA
Cedrense vence fora e isola-se

Flamengos perde no Pico
No passado fim-de-semana foi a vez do Flamengos fazer a sua estreia no Torneio de Abertura da Associação de Futebol da Horta, em seniores masculinos. No seu primeiro jogo oficial depois da descida da Série Açores, os jogadores do Vale foram ao Pico, onde perderam com o Lajense por 2-0.
No outro jogo da jornada, o Cedrense derrotou o Feteira nas Canadinhas, com um golo sem resposta.
Este domingo, dia 3, o Flamengos recebe o Grupo Desportivo da Feteira a partir das 15h00. À mesma hora joga-se nos Cedros o Cedrense/Fayal Sport Club.
O Lajense folga nesta jornada.
Resultados da 2ª. jornada:
CD Lajense, 2 - Flamengos, 0
GD Feteira, 0 - Cedrense, 1
Folga: Fayal Sport.
CLASSIFICAÇÃO:
P Equipas ..... J V E D GM-S P
1º Cedrense .... 2 2 0 0 4 - 2 6
2º Fayal Sport .. 1 1 0 0 3 - 0 3
3º CD Lajense .. 2 1 0 1 4 - 3 3
4º Flamengos .. 1 0 0 1 0 - 2 0
5º GD Feteira .. 2 0 0 2 0 - 4 0
3ª. jornada - 03/10/2010:
FC Flamengos - GD Feteira
GD Cedrense - Fayal Sport
Folga: Desportivo Lajense.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Hoje é o dia de São Miguel Arcanjo


Hoje é o dia do Arcanjo que terá dado nome à maior ilha do arquipélago dos Açores
“Segundo rezam algumas histórias dos tempos primitivos o nome de São Miguel foi dado a esta ilha pelo Infante D. Pedro, irmão do D. Duarte, e regente perante a menor de idade do sobrinho D. Afonso V”. Denominação dada a esta ilha “porque era muito devoto deste Arcanjo”.
Esta é uma hipótese que filia para a origem do nome “São Miguel”, dado à maior ilha do arquipélago açoriano. O retrato traçado pelo Professor Teixeira Dias, antigo Professor da Universidade dos Açores, surge num dia que a Igreja unificou a celebração dos três arcanjos mais famosos da história do catolicismo e das religiões - Miguel, Gabriel e Rafael - 29 de Setembro, data em que se comemorava apenas o primeiro.
Hoje é o dia de São Miguel Arcanjo. Miguel, que significa “ninguém é como Deus”, ou “semelhança de Deus”, é considerado o príncipe guardião e guerreiro, defensor do trono celeste e do Povo de Deus e o seu culto é um dos mais antigos da Igreja.
Ora, a maior ilha do arquipélago pode muito bem dever o seu nome a este arcanjo. Outros “filiam este nome no facto de já haver ilhas chamadas desta maneira, ilhas imaginárias antes da chegada dos portugueses aqui aos Açores”, explica o Professor Teixeira Dias.
Não se sabendo ao certo a origem do nome “São Miguel”, é marco físico e simbólico a Igreja Matriz de São Miguel Arcanjo, em Vila Franca do Campo, a própria freguesia Matriz (São Miguel Arcanjo) sita no mesmo concelho ou a estátua nos Paços do Concelho de Ponta Delgada.
Dedicada ao Arcanjo homónimo, a Igreja Matriz de São Miguel Arcanjo é dos templos mais antigos dos Açores. Já vem referida no testamento do Infante D. Henrique, datado de 13 de Outubro de 1460. Nesta conjuntura sabe-se que “a igreja que hoje se supõe edificada junto aquilo que foi o Convento de Santo André, em Vila Franca, foi destruída em 1522 e depois reedificada no lugar em que hoje está. E tem realmente São Miguel como padroeiro da Igreja e também oráculo da freguesia da Matriz (São Miguel) ”, explica ao “Diário dos Açores” Teixeira Dias.

Mas outros factos colocam Vila Franca do Campo e São Miguel Arcanjo como “responsáveis” por esta designação. Conta Teixeira Dias que “o facto de Vila Franca do Campo ter sido a primeira capital da ilha não dará fundamento ao facto de se chamar São Miguel. O fundamento é que foi o primeiro lugar que eles [descobridores] encontraram e que era mais propício que a Povoação Velha [Furnas], onde primeiro chegaram os descobridores da ilha de São Miguel”.
“Aqui [Vila Franca do Campo] tentaram encontrar um espaço melhor e como a povoação progrediu muito, mais tarde por volta de 1474 (a data exacta ninguém a sabe concretamente porque ainda não apareceu o foral que instituiu Vila Franca como vila e concelho) sabe-se que foi o 2º donatário de Santa Maria que vendeu a ilha de São Miguel a Rui Gonçalves da Câmara em 1474”, o mesmo que terá edificado a primeira Matriz de São Miguel que depois terá sido reproduzida, segundo Gaspar Frutuoso, na actual.
Celebrações de São Miguel Arcanjo fazem-se em Maio quando data litúrgica é a 29 de Setembro.
O Professor Teixeira Dias confessa à nossa reportagem ainda não ter encontrado razões para se fazer a festa de São Miguel em Vila Franca muito antes desta data [29 de Setembro].
No Continente português celebram-se estas festas nesta altura e “inclusivamente as rendas são pagas pelo São Miguel, as colheitas são feitas pelo São Miguel e fala-se mesmo do São Miguel como o tempo das colheitas, precisamente o dia de hoje, do Arcanjo de São Miguel”.

Em Vila Franca do Campo estas celebrações acontecem logo no fim da Primavera, em Maio. “Desde sempre que oiço falar que as procissões de São Miguel, segundo fala o padre Ernesto Ferreira e outros, já são muito antigas. É sinal que elas se fazem há muito tempo. Agora como é uma procissão do Trabalho falta-me saber se lhe foi dada esta característica nos tempos modernos depois das corporações”, explica Teixeira Dias.
O antigo Professor da Universidade dos Açores lembra que quando chegou à ilha de São Miguel estas festas tinham sido ressuscitadas há pouco tempo por um encarregado [‘assuntos sociais’] e retrata, tal como actualmente, uma das procissões mais bonitas porque estão patentes todos os instrumentos de trabalho.
“Uma procissão que não é propriamente religiosa embora parta da Matriz, vem o sacerdote (regra geral o padre da Matriz), ela não é verdadeiramente uma procissão naquele sentido que nós temos religioso. É mais uma demonstração dos diferentes ofícios que havia aqui na Terra e que não são mais do que a cópia daqueles que existem em todo o lado”, descreve Teixeira Dias.
ILHA DE SÃO MIGUEL
A maior ilha do arquipélago dos Açores tem uma superfície de 759,41 Km2, com 65 km de comprimento e 16 km de largura máxima. Iniciou o seu povoamento em 1444, actualmente alberga cerca de metade da população do arquipélago, 133.816 habitantes.
A ilha que forma o Grupo Oriental do Arquipélago dos Açores juntamente com Santa Maria, conhecida pela terra de Gonçalo Velho, tem provavelmente por ‘culpa’ da devoção a um Arcanjo o nome de... São Miguel.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Futebol: Liga Orangina e II Divisão - Zona Sul


LIGA ORANGINA - ÉPOCA 2010/2011:
FEIRENSE, 1 - SANTA CLARA, 0
Santa Clara sai com derrota de Santa Maria da Feira
Os encarnados de Ponta Delgada averbaram a segunda derrota consecutiva para a Liga Orangina, num jogo que até foi bem disputado. O Santa Clara perdeu no terreno do Feirense, por uma bola a zero, jogo que contou para a 3ª jornada da Liga Orangina.
Esta é a segunda derrota consecutiva da equipa dos Açores para a competição.
Feirense soma primeira vitória ao bater o Santa Clara
O Feirense alcançou este domingo a primeira vitória na Liga Orangina, ao derrotar o Santa Clara por 1-0 na 3.ª jornada, em jogo disputado no Estádio Marcolino de Castro, em Santa Maria da Feira.
Depois de nas duas primeiras jornadas o Feirense ter somado dois empates o Santa Clara um empate e uma derrota, as duas equipas viam-se forçadas a vencer este encontro, que começou muito disputado a meio campo, com os jogadores de ambos os lados a disputarem os lances de forma algo nervosa.
O treinador do Feirense, Quim Machado, foi forçado a mexer na sua equipa logo aos 17 minutos, substituindo Diogo Cunha, que saiu com uma aparente indisposição, por Thiago.
A equipa de Santa Maria da Feira passou a dominar por completo a partida a meio da primeira parte e a melhor oportunidade de golo pertenceu a Gonçalo Abreu, aos 30 minutos, num lance em que o jogador do Feirense apareceu isolado na direita do ataque e rematando forte para a baliza defendida por Ney.
A segunda parte começou praticamente com o golo do Feirense: aos 49 minutos, o defesa central Henrique respondeu de cabeça a um pontapé de canto sem dar hipóteses de defesa a Ney, fazendo assim o primeiro e único golo do encontro.
A formação açoriana criou a sua primeira oportunidade de golo aos 60 minutos, num remate cruzado que levou a bola a passar a centímetros do poste direito da baliza do Feirense, após um mal alívio da defesa local.
Em desvantagem no marcador, o Santa Clara fez subir mais a sua linha atacante, causando algum aperto à defesa local, mas foi o Feirense que acabou por criar mais perigo em contra-ataque.
Aos 80 minutos, Roberto Ballestero apareceu isolado frente a Ney, que o travou em falta fora da área e foi expulso. Como já tinham sido feitas as três substituições, o avançado Fajardo ocupou a baliza do Santa Clara até ao final do jogo, que terminou muito disputado, com os visitantes a tentarem a igualdade.
CAMPEONATO DA II DIVISÃO - ZONA SUL:
Operário vence Louletano e está no topo da classificação

LOULETANO, 1 - OPERÁRIO, 2
Operário soma e segue
Operário foi a Loulé derrotar o Louletano com golos de Ruizinho e Fabrício. Vitória mantém a equipa de Francisco Agatão no topo da classificação da zona Sul da II divisão nacional.
O Operário soma e segue no campeonato da II divisão ao alcançar a segunda vitória em outros tantos jogos, reforçando a posição no topo da classificação. Depois de ter derrotado, em casa, o Atlético de Reguengos na jornada de abertura do campeonato, os pupilos de Francisco Agatão foram a Loulé bater o Louletano por 2-1.
Perante um opositor teoricamente complicado e que ao longo do desafio foi impondo dificuldades aos fabris, a equipa de Lagoa assentou na coesão defensiva o sucesso da estratégia que saiu vencedora numa longa e desgastante deslocação ao Algarve.
O nulo ao intervalo traduzia o equilíbrio da partida: o Louletano atacava mais mas o Operário defendia ainda melhor, não permitindo grandes situações de perigo para a baliza de Armindo.
Sem nunca descurar o ataque, os lagoenses colocaram-se em vantagem ao minuto 60 num livre directo superiormente cobrado por Ruizinho. A cerca de 25 metros da baliza o jovem médio mandou o esférico ao ângulo. O 1-0 durou pouco porque praticamente na jogada seguinte Bem restabeleceu o empate.
Mas a supremacia táctica continuava a pertencer ao Operário que mantendo a estratégia de explorar os espaços que o Louletano abria na procura do golo recolocou-se na frente do marcador ao minuto 80 em mais um bonito tento, desta feita assinado por Fabrício, que sem deixar a bola cair no chão rematou de primeira para o seu quinto golo em outras tantas partidas.
FC MADALENA, 2 - SC FARENSE, 0
Madalena conquista primeira vitória
A equipa do Futebol Clube da Madalena alcançou, no Estádio Municipal do Bom Jesus, a sua primeira vitória no retorno à II Divisão Nacional de Futebol.
O jogo a contar para a segunda jornada levou a equipa do Farense à Ilha do Pico para uma partida em que os três pontos ficaram em casa.
Pertenceram ao Madalena as primeiras ocasiões de golo, vincando desde o inicio a sede da vitória ambicionada pelos picarotos que abriram o marcador aos 41m da primeira parte intermédio de Pedro Saianda que, sozinho na área, teve tempo para perguntar ao guardião Serrão para onde queria a bola.
O Farense fez alterações no seu xadrez ao intervalo e entrou para o segundo tempo mais atrevido chegando por mais vezes à área dos anfitriões, mas, passados 15m os pupilos de Vítor Moía voltavam a festejar com um bom golo de cabeça de Samiro.
A equipa do Madalena poderia ter ampliado a vantagem por diversas vezes até ao apito final, sendo que, esta foi uma vitória justa e merecida para a equipa da casa.
Resultados da 2ª jornada:
Atlético CP, 1- SC Praiense, 0
Casa Pia, 0 - Carregado, 1
AD Mafra, 2 - Pinhalnovense, 2
At. Reguengos, 1- Lagoa, 0
Louletano, 1 - Operário, 2
FC Madalena, 2 - Farense, 0
Real Massamá, 2- Torreense, 0
Juventude Évora, 2- Oriental, 0
CLASSIFICAÇÃO
Pos. Equipa ..... J V E D GM-S P

1º Juv. Évora ... 2 2 0 0 5 - 1 6
2º Atlético CP... 2 2 0 0 4 - 1 6
3º Operário ..... 2 2 0 0 4 - 1 6
4º AD Mafra .... 2 1 1 0 3 - 2 4
5º Real Massamá 2 1 0 1 2 - 1 3
6º FC Madalena . 2 1 0 1 2 - 1 3
7º Oriental ...... 2 1 0 1 1 - 2 3
8º Torreense .... 2 1 0 1 1 - 2 3
9º Carregado .... 2 1 0 1 2 - 3 3
10º A. Reguengos 2 1 0 1 1 - 2 3
11º Pinhalnovense2 0 2 0 3 - 3 2
12º Louletano .... 2 1 2 0 1 - 2 1
13º Farense ...... 2 0 1 1 0 - 2 1
14º Casa Pia ..... 2 0 1 1 1 - 2 1
15º Lagoa ........ 2 0 0 2 0 - 2 0
16º SC Praiense . 2 0 0 2 1 - 4 0
3ª JORNADA - 2010-10-03
Atlético CP - Casa Pia
Carregado - AD Mafra
Pinhalnovense - At. Reguengos
Lagoa - Louletano
Operário - FC Madalena
Farense - Real Massama
Torreense - Juventude Évora
Sport Praiense - Oriental
TAÇA DE PORTUGAL - SORTEIO DA 3ª ELIMINATÓRIA:
Operário recebe Moreirense para a 3ª eliminatória da Taça de Portugal
O Operário volta a receber uma equipa da Liga Orangina para a 3ª eliminatória da Taça de Portugal.
Ditou o sorteio, realizado esta manhã na sede da Federação Portuguesa de Futebol, que a equipa da Lagoa que milita na 2ª Divisão voltasse a defrontar uma formação do escalão superior e, novamente em casa.
Desta forma, o grupo de trabalho às ordens de Francisco Agatão, recebe a 16 ou a 17 de Outubro, o Moreirense para a 3ª eliminatória da Taça de Portugal.
Recorde-se que o Operário eliminou o Penafiel na 2ª eliminatória da prova.
No que diz respeito ao Santa Clara, da Liga Orangina, desta vez joga fora de casa, nomeadamente, no terreno do Juventude de Évora, equipa que está a disputar o campeonato da 2ª divisão nacional de futebol.
Nesta 3ª eliminatória entra já as equipa da Liga principal de futebol, sendo que o detentor do troféu, FC Porto recebe o Limianos, da 3ª divisão.
O campeão nacional, Benfica vai receber o Arouca da Liga Orangina; enquanto o Sporting visita o Estoril, também da Liga Orangina.
MOTORES: XXXII RALI ILHA LILÁS
Ricardo Moura vence Rali Ilha Lilás
O campeão dos Açores levou a melhor sobre Gustavo Louro.

Ricardo Moura venceu o XXXII Rali Ilha Lilás, prova que terminou no domingo na ilha Terceira. O piloto do Team Além-Mar venceu a prova com cerca de 14 segundos de vantagem sobre o segundo classificado, Gustavo Louro
Na terceira posição ficou Pedro Vale que fruto disso conquistou o título de vice-campeão dos Açores de ralis.

Benfica vôa na SATA/Internacional


SATA INTERNACIONAL TRANSPORTA EQUIPA DO BENFICA
A SATA Internacional foi a companhia aérea escolhida para transportar a equipa profissional de futebol do Sport Lisboa e Benfica na sua deslocação a Gelsenkirchen para o primeiro jogo fora de Portugal da Liga dos Campeões.
A comitiva benfiquista partiu hoje de Lisboa, no voo S49760, com destino ao aeroporto de Dusseldorf, na Alemanha e regressa a Lisboa no dia 29 de Setembro, no voo S49761.
O S.L. Benfica será transportado numa aeronave Airbus A310 para a Alemanha onde vai defrontar o Shalke 04, no jogo que se realiza na Arena AufSchalke, em Gelsenkirchen.
Recorde-se a este respeito que a SATA Internacional foi a opção do Sport Lisboa e Benfica nas deslocações relativas à participação da Liga Europa da época passada, confirmando a qualidade do serviço que a SATA Internacional presta a bordo dos aviões e enquadrando-se na aposta estratégica de realização de operações transporte de comitivas para o estrangeiro, por parte da SATA Internacional, permitindo levar a marca dos Açores e da SATA para todo o mundo.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Açores: Grupo Sata lança novo serviço online

Grupo SATA lança Web Check-In no site http:www.sata.pt
No seguimento da estratégia de Inovação que tem pautado a actuação da SATA nos últimos anos, o dia de hoje, 27 de Setembro de 2010, ficará registado na história do Grupo SATA por ser o dia do lançamento do Web Check-In, ou seja, a possibilidade dos passageiros efectuarem o Check-In pela Internet, através do site www.sata.pt
Com o lançamento deste novo serviço, o Grupo SATA oferece aos seus clientes uma forma mais cómoda, rápida e versátil de efectuarem o Check-In para os voos da SATA Internacional e da SATA Air Açores e junta-se, assim, ao grupo das companhias aéreas mais inovadoras, a nível mundial.
O Web Check-In está disponível para passageiros, com e sem bagagem, em todos os voos operados pela SATA Internacional e SATA Air Açores à partida dos aeroportos dos Açores, Madeira, Lisboa e Porto, com excepção dos voos com destino aos Estados Unidos da América, Canadá e Reino Unido, devido à especificidade dos procedimentos de segurança para estes países.
O Web Check-In pode ser efectuado desde 72 horas até 1h15m antes da hora de partida do voo e apresenta como grande vantagem o facto de permitir que os passageiros efectuem o seu procedimento de Check-In à distância, isto é, sem necessidade de permanecer na fila de Check In, logo, oferecendo maior comodidade para os passageiros e, permite ainda, nos voos da SATA Internacional, a escolha do lugar a bordo. Outras vantagens que podemos enumerar são: a possibilidade dos passageiros apenas com bagagem de mão poderem, logo após a chegada ao aeroporto, dirigir-se para a sala de embarque e os passageiros com bagagem de porão poderem efectuar o despacho da bagagem em balcões específicos ("Web Check-In").
Pelo facto de existirem um conjunto de tarifas que obrigam à verificação dos documentos legais que permitem beneficiar das mesmas, os passageiros em inicio de viagem com tarifas de residente, os passageiros com tarifas de estudante ou passageiros que tenham solicitado serviços especiais não poderão imprimir o cartão de embarque antecipadamente, tendo de recolhê-los nos balcões devidamente assinalados nos aeroportos ("Web Check-In").

Açores: Orçamento de Estado preocupa César


Carlos César preocupado com "imprevisibilidade" sobre OE para 2011
O presidente do Governo regional dos Açores manifestou esta segunda-feira preocupação face à "imprevisibilidade" sobre o Orçamento de Estado (OE) para 2011, reconhecendo que tal pode influenciar o planeamento regional uma vez que são desconhecidas as receitas para a região.
“A imprevisibilidade que envolve o Orçamento de Estado, quer do ponto de vista da sua aprovação e das medidas que incorporará evidentemente que tem influência na confirmação ou na revisão dos pressupostos que obedecem nesta fase, e data, a este planeamento que apresentamos”, afirmou aos jornalistas Carlos César.
O presidente do Governo Regional dos Açores falava após a reunião do Conselho Regional de Concertação Estratégica, em Ponta Delgada, onde apresentou a ante proposta do Plano Anual Regional para 2011.
Segundo Carlos César, em causa estão as receitas relacionadas com a Lei de Finanças das Regiões Autónomas (LFR) e outras prestações através da solidariedade nacional.
Berta Cabral disponível para negociar com Carlos César

A líder do PSD/Açores, Berta Cabral, declarou-se esta segunda-feira disponível para negociar com o seu homólogo do PS uma proposta comum de revisão da Constituição nas matérias respeitantes às regiões autónomas.
Numa conferência de imprensa em Ponta Delgada, a dirigente social democrata sublinhou que o seu partido já deu sinais de disponibilidade para um entendimento com os socialistas ao aprovar, na Assembleia Legislativa Regional, uma resolução do PS no sentido da extinção, em sede de revisão, do cargo de Representante da República.
O PSD “não só apela ao consenso” nesse domínio como põe tal propósito em prática, acrescentou Berta Cabral, recordando que os socialistas votaram contra a proposta de resolução sobre a alteração da Constituição apresentada no Parlamento regional pelo seu partido.
“Nós dizemos e nós praticamos”, referiu, insistindo na disponibilidade do PSD/Açores para consensos que permitam “aprofundar as autonomias regionais”.
Berta Cabral referiu, ainda, que os sociais democratas açorianos pretendem que na próxima revisão constitucional se vá além, em matéria de autonomias, da extinção do cargo do Representante da República.
“O projecto que temos em preparação é mais vasto, contemplando 18 pontos, porque em matéria de autonomias o PSD está muito mais à frente”, afirmou.
Lusa/AO online

Desporto está de Luto: Morreu António Jesus


António Jesus faleceu domingo à noite vítima de ataque cardíaco
O antigo guarda-redes internacional português António Jesus faleceu domingo, poucas horas depois de orientar o Sp. Espinho no empate diante do Boavista, em jogo da 2ª jornada da 2ª divisão - Zona Centro
Segundo a imprensa desportiva nacional, António Jesus, de 55 anos, encontrava-se em casa da filha e tinha decidido sair um pouco quando foi vítima de ataque cardíaco.
O antigo futebolista foi sete vezes internacional por Portugal, após o “caso Saltillo”, e jogou a maior parte da carreira no Vitória de Guimarães, tendo ainda representado o FC Porto, o Leixões, o Varzim, o Desportivo de Chaves, o Beira-Mar e o Lourosa.
Na qualidade de treinador dirigiu o Desportivo de Chaves, Paços de Ferreira, Sporting da Covilhã e Tondela, e, esta época o Sporting de Espinho.
António Jesus passou também pelos Açores, nomeadamente, Operário e Lusitânia.
Na equipa da Lagoa, Jesus chegou no final da época 1999/2000 e permaneceu na seguinte, altura em que foi para o Desportivo de Chaves.
Na temporada de 2005/2006 António Jesus regressou aos Açores e à ilha Terceira, onde esteve no comando técnico do Lusitânia, sagrando-se então campeão da Série Açores e colocando a equipa na 2ª divisão Nacional.
Recentemente, a 20 de Setembro de 2009, António Jesus esteve na Lagoa, aquando do jogo entre o Operário e o Tondela.
Na ocasião confidenciou que “a maior asneira enquanto treinador que cometi ao longo da minha carreira foi ter trocado o Operário pelo Desportivo de Chaves. Um erro que nunca irei conseguir reparar!”
O funeral realiza-se hoje (15h00) em Anta, Espinho.
Susete Rodrigues (AO)

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Informação Desportiva dos Açores


FUTEBOL NA ILHA TERCEIRA:
Super Taça Francisco Borges Pinheiro
Angrense, 2 - Vilanovense, 1
Angrense conquista super taça da Terceira
O Angrense venceu no domingo o Vilanovense por 2-1, num jogo a contar para a Super Taça Francisco Borges Pinheiro da Ilha Terceira disputado no Campo do Sporting Clube "Os Leões", no Porto Judeu.
Resultado ao intervalo: 0-1. Os golos do Angrense foram marcardos por Magina e Vitória. Pelo terceiro ano consecutivo, o Angrense conquistou a Super Taça da Associação de Futebol de Angra do Heroísmo.
TORNEIO DE ABERTURA DA AFAH:
Juventude Lajense e Maritimos empatam
A primeira jornada disputado no domingo passado o Juventude Lajense com Os Marítimos de São Mateus empataram a zero.
Foi aplicado a pena de derrota e multa ao Boavista da Ribeirinha no jogo em casa, com o Barreiro, por não ter requisitado o policiamento. Folgou o GD Fontinhas.
Resultados da 1ª jornada:
Boavista, 0 - Barreiro, 3
JD Lajense, 0 - Maritimos, 0
CLASSIFICAÇÃO:
P Equipas ..... J V E D GM-S
P
1º SC Barreiro .. 1 1 0 0 3 - 0 3
1º JD Lajense ... 1 0 1 0 0 - 0 1
2º Marítimos ..... 1 0 1 0 0 -0 1
3º Boavista Rib.. 1 0 0 1 0 - 3 0
JOGO TREINO NO ESTÁDIO JOÃO PAULO II:
Lusitânia, 5 - GD Fontinhas, 1
O Lusitânia não estava na segunda eliminatória da taça de Portugal e o Grupo Desportivo das Fontinhas folgava na primeira jornada do Torneio de Abertura da Associação de Futebol de Angra do Heroismo, aproveitaram para realizar um jogo de treino no Estádio João Paulo II, sendo o resultado favorável aos verdes de Angra do Heroísmo por 5-1.
Futebol em São Miguel:
TAÇA DE HONRA DA A.F.PONTA DELGADA:

São Roque foi o único vencedor
Terminada a ronda inaugural da Taça de Honra da Associação de Futebol de Ponta Delgada, o Grupo Desportivo de São Roque foi a única formação a vencer.
No encontro que marcou a despedida "talvez" definitiva de Pauleta, os "amarelos" venceram por 3-0 o União do Nordeste com o ex-internacional português a bisar enquanto que Vale Formoso e Rabo de Peixe empataram a uma bola, isto no que respeita ao Grupo A.
No Grupo B, no passado sábado, Águia dos Arrifes e Pico da Pedra empataram a zero e no outro encontro deste grupo também se verificou um empate. Foi um a um o resultado entre Bota Fogo e Mira Mar.
União de Nordeste volta aos séniores
A União de Nordeste está de volta ao futebol sénior na ilha de São Miguel, dois anos após um curto interregno e agora com a incorporação da Fazenda na estrutura, alcançado que foi um entendimento para os clubes do concelho unirem o desporto-rei num só emblema. Sómente o Nordestinho não aderiu ao projeto mas alguns dos seus dirigentes e treinadores optaram por seguir o rumo da unificação.
Taça de Honra AFPD - Grupo A:
São Roque entra a vencer e lidera
Resultados da 1ª jornada:
GD São Roque, 3 - União Nordeste, 0
Vale Formoso, 1 - Rabo de Peixe, 1
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS ........ J V E D GM-S P

1º GD São Roque .. 1 1 0 0 3 - 0 3
2º Vale Formoso... 1 0 1 0 1 - 1 1
3º Rabo de Peixe.. 1 0 1 0 1 - 1 1
4º U. Nordeste..... 1 0 0 1 0 - 3 0
2ª. jornada - 26/09/2010:
Rabo de Peixe - União de Nordeste
Vale Formoso - GD São Roque
Taça de Honra AFPD - Gupo B:
Primeira jornada deu empates
Resultados da 1ª jornada:
Águia CD, 0 - Vitória CPP, 0
Bota Fogo, 1 - Mira Mar,1
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS .... J V E D GM-S P

1º Bota Fogo ... 1 0 1 0 1 - 1 1
2º Mira Mar .... 1 0 1 0 1 - 1 1
3º Águia CD ... 1 0 1 0 0 - 0 1
4º Vitória CPP . 1 0 1 0 0 - 0 1
2ª. jornada - 26/09/2010:
Vitória CPP - Mira Mar
Águia CD - Bota Fogo
Futebol no FAIAL/PICO:
TORNEIO DE ABERTURA DA A.F.HORTA:

Fayal e cedrense entram a ganhar
Resultados da 1. jornada:
Fayal Sport, 3 - GD Feteira, 0
Cedrense, 3 - CD Lajense, 2
CLASSIFICAÇÃO:
P Equipas ..... J V E D GM-S P
1º Fayal Sport .. 1 1 0 0 3 - 0 3
2º Cedrense .... 1 1 0 0 3 - 2 3
3º CD Lajense .. 1 0 0 1 2 - 3 0
4º GD Feteira ... 1 0 0 1 0 - 3 0
3ª. Divisão Nacional - Série Açores:
Lusitânia, Angrense e U. Micaelense venceram
Resultados da 1ª jornada:

Boavista SM, 1 - Lusitânia, 4
Vitória FC, 1 - Santiago, 1
U. Micaelense, 1 - Prainha, 0
Angrense, 3 - Vilanovense, 1
Sporting Ideal, 2 - Capelense, 2
CLASSIFICAÇÃO:
L Equipa ...... J V E D GM-S P

1º Lusitânia ..... 1 1 0 0 4- 1 3
2º Angrense ..... 1 1 0 0 3- 1 3
3º U. Micaelense. 1 1 0 0 1- 0 3
4º Sporting Ideal . 1 0 1 0 2- 2 1
5º Capelense ..... 1 0 1 0 2- 2 1
6º Vitória Pico ... 1 0 1 0 1- 1 1
7º Santiago FC ... 1 0 1 0 1- 1 1
8º Prainha FC .... 1 0 0 1 0- 1 0
9º Vilanovense ... 1 0 0 1 1- 3 0
10º Boavista SM . 1 0 0 1 1- 4 0
2ª JORNADA 2010-09-26
Lusitânia - Sporting Ideal
Santiago - Boavista S.Mateus
Prainha FC - Vitória do Pico
Vilanovense - U. Micaelense
Capelense - SC Angrense

Futebol: Taça de Portugal Millenium 2010-11


TAÇA DE PORTUGAL - 2ª. ELIMINATÓRIA:
SANTA CLARA, 4 - OLIVEIRA DE FRADES, 0
Goleada peca por escassa tantas foram as facilidades

Santa Clara segue em frente depois de cumprir a obrigação de derrotar o frágil Oliveira de Frades, equipa que mostrou debilidades. Resultado peca ainda assim por escasso.
O Santa Clara cumpriu os serviços mínimos e segue em frente na Taça de Portugal, depois de golear por 4-0 o Oliveira de Frades, na segunda eliminatória da prova.
O conjunto de Viseu mostrou demasiadas debilidades mas ainda assim conseguiu colocar em sentido o Santa Clara, nas únicas duas ocasiões em que conseguiu chegar com perigo junto das redes que estiveram à guarda do inglês Matt Jones.
Todavia, e na resposta, os encarnados de Ponta Delgada “mataram” o jogo, realçando-se neste capítulo o “hat-trick” com assinatura de Moreira.
A partida fica marcada, não só pelo desnível qualitativo de ambas as formações, mas também pelo festival de golos falhados pelos homens de Bruno Moura.

OPERÁRIO, 1 - PENAFIEL, 0
Humildade foi a chave para a vitória do Operário
O Operário está na 3ª eliminatória da Taça de Portugal após ter vencido o Penafiel. A equipa da Lagoa, apesar de estar no escalão inferior, foi superior aos penafidelenses.

A festa da Taça de Portugal fez-se na Lagoa, com o Operário da 2ª. divisão a eliminar o Penafiel da Liga Orangina.
O golo de Fabrício aos 24 minutos deu a passagem ao Operário à fase seguinte da prova, num encontro em que não se viu a diferença de escalões, o que vem demonstrar que os fabris estão a encarar esta nova temporada com muita atitude para fazer esquecer a anterior, onde tiveram momentos muitos complicados.
A justiça no triunfo não sofre contestação pois os pupilos de Francisco Agatão fizeram valer a força do colectivo para superar o teórico favoritismo contrário.
Motivado por receber tão ilustre opositor, o Operário entrou desinibido e confiante no encontro, fazendo circular o esférico entre os sectores, progredindo no terreno à procura do golo que poderia ter acontecido ao minuto dez quando Fabrício colocou a bola no fundo das redes mas o tento foi anulado por pretenso fora-de-jogo.
Talvez surpreendido pelo à-vontade com que os fabris abordaram a partida, o Penafiel demorava a assentar o seu futebol mas poderia ter sido bafejado pela sorte ao minuto quinze quando Kanu marcou mas, à semelhança de Fabrício, também estava em posição irregular.
Sem se assustar com a resposta esporádica dos forasteiros o Operário manteve-se unido e com o seu jogo ligado colocou-se em vantagem à passagem do minuto 24 na sequência de um pontapé de canto de Ruizinho ao qual Fabrício correspondeu com uma forte cabeçada que não deu hipóteses de defesa a Márcio Ramos.
TAÇA DE PORTUGAL - 2ª ELIMINATÓRIA:

Santa Clara e Operário seguem em frente, Madalena, Boavista e Praiense foram eliminados
Resultados das cinco equipas açorianas.
Torreense, 2 - FC Madalena, 0
1-0 Diego (46m) 2-0 David Mateus (55m)
Tirsense, 2 - Praiense, 0
1-0 Nuno Silva (25m)
2-0 Vilaça (90m)
Boavista SM, 0 - Pontassolense, 0 (1-3)*
*Após penalidades:
Pedro Clemente (falha) / Tiago Alves (falha)
Narciso (falha) / Barbosa (marca) 0-1
Sandro (marca) / Rui Pereira (marca) 1-2
Wilson (falha) / Mariano (marca) 1-3
Operário, 1 - Penafiel, 0
1-0 Fabrico (20m)
Santa Clara, 4 - Oliveira de Frades, 0
1-0 Alex (12m)
2-0 Hugo Moreira (42m) grande penalidade
3-0 Hugo Moreira (89m)
4-0 Bruno Monteiro (90+2)
Disputou este fim de semana a segunda eliminatoria da Taça de Portugal, com os seguintes resultados:
Belenenses
(LO) - Lousada (2ª Div.), 1-0 (a.p)
Tirsense (2ª Div.) - Praiense (3ª Div.), 2-0
Tourizense (2ª Div.) - Freamunde (LO), 1-0
Desp. Aves (LO) - Louletano (2ª Div.), 1-2
Estoril Praia (LO) - Sp. Covilhã (LO), 2-0
Fiães (3ª Div.) - Varzim (LO), 0-2
Moreirense (LO) - Paredes (3ª Div.), 3-0
Feirense (LO) - Sacavenense (3ª Div.), 3-1
União da Madeira (2ª Div.) - Trofense (LO), 1-1 (2-1 a.p.)
Coimbrões (2ª Div.) - Oliveirense (LO),3-2
Esposende(3ª Div.) - Arouca (LO), 0-2
Juventude de Évora (2ª Div.) - Académico de Viseu (3ª Div.), 1-0
Operário Desportivo (2ª Div.) - Penafiel (LO), 1-0
Fátima (LO) - Oriental de Lisboa (2ª Div.), 2-1
Santa Clara (LO) - Oliveira de Frades (3ª Div.), 4-0
Sertanense (2ª Div.) - Serzedelo (3ª Div.), 4-2 (g.p.)
Ribeirão (2ª Div.) - Amarante (3ª Div), 1-0
Vianense (3ª Div.) - Limianos (3ª Div.), 0-2
Anadia (2ª Div.) - Esperança de Lagos (3ª Div.), 3-2
Mirandela (3ª Div.) - Moura (3ª Div.), 2-1
AD Mafra (2ª Div.) - Alpendorada (3ª Div.), 8-7 (g.p.)
Alcochetense (3ª Div.) - Penalva do Castelo (3ª Div.), 1-4 (a.p)
1º Dezembro (3ª Div.) - Camacha (2ª Div.), 3-1 (a.p.)
Cova da Piedade (3ª Div.) - Gondomar (2ª Div.), 1-2
Mondinense (3ª Div.) - Bustelo (3ª Div.), 2-0
Boavista São Mateus (3ª Div.) - Pontassolense (2ª Div.), 1-3 (g.p.)
Pinhalnovense (2ª Div.) - Maria da Fonte (3ª Div.), 2-0
Ribeira Brava (3ª Div.) - Atlético CP (2ª Div.), 0-1
Aliados Lordelo (2ª Div.) - Oeiras (3ª Div.), 1-0
Merelinense (2ª Div.) - Monsanto (3ª Div.), 3-1
Portossantense (3ª Div.) - Carregado (2ª Div.), 0-1
União Desportiva da Serra (2ª Div.) - Farense (2ª Div.), 4-5 (g.p.)
Sampedrense (3ª Div.) - Vieira (3ª Div.), 5-4 (g.p.)
Santacruzense (3ª Div.) - Bombarralense (3ª Div.), 0-2
São João de Vêr (3ª Div.) - Candal (3ª Div.), 1-0
Santa Maria (3ª Div.) - Sourense (3ª Div.), 2-2 (2-2 a.p., 4-2 g.p.)
Lagoa (2ª Div.) - Tondela (2ª Div.), 1-0
Grupo União Sport (3ª Div.) - Sp. Espinho (2ª Div.), 1-1 (1-2 a.p.)
Amares (3ª Div.) - Macedo Cavaleiros (2ª Div.), 0-1
1º Maio (3ª Div.) - Malveira (3ª Div.), 1-1 (2-2 a.p., 2-3 g.p.)
AD Fafe (2ª Div.) - Melgacense (3ª Div.), 2-0
Odivelas (3ª Div.) - Cinfães (3ª Div.), 0-1
Padroense (2ª Div.) - Sousense (3ª Div.), 2-1 (a.p.)
Gil Vicente (LO) - Caldas (3ª), 2-0
Bragança (2ª) - Estrela Vendas Novas (3ª), 1-2
Leixões (LO) - Vila Meã (3ª), 4-2
Torreense (2ª) - FC Madalena (2ª), 2-0
Messinense (3 ª) - Cesarense (2ª), 1-2

sábado, 18 de setembro de 2010

Passageiro morre a bordo da Sata-Internacional


Passageiro morreu a bordo do avião da SATA que ligava Boston a Ponta Delgada
Um passageiro de nacionalidade portuguesa morreu hoje a bordo do avião da transportadora aérea açoriana SATA que fazia a ligação entre Boston, EUA, e Ponta Delgada, Açores, revelou à Lusa fonte da companhia aérea.
O incidente ocorreu quando o aparelho, um Airbus A310, se preparava para começar a descer para Ponta Delgada, de onde seguiria depois para Lisboa. “Um passageiro, de 68 anos, sentiu um mal-estar súbito e foi, de imediato, assistido pela tripulação e por duas enfermeiras que viajavam no avião”, afirmou o porta-voz da SATA. José Gamboa frisou que “foram desenvolvidos todos os esforços para reanimar o passageiro”, mas revelaram-se infrutíferos. O voo S4 220, que tinha chegada prevista a Ponta Delgada às 07:15 (08:15 em Lisboa), aterrou no Aeroporto João Paulo II com 20 minutos de atraso. Depois da aterragem, a morte do passageiro foi confirmada por um médico e pelo delegado de saúde, tendo o corpo, depois de autorizada a remoção pelo Ministério Público, sido transportado para o Hospital de Ponta Delgada. O passageiro, que viajava acompanhado pela mulher, dirigia-se para S. Jorge, no Grupo Central dos Açores.~
Lusa/AO online

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Brampton: 4ª. Procissão do Senhor Santo Cristo


-Reportagem fotográfica da 4ª. procissão do Senhor Santo Cristo dos Milagres realizada na cidade de Brampton na Província de Ontário - Canadá.