quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Pico, Açores - Festa do Bom Jesus Milagroso


Festa do Bom Jesus Milagroso em São Mateus na ilha do Pico - Açores
''O Bom Jesus, Sinal do Amor do Pai''
No Santuário Diocesano de São Mateus do Pico, realizou-se no passado dia 6 de Agosto, a segunda maior festa religiosa do arquipélago dos Açores, que teve este ano a presença da sua excelência Reverendíssima D. António de Sousa Braga, Venerando Bispo de Angra e ilhas dos Açores, sendo novenário orientado pelo Reverendíssimo Monsenhor Cónego Dr. Gregório Rocha, Digníssimo Reitor do Seminário Episcopal de Angra, que bordou o tema: ''O Bom Jesus Sinal do Amor do Pai''.

Milhares de peregrinos rumaram á freguesia de São Mateus, conselho da Madalena na ilha do Pico, na passada semana, para assistiram ás cerimónias e procissão que se realiza todos os anos no dia 6 de Agosto, mais precissamente ao Santuário Diocesano de São Mateus do Pico nos Açores.


Este ano fez precissamente 147 anos após as errupções vulcânicas na ilha Montanha onde se realiza esta grandiosa festa, em honra do ''Ecce Homo'', a segunda maior festa religiosa do arquipélago, e a mais concorrida que arrasta milhares de peregrinos de toda a ilha, que em romarias pagam suas promessas em longas caminhadas ao longo da semana e participam em novenas diárias.

No dia de festa vêem do grupo central , também conhecidas pelas as ilhas do Triângulo, ''Faial , Pico e São Jorge'', centenas de pessoas de vários grupos etários para assistirem e participarem nas cerimónias, muitos marcam presença todos os anos no dia 6 de Agosto.
Este ano a festa aconteceu numa sexta-feira, onde houve três missas, ás 8h30 e ás 11 horas, sendo a solene Concelebração Eucarística da festa pelas 16h30, e a solene majestosa procissão teve início pelas 18h30. Incorporaram na procissão além das venerandas imagens do Senhor Bom Jesus Milagroso, de Nossa Senhora da Compaixão e de São João Evangelista, incorporou-se também a Imagem do Beato João Baptista Machado, padroeiro da diocese de Angra, que assinalou os 475 anos da criação da mesma. O cortejo encerrou com o Palio e Santo Lenho, levado pelo bispo dos Açores.

D. António Sousa Braga celebrou no passado dia 2 de Agosto, quarenta anos de Missa Nova na missa da novena das festas do Senhor Bom Jesus Milagroso. Concelebraram D. Arquiminio Rodrigues da Costa, bispo emérito de Macau, Monsenhor José de Lima e Monsenhor Gregório Rocha, Reitor do Seminário de Angra do Heroísmo e pregador das festas deste ano eo clero do Pico. A alocução do final da solene procissão foi proclamada pelo reverendo Pe. Marco Luciano da Rosa Carvalho, Ouvidor Eclesiástico da Horta. Quase toda a gente se integrou no cortejo processional se afirmando por uma digna manifestação de fé e religiosidade sentidas e vividas no acto penitencial de fiés devotos do Bom Jesus Milagroso em que muita boa gente caminha com os pés descalços nesta longa caminhada de oração e peregrinação.

Foram oito as filarmónicas que seguiram no cortejo atrás das imagens, seis locais, uma do Faial, a Sociedade Filarmónica "União Faialense" (SFUF), fundada a 17 de Maio de 1897, na freguesia de Angústias, ilha do Faial, e a outra do continente.

A Banda Filarmónica Simão da Veiga da Casa do Povo de Lavre, esteve na ilha do Pico de 4 a 10 de Agosto em intercâmbio com a Filarmónica Lira Madalense. É antiga a tradição musical da histórica vila alentejana de Lavre. A primeira aparição pública oficial da Banda da “Sociedade Fraternidade Simão da Veiga” foi a 1 de Dezembro de 1889 tendo como mentor Simão Luís da Veiga, lavrense e exímio cavaleiro e pintor animalista. Várias identidades municipais locais e regionais marcaram presença atrás do palio qe fechavam a participação na procissão.

Ao cair da noite houve concerto pelas filarmónicas e comes e bebes ao longo da rua principal da freguesia. O tempo ainda aguentou-se sem chover no decorrer da procissão mas no final do dia , veio a chuva já ao cair da noite, que prometia durante a tarde soalheira e ventosa que se fez sentir, que afastou as centenas de pessoas que ainda se encontrava no local da festa.

Sem comentários: