segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Miss Terra 2009: Larissa Ramos


MISS TERRA 2009
A brasileira, Larissa Ramos, foi a escolhida ''Miss Terra 2009'' entre 80 candidatas de todo o mundo.

Cancun, México: Ilha das Mulheres


SERENA - Esta menina de pedra pode ser vista em Cancun, no México, alguns metros abaixo da superfície do mar. Faz parte do Museu de Escultura Subaquática da Ilha das Mulheres.

Austrália: "Tinta e não pele de Marta".


EM PROL DOS ANIMAIS
Dani Lugosi, uma modelo que tem o seu corpo tatuado, participa numa acção de sensibilização do grupo "Pessoas a favor de um tratamento ético dos animais" PETA, transportando para além das suas famosas tatuagens, um letreiro que em português quer dizer "Tinta e não pele de Marta". A acção decorreu junto a um centro comercial em Sidney, na Austrália. Tudo leva a crer que foi uma acção de grande impacto...

Mundial 2010: Motivo de orgulho para os Africanos

Eusébio - «Mundial é motivo de orgulho para os africanos»
Natural de Moçambique, Eusébio da Silva Ferreira diz que o facto de a fase final do Mundial-2010 ter sido atribuída à África do Sul deve ser «motivo de orgulho para todos os africanos».
«Este é um momento muito importante na história do futebol. Nasci aqui ao lado, a 40 minutos de avião de Joanesburgo, e penso que o Mundial em África é motivo para que os africanos de todos os países se sintam muito orgulhosos. Hoje tenho a satisfação de ver a África do Sul a organizar um Mundial para mostrar ao mundo que a África é, sim, capaz de realizar grandes competições», afirmou o Pantera Negra, na África do Sul, em declarações ao site brasileiro Globoesporte.com.
Desafiado a eleger os principais favoritos à conquista do ‘ceptro’, Eusébio referiu que «os favoritos são sempre os mesmos e o Brasil é certamente um deles». «E não é só porque estou a falar para o Brasil que o digo. Mas acho que é preciso ficar de olho também na Espanha, na Holanda, na Alemanha e também na Inglaterra», avisou.
Quanto à Selecção Nacional... «É, Portugal eu não sei... espero que ele esteja lá em cima», desejou, erguendo as mãos para o céu.
Considerado o melhor jogador da história do futebol português, e também mundial, Eusébio recusa comparar-se a outro nome grande do futebol luso: Cristiano Ronaldo.
«Vocês da imprensa querem sempre comparar um com o outro, Eusébio e Cristiano Ronaldo, Eusébio e Pelé, Eusébio e não sei mais quem… Eu tive a minha carreira e não gosto de falar sobre os outros», atirou.

Liga Sagres: Sp. Braga de regresso à liderança


SP. BRAGA, 2 - U. LEIRIA, 0
Sporting de Braga líder isolado de novo

Os bracarenses bateram os leirienses e isolaram-se no comando da classificação, com dois pontos sobre o segundo, o Benfica.
O Sporting de Braga venceu, por 2-0, na recepção à União de Leiria e assume a liderança isolada do campeonato, apeando o Benfica do efémero primeiro lugar a que subira, sábado, depois do empate em Alvalade, agora a dois pontos dos minhotos.
Paulo César, aos cinco minutos, fez um centro-remate da esquerda, que foi passando por entre companheiros e adversários, entre eles Diego Gaúcho, que falhou a intercepção e traiu o seu guarda-redes: estava feito o primeiro.
Depois, foi um Braga perdulário até ao intervalo. Após o reatamento, só aos 69 minutos, o brasileiro Matheus, entrado sete minutos antes, em substituição do camaronês Meyong, isolou-se frente a Djuricic e não perdoou.
Jogo no Estádio Municipal de Braga.
Árbitro: João Ferreira (Setúbal).
Equipas:
- Sporting de Braga: Eduardo, João Pereira, Moisés, Rodriguez, Evaldo, Vandinho, Madrid, Mossoró (Osvaldo, 88), Alan, Paulo César (Adriano, 78) e Meyong (Matheus, 62).
(Suplentes: Kieszek, André Leone, Filipe Oliveira, Matheus, Osvaldo, Yazalde, Adriano).
- União de Leiria: Duricic, Hugo Gomes, Bruno Miguel, Diego Gaúcho, Paulo Vinicius, André Santos, Vítor Moreno (Marco Soares, 78), Elias, Silas (Cássio, 84), Carlão, Ouattara (Tiago Luís, 46).
(Suplentes: Hélder Godinho, Ronny, Tiago Luís, Marco Soares, Mamadou Tall, Kalaba, Cássio).
Acção disciplinar: cartão amarelo para João Pereira (07), Ouattara (35).
Assistência: 8168 espectadores.
SPORTING CP, 0 - SL BENFICA, 0
Sporting e Benfica jogaram derbi fechado a sete chaves
Um electrizante Estádio José Alvalade recebeu o derby entre Sporting e Benfica.
Quinto empate consecutivo do Sporting na Liga, depois de uma derrota com o FC Porto; os mesmos onze pontos de atraso em relação ao Benfica, que poderão ser 13 para a liderança em caso de vitória do Sp. Braga. O Benfica soma um ponto em casa do rival e assume a liderança provisória até segunda-feira.
Consequências de um derby que teoricamente parecia colocar frente a frente dois adversários muito desnivelados, mas que acabou por mostrar um Sporting fresco, aguerrido, sobretudo na primeira parte. Excelente oportunidade de Miguel Veloso (57) para igual defesa de Quim, e logo a seguir de Moutinho, Polga podia ter marcado na primeira parte, Liedson também; Saviola atirou à barra, Ramires falhou um golo na boca da baliza, Cardozo atirou ao lado. De resto muito controlo defensivo e apenas o quarto 0-0 em Alvalade.
Ficha de jogo:
Estádio José Alvalade
Árbitro: Pedro Proença
SPORTING: Rui Patrício; Abel(Pedro Silva, 44), Carriço, Polga e Caneira; Miguel Veloso, Adrien; João Moutinho, Matias (Pereirinha, 73) e Vukcevic (Postiga, 83); Liedson.
Suplentes: Tiago, Pedro Silva, Grimi, Saleiro, Caicedo, Postiga e Pereirinha
BENFICA: Quim; Maxi, Sidnei (Miguel Vítor, 77), David Luiz e César Peixoto; Javi Garcia, Ramires, Aimar(Rúben Amorim, 67) e Di Maria; Cardozo e Saviola (Fábio Coentrão, 85).
Suplentes: Júlio César, Rúben Amorim, Fábio Coentrão, Weldon, Nuno Gomes, Felipe Menezes e Miguel Vítor
Disciplina: Cartão amarelo a Polga (28), Adrien (51), Javi Garcia (69), David Luiz (76)
Assistência: 45.880 espectadores
Resultados da 11ª jornada:
Sporting-Benfica, 0-0
Nacional-Naval, 1-1
Olhanense-V. Guimarães, 0-2
Académica-V. Setúbal, 3-0
P. Ferreira-Leixões, 1-1
Belenenses-Marítimo, 2-2
FC Porto-Rio Ave, 2-1
Sp. Braga-U. Leiria, 2-0
Lider: 1º Sp. Braga 28 pontos; Benfica, 26; FC Porto, 23 pontos.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

10º Aniversário de ''Amor de Artista '2009''


VENUS CREATIONS '' AMOR DE ARTISTA 2009''
''O sentido de quem sou'', foi o novo lançamento em CD no 10º Aniversário do ''Amor de Artista '2009''
A Organização da ''Venus Creations'' realizou no último domingo (22), no salão do Centro Cultural Português de Mississauga a festa do lançamento do novo CD do '' Amor de Artista 2009'', intitulado '' O sentido de quem eu sou'', com música e letra da autoria de Paulo Perreira.
Este último trabalho discográfico do ''Amor de Artista 2009'', conta onze composições com a participação de 10 artistas cantores da comunidade portuguesa que fazem parte deste novo trabalho da Venus Creations.

Depois do requintado almoço preparado pelo P.C.C.M, foram convidados os mestres de cerimónias (MC)- Nancy Costa e Hermídio Alves, para apresentar o espectáculo com os dez artistas que compõem o novo CD. O som esteve a cargo da TNT Productions de Tony Silva.
A primeira parte do espectáculo teve inicio com o cantor brasileiro Luiz Bonanza que interpertou ''Regresso à Terra'', com Letra de Isabel Bonanza e Música de Avelino Teixeira. Depois foi a vez de Inês Henriques que cantou ''Nos teus braços'', L: Inês Henriques - M: Nelson Camarâ. A terceira canção foi para Júlia Leal com o tema ''Tu que dizes'', L: Júlia Leal - M. Álvaro Raposo. Michelle Cabral cantou a única cantiga em inglês '' Indestructibe''. terminando a primeira parte do espectáculo com a voz de Kelly M. que cantou e muito bem ''Beijinho de Mar'', L: Fátima Toste - M: Nelson Câmara.

Foram apresentados depois os artistas convidados, com trio de guitarras liderado pelo famoso guitarrista micaelense vindo da ilha de São Miguel, Alfredo Gago da Câmara que foi acompanhado por Nelson Câmara e Tony Melo, enquanto a fadista foi Piedade Rego Costa, que conta com 25 anos de carreira, cantou sómente um fado porque a sua voz não estava nas melhores condições.

Após um intervalo, começou a segunda parte do espectáculo que tiveram os restantes cinco cantores que foram: Paulo Pereira que intrepertou ''Sons do abismo'' de Paulo Pereira; seguido de, Álvaro Raposo no tema ''Junto á muralha do Luar''; Chantelle Costa '' Á espera de ti'' de Paulo Pereira; Lindsey Câmara '' Trem das onze'' e fechou a jovem cantora Emily Melo com a composição, '' Louca'' de Geraldo Moura e Diego Amaro.

A dupla dos brasileiros da canção sertanejo, Valber & Vannille, também participaram nesta festa da Venus Creations, e trouxeram alegria aos seus fãs que dançaram no final da tarde.
Nelson Câmara productor do ''NC Audio Produtions'', agradeceu a presença de todos e elogiou em homenagem ao ausente amigo destas lides musicais, Daniel Carvalho, assim como ao fundador deste evento, Joe Furtado natural de Vila Franca do Campo - São Miguel, fundador em 1974 da ''Venus Productions''.

Mais tarde em 2003 os irmãos Joe e John Furtado lançou-se no mundo virtual e passaram para ''Venus Creations'', que têm uma página na internet no endereço www.venuscreations.ca
No ano 2000 fundou o projecto musical ''Amor de Artista'' que desde o primeiro dia foi o impolsionador deste projecto de lançamento dos novos artistas da nossa comunidade.
No final o novo CD esteve á venda ao público e todos os artistas estiveram ao dispor para autografar os mesmos.
A ''Venus Creations'' mais uma vez está de parabéns em promover os novos talentos e artistas da comunidade de ascendência luso-canadianos, para cantarem na língua portuguesa.
Bem Hajam!
- João G. Silva.

Concerto de Natal pela Banda do S.C.Jesus


SOCIEDADE DE MÚSICA DA PARÓQUIA DE SANTA HELENA
Tradicional jantar e ''14º Concerto de Natal'' pela Banda do Sagrado Coração de Jesus & Ecos de Portugal em noite festiva
A Sociedade de Música da Paróquia de Santa Helena em Toronto, levou a efeito n último sábado (21), no salão do St. John's Hall na cidade de Mississauga a sua festa de Natal com tradicional jantar anual e ''14º Concerto de Natal'' realizado pela Banda Filarmónica do Sagrado Coração de Jesus & Ecos de Portugal, que juntou a familía e amigos desta briosa organização músical de tradição açoriana.
O salão de festas do St. John's Hall agregou uma grande enchente, com mais de quatro centenas de pessoas para participar na festa natalícia desta conceituada Banda musical da nossa comunidade portuguesa e a primeira filarmónica que pertence á organização da ACAPO.

O presidente da direcção Américo do Rego, agradeceu a presença de todos e leu a Mensagem de Natal a todo o auditório e disse: ''As festas Natalicias tem um significado incomparável em cada uma das nossas vidas. À uns anos atrás o Natal era considerado a Festa Cristão pelo mundo inteiro. Hoje pelo Natal não só se celebra a vinda do Nosso Salvador mas também se celebra a humanidade, amizade, caridade e envia uma mensagem de paz, tolerância e irmandade. Neste Natal expressa o seu amor à sua famílía e amigos pelo meio de palavras e carinhos e não com ofertas. Muitas vezes as ofertas são substituições do que nós sentimos. Amizade e carinho seão apreciados pela vida inteira. Um presente, simplesmente por um dia ou dois. Desejo a todos que as vossas alegrias e tesouros do presente sejam as memórias doiradas do seu futuro. A ''Music Society of St. Helen'' deseja-vos um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo cheio de amor, saúde e alegria''.

Foi apresentado logo de seguida um ''Slide Show'', com as actividades dos membros da banda filarmónica ao longo deste ano que está a terminar.
Seguiu-se a entrada do requintado jantar da festa, que foi preparado e servido pela conceituada firma do ''Catita's Catering'' de Brampton.
Depois do repasto natalício, a MC da noite, Dona Maria Fernanda, locutora da CIRV-FM Rádio Internacional de Toronto, apresentou com o seu bom humor de sempre o concerto que teve a seguinte ordem musical:

A primeira parte do 14º Concerto Anual da Banda do Sagrado Coração de Jesus & Ecos de Portugal, constou o seguinte programa:
Começaram com os Hinos do Canadá e Portugal, seguiu-se ''O Engenheiro'' (Paso Doble por Ilidio Costa); ''Ballet Parizien Suit'' (Jacques Offenbach); ''Concerto D' Amore'' (Jacob de Haan); ''Eighties Flashback'' (Paul Murtha); ''Colonel Bogey'' (Kenneth J. Alford''; ''Fum, Fum, Fum'' (Spanish Trad.); ''Silent Night (Noite Feliz)'', (Franz Grruber); ''Oh Come All Ye Faithful (Adeste Fideles)''; ''Gift of Christmas Song'' (James Swearingen); e ''Christmas Parase March''.
Num pequeno intervalo, apareceu o Pai Natal (Santa Claus), que distribuiu algumas prendas ás crianças que se apróximaram do palco, para receberam as ofertas, e desejar um ''Merry Christmas'' a todas as famílias.

A segunda parte do concerto musical teve os temas: ''Marcha do Centenário'' (Arr. José Manuel Resendes); ''Chamarrita de São Miguel'' (Arr. José Manuel Resendes); ''Cabecinha no Ombro'' (Arr. José Manuel Resendes); ''Desfolhada Portuguesa'' (por S. de Oliveira, N. Fernandes, Arr. José Manuel Resendes); ''Casa da Mariquinhas'' (Solista: Sara da Silva); ''Malmequer'' (Solista: Rose Mary da Silva); ''Regresso - O Minha Terra'' (Solista: João Teixeira); e ''Uma Casa Portuguesa'' (Solistas; Rose Mary da Silva, Sara da Silva, João Teixeira).
Foi sem dúvidas mais um excelente concerto realizado pela Banda do Sagrado Coração de Jesus & Ecos de Portugal, ás ordens da regência do maestro José Manuel Resendes, que agradou a todos e foram muito aplaudidos com uma grande salva de palmas.

No final da noite, o presidente Américo do Rego, apresentou os membros da direcção que foram os seguintes: Eduardo Costa (Vice-Presidente); José Alberto de Andrade (Tesoureiro); Laurénio Rego (Secretário); José Aguiar, Manuel Pontes e José Bráz (Vogais); Aurélio Andrade, José Luis Raposo e Alberto Moniz (Assembleia Geral); e Aldina do Rego, Celeste Costa, Maria dos Anjos Pontes, Fátima Andrade, Maria Inelda Rego e Maria Aguiar (Senhoras Auxiliares).
Depois das apresentações foi chamadas várias crianças para tirarem os bilhetes sorteados e entregue os respectivos prémios aos vencedores.
O Jornal ''Nove Ilhas'' envia também a toda a direcção e banda em geral, votos de Feliz Natal. Boas Festas!
- João G. Silva.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

35º Aniversário do C.C. Português de Mississauga


JANTAR DE GALA DO 35º ANIVERSÁRIO DO C.C.P.M.
Trinta e cinco anos de trabalho, sacrificio e sucesso
O salão de festas do Centro Cultural Português de Mississauga (CCPM) engalanou-se a rigor no passado sábado dia (14), para festejar o 35º aniversário da sua fundação, com um Jantar de Gala onde se reuniram muitos sócios e suas famílias e vários convidados especiais para celebrar as comemorações desta efeméride.

Com o salão de festas praticamente cheio de convivas, a noite de cerimónia do aniversário teve início com a introdução do jovem Nelson Gonçalves (MC), que deu as boas-vindas a todos e chamou o Monsenhor Eduardo Resendes para bencoar a refeição. Monsenhor Eduardo dirigiu algumas palavras e incentivou o excelente trabalho que a este clube da comunidade portuguesa tem prestado desde a sua existência na Dundas Street, quando abriram pela primeira vez em 1974, as portas até aos dias de hoje, enderançado a grandesa da nossa comunidade e coragem, dando os parabéns à direcção do Centro Cultural e a todos os voluntários que contribuem para o sucesso desta organização. Depois mandou todos rezar um Pai Nosso em Inglês, e abençou os alimentos antes de servir o começo do jantar.

Depois do requintado jantar, o Mestre de Cerimónia chamou o presidente Gilberto Moniz, que deu as boas-vindas a todos e agradeceu a comparência dos sócios e convidados honorários nesta noite do 35º aniversário do clube e proferiu algumas palavras de apoio e incentivo a toda a direcção pelo trabalho, esforço e dedicação que todos sem excepção têm prestado ao longo do ano em prol do sucesso do CCPM.
Seguiu-se a presença dos convidados de honra e suas declarações e entregas dos parabéns dos governantes ao presidente desta instituição de origem portuguesa: Her Worship, Hazel McCallion - ''Mayer'' Presidente da Câmara de Mississauga; Dr. Júlio Vilela - Consulado Geral de Portugal em Toronto; Bob Delaney - MPP Mississauga - Streetsville; Charles de Sousa - MPP Mississauga South; Councillor Carolyn Parish (Mississauga, Ward 6) e Councillor George Carlsson (Mississauga Ward 11).

Por último o presidente da Assembleia Geral do CCPM, Armindo Silva, agradeceu a presença dos convidados e comunicação social, e leu uma carta citando o desafio que esta organização comunitária enfrentou e continua a enfrentar nos dias de hoje em manter uma sede social desta dimenção e grandessa para servir a comunidade portuguesa, e apelou para mais sócios e ajuda da comunidade, porque a rende predial tem aumentado sem controlo nos ultimos anos. No final da carta do seu discurso, atirou aos politicos presentas e alertou os custos que tenham subido desabaladamente sem controlo, para darem um intervalo nas taxas ás organizações comunitárias, porque se assim não for tudo poderá estar em perigo e acabar porque as despesas dos custos são enormes para manter o vosso CCPM. Armindo Silva pediu depois a todos os presentes para levantarem-se e compartilhar o porto de honra com os seus copos, com os respectivos parabéns.
Foi entregue também pelo Pres. Gilberto Moniz lembranças aos serviços de apoio prestado ao Centro durante o ano de 2009, aos propriétarios de diversas firmas luso-canadianas e a várias senhoras que voluntariamente contribuiram também durante o ano para este Centro Cultural de origem portuguesa.
No final das cerimónias, foi a vez do conjunto musical ''Mexe Mexe'' abrihantar o serão dançante pela noite dentro.
Á meia-noite deu-se o partir do majestoso bolo de aniversário onde foi servido a todos com a taça de champanhe a acompanhar.
O ''Milhafre-Noticias'' endereça a toda a direcção do CCPM, os parabéns por mais este aniversário desejando-lhe os maiores sucessos.
Texto: João G. Silva.
Fotos: Alberto Nogueira e J.G.S.

Festa de São Martinho do P.C.I.M.


Portuguese Canadian Integration Movement - 1ª. Irmandade de Mississauga
Tradicional festa de São Martinho com muita alegria, castanhas e vinho

Todos os anos no 11 de Novembro é celebrado o dia de São Martinho, um dia para que muita gente simboliza a oportunidade de ir à adega e provar o vinho novo.
Esta tradição secular não ficou no esquecimento dos portugueses que um dia deixaram a sua terra natal, e vieram à procura de um melhor nível de vida para oferecer às suas famílias, nesta nossa terra de aconhimento.
Ainda hoje, os imigrantes que vivem no Canadá, fazem o seu vinho, e celebram este dia no fim-de-semana mais próximo da data comemorativa, com festas nos clubes e associações por todo o Ontário.

O Portuguese Canadian Integration Movement (PCIM) - 1ª. Irmandade de Mississauga, realizou no último sábado, dia 14, a sua festa de São Martinho, com um jantar onde compareceram mais de 600 convivas, no salão do St. John's Hall na cidade de Mississauga, e que foi preparado e servido pelos membros e famíliares desta organização e ajudados por alguns voluntários.
Após o jantar, começou baile que foi interrompido para a realização da cerimónia de passagem de testemunho dos Mordomos de 2009, Carlos e Lúcia Melo, para os novos Mordomos de 2010 , o casal Gilberto Pereira e Ilda Pereira , naturais das Feteiras do Sul, conselho de Ponta Delgada - São Miguel .- Açores, que receberam a Côroa do Divino Espírito Santo e o Estandarte, para a nova festa da Terceira Pessoa da Santíssima Trindade, que se realiza no próximo ano, na paróquia de São José dos Portugueses em Oakville.

Para além de apesentador, Manuel Martins, Presidente da Assembleia Geral e relações públicas do PCIM, teve a sua cargo os tradicinais leilões de angariação de fundos.
Houve muita alegria neste convivio anual e não faltaram as castanhas cozidas e o tradicional jarro de vinho, que foi servido perto da meia-noite.
O baile de S. Martinho foi abrinhantado pelo conjunto musical ''Os Panteras''.
Agradecemos o convite e amizade dispensada pelo PCIM.
Por: João G. Silva.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Vancouver 2010: Uma transmissão...


... olimpicamente "cool"

Taça de Portugal: Cinco da Liga Sagres eliminados


TAÇA DE PORTUGAL - 4ª. ELIMINATÓRIA:
RIO AVE, 1 - SANTA CLARA, 0
Rio Ave afasta Santa Clara após vitória por um a zero
O Rio Ave, da Liga Sagres, assegurou ontem a passagem aos oitavos-de-final da Taça de Portugal, após ter derrotado o Santa Clara, da Liga Vitalis, por 1-0.
O golo do defesa vila-condense Gaspar, a 15 minutos do final, acabou por fazer a diferença, numa partida sem grandes focos de interesse, em que foi evidente a maior experiência da formaçãoda casa. João Tomás foi uma constante“flecha” apontada à baliza açoriana e por duas vezes, ainda antes dos 20 minutos de jogo, esteve perto de inaugurar o marcador.
Do outro lado, o Santa Clara revelava-se inoperante no ataque, gizando alguns contra-ataques, mas sempre sem criar perigo para o guardião Mora, um autêntico espectador nesta primeira etapa. Perante o encolhimento dos visitantes, o Rio Ave cresceu e perto do intervalo desperdiçou as melhores oportunidades do desafio, com os remates de Tarantini e Chidi a falharam por pouco o alvo.
A reacção do Santa Clara já só surgiu na segunda parte, com os açorianos a reentrarem melhor no jogo, criando, logo nos primeiros minutos, um par de situações perigosas para o guardião Mora. O Rio Ave parecia então ter perdido o fulgor da fase inicial do desafio, não surgindo com tanta acutilância junto à baliza de Ney.
Aos 75 minutos, um cabeceamento de Tarantini serviu de primeiro aviso aos insulares, que na sequência desse lance vira Gaspar, após canto, assinar o 1-0.
Em desvantagem, a formação dos Açores ainda tentou reagir, com Rincon e Leandro Tatu a mostrarem-se como os mais inconformados. Mas a maior experiência da formação do Rio Ave não permitiu que o resultado se alterasse.
TAÇA DE PORTUGAL - Resultados da IV eliminatória :
Benfica, Academica, Leixoes, U. Leira e V. Setubal foram eliminados
O Benfica juntou-se a Académica, Leixões, U. Leiria e V. Setúbal como equipas do principal escalão que caíram na IV eliminatória da Taça de Portugal. Sporting segue em frente, após estreia vitoriosa de Carlos Carvalhal diante do Pescadores da Costa de Caparica. Fica por conhecer o resultado do FC Porto, que viu ser adiado o jogo inicialmente agendado para sábado.
O V. Guimarães foi à Luz surpreender o Benfica, encontro entre primodivisionários, assim como aconteceu com o Sp. Braga-V. Setúbal, com a vitória a sorrir aos arsenalistas.
Já Académica, Leixões e U. Leiria caíram diante adversários de escalão inferior: Beira Mar, Aliados de Lordelo e Freamunde, respectivamente, assumindo o papel de «tomba gigantes».
Eis o quadro de jogos da IV eliminatória da Taça de Portugal:
Sábado, 21 Nov:
Oliveirense (LH) - FC Porto (L), adiado
Domingo, 22 Nov:
Valenciano (III) - Belenenses (L), 0-1
Mafra (II) - União da Madeira (II), 1-1 (1-1 ap, 3-2 gp)
Desp. Chaves (LH) - União da Serra (II), 2-0
Oeiras (III) - Pinhalnovense (II), 1-2
Camacha (II) - Vigor Mocidade (III), 1-0
Académica (L) - Beira Mar (LH), 1-1 (1-1 ap, 2-4 gp)
Freamunde (LH) - União de Leiria (L), 2-2 (2-2 ap, 5-4 gp)
Tirsense (II) - Paços de Ferreira (L), 0-0 (0-0 ap, 9-10 gp)
Aliados de Lordelo (II) - Leixões (L), 1-0
Rio Ave (L) - Santa Clara (LH), 1-0
Nacional (L) - Fátima (LH), 0-0 (0-0 ap, 4-3 gp)
Naval 1.º de Maio (L) - Gil Vicente (LH), 2-2 (3-2 ap)
Pescadores Costa Caparica (III) - Sporting (L), 1-4
Sp. Braga (L) - V. Setúbal (L), 3-0
Benfica (L) – V. Guimarães (L), 0-1

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Portugal está no Mundial 2010


BÓSNIA - HERZEGOVINA, 0 - PORTUGAL, 1
Portugal na África do Sul após triunfo em Zenica
A selecção portuguesa de futebol garantiu hoje o apuramento para a fase final do Mundial de 2010, na África do Sul, ao vencer por 1-0 em Zenica, face à Bósnia-Herzegovina, em encontro da segunda “mão” do “play-off”.
Um golo de Raul Meireles confirmou hoje a qualificação portuguesa para o Mundial2010 de futebol, depois de ter conseguido um triunfo sobre a Bósnia-Herzegovina, por 1-0, na segunda mão do “play-off”.
Com a vantagem trazida da primeira mão (1-0), o médio do FC Porto, que dispôs de outras duas soberanas ocasiões, deu a vitória à “equipa das quinas”, aos 56 minutos.
A selecção lusa fez um jogo mais pragmático, sem arriscar muito, num encontro em que a defesa – com destaque especial para o trio Ricardo Carvalho, Bruno Alves e Pepe – soube resistir sempre às ofensivas contrárias.
Este triunfo permite a Portugal participar no seu quinto mundial e terceiro consecutivo, mantendo o pleno de qualificações para competições internacionais no século XXI.
Com Deco limitado e no banco, o seleccionador português, Carlos Queiroz, apostou em Tiago para o meio-campo, mantendo a restante equipa que venceu a Bósnia-Herzegovina no Estádio da Luz.
Na selecção bósnia, o técnico Miroslav Blazevic perdeu à última hora o “cérebro” da equipa, Misimovic, que se lesionou na terça-feira, juntando-se nos indisponíveis a Spahic, Rahimic e Muratovic, castigados.
O estado do relvado e a pressão dos bósnios dificultaram, sobretudo nos primeiros 15 minutos, a construção de jogo da selecção portuguesa, mas não evitou o primeiro lance de perigo para Portugal, com um cabeceamento de Tiago, que saiu à figura de Hasagic.
Apesar da pressão bósnia, a defensiva portuguesa mostrou-se sempre bastante segura, com excepção de algumas incursões pela esquerda da defesa lusa – em que Simão pouco ajudou Duda - ou de dois lançamentos longos para Dzeko.
Contudo, a grande oportunidade do primeiro tempo surgiu na área da Bósnia-Herzegovina, quando, após a melhor jogada portuguesa, Tiago isolou Raul Meireles, que rematou contra Hasagic.
Com vantagem na eliminatória, Portugal entrou mais tranquilo para a segunda parte e esteve perto de sentenciar a eliminatória, logo aos 49 minutos, mas Nani, após excelente finta sobre um adversário, permitiu a defesa a Hasagovic.
O extremo do Manchester United acabaria por ser decisivo, ao fazer a assistência, após bom trabalho de Liedson, para Raul Meireles colocar definitivamente Portugal no Mundial2010, com um remate colocado, aos 56 minutos.
Com a Bósnia-Herzegovina a precisar de marcar três golos, a “equipa das quinas” passou a ter espaços e Raul Meireles voltou a ter uma oportunidade, mas, lançado por Simão, atirou ao lado.
Nani ia fazendo a “vida negra” aos defesas contrários, mas foi já sem o extremo em campo que os bósnios criaram a sua melhor oportunidade, num livre directo de Pjanic, a que Eduardo correspondeu com uma excelente intervenção, aumentando para 498 minutos a inviolabilidade das redes lusas.
Aos 76 minutos, o jogo esteve interrompido depois de um dos árbitro auxiliares ter sido atingido por um objecto lançado da bancada, logo após o árbitro italiano Roberto Rosetti ter expulsado Salihovic.
Ficha de Jogo:
Mundial 2010 - 2ª Mão do Playoff de qualificação
Estádio Bilino Polje, Zenica (Bósnia-Herzegovina)
Árbitro: Roberto Rossetti (Itália)
Bósnia - Herzegovina
Hasagic, Nadarevic, Jahic, Pandza, Bajramovic, Pjanic, Ibricic, Salihovic e Medunjanin; Dzeko e Ibisevic.
Suplentes: Begovic, Mravac, Mirvic, Berberovic, Milenkovic, Damjanovic e Muslimovic.
Seleccionador: Miroslav Blazevic.
Portugal - Eduardo; Paulo Ferreira, Bruno Alves, Ricardo Carvalho e Duda; Raul Meireles, Pepe e Tiago; Nani, Liedson e Simão Sabrosa.
Suplentes: Hilário, Miguel, Deco, Rolando, Miguel Veloso, Edinho e Hugo Almeida.
Seleccionador: Carlos Queiroz.
Golos: Raúl Meireles (55').
Mundial 2010: Rússia afastada pela Eslovénia e França qualificada
Mais seis selecções garantiram presença na fase final do Mundial 2010: Portugal, a surpreendente Eslovénia, a Grécia, a França, Argélia e o Uruguai. Confira os resultados da noite de futebol de nações.
Mundial 2010 -
Playoff de apuramento
- Zona Europeia
-
Ucrânia 0-1 Grécia (0-0 na 1ª Mão)
Eslovénia 1-0 Rússia (1-2)
Bósnia-Herzegovina 0-1 Portugal (0-1)
França 1-1 Rep. Irlanda (após prolongamento) (2-1)
- Zona Africana -
Argélia 1-0 Egipto
Play-off América Sul/CONCACAF
Uruguai-Costa Rica, 1-1

Confira as selecções já apuradas para o Mundial 2010:

ÁFRICA:
África do Sul (país organizador) , Gana, Costa do Marfim, Nigéria, Camarões e Argélia.
EUROPA :
Holanda, Inglaterra, Espanha, Alemanha, Dinamarca, Sérvia, Itália, Suíça, Eslováquia, Grécia, Eslovénia, Portugal e França.
AMÉRICA DO SUL:
Brasil, Paraguai, Chile, Argentina e Uruguai.
ÁSIA :
Coreia do Sul, Coreia do Norte, Austrália e Japão.
CONCACAF:
México, Estados Unidos e Honduras.
OCEÂNIA:
Nova Zelândia

Liga Vitalis: Santa Clara empatou na Serra


SP. COVILHÃ, 2 - SANTA CLARA, 2
Santa Clara conquista um ponto que sabe a vitória

Sporting da Covilhã e Santa Clara fecharam a jornada 10 da Liga Vitalis com um empate a duas bolas, resultado que deixou os dois treinadores satisfeitos, obviamente por motivos diferentes.
Para os encarnados de Ponta Delgada, o ponto conquistado sabe a vitória, atendendo a que a equipa deu uma pálida imagem de si própria, acusando o esforço despendido na última sexta-feira frente às reservas do Benfica, para além de nunca se ter conseguido adaptado ao escorregadio - mas impecável - relvado serrano, isto para além das contrariedades sofridas no jogo.
Para o Sporting da Covilhã, o empate frente a um candidato à subida dá sempre alento e motiva o plantel na tentativa de fugir aos lugares da despromoção, já que a exibição foi convincente, isto para além do domínio que a turma de João Salcedas exerceu.
O Sporting da Covilhã mostrou ter a lição estudada e com os espaços do meio campo bem preenchidos, os encarnados - que sentiram dificuldades de adaptação ao relvado que se encontrava muito escorregadio - nunca conseguiram construir jogadas de ataque com princípio, meio e fim.
Além disso, Vítor Pereira foi obrigado a mexer na equipa logo aos 12 minutos, por via da lesão do regressado Vítor Alves, sendo substituído por Danilo Silva que estaria, depois, no lance do primeiro golo serrano.
Aos 21 minutos, e na tentativa de sair a jogar, o brasileiro não recebeu em condições o esférico de Matt Jones, escorregando perante a marcação de Paulo Gomes que aproveitou o erro (e o adiantamento do guarda-redes britânico) para inaugurar o marcador.
O golo, apesar de nascer de uma fífia, traduzia o volume de jogo da equipa da Covilhã, já que os encarnados só com remates de longe e mal direccionados, conseguiam dizer que andavam perto da baliza de Igor Araújo.
Mas, aos poucos, o Santa Clara foi-se reencontrando e conseguiu mesmo virar o resultado nos instantes finais da primeira parte, quiçá, os melhores cinco minutos da equipa em toda a partida.
Primeiro foi Danilo Rocha na sequência de um canto de Oliveira e, logo depois, Rincon correspondeu da melhor forma a um cruzamento de Leandro Tatu para colocar o Santa Clara em vantagem ao intervalo, resultado lisonjeiro para os encarnados de Ponta Delgada.
No regresso do descanso o Santa Clara deu ideia de estar melhor mas Basílio, num lance de contra-ataque, restabeleceu a igualdade, relançando a partida.
Contudo, aos 57 minutos, Fofana foi expulso com cartão vermelho directo após um entrada por trás, deixando a equipa em maus lençóis para a última meia hora em que os jogadores serranos não souberam aproveitar as várias brechas na defensiva encarnada e onde os jogadores do Santa Clara demonstraram o cansaço que tinham nas pernas.
Do mal o menos, valeu o ponto que deixa no terceiro posto, com 17 pontos, o Santa Clara que volta a não isolar-se na liderança.
Fonte: AO

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Arnold Schwarzenegger no Iraque


O "Exterminador" foi ao Iraque
Arnold Schwarzenegger, Governador da Califórnia, foi ao Iraque dar apoio e ânimo às tropas norte-americanas aí estacionadas. Bem falta faz às tropas americanas um "exterminador" que ajudasse a estabelecer a paz no Iraque e a pôr fim aos ataques bombistas dos radicais islâmicos.

Barack Obama na Singapura


"Prosperidade duradoura"
Entregue ao seu primeiro périplo pela Ásia, o Presidente dos Estados Unidos chegou a Singapura, palco da cimeira do Fórum APEC, com a ideia de uma nova parceria. No último dia da reunião dos países da Ásia-Pacífico, disse ter "a intenção de adoptar medidas fortes para reduzir o défice dos Estados Unidos [1.417 mil milhões de dólares] a longo prazo". Isto "porque o crescimento pela dívida é incompatível com uma prosperidade duradoura".

domingo, 15 de novembro de 2009

Carlos Carvalhal é o novo treinador do Sporting


Sporting oficializa contratação de Carlos Carvalhal
Aos 43 anos Carlos Carvalhal chega a um grande do futebol português. A ligação com Sporting foi oficializada este domingo. O treinador assinou contrato até ao final da época, com opção por mais uma temporada.
A contratação de Carlos Carvalhal foi anunciada em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Imobiliários, onde a SAD leonina informa «que, a partir desta data, o Treinador Carlos Carvalhal assumirá o comando técnico da equipa principal».
O acordo entre o Sporting e Carvalhal «é válido até ao final da época desportiva em curso, tendo sido conferida à Sporting, SAD a opção para, querendo, fazer prorrogar o referido contrato para a época 2010/2011».

Maradona foi hoje suspenso dois meses


FIFA suspende Maradona por dois meses
O seleccionador argentino, Diego Armando Maradona, foi hoje suspenso por dois meses pela Comissão de Disciplina da FIFA, depois de ter sido ouvido na sede do organismo, em Zurique, na sequência das polémicas declarações que prestou no final do jogo com o Uruguai, que apurou os albicelestes para a fase final do Mundial-2010.
A suspensão imposta pela FIFA impede o técnico de exercer qualquer função relacionada com o futebol, até ao dia 15 de Janeiro do próximo ano.
Maradona, que não poupou nas palavras para criticar aqueles que duvidavam do seu valor para apurar a Argentina para a África do Sul - os jornalistas foram o seu alvo preferencial -, foi ainda condenado a pagar multa de 25 mil francos suíços, cerca de 16.500 euros.
Em comunicado, a Comissão de Disciplina da FIFA diz que a decisão de suspender o técnico por dois meses tomou em linha de conta «o pedido de desculpas de Maradona e o seu sincero arrependimento». Em caso de reincidência, porém, «as sanções serão mais severas».

A beleza da ginástica artística!


Quem terá sido... que lhes deu a volta à cabeça?

Mundial de sub-17: Suíça novo campeão mundial


SUÍÇA, 1 - NIGÉRIA, 0
Estreante Suíça é campeã do Mundo
A selecção helvética arrebata o título à selecção nigeriana, que procurava a sua quarta vitória na competição.
A surpreendente Suíça deu um grande golpe, este domingo, em Abuja, ao impor-se, por 1-0, à Nigéria, detentora do título e favorita, na final do Mundial de sub-17, uma prova em que os helvéticos participaram pela primeira vez.
Para a Nigéria, a decepção é imensa. As "águias verdes", perante o seu público, mostraram-se incapazes de manter a coroa e arrancar o quarto título, oque ainda nenhuma equipa conseguiu.
Por seu lado, para a Suíça, esta vitória é histórica, pois assina o melhor rsultado em competições internacionais, 85 anos depois da derrota na final dos Jogos Olímpicos de Paris, em 1924, ferente ao Uruguai.

Mundial 2010: Portugal venceu a Bósnia na Luz


Apuramento para o Mundial 2010: PORTUGAL, 1 - BÓSNIA, 0
Vitória feliz de Portugal sobre a Bósnia
Mantém-se tradição portuguesa: muitos remates, poucos golos, desta feita, felizmente, sem consequências imediatas.
Bruno Alves, aos 31 minutos, a cruzamento tabelado de Nani, marcou o golo da vitória de Portugal sobre a Bósnia, no jogo da primeira mão do play-off de acesso ao Mundial 2010.
A selecção de Carlos Queiroz, deu um festival de remates falhados, compensados pela imensa sorte dos três tiros ao ferro da baliza de Eduardo.
A segunda "mão" da eliminatória disputa-se quarta-feira, no Estádio Bilino Polje, em Zenica, a partir das 20:45 locais (19:45 em Lisboa), com arbitragem do italiano Roberto Rosetti.
Caso marque um golo em Zenica, Portugal obriga os bósnios a facturar por três vezes, já que, em caso de empate, os tentos fora valem a dobrar.
Equipas:
Estádio da Luz em Lisboa.
Árbitro: Martin Atkinson (Inglaterra).
Portugal: Eduardo, Paulo Ferreira, Ricardo Carvalho, Bruno Alves,
Duda, Pepe, Raul Meireles, Deco (Tiago, 84), Nani (Fábio Coentrão, 69), Simão (Hugo Almeida, 88) e Liedson.
(Suplentes: Rui Patrício, Miguel, Rolando, Tiago, Fábio Coentrão, Hugo Almeida e Edinho).
Bósnia: Herzegovina: Kenan Hasagic, Sanel Jahic, Safet Nadarevic, Emir Spahic, Senijad Ibricic, Sejad Salihovic, Elvir Rahimic, Samir Muratovic (Miralem Pjanic, 87), Zvjezdan Misimovic (Zlatan Muslimovic, 81), Vedad Ibisevic e Edin Dzeko.
(Suplentes: Asmir Begovic, Boris Pandza, Dzemal Berberovic, Miralem
Pjanic, Zlatan Bajramovic, Haris Medunjanin e Zlatan Muslimovic).
Acção disciplinar: Cartão amarelo para Deco (14), Vedad Ibisevic (15), Samir Muratovic (37), Elvir Rahimic (48) e Emir Spahic (71).
Assistência: 60 588 espectadores.
Portugal, França e Rússia com vantagens magras no 'play-off'
Gregos e ucranianos não marcaram qualquer golo, em Atenas. Confira, aqui, os desfechos da primeira-mão do 'play-off' europeu, "a caminho" do Mundial do próximo ano.
Vitórias à tangente de Portugal, França e Rússia colocaram ontem estas selecções na rota do Mundial de futebol de 2010, após a primeira-mão do 'play-off'. O torneio sul-africano vai contar também com Nova Zelândia, Nigéria e Camarões, que se apuraram este sábado.
Portugal vai visitar quarta-feira a equipa balcânica com a magra vantagem de um golo para gerir, tal como a Rússia, que bateu em casa a Eslovénia, por 2-1.
Play-off Europa, primeira-mão:
Rússia-Eslovénia, 2-1
Grécia-Ucrânia, 0-0
República da Irlanda-França, 0-1
Portugal-Bósnia, 1-0

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

85º Aniversário da AFPD: 1º Troféu Pedro Pauleta


SANTA CLARA, 1 - BENFICA, 1
Lotaria das grandes penalidades castiga ineficácia do Santa Clara

O Benfica conquistou em São Miguel o sexto troféu em torneios particulares na presente temporada. O Santa Clara só não ganhou o desafio porque desperdiçou flagrantes ocasiões de golo, numa partida em que exerceu total domínio perante a segunda linha da equipa que viajou da Luz.
Santa Clara e Benfica protagonizaram noite emotiva na disputa do I Troféu Pedro Pauleta, conquistando os benfiquistas o “caneco” no desempate das grandes penalidades.
Um prémio lisonjeiro para os homens de Jorge Jesus, que chegaram lisonjeiramente ao final do tempo regulamentar com uma igualdade 1-1, depois de um jogo em que os encarnados de Ponta Delgada foram a equipa com mais bola, mais domínio e maiores (e melhores) ocasiões de golo, desperdiçadas, algumas delas, de forma muito infantil.
Pode-se, nesta análise, levar em linha de conta o facto de o Benfica ter actuado, em São Miguel, com uma equipa de segunda linha perante um Santa Clara na sua máxima força e com o seu onze habitual. Tal é verdade mas, verdade também é que para a história foi o Benfica que actuou em Ponta Delgada e foi dominado pelo Santa Clara, que apenas não conquistou o troféu por culpa própria.
Nuno Gomes abriu as hostilidades logo no primeiro minuto depois de enviar de cabeça a bola à trave de Matt Jones. Contudo, pese embora algumas jogadas de ataque criadas pelo lado direito, o domínio coube sempre ao Santa Clara, que circulava melhor o esférico, exercia pressão em todo o relvado... e já falhava golos!

Mas, nestas coisas do mundo, da bola o imprevisível está sempre à espreita da oportunidade certa, e, perto do descanso, Keirrison tirou um coelho da cartola e fez magia. De costas para a baliza recebeu, segurou Danilo Rocha e, num movimento de classe e génio, rodou e atirou a contar sem hipótese para Matt Jones.
Na segunda parte, e já com Jorge Jesus a mexer no descaracterizado onze benfiquista, a pressão do Santa Clara aumentou e a igualdade chegou por Leandro Tatu, após uma recuperação de Rincon. Justiça no marcador que começou a ganhar sabor de injustiça quando, em seis minutos, Renan (por duas vezes) e Nuno Santos falharam de forma incrível o golo.
No desempate das grandes penalidades, Danilo Silva tratou de inventar e permitiu a defesa a Moreira, garantindo desta forma ao Benfica a conquista do sexto troféu em torneios particulares na época 2009/2010. (Arthur Melo - AO)
Ficha de Jogo:
Troféu Pauleta - 1ª Edição
Estádio de São Miguel, Ponta Delgada
Árbitro: Bruno Esteves (Setúbal)
Santa Clara - Matt Jones; Vítor Alves, João Dias, Danilo e Stopira; Valter, Oliveira e Fofana; Leandro Tatu, Rincón e Nuno Santos.
Suplentes: João Botelho, Gonçalo, Tó Miguel, Nuno Sociedade, Ruy Netto, Danilo Silva, Feliciano, Lico e Renan.
Treinador: Vítor Pereira.
SL Benfica - Moreira; Luís Filipe, Roderick Miranda, Sidnei e Shaffer; Danilo; Felipe Menezes, Nuno Gomes e Urreta; Keirrison e Weldon.
Suplentes: Douglas, Jean, Tiago Ribeiro, Jorge Ribeiro, Ruben Pinto e Balboa.Golos: Keirrisson (35'), Leandro Tatu (52').
Treinador: Jorge Jesus.
Golos: Keirrisson (35'), Leandro Tatu (52').
Grandes penalidades: 1-0, Felipe Menezes; 1-1, Ruy Netto; 2-1 Jorge Ribeiro; 2-2, Lico; 3-2, Sídnei; 4-2, Shaffer; 4-3, Renan; 5-3, Jean Silva

Pauleta foi homenageado com uma salva de prata


Pauleta comovido recebe sentida homenagem em São Miguel
O ex-internacional português não escondeu as lágrimas quando recebeu a salva de prata em pleno relvado do Estádio de São Miguel.

Foi com emoção e algumas lágrimas nos olhos que Pedro Pauleta recebeu uma salva de prata das mãos de André Bradford, secretário Regional da Presidência, em representação do Governo Regional, numa homenagem ao ex-internacional português.
A iniciativa partiu da Associação de Futebol de Ponta Delgada, que no passado dia 4 de Novembro comemorou 85 anos, integrado no 1º Troféu Pauleta que coloca frente a frente o Santa Clara e o Benfica, no Estádio de São Miguel.
Um estádio muito bem composto, como já há muito não se via, levantou-se primeiro para cumprir um minuto de silêncio em memória de Enke, ex-guarda-redes do Benfica, que faleceu esta terça-feira, na Alemanha.
Depois foi a vez de Pedro Pauleta ser homenageado, naquela que é a grande homenagem ao melhor marcador da Selecção Nacional por parte dos Açores e, sem conseguir pronunciar uma palavra, o ex-jogador do PSG, agradeceu ao público que se encontra no Estádio de São Miguel. Por fim e já com o jogo - entre o Santa Clara e o Benfica - a decorrer, recebeu um forte abraço de Rui Costa, ex-companheiro da Selecção Nacional e actual director desportivo do clube da Luz.
Susete Rodrigues - AO

Presidente da SATA visita Toronto


SATA-INTERNACIONAL MAIS E MELHOR EM 2010:
António Gomes de Menezes presidente da SATA-Internacional anunciou o novo programa para o Verão de 2010
De passagem por Toronto o presidente do grupo SATA-Internacional, Dr. António J. Menezes informou a todos os agentes de viagem e a comunicação social acerca do novo programa de Verão de 2010 que a companhia vai efectuar para a América do Norte.

No jantar de convívio que teve lugar no passado sábado (7), no salão da Europa Convection Centre, em Mississauga, António Menezes referiu que a SATA está a oferecer mais vôos com ligações para o Canadá, (4 vôos semanais), e também para outras partes da Europa, tendo anunciado a compra de novas aeronaves ao fabricante Bombardier, modelo Q-400, para servir melhor os vôos entre as ilhas com o aumento de passageiros e carga.

Também citou a importância que os agências de viagens têm prestado ao Grupo SATA, e tratando-se da única companhia que presta serviço com vôos charter desde 1986.
Entre 1991 e 2006, a SATA associou-se a outra companhia para partilhar as vendas dos lugares nos aviãos.
Hoje a SATA é a única companhia portuguesa que voa regularmente todo o ano para o Canadá, tendo aumentado a sua frota para servir melhor os imigrantes radicados na América do Norte, que assim se podem deslocar com facilidade para os Açores, a Madeira ou o Continente, bem como vários países da Europa.
Durante o jantar, a SATA sorteou duas viagens com destino aos Açores e outras duas para Portugal Continental.
Ainda bem que temos a SATA, Serviço Açoriano de Transportes Aéreos E,P. Inc.
Fly with SATA você merece”.
O Milhafre Noticias/News, aproveitou esta oportunidade para entrevistar o Presidente do Conselho de Administração do Grupo SATA. António Meneses.
Entrevista com o Presidente do Conselho de Administração do Grupo SATA, Dr. António J. Gomes de Menezes.
''A missão da SATA-Internacional é promover um serviço excepcional a todos os portugueses na rota do Atlântico''
João Silva - Qual foi o principal motivo desta visita ao Canadá?
António Menezes - Foi um momento de convívio com profissionais que merecem toda a nossa consideração, em particular os agentes de viagens com quem a SATA trabalha há muitos anos. A SATA está no Canadá a cerca de 24 anos, tendo um crescimento muito considerável, devido as parcerias com os agentes de viagens nesta localidade. Este momento trata-se de um convívio para “juntar o útil ao agradável”, sendo agradável pela confraternização entre amigos e o útil por dar a conhecer nossos ideais, compartilhar os desafios e sobretudo ouvir as sugestões desses profissionais capacitados. Em relevo, é uma forma de agradecer a todos os agentes de viagens, indivíduos e empresas com que nós trabalhamos e sobretudo a atenção a nós prestada durante todo o ano.
J.S. - Esta visita de trabalho também foi uma oportunidade de anunciar o novo programa dos vôos Sata-Internacional para o Verão de 2010?
A.M. - Positivo! O programa é muito pleno, foi melhorado significativamente, o que dere dizer que teremos muitos vôos directos “non-stop”, bem como ligações com novos destinos, inclusive, temos agora soluções novas com o co-chair da TAP, com o programa de partilha de lugares para vender viagens não apenas com destino aos Açores, Lisboa ou Porto, mas também Faro, Madeira, as Canárias e a Europa na generalidade.
Este encontro é oportuno para comunicar a respeito do lançamento de voos para o Inverno, porque teremos mais alguns voos de Toronto - Ponta Delgada, portanto a SATA vai passar a operar de um para dois voos por semana de Toronto a Ponta Delgada, com preços muito competitivos.
Por conseguinte o desafio está lançado, há que promover Portugal em particular os Açores, há que procurar viabilizar mais voos no Inverno e a SATA está a contribuir através de um aumento de frequências, já para o próximo mês de Dezembro.
J.S. A intenção é de aumentar o número de vôos no próximo Verão?
A.M.
- O número de voos no Verão é muito elevado, penso que teremos, chamado Verão em alta, cerca de 400 vôos que é um número considerável. São 400 voos que dá duzentas rotações, ou seja, duzentos voos ida e volta, é um número muito elevado e há soluções para todas as referências, desde o voo directo, aos voos com escalas, mas que de facto há muita oferta e esperamos ter um retorno positivo.
J.S.Quanto ao Verão de 2010, espera grande afluência dos nossos imigrantes aqui no Canadá?
A.M.
– Obviamente que sim. O que esperamos é que através do número de voos, através das tarifas, através de novas ferramentas como o GTS, permita fazer todo um processo de reserva e emissão de bilhetes de forma electrónica, comenda a produtividade, portanto, esperamos que haja muita potência para vender os voos SATA. Obviamente, que também depende da evolução da economia, depende como o próprio Canadá estará no ano 2010, portanto, vamos estar muito atentos, fazer tudo da nossa parte para que seja possível viajar na SATA.
J.S. - Quanto aos vôos inter-ilhas haverá alguma melhoria com mais ligações para o Faial-Pico, por exemplo? Tem havido muita contestação sobre este assunto pelos nossos compatriotas?
A.M.
- Ainda bem que fez esta pergunta! Exactamente, como sabe nós estamos num processo muito interessante que é da renovação da frota da SATA Air-Açores, portanto da SATA que faz as ligações inter-ilhas. Já em Fevereiro vamos receber novos aviões que são feitos em Toronto, da empresa bombardier modelo Q- 400, que têm 80 lugares. Como sabe agora o ATP é o avião que a SATA e possui apenas 60 lugares e por conseguinte vamos passar de 60 para 80, no fim do dia como cada avião faz cinco, seis, sete ou mais viagens. Também teremos um grande aumento de número de lugares oferecidos, desta forma vamos dar mais possibilidades para quem voa para Ponta Delgada e para a ilha Terceira de chegar a qualquer ilha dos Açores e também à própria ilha da Madeira e Canárias.
J.S.Em relação às bagagens, há alguma controvérsia e os passageiros que viajam com destino a Ponta Delgada ou à Terceira, e se querem deslocar para outras ilhas, são confrontados com a cobrança de elevados valores pelo excesso de peso. Por exemplo viajam com 50 quilos de bagajem a partir de Toronto, apenas têm direito a viajar com 25 quilos nos Açores. Este facto obriga os passageiros a pagar o excesso de peso?
A.M. - Sim! Isto é uma situação que não tem nada a ver com a SATA, e sim com as regras internacionais. Se um passageiro fizer uma viagem de Portugal à Toronto, pode trazer 50 quilos, mas se quiser ir para o Winnipeg ou Vancouver vai ter que pagar o excesso de bagagem de Toronto para Winnipeg ou Vancouver, isto é uma situação que não é da responsabilidade da SATA. O que nós fazemos é, e como sabe, uma política muito generosa ''the bagage allowance'' e inclusive propomos grandes descontos no preço de excesso de bagagem. Fizemos cinquenta por cento de desconto, o que é um desconto muito considerável. Ou seja, nós resolvemos que apenas cobramos metade do preço do excesso de bagagem. Um outro problema muito grande é o facto dos aviões inter-ilhas serem bem menores o que acarreta falta de espaço. Agora com a nova frota bombardier este assunto foi citado e foi levado em linha de conta. Entretanto tudo indica que terão mais capacidade para ser mais fácil levar mais bagagem.
É de facto importante esclarecer que trata-se de regras internacionais. Existem aviões que possuem tamanhos diferentes, que podemos citar um exemplo do avião que faz a rota Canadá - Açores é um avião de grande porte e pode levar muito peso, portanto o avião que faz o voo inter-ilhas da Terceira para as outras ilhas e de São Miguel para e outras ilhas é menor, ou seja, o compartimento de bagagem é muito menor.
Nós procuramos ter preços para a bagagem pequenos e aviões que possam levar a bagagem para passageiros que chegue sempre com a sua bagagem ao destino.
A nossa intenção é fazer sempre o melhor para servir os portugueses, as regras lá são as regras de cá, faz em Portugal aquilo que se faz no Canadá, faz-se o melhor possível. “Enfim são regras internacionais que devemos cumprir, finalizou”.
Texto e fotos de: João G. Silva.