sábado, 31 de outubro de 2009

Liga Sagres: Sp. de Braga pára o Benfica


Sp. Braga, 2 - Benfica, 0
Braga vence Benfica e recupera liderança da Liga Sagres
O Sporting de Braga recebeu e venceu o Benfica por 2-0 e é de novo líder isolado do campeonato. Hugo Viana aos 6 minutos e Paulo César aos 77 apontaram os golos dos minhotos, num encontro marcado pela confusão à entrada do túnel após o apito para o intervalo e que resultou nas expulsões de Cardozo e Leone.
A jogar em casa, os minhotos assumiram as despesas do jogo e, nos minutos iniciais, empurraram o Benfica para o seu meio-campo com iniciativas pelos flancos e com Alan a destacar-se, quer pela direita, quer pela esquerda.
Foi duma iniciativa do brasileiro pela direita que nasceu a falta – cometida por Fábio Coentrão – que deu origem ao golo do Sp. Braga. Hugo Viana bateu exemplarmente o livre, colocado no ângulo contrário, sem hipóteses de defesa para Quim.
O Benfica respondeu e Ramires (8m) e Di Maria (12m) falharam por pouco o empate, debatendo-se com defesas inspiradas de Eduardo.
Aos 27 minutos, golo anulado a Luisão, que cabeceou para o fundo das redes após livre batido por Aimar. O árbitro Jorge Sousa assinalou falta ofensiva dentro área, num lance que deixou muitas dúvidas.
No minuto seguinte, Saviola e Ramires não conseguiram desviar para a baliza um cruzamento arrancado por Di Maria na esquerda. Mossoró (38m) e Alan (41m) também beneficiaram de boas oportunidades para marcar, mas o primeiro atirou ao lado e o segundo permitiu a defesa de Quim.
A caminho do intervalo, Cardozo tentou servir Saviola, a bola desviou em Leone e quase traiu Eduardo, que conseguiu, em esforço, desviar para canto.
O tempo de descanso surgiu com muita confusão à entrada do túnel de acesso aos balneários. Cardozo e Leone acabaram por ser expulsos, pelo que as duas equipas regressaram para a segunda parte reduzidas a 10 unidades.
O Benfica foi à procura de virar o resultado e Di Maria (58m) quase conseguiu o empate mas voltou a esbarrar na inspiração de Eduardo. Depois Maxi Pereira (63m) e Keirrison (71m) remataram com perigo mas erraram o alvo.
Com os encarnados balanceados no ataque, o Sp. Braga acabou por conseguir o 2-0, mais uma vez com Alan na origem do lance. O brasileiro trabalhou bem na direita e deixou para Hugo Viana, este tocou de primeira para Matheus que assistiu Paulo César para o segundo golo, que acabou por sentenciar a partida. O Sp. Braga geriu bem a posse de bola até ao apito final, diante um Benfica já descrente em alcançar pelo menos um empate.
Os minhotos reassumem a liderança do campeonato e passam a ser a única equipa invicta no campeonato, ao passo que os encarnados sofrem a primeira derrota e ficam no segundo lugar com 22 pontos, mais dois que o FC Porto.
Ficha de jogo:
Estádio AXA, em Braga.
Árbitro: Jorge Sousa (AF Porto).
SP. BRAGA: Eduardo; João Pereira, Moisés, André Leone e Evaldo; Vandinho, Hugo Viana (Madrid, 85m), Alan, Paulo César e Mossoró (Matheus, 58m); Meyong (Rodriguez, 46m).
Suplentes: Kieszek, Ney, Diogo Valente e Adriano.
Treinador: Domingos Paciência.
BENFICA: Quim; Maxi Pereira, Luisão, David Luiz e Fábio Coentrão; Javi Garcia (Keirrison, 54m), Ramires, Di María e Aimar (Ruben Amorim, 81m); Saviola (Weldon, 81m) e Cardozo.
Suplentes: Júlio César, Sidnei, Felipe Menenzes, Nuno Gomes.
Treinador: Jorge Jesus.
Disciplina: Cartão amarelo para Fábio Coentrão (6m), Javi Garcia (30m), David Luiz (31m), João Pereira (31m). Saviola (41m), Paulo César (69m). Cartão vermelho para Leone (intervalo), Cardozo (intervalo).
Golos: 1-0, Hugo Viana (7m); 2-0, Paulo César (78m).

Sem comentários: