quinta-feira, 30 de julho de 2009

A queda do senhor ''Leão'', ou...


Um voo... à ‘Levezinho' .

O Papagaio e a Águia


Liga Europa - Braga perde com o Elfsborg


Sporting de Braga, 1 - Elfsborg, 2
Braga entra mal na Liga Europa
O Sporting de Braga perdeu esta quinta-feira, em casa, com o Elfsborg (2-1) hipotecando seriamente as hipóteses de passar à fase seguinte da Liga Europa de futebol, um dos grandes objectivos estabelecidos pelo presidente e treinador bracarenses.
O Sporting de Braga viaja agora em desvantagem para a Suécia, onde joga dia 08 de Agosto num relvado sintético, tendo que vencer por dois golos de diferença.
Face ao que se verificou - eficácias defensiva e ofensiva do adversário e, acima de tudo, falta de um fio de jogo, inoperância atacante e fragilidades evidentes do sector mais recuado dos portugueses - a tarefa afigura-se muito difícil.
O Elfsborg mostrou alguns dos argumentos porque lidera o campeonato sueco, principalmente na primeira meia hora de jogo, saindo sempre com rapidez e muitos homens para o ataque, aproveitando também alguma desorientação do "onze" escalonado por Domingos Paciência.
E foi no seu melhor período, aos 16 minutos, que os visitantes inauguraram o marcador através de um bom remate de fora da área de Danielsson, após um mau corte da defesa "arsenalista".
O Sporting de Braga só empataria aos 50 minutos, através de Meyong, na transformação de uma grande penalidade, dando corpo à reacção bracarense que começara já nos últimos 15 minutos da primeira parte.
Mas aos 75 minutos, a meia distância nórdica voltou a "gelar" o estádio minhoto quando Bajrami, com um potente remate de fora da área, bateu Eduardo, ainda que, mais uma vez a defesa bracarense não tenha sacudido a bola convenientemente da sua área.
O Sporting de Braga apresentou apenas dois reforços no "onze" inicial, o defesa-central Paulão (ex-Naval) e o médio Fernando Alexandre (ex-Estrela da Amadora), sentindo-se em demasia a falta de um médio que fizesse a ligação ao ataque.
César Peixoto foi convocado, mas ficou de fora dos 18, situação a que não será alheia a sua eventual transferência para o Benfica e na bancada já se sentou o seu sucessor, Hugo Viana, que assina contrato sexta-feira.
A primeira real oportunidade para o Sporting de Braga surgiu apenas aos 29 minutos: Paulo César, após canto da direita, tem um remate fortíssimo que obrigou a uma grande de Covic.
A partir daqui a turma bracarense partiu para uma boa ponta final da primeira metade e aos 40, Paulo César semeou o pânico na área sueca. Na sequência do canto, Alan, de cabeça, só não empatou porque Covic impediu-o com uma grande defesa.
Na segunda parte (49), Martin Andersson carregou Alan pelas costas e o árbitro marcou a respectiva grande penalidade que Meyong transformou com classe.
O Braga tinha agora algum ascendente no jogo, e Meyong aos 60 minutos, desperdiçou, com um remate por alto, uma das raras jogadas de envolvimento da equipa.
Com excepção de outro remate perigoso de Alan, já nos últimos instantes do jogo, o Sporting de Braga pouco mais fez culminando, assim, uma exibição apagada, brindada com assobios dos sócios e adeptos bracarenses.

quarta-feira, 29 de julho de 2009

3ª. Pré-eliminatória da Liga dos Campeões

Sporting não foi o único que entrou mal:
Shakthar e Celtic começam mal Liga dos Campeões
O Sporting não foi o único que entrou mal na eliminatória de acesso à Liga dos Campeões. O Shakhtar Donetsk também empatou em casa, e o Celtic perdeu no seu estádio, nesta primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões. O equilíbrio foi tónica geral aos 15 jogos disputados, com excepção da goleada imposta pelo Anderlecht ao Sivasspor, da Turquia, por 5-0, que quase torna uma simples normalidade a segunda ‘mão'.
Nos outros jogos, registaram-se seis empates, quatro vitórias tangenciais e outras tantas por dois golos, tudo resultados perfeitamente rectificáveis.
O campeão da Taça UEFA da época passada, o Shakthar Donetsk, não foi além de um empate em casa com o Timisoara, da Roménia, por 2-2, e está agora obrigado a ganhar no terreno do adversário para seguir em frente, ou então a empatar por 2-2 golos ou mais, para pelo menos levar o jogo para grandes penalidades.
Melhor está o Sporting, já que não consentiu golos dos holandeses do Twente, em Alvalade, pelo que lhe serve na segunda mão qualquer empate, desde que com golos.
Em Glasgow o Celtic perdeu por 1-0 com o Dínamo de Moscovo e está obrigado a jogar ao ataque e chegar ao golo, na capital russa, se ainda quiser discutir a eliminatória.
Os jogos da segunda mão disputam-se a 4 e 5 de Agosto.
Resultados da 1ª mão da 3ª pré-eliminatória:
Salzburgo (Aut) - Dinamo Zagreb (Cro) 1-1
Sporting (Por) - Twente (Hol) 0-0
Ventspils (Let) - BATE Borisov (Bie) 1-0
Levadia (Est) - Debrecen (Hun) 0-1
Shakhtar Donetsk (Ucr) - Timisoara (Rom) 2-2
Sheriff (Mol) - Slavia Praga (Che) 0-0
APOEL (Cyp) - Partizan (Ser) 2-0
Slovan Bratislava (Svk) - Olympiacos (Gre) 0-2
Zurique (Sui) - Maribor (Slo) 2-3
Copenhaga (Din) - Stabaek (Nor) 3-1
Celtic (Ees) - Dinamo Moscovo (Rus) 0-1
Terça-feira
Aktobe (Caz) - Maccabi Haifa (Isr) 0-0
Sparta (Che) - Panathinaikos (Gre) 3-1
Anderlecht (Bel) - Sivasspor (Tur) 5-0
Baki (Aze) - Levski (Bul) 0-0
c/ Lusa

Liga dos Campeões: Sporting empata em casa


SPORTING, 0 - TWENTE, 0
Empate nulo no arranque na Liga dos Campeões
O Sporting empatou a zero com o Twente esta noite em Alvalade, no encontro da terceira pré-eliminatória de acesso à Liga dos Campeões.
Os ‘leões' beneficiaram de uma grande penalidade e da expulsão do guarda-redes Boschker por derrube de Hélder Postiga, mas o capitão João Moutinho desperdiçou o castigo máximo, permitindo a defesa ao búlgaro Mihaylov.
O guardião suplente foi depois um dos grandes responsáveis pelo nulo registado em Alvalade, ao impedir por diversas vezes que o Sporting atingisse a baliza do Twente, primeira equipa holandesa que não saiu derrotada de Alvalade em jogos oficiais.
Depois de uma pré-época em que averbou apenas uma vitória, o conjunto ‘leonino' voltou a conseguir não vencer no primeiro jogo oficial da temporada e vê-se obrigado a discutir a eliminatória na Holanda, no jogo da segunda mão, marcado para 4 de Agosto.
Os vencedores da terceira pré-eliminatória qualificam-se para o ‘play-off' de acesso à fase de grupo e à sua espera estão os ingleses do Arsenal, os franceses do Lyon, os espanhóis do Atlético de Madrid, os italianos da Fiorentina e os alemães do Estugarda.
Os derrotados vão disputar o ‘play-off' de acesso à Liga Europa, a antiga Taça UEFA.
Jogo disputado no Estádio José Alvalade, Lisboa.
Equipas:
Árbitro: Felix Byrch (Alemanha).
Sporting: Rui Patrício, Pedro Silva (Rochemback, 77), Polga, Daniel Carriço, Caneira (Pereirinha, 57), Miguel Veloso, João Moutinho, Vukcevic (Yannick Djaló, 69), Matías Fernandez, Liedson e Hélder Postiga.
(Suplentes: Tiago, Abel, Tonel, Rochemback, Adrien, Pereirinha, Yannick Djaló).
FC Twente: Sander Boschker, Ronnie Stam, Douglas, Peter Wisgerhof, Slobodan Rajkovic, Wout Brama, Theo Janssen, Kenneth Perez (Nikolay Mihaylov, 26), Miroslav Stoch (Cheik Tioté, 74), Bryan Ruiz (Nikita Rukavytsya, 61) e Blaise N'Kufo.
(Suplentes: Nikolay Mihaylov, Nikky Kuiper, Nikita Rukavytsya, Jeroen Heubach, Cheik Tioté, Nashat Akram e Dario Vujicevic).
Sporting -- FC Twente, 0-0.
Ao intervalo: 0-0.
Acção disciplinar: Cartão amarelo para Miguel Veloso (49), Blaise Nkufo (88). Cartão vermelho directo para Sander Boschker (24).
Assistência: 37 313 espectadores.
c/ Lusa

Peace Cup: FC Porto nas meias-finais


Besiktas, 0 - FC Porto, 0
Dragões empatam a zero e passam às meias-finais da Peace Cup
O FC Porto qualificou-se esta noite para as meias-finais da Peace Cup, onde vai defrontar os ingleses do Aston Villa, depois de ter empatado a zero com o Besiktas, em Sevilha, no encerramento do grupo C.
A precisar de um empate para se qualificar para a meia-final de sexta-feira em Málaga, o FC Porto fez um jogo típico de pré-temporada, o suficiente para empatar, e quebrou a série em que levava cinco jogos consecutivos sempre a vencer, esta temporada.
Relativamente à equipa do triunfo (2-0) de segunda-feira frente ao Lyon (Besiktas e franceses tinham empatado a um), o treinador do FC Porto apostou no ex-guarda-redes do Leixões Beto, deixando Helton de fora, o mesmo acontecendo com o ex-jogador do Benfica e do Rio Ave Miguel Lopes, que substituiu Fucile na direita de uma defesa composta ainda por Rolando, Bruno Alves e Álvaro Pereira.
Fernando, Raul Meireles e Belluschi permaneceram no meio-campo, onde Guarín substituiu Mariano Gonzalez, e o ataque ficou entregue a Hulk e Farias, que entrou para o lugar de Varela.
O jogo começou sem que nenhuma das equipas tomasse conta da partida e foi preciso esperar pelo minuto 12 para ver um lance de perigo, com Hulk a ganhar em velocidade ao defesa turco e a cair na área, mas o árbitro grego Michael Koukoulakis nada assinalou.
O Besiktas rematou com perigo por Holosko (14 minutos), que obrigou Beto a boa defesa, e depois foi Bruno Alves (18) Hulk (27) e Guarín (30) a tentarem sem sucesso de livre para o FC Porto.
Aos 33 minutos, Belluschi quase marcava após cruzamento de Farias e, aos 44, foi Bruno Alves quem, na sequência de uma falta, obrigou Rustu a aplicar-se com um remate rasteiro junto ao poste, no último lance de perigo do primeiro tempo.
Falta de inspiração de ambas as equipas
No segundo tempo, Fink atirou para boa defesa de Beto, aos 51 minutos, e pouco depois Álvaro Pereira entrou na área e tentou o remate com dois colegas em boa posição na pequena área, mas a bola foi defendida por Hakan Arikan, que substituiu Rustu na baliza do Besiktas ao intervalo.
No meio da falta de inspiração de ambas as equipas, Farias (59) tentou a sorte dentro da área sem sucesso e, quatro minutos depois, o ex-sportinguista Rodrigo Tello, agora no Besiktas, recém entrado em campo, tentou um chapéu a Beto, mas a bola saiu ligeiramente ao lado.
Aos 68 minutos, Jesualdo Ferreira mexeu pela primeira vez na equipa, colocando Varela e Falcao para os lugares de Meireles e Farias, mas foi preciso esperar pelo minuto 84 para ver um lance de verdadeiro perigo, mas na área postista, com Beto a defender bem um remate forte de Fink.
A três dos 90, o recém entrado Nihat quase marcava de livre directo, mas a bola saiu ligeiramente por cima, para sorte do FC Porto, que joga assim com o Aston Villa o acesso à final da prova, onde também aspiram estar Real Madrid e Juventus, os outros semi-finalistas.
Jogo disputado no estádio Sanchez Pizjuán, em Sevilha.
Equipas:
Árbitro: Michael Koukoulakis (Grécia).
Besiktas: Rustu (Hakan Arikan, 46), Erhan, Fink, Sivok, Ismail, Bobo (Nihat, 80), Serdar Ozkan (Tello, 63), Holosko (Erkan Zengin, 75), Inceman (Mert Nobre, 63), Ferrari e Ernst.
(Suplentes: Korcan, Hakan Arikan, Nihat, Mert Nobre, Tello, Ibrahim, Yusuf Simsek, Erkan Zengin, Korcan e Hakan Arikan).
FC Porto: Beto, Miguel Lopes (Fucile, 78), Rolando, Bruno Alves, Álvaro Pereira, Fernando, Raul Meireles (Varela, 68), Guarin (Nuno André, 92), Belluschi (Valeri, 91), Hulk e Farias (Falcao, 68).
(Suplentes: Helton, Nuno, Fucile, Maicon, Nuno André, Benitez, Valeri, Falcao, Mariano Gonzalez, Varela, Prediger).
Acção Disciplinar: Cartão amarelo para Inceman (17), Sivok (30), Miguel Lopes (54), Holosko (65), Belluschi (66), Hulk (93).
Assistência: Cerca de 1.000 espectadores.
c/ Lusa

terça-feira, 28 de julho de 2009

Liga Europa: Paços de Ferreira perdeu em Telavive


BNEI YEHUDA, 1 - PAÇOS DE FERREIRA, 0
Paços de Ferreira perde em Israel e fica mais longe do "playoff"
O Paços de Ferreira perdeu esta terça-feira frente aos israelitas do Bnei Yehuda, por 1-0, jogo da primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga Europa de futebol e ficou mais longe do "playoff".

Em Telavive, um golo de Elran Atar, aos 55 minutos, foi suficiente para os pacenses saírem de Israel em desvantagem na eliminatória, ficando agora obrigados a bater o Bnei Yehuda no mínimo por dois golos de diferença no jogo da segunda mão, agendado para 06 de Agosto, em Guimarães, para tentarem atingir o "playoff", que dá acesso à fase de grupos.
O Paços de Ferreira realizou uma primeira parte equilibrada, mas acabou por cair no início da segunda metade devido ao golo do avançado israelita, que tinha entrado em campo apenas três minutos antes, num encontro que a equipa portuguesa incomodou pouco Aiyenugba, guarda-redes da formação da casa.
Em declarações à Antena 1, o treinador pacense admitiu que este foi um mau resultado. Paulo Sérgio sublinhou que o problema foi a ineficácia em termos de finalização, mas afirmou que ainda é possível reverter este 1-0.
Jogo no Estádio Bloomfield, em Telavive.
Bnei Yehuda - Paços de Ferreira, 1-0.
Equipas:
Árbitro: Nicolai Vollquartz (Dinamarca)
Bnei Yehuda: Aiyenugba, Mori, Garrido, Raly, Baldut (Afek, 71), Radi, Zhairi, Biton (Atar, 52), Galván (Azuz, 88), Edri e Abu Zaid.
(Suplentes: Kadoch, Atar, Aharonovich, Afek, Azuz, Hadad e Imses).
Paços de Ferreira: Cássio, Ozéia (Leal, 86), Kelly, Ricardo, Jorginho, Filipe Anunciação, Pedrinha, Olímpio, Romeu Torres (Rondon, 82), Leandrinho (Cristiano, 62) e Baiano.
(Suplentes: Coelho, Cristiano, Rondon, Leal, Pacheco, Queirós e Manuel José).
Ao intervalo: 0-0.
Marcador:
1-0, Atar, 55 minutos.
Acção disciplinar: Cartão amarelo para Biton (11), Jorginho (34), Ricardo (68) e Atar (84).

Sporting: Recordar Victor Damas sempre...


2009-07-27 22:14:31 © Lusa
Recordar para sempre Victor Damas...
O Sporting entregou a baliza sul do Estádio José Alvalade, de forma perpétua, à guarda de Vítor Damas.

Peace Cup - Grupo D: FC Porto vence Lyon


LYON, 0 - FC PORTO, 2
‘Bis’ de Hulk dá vitória sobre Lyon
O FC Porto venceu esta noite os franceses do Lyon, por 2-0, em jogo da segunda jornada do Grupo D da Peace Cup, disputado na cidade espanhola de Huelva, e ficou a um empate das meias-finais. Ambos os golos portistas foram apontados por Hulk.
Um ‘bis' de Hulk (9 e 75 minutos) deu o triunfo aos tetracampeões nacionais, que defrontam o Besiktas na quarta-feira, em Sevilha, na última jornada do Grupo D, encontro no qual o empate será suficiente para se qualificarem para as meias-finais, depois de os turcos terem empatado 1-1 com o Lyon no primeiro jogo do agrupamento.
Do lado do Lyon, o treinador Claude Puel apenas colocou em campo um dos dois ex-portistas que ingressaram no clube francês este defeso, o lateral esquerdo Cissokho, uma vez que o avançado argentino Lisandro Lopes não entrou nas contas do técnico, devido a lesão.
O FC Porto chegou ao intervalo a vencer por 1-0 e manteve o ‘onze' para o segundo tempo, que começou com o Lyon mais ao ataque, faltando o desvio de Ederson (entrado para o lugar de Piquionne) junto à pequena área, após bom cruzamento de Michel Bastos, para os franceses chegarem ao empate, aos 51 minutos.
Ederson, aos 59 minutos, atirou de longe para a defesa de Helton, minutos antes de Jesualdo Ferreira trocar os reforços Varela (60) e Belluschi (64), que cumpriram mas não se destacaram, por Guarin e pelo colombiano Radamel Falcão, outra das aquisições para a época 2009/10.
Aos 65 minutos, Mariano Gonzalez desmarcou-se na área a passe de Falcão e atirou forte, proporcionado uma grande defesa a Vercoutre, que, no minuto seguinte, voltou a opor-se a novo remate do médio argentino.
Um erro de Helton, que agarrou e largou uma bola, aos 72 minutos, após livre apontado para a área, quase proporcionou a Cris o golo do empate, mas o desvio do central brasileiro do Lyon foi para fora.
O Lyon não marcou e sofreu o segundo golo, aos 75 minutos, quando uma tabela entre Hulk e Falcão deixou o brasileiro isolado para, em frente a Vercoutre, fazer com calma o 2-0.
Acima das expectativas da equipa técnica portista
No final do encontro, o treinador-adjunto João Pinto afirmou que a equipa ‘azul-e-branca' superou as expectativas da equipa técnica.
"Com as muitas entradas e saídas que tivemos na equipa, o FC Porto está um bocadinho acima do que pensávamos para este momento", afirmou acrescentando que "este foi o jogo mais difícil e a segunda parte provou que estamos a conseguir os objectivos para esta altura da época, que passa por integrar o mais possível os novos jogadores com os restantes colegas".
O FC Porto permanece 100 por cento vitorioso nesta pré-temporada, com triunfos nos cinco encontros já disputados, e só precisa de um empate quarta-feira, frente ao Besiktas, para seguir para as meias-finais da Peace Cup.
A Peace Cup é um torneio de pré-temporada disputado por 12 equipas de todo o Mundo, entre elas o Real Madrid, a Juventus, o FC Sevilha, o Besiktas, o Lyon ou o FC Porto, as três últimas integradas no Grupo D, um dos quatro que compõem a primeira fase e cujos vencedores se qualificam para as meias-finais.
Jogo disputado no estádio Nuevo Colombino, em Huelva.
Lyon - FC Porto, 0-2.
Equipas
:

Árbitro: Iturralde Gonzalez (Espanha).
Lyon: Remy Vercoutre, Anthony Reveillere, Cris, John Mensah, Aly Cissokho, Michel Bastos (Clement Grenier, 86), Miralem Pjanic (Yanis Tafer, 74), Jean Makoun, Jeremy Toulalan (Kim Kallstrom, 56), Frederic Piquionne (Ederson, 46) e Anthony Mounier (Sidney Gouvou, 56).
(Suplentes: Joan Hartock, François Clerc, Fábio Grosso, Maxime Gonalons, Mathieu Bodmer, Kim Kallstrom, Ederson, Clement Grenier, Sidney Gouvou e Yanis Tafer).
FC Porto: Helton, Fucille (Nuno André, 89), Rolando, Bruno Alves, Álvaro Pereira, Fernando, Raul Meireles, Mariano Gonzalez (Diego Valeri, 86), Belluschi (Guarin, 64), Hulk (Farias, 86) e Silvestre Varela (Falcão, 60).
(Suplentes: Beto, Nuno, Benitez, Maicon, Nuno André, Guarin, Diego Valeri, Tomás Costa, Miguel Lopes, Radamel Falcão e Ernesto Farias).
Ao intervalo, 0-1.
Marcadores:
0-1, Hulk, 09 minutos.
0-2, Hulk, 75 minutos.
Acção disciplinar: Nada a assinalar.
Assistência: Cerca de 1.500 espectadores.
c/ Lusa

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Actor internacional morre de gripe suína


(... e todos sabemos quem é que o contagiou…)
.................................................................
O final é inédito - Sábia orientação para a vida
ESSA É PARA A VIDA TODA!
Um professor de filosofia parou na frente da classe e sem dizer uma palavra, pegou num frasco de maionese vazio e o encheu com pedras de uns 2 cm de diâmetro.
- Olhou para os alunos, e perguntou se o vidro estava cheio.
- Todos disseram que sim..
Ele então, pegou uma caixa com pedrinhasmais pequenas e colocou-as dentro
do frasco agitando-o levemente, os pedrinhas rolaram para os espaços entre as pedras.
- Tornou a perguntar se o frasco estava cheio.
- Os alunos concordaram: agora sim, estava cheio!
Dessa vez, pegou uma caixa com areia e despejou dentro do frasco preenchendo o restante.
Olhando calmamente para as crianças o professor disse:
- Quero que entendam, que isto, simboliza a vida de cada um de vocês.
As pedras, são as coisas importantes: sua família, seus amigos, sua saúde, seus filhos, coisas que preenchem a vida.
As pedrinhas, são as outras coisas que importam: como o emprego, a casa, um carro...
A areia, representa o resto: as coisas pequenas...
Experimentem colocar, a areia primeiro no vidro, e verão que não caberão as pedras nem as pedrinhas...
O mesmo vale para suas vidas.
Priorizem, cuidar das pedras, do que realmente importa.
Estabeleçam suas prioridades.
O resto é só areia!
Após ouvirem a mensagem tão profunda, um aluno perguntou ao professor se poderia pegar no frasco, que todos acreditavam estar cheio, e fez novamente a pergunta:
- Vocês concordam que o frasco está realmente cheio?
Todos responderam, inclusive o professor:
- Sim está!
Então, ele despejou uma lata de CERVEJA dentro do frasco.
A areia ficou ensopada, pois a cerveja foi preenchendo todos os espaços restantes e fazendo com que ele, desta vez, ficasse realmente cheio.
Todos ficaram surpresos e pensativos com a atitude do aluno, incluindo o professor.
ENTÃO O ALUNO EXPLICOU:
NÃO IMPORTA O QUANTO SUA VIDA ESTEJA CHEIA DE COISAS E
PROBLEMAS, SEMPRE SOBRA ESPAÇO PARA UMA CERVEJINHA !!!!!!!!

Alberto Contador (Astana), venceu o Tour 2009

Pódio do Tour 2009
CICLISMO - TOUR DE FRANCE 2009:
Cavendish ganha etapa, Contador e Astana vencem a prova e Paulinho é 35.º no Tour 2009
Quarta vitória espanhola na Volta a França em Bicicleta, depois do "consulado" Armstrong em sete anos consecutivos, 1999 a 2005.
O ciclista inglês Mark Cavendish (Columbia) venceu ao "sprint" a 21.ª e última etapa da Volta à França, partilhando o êxito em Paris com o espanhol Alberto Contador (Astana), que repetiu o triunfo de 2007 no Tour.
Sérgio Paulinho (Astana), que trabalhou sempre para o chefe de fila, terminou em 35.º, a 54 minutos de Contador.
"Quero agradecer a todos. Estou felicíssimo por vencer o segundo Tour. Foi especialmente difícil para mim e por isso o saboreio melhor. Agora, vou desfrutar", disse Alberto Contador no momento da consagração.
Cavendish, de 24 anos, foi o mais forte no sprint final, beneficiando de um erro de dois
adversários, que, ao tentar passá-lo por fora na penúltima curva, acabaram por perder ângulo e assim se atrasaram, cortando caminho aos restantes aspirantes ao triunfo final.
"Todos os sprinters do Mundo querem ser primeiro nos Campos Elíseos. Toda a equipa fez um trabalho fantástico e deu muito para isso acontecer. Foi fantástica a forma como trabalharam, numa etapa sempre com muita luta no final", disse o ciclista inglês, que venceu seis etapas na prova.
Andy Schleck, 2.º da geral, provou que vai discutir com Contador nas grandes competições
do ciclismo, mas para isso terá de melhorar o seu calcanhar de Aquiles, o contra-relógio: o luxemburguês sente, como poucos, grande à vontade a trepar, mas é nos cronos individuais que perde para os seus maiores rivais.
Lance Armstrong, sempre envolto num clima de suspeição devido ao doping por parte das autoridades francesas, foi teerceiro na edição 2009 do Tour, provando ainda ser um ciclista de eleição, regressando ao mais alto nível.
O norueguês Thor Hushovd conquistou a camisola verde, que premeia a regularidade, enquanto a camisola da montanha foi assegurada pelo italiano Franco Pellizotti.
Alberto Contador "Rei" em Paris
Cavendish venceu a última etapa, confira a classificação final
Classificação da última etapa:
1. Mark Cavendish (Columbia), 4:02:18 horas
2. Mark Renshaw (Columbia), m.t.
3. Tyler Farrar (Garmin-Slipstream), m.t.
4. Gerald Ciolek (Milram), m.t.
5. Yauheni Hutarovich (Française des Jeux), m.t.
Classificação geral:
1. Alberto Contador (Astana), 85:48:35 horas
2. Andy Schleck (Saxo Bank), a 4:11
3. Lance Armstrong (Astana), a 5:24
4. Bradley Wiggins (Garmin-Slipstream), a 6:01
5. Fränk Schleck (Saxo Bank), 6:04
6. Andreas Klöden (Astana), a 6:42
7. Vincenzo Nibali (Liquigas), a 7:35
8. Christian Vande Velde (Garmin-Slipstream), a 12:04
9. Roman Kreuziger (Liquigas), a 14:16
10. Christophe Le Mevel (Française des Jeux), a 14:25

Benfica conquista Torneio de Amesterdão

epa
David Luiz no lance sobre Assati que lhe valeu o cartão amarelo
AJAX, 2 - BENFICA, 3
"Encarnados" ganham Torneio de Amesterdão
A equipa da Luz conta por vitórias os jogos disputados na Holanda.
O Benfica conquistou ontem, domingo, o Torneio de Amesterdão, após vencer o Ajax, por 3-2, tornando-se na primeira equipa portuguesa a triunfar nesta competição de pré-época.
Com esta vitória, e com o triunfo do Sunderland sobre o Atlético de Madrid(2-0), o Benfica torna-se na primeira equipa portuguesa a vencer o Torneio de Amesterdão, após as participações do FC Porto, em 2005 e 2006.
Jogo realizado na Arena de Amesterdão.
Equipas:
Árbitro: Pieter Vink (Holanda).
Ajax: Vermeer, Bruno Silva, Oleguer, Vertonghen, Anita, Donald, Aissati, Emanuelson, Sulejmani, Luis Suarez e Rommedahl.
Jogaram ainda: Cvitanich, Zeegelaar, Van der Wiel, Van der Heijden e De Jong.
Benfica: Moreira, Maxi Pereira, Luisão, David Luiz, Shaffer, Javi García, Ramires, Di Maria, Carlos Martins, Saviola e Nuno Gomes.
Jogaram ainda: Cardozo, Rúben Amorim, Aimar, Fábio Coentrão e Weldon.
Resultado ao intervalo: 1-2
Golos:
0-1, Aissati, 9 minutos (na própria baliza).
0-2, Di Maria, 31.
1-2, Donald, 45.
1-3, David Luiz, 56.
2-3, Rommedahl, 78.
Acção Disciplinar: cartão amarelo para David Luiz (62).

sábado, 25 de julho de 2009

Santa Clara venceu ''estudantes'' por 2-1


SANTA CLARA, 2 - ACADÉMICA, 1
A Académica foi derrotada pelo Santa Clara

A equipa ínsular que vai disputar a Liga Vitalis, surpreendeu este sábado a "briosa", ao vencer por 2-1.
Em jogo particular disputado em Quiaios, o Santa Clara venceu os "estudantes" com golos de Gabi, logo no primeiro minuto de jogo, e de Fofana aos 67 minutos. A equipa de Rogério Gonçalves reduziu aos 78 minutos através de Sougou
A equipa de Coimbra sofre assim, a primeira derrota da pré-época, depois de duas vitórias, frente à Naval 1.º de Maio (3-1) e Belenenses (1-0), e um empate, frente ao Sporting da Covilhã (1-1).
Regresso às vitórias da equipa ''encarnada''
Oliveirense perde jogo de preparação com a Santa Clara
A União Desportiva Oliveirense perdeu o jogo de preparação contra a equipa da Santa Clara, por 3-2, jogo realizado em Quiaios.
A Oliveirense entrou bem nesta partida tendo marcado o seu primeiro golo aos 11 minutos, por intermédio de Banjai, o segundo golo da Oliveirense foi marcado no minuto 31, por Hugo Moreira. Antes do final da primeira parte a equipa da Santa Clara reduziu a desvantagem por intermédio de Rincon.
Na segunda parte a equipa da Santa Clara dominou mais a partida e marcou o golo da igualdade no minuto 57, por intermédio de Tó Miguel, o golo da vitória da equipa dos Açores foi marcado ao minuto 81, por Fofana.
Santa Clara, 0 - Naval, 2
Dois erros defensivos marcam jogo
O Santa Clara quebrou um ciclo de duas vitórias seguidas ao perder por 2-0 frente à Naval.
Este foi o terceiro jogo da pré-temporada e que se pautou por alguns desacertos defensivos que originaram os golos adversários, determinante para o desfecho final e que tiveram ainda uma preciosa “ajuda” do árbitro que decidiu não assinalar duas grandes penalidades claras a favor do Santa Clara. Para além disso os nossos “craques” teimaram em não acertar com as redes contrárias e as oportunidades criadas foram desperdiçadas por Rui Neto, Leandro Tatu, Danil e Edson Araújo.
Apesar da derrota, temos de continuar confiantes pois este jogo servirá para tirar ilações para futuros encontros e terá de ser usado como incentivo para os nossos jogadores melhorarem os seus erros pois amanhã há mais um “teste” à equipa quando a mesma defrontar o Oliveirense.
Tourizense 1 – Santa Clara 2
Rincón bisa com o Tourizense
Com os guarda-redes do Santa Clara defendendo a baliza adversária (a equipa de Touriz apresentou-se sem jogadores para esta posição) dois golos de Rincon garantiram mais uma vitória.
O Clube Desportivo Santa Clara, no segundo jogo de preparação, venceu o Tourizense por duas bolas a uma.
Foi mais um jogo de pré época, proporcionando ocasiões para Vítor Pereira ir escolhendo e ajustando as diversas peças do seu xadrez, continuando-se a verificar por parte dos jogadores a preocupação em interpretar as movimentações apontadas pelo técnico.
O Santa Clara alinhou inicialmente com:
Ney, Vitor Alves, João Dias, Neto Silva, Nuno Sociedade, Danilo, Tó Miguel, Fofana, Lico, Neto e Vitinha.
Na segunda parte entraram:
Matthew Jones, Hernani, Ruy Netto, Gabi, Oliveira, Nuno Santos, Leandro Tatu e Rincon
Destaque para Rincon, que marcou os dois golos do Santa Clara, e também para o guarda-redes Mattew Jones, que está a ser observado por Vítor Pereira, que na baliza do Tourizense defendeu uma grande penalidade.
Santa Clara, 1 - Beira Mar, 0
Santa Clara entra a vencer Beira Mar

Ainda não é a contar, mas é sempre bom ganhar.
O Clube Desportivo Santa Clara, no seu primeiro jogo de preparação, venceu o Beira – Mar por uma bola a zero.
Foi um jogo característico de início de época, mas onde já foram notórias as preocupações apresentadas pelos atletas em bem interpretar as movimentações apontadas pelo técnico.O Santa Clara alinhou inicialmente com:João Botelho, Hernâni, João dias, Vitor Alves, Nuno Sociedade, Ruy Neto, Oliveira, Gabi, Nuno Santos, Leandro Tatu e Rincon.Na etapa complementar entraram:Ney, Neto Silva, Tó Miguel, Danilo, Lico, Fofana, Neto, Diogo Moniz e Vitinha.A vitória do Santa Clara resulta de um golo marcado aos 70’ por Tó Miguel, por sinal um excelente golo, fruto de um pontapé cheio de intenção, após uma interessante movimentação atacante, com o jogador, descaído sobre o lado esquerdo da grande área, a desferir um excelente remate e obtendo um fantástico golo.

AÇORES: 21ª Edição da Atlantis Cup


XXI Atlantis Cup-Regata da Autonomia
Aberta a embarcações de Cruzeiro das classes ORC Club e Open, a Regata da Autonomia proporciona aos amantes da vela momentos de forte competição, num ambiente natural incomparável.
Os 15 veleiros que participam na Atlantis Cup 2009 partiram, este sábado, de Vila do Porto, na ilha açoriana de Santa Maria, com destino a Ponta Delgada, onde termina a primeira etapa da denominada Regata da Autonomia.
Nesta 21.ª edição da prova, o trajecto integra pela primeira vez a ilha de Santa Maria, já que anteriormente apenas incluía São Miguel, Terceira e Faial.
A primeira etapa estende-se por 60 milhas, das quais as últimas 11 serão cumpridas junto à costa de São Miguel, desde o Ilhéu de Vila Franca do Campo até Ponta Delgada.
A Atlantis Cup, que se realiza desde 1987, é uma das mais importantes provas náuticas que se realizam no Arquipélago dos Açores, integrando o programa do Campeonato Regional de Vela.
A largada para a segunda etapa, que vai ligar Ponta Delgada a Angra do Heroísmo, na Terceira, está marcada para segunda-feira, enquanto a terceira e última etapa, entre a Terceira e o Faial, terá início a 31 de Julho.
A Atlantis Cup 2009 - Regata da Autonomia deverá terminar a 2 de Agosto, na cidade da Horta.

Modalidades: Vitória de Naide em Londres


Naide voa para a vitória, em Londres *reuters.
Naide Gomes ganha Meeting de Londres e é segunda no "ranking"
Com a marca obtida, a portuguesa passa para segunda do ranking de 2009, numa lista que é encabeçada pela norte-americana Britney Reese, com 7,06 metros.
Naide Gomes ganhou, este sábado, a prova de salto em comprimento do Meeting de Londres, com 6,99 metros, a sua melhor marca do ano e a quinta de sempre.
A atleta do Sporting obteve os 6,99 ao quarto ensaio, com vento perto do limite (+1,9 m/s), e derrotou a russa Tatiana Lebedeva, vice-campeã olímpica, que no último ensaio conseguiu 6,90 (v:+1,6), e a estónia Ksenija Balta, com 6,85 ventosos (+2,4 m/s).
Com esta marca a portuguesa passa para segunda do ranking de 2009, numa lista que é encabeçada pela norte-americana Britney Reese, com 7,06 metros.
Naide Gomes é a recordista nacional, com 7,12, marca obtida em Monte Carlo, há um ano. A sua série foi a seguinte: 6,75-6,78-nulo-6,99-6,70-6,73.
C/Lusa

Jogo Particular: Leixões venceu o Marítimo por 3-0


Plantel 2009/2010 do Leixões Sport Clube.
Leixões-Reforços entram a marcar
Três golos de outros tantos reforços na vitória do Leixões sobre o Marítimo, num particular jogado no Estádio do Mar.
O Leixões venceu o Marítimo por 3-0, este sábado, num jogo particular, em que os tentos matosinhenses foram apontados pelos reforços Bruno Gallo (14 minutos), Faioli (51) e Tiago Cintra (90).
O domínio do jogo foi repartido entre as duas equipas, que ainda atravessam o habitual período de construção de rotinas, mas o Leixões foi mais eficaz na defesa e na finalização, justificando o triunfo.
O Marítimo, que estava invicto na pré-época (duas vitórias e um empate), não fez valer a qualidade técnica de algum dos seus elementos, acabando por sofrer uma derrota algo pesada para o futebol praticado.
Jogo disputado no Estádio do Mar.
Equipas:
Árbitro: José Silva (Porto).
Leixões: Diego (Berger, 46), Jean Sony, Nuno Silva, Tucker, Nelson (Laranjeiro, 53), Bruno China (Tiago Cintra, 63), Trombetta, Hugo Morais (Pouga, 34), Braga (Seabra, 78), Faioli (Zé Manuel, 53) e Bruno Gallo (Brandón, 70).
(Suplentes: Berger, Laranjeiro, Seabra, Zé Manuel, Tiago Cintra, Pouga e Brandón).
Marítimo: Peçanha, Paulo Jorge, Robson, João Guilherme, Taka, Fernando (Miguelito, 46) Roberto Sousa, Olberdam, Kanu (Djalma, 46), Baba e Marcinho (Camilo, 58).
(Suplentes: Marcelo, Ruca, Fernando Cardozo, Miguel hngelo, Miguelito, Manu, Djalma, Luís Olim, Briguel, Camilo, Rodrigo, Adriano, Fidelis e Ytalo).
Ao intervalo: 1-0.
Marcadores: 1-0, Bruno Gallo, 14 minutos.
2-0, Faioli, 51.
3-0, Tiago Cintra, 90.
Acção disciplinar: cartão amarelo para Hugo Morais (30) e Kanu (30).
Assistência: cerca de 1.500 espectadores.
C/Lusa

Trofense perde no jogo de apresentação


TROFENSE, 2 - V. GUIMARÃES, 3
Trofense perde no jogo de apresentação
Os trofenses chegaram a impor-se perante o primodivisionário Vitória de Guimarães que, ainda assim e apesar dos esforços dos locais, esteve melhor em campo.
O Vitória de Guimarães, da Liga principal de futebol, venceu, este sábado, por 3-2, o Trofense, da Liga de Honra, num particular disputado na Trofa que serviu de apresentação aos locais.
Um novo ecrã gigante, equipamentos renovados e uma faixa na bancada com a frase "Descemos mas não morremos" foram algumas das formas que o despromovido Trofense encontrou para afirmar, logo no jogo de apresentação, que o objectivo é voltar ao escalão máximo do futebol português.
Com as equipas empatadas, 1-1, ao intervalo, na segunda parte, os treinadores operaram profundas alterações na equipa base e experimentaram mais reforços.
Equipas:
Árbitro: Vasco Santos (Porto).
Trofense: Vítor, Paulinho, Pedro Ribeiro, Varela, Ginho, Tiago, Bruno Sousa, Romeu Ribeiro, Hélder Sousa, Wiliams e Silas.
(Jogaram ainda: Marco, Riça, Filipe Gonçalves, Hermes, Moustapha, Reguila, Igor, Milton do Ó, Kika, Thiago Bento, Maciel, Rafa e Mércio).
Vitória de Guimarães: Serginho, Alex, Sereno, Moreno, Mendieta, Custódio, Jorge Gonçalves, Nuno Assis, Rui Miguel, Desmarets e Roberto.
(Jogaram ainda: Carlitos, Targino Santana, Flávio Meireles, Marquinho, Milhazes, João Alves, Tiago e Douglas).
Marcadores:
0-1, Custódio, 5 minutos.
1-1, Hélder Sousa, 31 (gp).
2-1, Reguila, 51.
2-2, Douglas, 76.
2-3, Flávio Meireles, 80.
Acção disciplinar: nada a registar.
Assistência: cerca de 3.000 espectadores.
Naval vence a União de Leiria por 1-0
A equipa da Ulisses Morais levou de vencida a formação leiriense, numa partida de preparação para a nova época.

O francês Tandia foi o autor do único golo da partida, que ditou a vitória da equipa da casa, frente à formação orientada por Manuel Fernandes.
Nesta pré-época a equipa da Figueira leva já 5 partidas realizadas, com 2 vitórias e 3 derrotas.
Nacional venceu por 1-0 o Vitória de Setúbal
A equipa de Carlos Azenha voltou a perder, desta vez com um auto-golo de Sandro.
Em mais uma partida de pré-época, as duas equipas que vão disputar a Liga Sagres defrontaram-se em Rio Maior, com a vitória a sorrir à equipa de Manuel Machado, através de um golo de Sandro na própria baliza.
O Vitória de Setúbal podia ter alcançado o empate, mas Paulo Regula falhou uma grande penalidade quando faltavam 9 minutos para o fim do encontro.
O Vitória de Setúbal volta a jogar terça-feira, desta vez no Estádio do Bonfim, frente ao Carregado.

Standard Liège ganha Supertaça da Bélgica


STANDARD LIÈGE, 2 - GENK, 0
Standard de Liège, de Boloni, bate Genk e ganha Supertaça
O Standard de Liège, equipa orientada pelo antigo técnico do Sporting Laszlo Boloni, conquistou a Supertaça da Bélgica, após vencer o Genk, detentor da Taça da Bélgica, por 2-0, este sábado.
Em jogo disputado no estádio de Sclessin, em Liège, os campeões belgas inauguraram o marcador aos 30 minutos, por intermédio do francês Wilfred Dalmat, e aos 60 foi a vez de Alex Witsel, que chegou a ser apontado como reforço do Benfica, fixar o resultado final.
Com esta vitória, o Standard arrecada a quarta Supertaça da sua história, após as conquistas de 1982, 1983 e 2008.
Os campeões belgas iniciam a defesa do título no próximo dia 1 de Agosto, em casa, frente ao recém-promovido STVV, na primeira jornada do campeonato da Bélgica.
AZ Alkmaar conquistou a Supertaça holandesa
O AZ Alkmaar não deu qualquer hipótese ao Heerenveen, aplicando uma pesada derrota, 5-1.
O campeão holandês conquistou este sábado a Superaça da Holanda, ao "esmagar " o Heerenveen por 5-1.
O AZ Alkmaar já vencia ao intervalo por 3-0.

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Mães de Antigamente: A verdade do ensinamento!

…e não ficámos traumatizados ! ! ! ...
MÃES DE ANTIGAMENTE
Coisas que a nossas Mães diziam e faziam...
Uma forma que hoje é condenada pelos educadores e psicólogos, mas funcionou com as gerações anteriores.
Talvez se não tivessem mudado tanto, o nosso mundo estivesse melhor... (Até a tabuada foi abolida...)
- A Minha Mãe ensinou-me a VALORIZAR O SORRISO...
'RESPONDE-ME OU LEVAS NOS DENTES!'
- A Minha Mãe ensinou-me a RECTIDÃO.
'EU AJEITO-TE NEM QUE SEJA À BASE DE PORRADA!'
- A Minha Mãe ensinou-me a DAR VALOR AO TRABALHO DOS OUTROS...
'SE TU E O TEU IRMÃO QUEREM MATAR-SE, VÃO LÁ PARA FORA. ACABEI DE LIMPAR A CASA!'
- A Minha Mãe ensinou-me LÓGICA E HIERARQUIA.
'PORQUE EU DIGO QUE É ASSIM! PONTO FINAL! QUEM É QUE MANDA AQUI?'
- A Minha Mãe ensinou-me o que é MOTIVAÇÃO...
'CONTINUA A CHORAR QUE EU VOU DAR-TE UMA RAZÃO VERDADEIRA PARA CHORAR!'
- A Minha Mãe ensinou-me a CONTRADIÇÃO...
'FECHA A BOCA E COME!'
- A Minha Mãe ensinou-me sobre ANTECIPAÇÃO...
'ESPERA SÓ ATÉ O TEU PAI CHEGAR A CASA!'
- A Minha Mãe ensinou-me sobre PACIÊNCIA...
'... QUANDO CHEGARMOS A CASA VAIS VER ...'
- A Minha Mãe ensinou-me a ENFRENTAR OS DESAFIOS...
'OLHA PARA MIM! E RESPONDE QUANDO EU TE FIZER UMA PERGUNTA!'
- A Minha Mãe ensinou-me sobre RACIOCÍNIO LÓGICO...
'SE CAIRES DESSA ÁRVORE VAIS PARTIR O PESCOÇO E EU AINDA TE DOU UMA SOVA POR CIMA!'
- A Minha Mãe ensinou-me MEDICINA...
'DEIXA DE REVIRAR OS OLHOS MENINO! PODES APANHAR UMA CORRENTE DE AR
QUE TE VAI DEIXAR VESGO PARA TODA A VIDA.'
- A Minha Mãe ensinou-me sobre o REINO ANIMAL...
'SE NÃO COMERES ESSAS VERDURAS, OS BICHOS DA TUA BARRIGA VÃO COMER-TE A TI!'
- A Minha Mãe ensinou-me GENÉTICA...
'ÉS IGUALZINHO AO TEU PAI!'
- A Minha Mãe ensinou-me acerca das minhas RAÍZES...
'ESTÁS A PENSAR QUE NASCESTE NUMA FAMÍLIA RICA É?'
- A Minha Mãe ensinou- me sobre a SABEDORIA DE IDADE...
'QUANDO TIVERES A MINHA IDADE, VAIS ENTENDER E JÁ SERÁ TARDE DEMAIS.'
- A Minha Mãe ensinou-me sobre JUSTIÇA...
'UM DIA TERÁS FILHOS, E ELES VÃO FAZER CONTIGO O MESMO QUE TU FAZES
COMIGO! VAIS VER O QUE É BOM!'
- A Minha Mãe ensinou-me RELIGIÃO...
'REZA PARA QUE ESSA MANCHA SAIA DO TAPETE!'
- A Minha Mãe ensinou-me o BEIJO DE ESQUIMÓ...
'SE VOLTAS A FAZER ISSO, ESFREGO O TEU NARIZ CONTRA A PAREDE!'
- A Minha Mãe ensinou-me CONTORCIONISMO...
'OLHA SÓ ESSA ORELHA! QUE NOJO!'
- A Minha Mãe ensinou-me DETERMINAÇÃO...
'VAIS FICAR AÍ SENTADO ATÉ COMERES O QUE TENS NO PRATO!'
- A Minha Mãe ensinou-me habilidades como VENTRILOQUO..
'NÃO RESMUNGUES! CALA-ME ESSA BOCA E DIZ-ME POR QUE É QUE FIZESTE ISSO?'
- A Minha Mãe ensinou-me a SER OBJECTIVO...
'EU CORRIJO-TE DE UMA SÓ VEZ!
- A Minha Mãe ensinou-me a ESCUTAR ...
'SE NÃO BAIXAS O VOLUME, EU VOU AÍ E PARTO ESSE RÁDIO!'
- A Minha Mãe ensinou-me a TER GOSTO PELOS ESTUDOS...
'SE EU FOR AÍ E NÃO TIVERES TERMINADO A LIÇÃO, LEVAS 2 LAMBADAS!...'
- A Minha Mãe ensinou-me a COORDENAÇÃO MOTORA...
'VAIS ARRUMAR TODOS OS BRINQUEDOS, UM POR UM!!'
- A Minha Mãe ensinou-me os NÚMEROS...
'VOU CONTAR ATÉ DEZ. SE ESSE VASO NÃO APARECER LEVAS NESSA CARA!
O b r i g a d o M ã e ! ! !

40º Aniversário da chegada à Lua do Apollo 11:


Na Lua há 40 anos
A tripulação da Apollo 11, "Buzz" Aldrin, Michael Collins, Neil Armstrong, comandante da missão assinalaram o 40.º aniversário da alunagem humana com o presidente dos EUA, Barack Obama.


Chegada à Lua - Edwin "Buzz" Aldrin ao lado da bandeira norte-americana colocada pelo comandante de missão Neil Armstrong, que considera este "um pequeno passo para o homem, um grande passo para a Humanidade". A Apollo 11 chegou à Lua a 19 de Julho de 1969, tendo os seus tripulantes dado os primeiros passos na superfície lunar no dia seguinte.

Cavaco Silva de visita oficial à Áustria


Coroa do Império
No segundo de quatro dias de uma visita oficial à Áustria, o Presidente da República, Cavaco Silva, passou os olhos pelo Tesouro Imperial em Viena.

Vírus da Gripe: O negócio do medo!

O folhetim continua...
O negócio do medo!
Sabe que o vírus da gripe suina foi descoberto há 9 anos no Vietname?
Sabe que desde então morreram apenas 100 pessoas EM TODO O MUNDO durante estes 9 anos?
Sabe que os americanos foram os que informaram acerca da eficácia do TAMIFLU (antiviral humano) como preventivo?
Sabe que o TAMIFLU apenas alivia alguns sintomas da gripe comum?
Sabe que a sua eficácia no tratamento da gripe comum está a ser questionada por grande parte da comunidade científica?
Sabe que perante um SUPOSTO vírus mutante como o H5N1, o TAMIFLU apenas aliviará alguns sintomas?
Sabe quem comercializa o TAMIFLU? Laboratórios ROCHE.
Sabe a quem a ROCHE comprou a patente do TAMIFLU em 1996? À GILEAD SCIENCES INC.
Sabe quem era o presidente da GILEAD SCIENCES INC. e principal accionista? DONALD RAMSFELD, ex Secretário da Defesa norte americana no governo Bush.
Sabe que a principal base do TAMIFLU é o anis estrelado?
Sabe quem é que detém 90% da produção da árvore de anis estrelado? ROCHE.
Sabe que as vendas do TAMIFLU passaram de 254 milhões em 2004 para mais de 1.000 milhões em 2005?
Sabe quantos mais milhões pode ganhar a ROCHE nos próximos meses se continuar este negócio do medo?
O resumo do negócio é o seguinte: os amigos de Bush decidiram que um fármaco como o TAMIFLU é a solução para uma pandemia que ainda não ocorreu e que causou 100 mortos no mundo inteiro desde há 9 anos.
Este fármaco não cura nem sequer a gripe comum.
O vírus não afecta o ser humano em condições normais.
Ramsfeld vende a patente do TAMIFLU à ROCHE e esta paga-lhe uma verdadeira fortuna.
A ROCHE adquire 90% da produção do anis estrelado que é a base do antiviral.
Os governos do mundo inteiro sentem-se ameaçados por uma pandemia e compram à ROCHE quantidades industriais deste produto.
Nós acabamos por pagar o medicamento, e, Ramsfeld, Cheney e Bush fazem um belo negócio...
ESTAMOS LOUCOS, OU SOMOS TODOS IDIOTAS?
Ao menos passe este documento para que mais gente saiba.

Torneio de Amesterdão: Benfica entra a vencer

SUNDERLAND, 0 - BENFICA, 2
‘Encarnados’ marcam dois golos sem resposta
O Benfica bateu esta tarde o Sunderland, por 2-0, no Torneio de Amesterdão. Cardozo e Maxi Pereira foram os autores dos golos.
Oscar Cardozo inaugurou o marcador aos 31 minutos, na conversão de uma grande penalidade. Aos 10 minutos da segunda parte, Maxi Pereira recuperou a bola no meio-campo do Sunderland e disparou forte à entrada da área.
O Benfica tem agora cinco pontos no Torneio de Amesterdão. Para além dos três pontos da vitória, os ‘encarnados' têm ainda mais dois pontos pelos golos que marcaram.
No final do jogo, o treinador Jorge Jesus comentou o facto de o Benfica ter entrado em campo sem nenhum português, mais precisamente com dez jogadores de origem sul-americana e um europeu - Javi Garcia.
"Se repararem nas melhores equipas do mundo, isso é comum. É natural que o Benfica escolha aqueles que pensa serem os melhores jogadores para o plantel sem olhar a nacionalidades. O que interessa é que os jogadores tenham qualidade", afirmou.
"Gostava de ter um onze de portugueses, porque era sinal de que havia onze jogadores de grande qualidade em Portugal", acrescentou Jorge Jesus.
Javi estreou-se esta noite com a camisola das ‘águias' e o técnico considera que pode melhorar. "Do ponto de vista atlético é muito forte. Do ponto de vista técnico-táctico esteve bem apenas em relação àquilo que ele sabe. Ele ainda não sabe a ideia da equipa. Do ponto de vista técnico, vai ter que melhorar", analisou.
Este foi também o jogo de estreia de Weldon, que jogou apenas durante alguns minutos da segunda parte.
O próximo encontro deste torneio põe em campo o Ajax e o Atlético de Madrid. O Benfica volta jogar no domingo, às 20h15, frente ao anfitrião Ajax. Jesus prevê que alguns jogadores acusem o desgaste da pré-época.
"Queremos mais vitórias e jogar melhor. Vamos ver qual é a resposta que a equipa vai dar fisicamente no domingo. Tenho algumas dúvidas. Vejo o Cardozo, o Aimar e o Di María muito cansados", rematou.
Jogo disputado na Arena de Amesterdão.
Equipas:
Árbitro: Reinold Wiedemejer (Holanda).
Sunderland: Fulop, Bardsley, Anton Ferdinand, Nosworthy, Collins, Edwards, Leadbitter, Henderson, Malbranque, Richardson e Jones.
Jogaram ainda: Reid, Anderson, Waghorn, Healy e Tainio.
Benfica: Moretto, Maxi Pereira, Luisão, David Luiz, Sepsi, Javi García, Ramires, Di Maria, Aimar, Saviola e Cardozo.
Jogaram ainda: Rúben Amorim, Weldon, Fábio Coentrão, Carlos Martins e Miguel Vítor.
Ao intervalo: 0-1.
Marcadores:
0-1, Cardozo, 32 minutos (grande penalidade).
0-2, Maxi Pereira, 55.
Acção disciplinar: cartão amarelo para Bardsley (25), Collins (32), Leadbitter (34) e Javi García (37).

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Liga Europa: Paços de Ferreira segue em frente


PAÇOS DE FERREIRA, 1 - ZIMBRU CHISINAU, 0
Paços de Ferreira em frente rumo à Liga Europa

Os pacenses levaram a melhor sobre os moldavos, no D.Afonso Henriques, em Guimarães.
Com uma vitória, por 1-0, sobre o Zimbru Chisinau, passa à 3.ª eliminatória para Liga Europa.
Cristiano marcou o golo da qualificação, aos 84 minutos.
Na próxima ronda, os "castores" vão defrontar os israelitas do Bnei Yehuda.
Paulo Sérgio, técnico do Paços de Ferreira sublinhou que "foi uma vitória sofrida, mas segura, (...) com um jogo controlado e dominado desde o início, com várias ocasiões de golo criadas, portanto, um desfecho justo".
Sobre o Bnei Yehuda, o treinador confessou: "Neste momento, conheço zsro do próximo adversário; (...) vou começar a procurar tudo o que houver disponível para conhecer o próximo adversário.(..) Vamos começar a trabalhar essse jogo", concluiu
O técnico do Zimbru, Ivan Tabanov, reconheceu, por sua vez, a superioridade da formação portuguesa e queixou-se do "cansaço" de alguns jogadores.
"Eles foram melhores que nós, técnica e tacticamente.
Esperávamos conseguir jogar em contra-ataque, mas os jogadores mostraram-se cansados e o adversário não permitiu", sublinhou o técnico moldavo.
Equipas:
Árbitro: Firat Aydinus (Turquia).
Paços de Ferreira: Cássio, Filipe Anunciação, Ozeia (Manuel José, 77), Kelly, Jorginho (Pedro Queirós, 90), Ricardo, Leonel Olímpio, Pedrinha, Carlitos, Leandrinho (Cristiano, 64) e Romeu Torres.
(Suplentes: Coelho, Pedro Queirós, Manuel José, Leal, Fábio Pacheco, Mário Rondon e Cristiano.)
Zimbru Chisinau: Anatol Chirinciuc, Igor Andronic, Oleg Clonin (Andrei Secrieru, 90), Iulian Erhan, Valentin Ternavschi, Piotr Hvorosteanov, Gherghe Andronic (Valeriu Onila, 72), Ion Demerji, Alexandru Antoniuc, Oleg Andronic e Veaceslav Sofroni (Eugen Sidorenco, 61).
(Suplentes: Nicolae Calancea, Ion Bojii, Radu Catan, Alexei Luchita, Andrei Secrieru, Eugen Sidorenco e Valeriu Onila.)
Acção disciplinar: Cartão amarelo para Iulian Erhan (30), Oleg Andronic (43), Cristiano (85).
Assistência: Cerca de 1658 espectadores

Troféu Albufeira Anima: FC Porto venceu 1ª edição


FC Porto, 1 - Dínamo de Bucareste, 0
Silvestre Varela ‘oferece’ quarta vitória da pré-época
O FC Porto venceu esta noite a primeira edição do Troféu Albufeira Anima ao bater os romenos do Dínamo de Bucareste, por 1-0. O golo solitário foi apontado pelo reforço Silvestre Varela.
Silvestre Varela deu ao FC Porto a quarta vitória da pré-temporada ao marcar o golo da vitória portista esta noite em Albufeira. Belluschi, outra das aquisições deste defeso, jogou durante 45 minutos.
O jogo com o Dínamo de Bucareste permitiu ainda a estreia dos reforços Falcao e Valeri. Falcao entrou em campo aos 23 minutos da segunda parte para o lugar de Mariano Gonzalez, enquanto que Valeri entrou quatro minutos depois para substituir Guarín.
No final do encontro, o treinador-adjunto ‘azul-e-branco' José Gomes elogiou a prestação de ambos.
"Eles têm treinado muito bem. Não nos podemos esquecer que têm apenas três dias de treino. Conseguir demonstrar aquilo que são em apenas 20 minutos é extremamente difícil", afirmou.
"Relativamente à equipa no global, estamos a crescer. Voltámos a vencer e isso é muito importante. Estão a ser consolidados princípios de jogo para alguns e a ser muito bem aprendidos no caso de outros", acrescentou.
A próxima competição do FC Porto é a Andalucía Peace Cup, onde participam também o Olympique de Lyon e o Besiktas da Turquia.
José Gomes sublinhou esta noite que o mais importante é preparar a próxima temporada: "Estamos na pré-época e ela serve para preparar a época. Ao estarmos com este emblema, estamos com a responsabilidade de vencer e de fazer tudo para o conseguir sejam em que jogo for".
"É com esse espírito que vamos encarar este torneio, sabendo que o mais importante é a preparação da época", sublinhou.
Jogo no Estádio Municipal de Albufeira.
Equipas:
Árbitro: Bruno Esteves (Setúbal)
FC Porto: Beto, Fucile, Maicon, Bruno Alves, Álvaro Pereira, Bellushi, Fernando, Guarin, Varela, Mariano e Hulk.
Jogaram ainda: Helton, Nuno André, Rolando, Benitez, Tomás Costa, Raul Meireles, Valeri, Falcão e Farías.
Dínamo Bucareste: Dolha, Homei, Grigore, Moti, Pulhac, Tamas, Torje, Rus, Adrian Cristea, Andrei Cristea e Niculae.
Jogaram ainda: Danciulescu, Kome, Goian, Scarlatache, Niculescu, Alexe e Pedrescu.
Ao intervalo: 1-0.
Marcador:
1-0, Varela, 15 minutos.
Acção disciplinar: cartão amarelo a Hulk (14), Rus (40) e Goian (90+1)
Assistência: cerca de 5000 pessoas.

Ciclismo: Armstrong muda de equipa em 2010


Lance Armstrong vai mudar de equipa em 2010
A um ano de distância, já se sabe que Armstrong, sete vezes vencedor da Volta à França, será o líder da "Radio Shack".
Foi no seu "site" pessoal que Lance Armstrong anunciou a mudança, passando na temporada que vem a ser o "cabeça-de-fila" da nova equipa "Radio Shack".
Trata-se do nome de uma companhia ligada à electrónica, sedeada no Texas, o estado onde o ciclista nasceu, sendo provável que a sua presença no próximo Tour seja já com a nova camisola.
Surge, igualmente, a hipótese de Armstrong competir, para além do ciclismo, em competições de triatlo um pouco por todo o Mundo.

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Eleições do PCIM - 1ª Irmandade de Mississauga


PORTUGUESE CANADIAN INTEGRATION MOVEMENT
1ª Irmandade do Divino Espírito Santo de Mississauga

......................................................................................
Novos Orgãos Directivos Eleitos para: 2010-2014
No passado domingo (19) do corrente mês, a Organização do Portuguese Canadian Integration Movement (PCIM), realizou as eleições para apurar os novos corpos gerentes para o novo mandato de quatro anos, que terminou com os seguintes membros eleitos descritos na coluna abaixo publicada na seguinte ordem de trabalhos:
DIRECÇÃO ADMINISTRATIVA:
Presidente:
Dinarte Teves
Vice-Presidente: Gilberto Pereira
Secretária de Relações Públicas: Sandra Teves
Acessor de Relações Públicas: Manuel Martins
Sec. Tesoureiro Geral: Manuel Sousa
Vice-Tesoureiro: Maria A. Peixoto
Tesoureiro Adjunto: Mike Sousa
Secretária Adjunta: Christina Sousa
DIRECÇÃO DO CONCELHO FISCAL:
Presidente:
Carlos Melo
Secretária: Lúcia Melo
DIRECÇÃO DA ASSEMBLEIA GERAL:
Presidente: Manuel Martins
Secretário: Alcides Pimentel
ZELADORES DE COROAS (DIRECTORES):
Carlos Pacheco, José da Silva, Paulo S. Melo, Manuel Borges, Carlos Melo, José Horta, José Correia, António Bento, Gilberto Pereira, José Alves, Maria Morais, Anibal Pacheco, José Andrade, Alcides Pimentel, Márioa Pereira, Carlos Martins e Victor Moniz.

Festival Olímpico da Juventude Europeia (FOJE)

FOJE - Rui Pinto conquista primeira medalha
O atleta Rui Pinto conquistou esta quarta-feira em Tampere, Finlândia, a primeira medalha para Portugal no Festival Olímpico da Juventude Europeia (FOJE), alcançando o "ouro" na final dos 1.500 metros.

Pinto impôs-se em 3.57,46 minutos, à frente do húngaro Laszlo Gregor (3.58,00) e do alemão Alexandre Schwab (3.58,49), respectivamente segundo e terceiro classificados.

Na mesma distância, mas no sector feminino, Diana Soares ficou-se pela 10.ª posição.

O melhor resultado até agora nos Jogos para jovens a decorrer em Tampere pertencia a Susana Godinho, que na terça-feira se classificou em quarto lugar.

Playoff da Liga dos Campeões: Sporting - Twente


"Champions": Twente no caminho do Sporting
Os leões vão discutir com os holandeses do Twente o acesso ao playoff da Liga dos Campeões. A primeira partida vai jogar-se em Alvalade a 28 ou 29 de Julho, enquanto o jogo da segunda mão está agendado para 4 ou 5 de Agosto.
O Twente foi o segundo classificado do campeonato holandês, à frente dos "grandes" PSV Eindhoven e Ajax.
A equipa holandesa é orientada pelo ex-selecionador inglês, Steve McClaren.
O vencedor deste embate ficará apurado para o "play-off" da Liga dos Campeões, enquanto o derrotado disputa o "play-off" da Liga Europa.
Féliz Brynch foi escolhido para arbitrar o Sporting-Twente
O árbitro alemão Félix Brych foi o escolhido para o jogo de Alvalade, a 29 de Julho, para a 1.ª mão da 3.ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões.
O árbitro alemão Félix Brych vai dirigir o Sporting-Twente da Liga dos Campeões, para a 1.ª mão da 3.ª pré-eliminatória
Advogado de profissão, Brych, de 33 anos, será auxiliado pelos compatriotas Thorsten Schiffner e Tobias Christ, enquanto o quarto árbitro será o também alemão Helmut Fleischer.
Académica ganha Taça Cidade de Águeda
Estádio Municipal de Águeda.
A Briosa continua invicta nesta pré-época.
A Académica venceu, esta quarta-feira, o Belenenses, por 1-0, conquistando a Taça Cidade de Águeda, em jogo de futebol disputado no Estádio Municipal da cidade.
Quando já todos esperavam pelas grandes penalidades, aos 86 minutos, Sougou cruzou rasteiro para a área e, depois de uma tentativa de corte que "traiu" Júlio César, Traquina encostou de cabeça para o fundo das redes, fazendo o 1-0 final.
A Académica disputou até agora três partidas e ainda não conheceu a derrota: venceu dois (1-0 contra o Belenenses e 3-1 contra a Naval) e empatou um (1-1 contra o Sporting da Covilhã).

terça-feira, 21 de julho de 2009

"Encarnados" apresentam-se a perder


BENFICA, 1 - ATLÉTICO MADRID, 2
Atlético de Madrid "estraga" apresentação benfiquista
Num Estádio da Luz com uma excelente moldura nas bancadas, o Atlético de Madrid impôs-se, por 2-1, no jogo de apresentação do reforçado Benfica de Jesus.
O Benfica sofreu, esta terça-feira, a primeira derrota da pré-temporada, ao ser batido pelo Atlético de Madrid, por 2-1, no encontro de apresentação da equipa de futebol aos adeptos, no Estádio da Luz.
No jogo que marcou o regresso de Reyes e, sobretudo, de Simão Sabrosa à Luz, o Atlético de Madrid adiantou-se no marcador aos 11 minutos, por Raul Garcia, mas o Benfica empatou nove minutos depois, por Cardozo, antes de Forlan fazer o resultado final, na marcação de uma grande penalidade, no final da primeira parte.
Jorge Jesus, no final, declarou-se "contente com a exibição, não com o resultado", afirmando "estamos no caminho certo".
O técnico "encarnado" endereçou os "parabens aos jogadores do Benfica", embora reconhecendo que os adeptos mereciam "que a equipa lhes desse confiança".
Jesus agradeceu aos adeptos e assegurou que "é uma onda que está em crescimento e podem estar cientes que nós ainda temos muito para crescer".
Equipas:
Árbitro: Hugo Miguel (Lisboa).
Benfica: Quim, Maxi Pereira, David Luiz, Miguel Vítor, Sepsi, Ruben Amorim, Carlos Martins, Di Maria, Aimar, Saviola e Cardozo.
Jogaram ainda: Moretto, Moreira, Patric, Shaffer, Roderick, Yebda, Ramires, Fábio Coentrão, Nuno Gomes, Mantorras, Urreta.
Atlético de Madrid: Asenjo, Heitinga, Ujfalusi, Pablo, António Lopez, Paulo Assunção, Raul Garcia, Reyes, Simão, Kun Aguero e Forlan.
Jogaram ainda: Maxi Rodriguez, Cleber, Jurado, Sinama, Valera, Cabrera.
Acção disciplinar: Nada a assinalar.
Assistência: 57 462 espectadores.
V. Guimarães empata na apresentação aos sócios
V. GUIMARÃES, 2 - SPORTING, 2
O Vitória de Guimarães logrou chegar ao empate, depois de ter estado a perder, por 2-0, com o Sporting.

O Sporting desperdiçou uma vantagem de dois golos para ceder um empate 2-2 no reduto do Vitória de Guimarães, esta terça-feira, no jogo de apresentação dos minhotos, partida muito pobre na primeira parte mas emotiva, na segunda.
Matias Fernandez (46 minutos) e Hélder Postiga (58) pareciam dar vantagem definitiva ao Sporting, mas Roberto (70) e Jorge Gonçalves (88) materializaram em golos a persistência dos donos da casa, num justo empate.
Depois de derrotas com o Nottingham Forest e Feyenoord, o Sporting precisava de um triunfo para encarar na próxima semana os holandeses do Twente (terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões) com outra confiança, mas quando o jogo parecia controlado a equipa concedeu as mesmas facilidades do adversário quanto sofreu os dois tentos.
Segundo a Lusa, o treinador Paulo Bento manifestou-se "preocupado" com o facto do Sporting ter desaproveitado novamente uma vantagem e falhar o triunfo, frente ao Vitória de Guimarães, cedendo um empate a duas bolas.
"Nenhum elemento pode pensar que o que jogamos dia 29 (Julho) e 4 (Agosto) é pouco. Jogamos muito da temporada nesses dias (pré-eliminatória da Liga dos Campeões). Aqueles que não estiverem mentalizados para essa situação, se não mudar algumas coisas não joga a 29 nem a 4", disse, a propósito dos jogos com os holandeses do Twente.
"Temos uma semana para corrigir algumas situações e só depois pensaremos no próximo adversário. Estamos mais do que pressionados. Isso não nos ajuda. Vamos procurar confiança. Temos de melhorar em termos de maturidade e leitura do jogo e seus momentos, pois há determinadas coisas que não podemos fazer. Não podemos estar no deserto com o inimigo e dar-lhe água", metaforizou.
Nelo Vingada elogiou a "atitude" do seu Vitória, "pois não é fácil estar a perder 2-0 numa altura em que o adversário não tinha revelado essa superioridade e recuperar".
"Temos 20 dias de trabalho, crescemos e evoluímos, mas ainda há muita coisa por fazer. Quem entrou trouxe dinâmica e atitude à equipa. Mostraram que todos podem ser opção se trabalharem", concluiu.
Equipas:
Árbitro: Artur Soares Dias (Porto).
Vitória de Guimarães: Nilson, Andrezinho, Sereno, Moreno, Milhazes, Flávio Meireles, João Alves, Nuno Assis, Rui Miguel, Desmarets e Douglas.
Jogaram ainda Tiago, Alex, Custódio, Jorge Gonçalves, Roberto, Targino, Dinis e Santana.
Sporting: Rui Patrício, Pedro Silva, Polga, Tonel, Miguel Veloso, Rochemback, Adrien, Pereirinha, João Moutinho, Yannick e Liedson.
Jogaram ainda Tiago, Caneira, Matias Fernandez, Hélder Postiga, Vukcevic, Abel.
Acção disciplinar: cartão amarelo a Rochemback (56 m).
Assistência: cerca de 12.000 espectadores.
Sporting de Braga perde na apresentação aos sócios

SPORTING DE BRAGA, 0 - TWENTE, 1
A equipa portuguesa realizou um mau ensaio para o primeiro jogo oficial da temporada 2009/10, dia 30 de Julho, quando receber ou os suecos do Elfsborg ou os húngaros do Haladás, na primeira-mão da 3.ª eliminatória da Liga Europa.
Num jogo de fraca qualidade, a equipa holandesa do Twente, adversária do Sporting na Liga dos Campeões, venceu, esta terça-feira, por 1-0, o Sporting de Braga na apresentação da equipa minhota aos sócios do clube.
De fora dos 22 jogadores que Domingos Paciência chamou para este jogo, destaque para as ausências de Pea, Linz, Jorginho, César Peixoto e Moisés.
Equipas:
Árbitro: Rui Costa, do Porto.
Sporting de Braga: Eduardo, João Pereira, Rodriguez, Frechaut, Evaldo, Vandinho, Fernando Alexandre, Mossoró, Alan, Matheus, Meyong.
(Jogaram ainda: Diogo Valente, Kieszek, Possebon, Paulo César, Madrid, Kalaba, Yazalde, Paulão, André Leone, Edimar, Ney).
Twente: Boschker, Stam, Wisgerhof, Douglas, Kuiper, Brama, Janssen, Perez, Stoch, Ruiz, Rukavytsya.
(Jogaram ainda: Mihaylov, Tioté, Rajkovic, Vujicevec, Chery, Heubach, Akram).
Ao intervalo: 0-0.
Marcador:
0-1, Vujicevec, aos 80 minutos (g.p.)
Acção disciplinar: cartão amarelo para João Pereira (59), Douglas (50), Possebon (90) e Tioté (90).
Assistência: 8.074 espectadores.
C/Lusa

sábado, 18 de julho de 2009

Sporting perde 2-1 na apresentação aos sócios


SPORTING, 1 - FEYENOORD, 2
Segunda derrota leonina em três jogos da pré-época
O Sporting sofreu esta noite a segunda derrota em três jogos desta pré-temporada, ao ser derrotado pelos holandeses do Feyenoord, por 2-1, no Estádio José Alvalade, no jogo de apresentação aos sócios.
Apesar de se ter colocado em vantagem no marcador na primeira parte, o Sporting acabou por deitar tudo a perder ao sofrer dois golos nos primeiros quatro minutos da segunda parte.
É certo que os resultados são o menos importante nos jogos de pré-época, mas a verdade é que os ‘leões’ já somam duas derrotas nos jogos de preparação. Desta vez o Sporting caiu perante os holandeses do Feyenoord.
Os verde-e-brancos entraram melhor em campo e construíram algumas boas jogadas nos primeiros minutos. A primeira parte agradável do Sporting acabou por ser coroada com o golo de Hélder Postiga. O avançado português recebeu um bom passe de Liedson e de primeira fuzilou o guarda-redes brasileiro do Feyenoord.
No início da segunda parte, deu-se o descalabro dos leões. O golo do empate do Feyenoord surgiu logo aos 46 minutos, após muitas facilidades concedidas pela defesa sportinguista. Apenas quatro minutos depois, os holandeses deram a volta ao marcador, com Maakay marcar facilmente após um canto.
Os golos do Feyenoord desnortearam a equipa leonina que demorou até reentrar no ritmo da partida. As muitas substituições de parte a parte também não ajudaram ao espectáculo.
Até final, o Sporting foi a equipa mais perigosa, embora não tenha conseguido criar nenhuma verdadeira oportunidade de golo.
Ficha de jogo:
Estádio Alvalade XXI
Árbitro: Hélder Malheiro
Equipas:
SPORTING: Rui Patrício, Abel, Daniel Carriço, Polga, Caneira, João Moutinho, Miguel Veloso, Matías Fernandez, Vukcevic, Liedson e Postiga. Suplentes: Tiago, Ricardo Batista, Pedro Silva, Adrien, Tonel, Yannick, Pereirinha, Rochemback e André Marques.
FEYENOORD: Darley, Ignjatovic, Bahia, Fernandez, Bronckhorst, Landzaat, Bruins, Fer, Wijnaldum, Makaay e Cissé. Suplentes: Lamprou, Hofland, El Ahmadi, Vlaar, Slory, Tiendalli, Leerdam, Vincken, Luís Pedro, De Guzman e Biseswar.
Marcadores: 1-0, Postiga (30m), 1-1 de Guzmán, (46m), 1-2 Makaay (49m)
Acção disciplinar: Nada a registar.

FC Porto derrota Mónaco (3-0)


Triunfo por 3-0 sobre o Mónaco na apresentação aos sócios
O FC Porto derrotou, este sábado, o Mónaco, por 3-0, autogolo de Aruna, Mariano e Guarín, de forma conclusiva e já demonstrou bom ritmo, qualidade no passe, entendimento entre os jogadores, ou seja, está no caminho certo, isto para satisfação dos cerca de 38 mil espectadores presentes no Dragão para assistirem à apresentação.
Os campeões nacionais demonstraram esta noite que estão no caminho certo e que já têm diversos jogadores numa forma apreciável. Mariano, Belluschi, Hulk, Raul Meireles e Varela.
Na primeira parte o FC Porto demonstrou futebol de qualidade e não deu grandes hipóteses ao adversário. Logo no minuto inicial podia ter marcado, com Mariano, na área, a cabecear ao lado. Aos 18 minutos novo excelente lance, Belluschi a disparar um remate indefensável que apenas foi travado pelo poste. Aos 30 minutos inauguraram o marcador, após o autogolo de Aruna, que ao tentar cortar o cruzamento perigoso introduziu a bola na própria baliza.
O FC Porto voltou a marcar aos 40 minutos, após Varela ter feito um cruzamento tenso e Mariano aproveitado para dilatar o marcador. Na segunda parte os campeões nacionais fizeram inúmeras alterações, a qualidade diminuiu, mas, ainda assim, aos 68 minutos voltaram a facturar. Guarín, de livre directo, atirou uma bomba que o guarda-redes do Mónaco não conseguiu travar.
Ficha de jogo:
Estádio do Dragão:
Árbitro: João Lamares, do Porto.
FC PORTO – Helton (Nuno, 46m); Fucile (Tomás Costa, 46m), Bruno Alves (Maicon, 46m), Rolando (Nuno André Coelho, 67m) e Álvaro Pereira; Fernando, Raul Meireles (Guarín, 46m) e Belluschi; Mariano (Benítez, 67m), Hulk e Varela.
MÓNACO: Stéphane Ruffier, Adriano Pereira, Cedric Mongongu, Sebastien Puygrenier, Jimmy Traore, Nicolas N'Koulou, Lukman Haruna, Yohan Mollo, Pablo Pino, Nené Carvalho e Yannick Sagbo.
(Jogaram ainda Yohann Thuram, Francois Modesto, Diego Perez, Nikola Pokrivac, Thomas Mangani, Serge Gakpe, Jerko Leko, Sambou, Kevin Diaz, Djamel Bakar e Vincente Muratori).
Ao intervalo: 2-0
Acção disciplinar: cartão amarelo para Nené (13).
Marcadores: 1-0, autogolo de Aruna (29m); 2-0, Mariano (40m); 3-0, Guarín (68m)
Fim da partida: 3-0
Assistência: cerca de 39.000 espectadores.

Nacional vence torneio na Croácia


Nacional da Madeira conquistou torneio na Croácia
O Nacional conquistou, este sábado, o torneio triangular disputado na Croácia, que serviu de apresentação do Hadjuk Split aos seus associados. Em jogos de 45 minutos, a equipa insular começou por bater a equipa da «casa» por 1-0 e empatou de seguida frente ao Blackburn Rovers.
Um único golo do médio madeirense Rúben Micael, apontado aos 20 minutos, valeu a vitória ao Nacional frente ao Hadjuk Split e serviria também para os comandados de Manuel Machado fazerem a festa no final do torneio.
O empate a zero diante do Blackburn Rovers, que viria depois a ser derrotado pelo Hadjuk Split (também por 1-0), serviu os interesses do Nacional.
20:49 - 18-07-2009

Benfica conquista Torneio do Guadiana


Benfica vence IX Torneio do Guadiana
O Benfica conquistou, este sábado, o IX Torneio do Guadiana, ao vencer na final o Olhanense por 2-1, em Vila Real de Santo António.
Os «encarnados», tal como tinha acontecido na passada quinta-feira diante do Bilbau, voltaram a estar a perder, mas deram a volta na segunda parte.
Ukra, na marcação de grande penalidade (muito duvidosa), deu vantagem à equipa algarvia, à passagem dos 62 minutos, mas Cardozo (em excelente movimento de rotação) marcou praticamente de imediato e devolveu a igualdade. Já em tempo de descontos, Miguel Vítor, de cabeça, deu a melhor sequência a canto batido da direita e ofereceu a vitória aos «encarnados».
Diga-se, porém, que foi um teste sério à equipa comandada por Jorge Jesus. O Olhanense mostrou-se sempre muito afoito e dominou praticamente toda a primeira parte, na qual o Benfica desperdiçou ainda uma grande penalidade, depois de o árbitro entender que Aimar foi derrubado dentro da área (também muitas dúvidas). Cardozo, porém, permitiu a defesa do guarda-redes contrário na conversão do castigo máximo.
Ficha do jogo:
Estádio Municipal, em Vila Real de Santo António
Árbitro: Nuno Almeida (Algarve)
Benfica – Moreira (Quim, 46 m); Patric (Maxi, 46 m), Miguel Vítor, Roderick, Sidnei e Shaffer; Ruben Amorim (Carlos Martins, 46 m), Yebda, Aimar (Urreta, 79 m) e Di Maria (Fábio Coentrão, 68 m); Saviola (Nuno Gomes, 68 m) e Cardozo.
Suplentes: Quim, Maxi, João Pereira, Sepsi, Jorge Ribeiro, Fellipe Bastos, Carlos Martins, Urreta, Fábio Coentrão, Balboa, Mantorras, Nuno Gomes, Nelson Oliveira.
Olhanense - Bruno Veríssimo (Ventura, 46 m); Miguel Garcia (Tengarrinha, 46 m), Anselmo, Sandro e Carlos Fernandes; Rui Baião, Castro e Messi (Guga, 46 m); Rabiola (Fábio, 73 m), Zequinha e Ukra (Toy, 74 m).
Suplentes: Ventura, Jaime, Lucas, Tengarrinha, Toy, Ricardo Campos, Joshua, Fábio, Guga, Diogo e Gomis.
Disciplina: cartão amarelo a Di Maria (30 m), Zequinha (45 m), Yebda (46 m), Maxi (90+3 m) e Carlos Martins (90+3 m).
Marcador: 0-1 por Ukra (62 m, gp); 1-1 por Cardozo (63 m); 2-1 por Miguel Vítor (90+2 m).
23:10 - 18-07-2009