sábado, 21 de fevereiro de 2009

Râguebi - "Lobos" devoram Alemanha


PORTUGAL, 44 - ALEMANHA, 6
Portugal bate Alemanha no caminho para a Nova Zelândia
Selecção nacional de râguebi, que vinha de uma derrota casseira com a Rússia e de um surpreendente empate com a Geórgia, em Tbilissi, bateu a Alemanha, por 44-6, no Estádio Universitário de Lisboa.
A selecção portuguesa de râguebi alcançou hoje, sábado, o primeiro triunfo na fase de qualificação para o Mundial'2011, na Nova Zelândia, ao bater, sem grande dificuldade, a Alemanha, por 44-6. No Estádio Universitário de Lisboa, num encontro que contou igualmente para o Torneio Europeu das Nações, Portugal encontrou pela frente uma formação germânica muito "macia" e alcançou facilmente a vitória, a mais expressiva da sua história sobre os alemães. O próximo encontro de qualificação de Portugal está agendado para 15 de Março, com a recepção à vizinha Espanha.
Ao intervalo: 20-3.
Equipas:
Portugal: Jorge Segurado (João Uva, 56), João Correia, Cristian Spachuk, David Reis (Juan Severino, 59), Gonçalo Uva, Vasco Uva, Salvador Palha (Juan Murré, 47), Tiago Girão, José Pinto, Pedro Cabral (Cardoso Pinto, 52), Gonçalo Forro, Diogo Mateus, Pedro Silva, David Mateus (Diogo Gama, 66) e Pedro Leal.
Suplentes: Juan Murré, Bernando Duarte, Juan Severino, João Uva, Duarte Pinto, Diogo Gama, António Aguilar e Cardoso Pinto.
Ensaios (5): Pedro Silva (12), Diogo Mateus (15), Gonçalo Forro (65), Vasco Uva (71) e Cristian Spachuk (80).
Transformações (4): Pedro Cabral (12, 16), Pedro Leal (66, 72).
Penalidades (3): Pedro Cabral (07, 37), Pedro Leal (59).
Alemanha: Alexander Widiker, Tim Coly, Pierre Faber, Jens Schmidt, Bodo Sieber, Tim Kasten, Alexander Hug (Kehoma Brenner, 63), Manuel Wilhelm (Benjamin Danso, 47), Mustafa Gungor, Kieron Davies, Clemens Grumbkow, Lars Eckert, Colin Grzanna, Benjamin Brierley e Edmoore Takaendesa.
Suplentes: Benjamin Krause, Markus Trick, Benjamin Danso, Kehoma Brenner, Rolf Wacha, Thorsten Wiedemann e Christopher Liebig.
Penalidades (2): Kieron Davies (04 e 50).

Sem comentários: