sábado, 21 de fevereiro de 2009

LIGA SAGRES: Sporting, 3 - Benfica, 2


O terceiro estava feito... e a festa foi verde
SPORTING, 3 - BENFICA, 2
Rugido do leão mais alto que o voo da águia

- Vitória premeia equipa que mais a quis e procurou.
O Sporting recebeu e bateu, por 3-2, o Benfica, num jogo de futebol em que a emoção não faltou.Liedson, aos 10 minutos abriu o activo, com um golaço, em que Moreira nada pôde fazer. A partir daí, só dava Benfica, que desperdiçou algumas oportunidades, até que, aos 37 minutos viu o esforço recompensado, através de uma grandde penalidade, por carga de Polga sobre Suazo, convertida por Reyes.Depois do intervalo, as coisas inverteram-se e os "leões" não deixaram voar as "águias", depois de derlei, aos 47 minutos ter feito o 2-1. Os donos da casa continuaram a pressionar, viram ser-lhe negado um penálti, por mão clara de Maxi Pereira, que Benquerença não assinalou. Foi preciso esperar até aos 82 minutos para o "Levezinho" tranquilizar Alvalade, fazendo o 3-1, desfeito, três minutos depois, por Cardozo, em jogada de contra-ataque que reduziu para 3-2, resultado final.
Árbitro: Olegário Benquerença (Leiria).
Equipas:
Sporting: Tiago, Pedro Silva, Daniel Carriço, Polga, Grimi, Rochemback, Izmailov (Tonel, 92), Vukcevic (Bruno Pereirinha, 73), João Moutinho, Hélder Postiga (Derlei, 27) e Liedson. Suplentes: Ricardo Batista, Caneira, Tonel, Bruno Pereirinha, Romagnoli, Yannick e Derlei.
Benfica: Moreira, Maxi Pereira, Sidnei, Luisão, David Luiz, Katsouranis, Yebda (Di Maria, 58), Ruben Amorim (Nuno Gomes, 79), Reyes, Aimar e Suazo (Cardozo, 66).
Suplentes: Quim, Miguel Vítor, Binya, Carlos Martins, Di Maria, Nuno Gomes e Cardozo.
Acção disciplinar: Cartão amarelo para Yebda (08), Polga (36), Aimar (44), Ruben Amorim (61), Rochemback (67), Reyes (76), Sidnei (77).
Assistência: 44.863 espectadores.
-------------------------------------------------------------------------------
FC Porto vence Paços de Ferreira e reforça liderança

Paços de Ferreira, 0 - FC Porto, 2
Porto imperial na Mata Real
Hulk esteve nos dois golos da vitória do líder da I Liga, marcando o primeiro e sofrendo o penálti que deu o segundo
O Porto foi à Mata Real ganhar, por 2-0, sem sobressaltos de maior.Hulk, aos 16 minutos, abriu a contagem, com um remate "à sua maneira", de fora da área.Aos 27, Rui Miguel estoirou, também de fora da área, mas a bola foi à barra da baliza de Helton.Com os "dragões" a manterem o domínio, chegou-se ao minuto 64: Ricardo tenta desarmar Hulk, dentro da sua área, desliza e derruba o brasileiro: penálti indiscutível, que Bruno Alves converteu.Até ao final do jogo, só há a assinalar um golo anulado aos "castores", não tão indiscutível, quando estavam passados 84 minutos.
Equipas:
- Paços de Ferreira: Coelho, Danielson (Leandro Tatu, 80), Ricardo, Kelly, Jorginho, Dedé, Ferreira, Pedrinha, Rui Miguel, Edson (Carlos Carneiro, 71) e André Pinto.
Suplentes: Bruno Conceição, Pedro Queirós, Kiko, Chico Silva, Filipe Gonçalves, Leandro Tatu e Carlos Carneiro.
- FC Porto: Helton, Sapunaru, Rolando, Bruno Alves, Cissokho, Fernando (Mariano, 82), Tomás Costa, Raul Meireles (Lucho, 69), Lisandro, Hulk e Farías (Rodriguéz, 62).
Suplentes: Nuno, Pedro Emanuel, Stepanov, Lucho, Rodriguéz, Mariano e Tarik Sektioui. Árbitro: Jorge Sousa (Porto).
Acção disciplinar: cartão amarelo para Sapunaru (47), Ricardo (64), Lucho (75), Dedé (82), Pedrinha (90+1).
Assistência: cerca de 5.500 espectadores.
Jesualdo: " Tivemos sabedoria..."
O FC Porto venceu esta sexta-feira no reduto do Paços de Ferreira por 2-0 e vai continuar na liderança da Liga portuguesa de futebol, graças à inspiração do avançado brasileiro Hulk, o Técnico dos «Dragões» disse que a equipa teve "sabedoria"
.O técnico do FC Porto referiu no final do jogo que: "FC Porto teve uma forte entrada e o Paços de Ferreira apenas conseguiu equilibrar quando estavam cumpridos cerca de trinta minutos, após um remate à trave. Na segunda parte o jogo foi mais equilibrado e tivemos de fazer algumas alterações por causa do desgaste que alguns jogadores revelam".Jesualdo Ferreira realçoua vitória: "Ganhámos um jogo importante antes do início de um ciclo difícil. Vem aí o desafio frente ao Sporting que será bastante importante e também não recebemos cartões.""Na segunda parte, aumentámos a gestão e apostámos em jogadores mais rápidos, considerando, no geral, que fomos uns justos vencedores", observou o treinador do tricampeão nacional

Sem comentários: