sábado, 28 de fevereiro de 2009

João Garcia vai partir para a antepenúltima subida


João Garcia leva a bandeira de Portugal aos pontos mais altos do Planeta. ( www.galpenergia.com)
João Garcia de partida para antepenúltimo "tecto do Mundo"
O alpinista português João Garcia vai partir terça-feira para o seu antepenúltimo "tecto do Mundo", no Nepal, prosseguindo o objectivo de conquistar as 14 montanhas do Planeta com mais de 8.000 metros de altitude, sem recorrer a oxigénio.
"O Manaslu é uma montanha que, aparentemente, não parece ser tão técnica. Mas, primeiro há logo a dificuldade da altitude extrema. Têm de se reconhecer a tempo e horas sintomas de mal de montanha para se poder renunciar, pois resgates acima dos 7.000 metros são quase impossíveis. É preciso evitar chegar a esse ponto de não retorno", destacou em declarações à Agência Lusa. João Garcia também sublinhou as dificuldades técnicas desta montanha do Nepal, nomeadamente "progredir num glaciar que é como um labirinto e alguns sectores bastante inclinados de neve e gelo", além do facto de a sua expedição de quatro pessoas ir estar "praticamente sozinha no primeiro dos dois meses e meio". "Vamos ter que redescobrir o trilho certo porque a montanha e o glaciar estão sempre em mutação e sem a ajuda das outras expedições como acontece nestas situações", afirmou. Garcia vai ter a companhia do belga Jean Luc Fohal, do francês Johan Perrier, outro alpinista e companheiro de longa data com as funções de filmar o dia-a-dia, e do português Vítor Baía, especialista em meteorologia e que ficará no acampamento base, zelando também pelas comunicações. Em caso de sucesso, o alpinista português de 41 anos atinge a sua 12 das 14 montanhas do Mundo com mais de 8.000 metros de altitude - o Manaslu, com 8.163 metros. A missão, entre 03 e 22 de Maio, será seguida em Junho por outra tentativa de conquista no Paquistão - o Nanga Parbat (8.125) -, ficando a faltar apenas o Annapurna (8.091), previsto para a Primavera de 2010, para completar o percurso. Até hoje, apenas sete alpinistas em todo o Mundo conseguiram conquistar os 14 "tectos do Mundo" sem utilizar oxigénio nem "sherpas" (carregadores de altitude locais), num total de 13 pessoas que atingiram os cumes destas montanhas, todas na cordilheira dos Himalaias entre a Índia, China, Nepal, Paquistão e Tibete. João Garcia chegou a 18 de Maio de 1999 ao topo do Evereste (8.848), após duas tentativas falhadas, mas perdeu, já na descida, o companheiro belga Pascal Debrouwer, além de ter sofrido queimaduras graves e irreversíveis, devido ao frio e que obrigaram à amputação de parte do nariz e dos dedos. Ainda hoje classifica a experiência de 1999 como a mais negativa do trajecto de 16 anos, iniciado em 1993, com a conquista do Cho Oyu (8.201).
- Percurso:
24 Set 1993 - Cho Oyu (8.201 metros de altitude)
24 Set 1994 - Dhaulagiri (8.167)
18 Mai 1999 - Evereste (8.848)
04 Jul 2001 - Gasherbrum II (8.035)
28 Jul 2004 - Gasherbrum I (8.068)
21 Mai 2005 - Lhotse (8.516)
22 Mai 2006 - Kanchenjunga (8.586)
31 Out 2006 - Shisha Pangma (8.013)
20 Jul 2007 - K2 (8.611) 19 Mai 2008 - Makalu (8.463)
17 Jul 2008 - Broad Peak (8.047)
---------------------------------------------------------
Maio de 2009 - Manaslu (8.163)
Junho de 2009 - Nanga Parbat (8.125)
Primavera de 2010 - Annapurna (8.091)

Sem comentários: