sábado, 27 de dezembro de 2008

Hinos dos clubes portugueses de futebol

Hinos dos clubes: da mística à música, qual o melhor?
Os hinos fazem parte da história dos clubes de futebol. Uns são míticos. Outros recentes e ainda existem emblemas aos quais não está, oficialmente, associada qualquer música de apoio. Qualquer lengalenga que entre facilmente no ouvido e seja, imediatamente, relacionada com um clube.
O Maisfutebol foi à procura dos hinos dos clubes da Liga portuguesa. Uns são mais conhecidos do que outros. Muitos fazem parte das nossas memórias mais remotas. Outros são mesmo uma novidade.
O «Ser Benfiquista» de Luis Piçarra. O «Porto, Porto, Porto» entoado por Maria Amélia Canossa. A Marcha do Sporting de Maria José Valério, que se sobrepôs ao hino do clube e se tornou na música que encaminha os jogadores para o centro do relvado de Alvalade antes de cada jogo. A Marcha do Vitória de Setúbal que os sadinos têm na ponta da língua. O Hino do Belenenses que se ouve cada vez que o Restelo abre as portas. O novo Hino do Vitória de Guimarães que instaurou a polémica na cidade Berço onde alguns vimaranenses defendiam o «velhinho» cântico de apoio.
Há espaço ainda para o mais recente hino das equipas nacionais: o da Académica. E também lhe damos a conhecer o do Estrela da Amadora. Não toca no Estádio José Gomes, mas pode ouvi-lo aqui.
Leixões, Sp. Braga, , Nacional, Marítimo, Naval e Rio Ave também têm as suas músicas que podem ser escutadas e acompanhadas com a respectiva letra. Paços de Ferreira e Trofense ficam de fora pois são os únicos clubes da Liga sem Hino oficial.
Para além dos 14 clubes do principal escalão, apresentamos ainda mais seis hinos. Recordações de outros emblemas que é tempos já estiveram na Liga principal. Santa Clara, Varzim, Beira Mar, Boavista, Farense e Salgueiros também estão aqui recordados.
Mas qual é o melhor Hino das equipas portuguesas? Será que é de um clube da Liga? Ou será que nas divisões inferiores há um Hino melhor? Oiça e vote!
fonte: maisfutebol

Sem comentários: