quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Pauleta volta aos Açores


Pauleta oficializa final de carreira com emoção
“Concretizei o sonho
Ladeado pelo pai e com o apoio da família, Pedro Pauleta anunciou o adeus ao futebol. Com 324 golos marcados, 109 deles ao serviço do PSG e 47 na selecção portuguesa, o açoriano deixa um legado difícil de superar.

Pedro Pauleta confirmou esta quarta-feira que não voltará aos relvados, abandonando assim o futebol numa altura em que ainda se perspectivava a continuidade no activo por mais uma temporada. Porém, os contratos milionários não seduziram o jogador que optou por colocar um ponto final na carreira.Foi no seu complexo desportivo, na companhia do pai, esposa e filhos, que o melhor marcador da história da selecção portuguesa e do Paris Saint-Germain confirmou a saída de cena.“Após muitos meses de meditação decidi colocar um ponto final na minha carreira. Recebi incentivos para continuar mas achei ser a altura certa para deixar uma actividade que muito me valorizou. A partir de agora vou dedicar-me à família que foi muito sacrifica nos últimos treze anos. Mentalizei-me para este momento, doloroso, mas faço-o com o espírito de dever cumprido, nos clubes que joguei e na selecção”, disse.O atleta salientou ainda que deixa “boas recordações” no futebol pelo que considera-se “um homem feliz”, sublinhando ainda o facto de ter “concretizado um sonho de criança”. Na hora do adeus, uma mensagem final: “tudo ultrapassei com coragem, trabalho e sacrifício e é difícil pensar que jamais chutarei para os golos que tanto entusiasmaram os adeptos”.

Sem comentários: