sábado, 19 de agosto de 2017

II Liga: Santa Clara somou terceira vitória consecutiva

Golos aos 48 por Thiago Santana e 60 minutos por Osama Rashid
Sp. Braga B, 0 - Santa Clara, 2
Experiência dos açorianos ditou resultado
O Santa Clara venceu este sábado na visita ao Sporting de Braga B, por 2-0, na terceira jornada da 2.ª Liga, e comanda provisoriamente a competição, num jogo em que foi superior, apesar da boa réplica minhota.
Thiago Santana inaugurou o marcador aos 48 minutos e Osama Rashid sentenciou a partida aos 60, consubstanciando a maior experiência do Santa Clara, que alcançou o terceiro triunfo em três jogos, ao passo que os minhotos somaram a segunda derrota consecutiva e ainda não venceram na 2.ª Liga. 
A primeira parte foi equilibrada, com lances de perigo em ambas as balizas, mas com o Santa Clara a dispor de oportunidades mais flagrantes.
O Braga B começou melhor, com Ogana a cabecear à barra após canto da esquerda (9'), mas os insulares responderam no minuto seguinte com um livre direto de Osama Rashid, que obrigou Filipe Pereira a defesa difícil para canto.
Depois de um 'tiro' de Trincão de longe a apertar Serginho (16'), o Santa Clara podia ter marcado logo a seguir, mas Thiago Santana, na cara de Filipe Ferreira, permitiu a defesa do guarda-redes do Braga B.
O Santa Clara estava melhor e Fernando rematou ao poste após boa jogada coletiva do Santa Clara (40') e, mesmo antes do intervalo, Filipe Ferreira, com uma grande defesa, impediu o golo ao mesmo Fernando (45+2').
Dando sequência a essa melhor fase, o Santa Clara inaugurou o marcador a abrir a segunda parte, com Thiago Santana a empurrar para a baliza depois de um 'chapéu' de Rúben Saldanha (48) ao guardião.
João Aroso apostou em Luther Singh e Carlos Pinto em Minhoca e pouco depois o Santa Clara dilatou o marcador, por Osama Rashid, de cabeça, após canto de João Reis da direita.
O Braga B lançou-se no ataque, mas só aos 68 minutos esteve quase a reduzir com um bom remate de Trincão para melhor defesa de Serginho.
Jogo no Estádio 1º de Maio, em Braga.
Sporting de Braga B - Santa Clara, 0-2.
Ao intervalo: 0-0.
Marcador:
0-1, Thiago Santana, 48 minutos.
0-2, Osama Rashid, 60.
Equipas:
Árbitro: Bruno Paixão (Associação de Futebol de Setúbal).
Sp. Braga B: Filipe Ferreira, Rui Silva, Inácio, Lucas, Simão, Edelino Ié, Didi, Trincão, Crespo (Kiki, 65), André Ribeiro (Luther Singh, 55) e Ogana (Leandro, 78).
(Suplentes: Ricardo Velho, Thales, Bruno Wilson, Loum, Kiki, Luther Singh, Leandro).
Treinador: João Aroso.
Santa Clara: Serginho, Dani Coelho, Marcelo Oliveira, Vítor Alves, Igor Rocha, Diogo Santos, Osama Rashid, Rúben Saldanha (Minhoca, 59), João Reis, Fernando (Pineda, 86) e Thiago Santana (Clemente, 70).
(Suplentes: Marco Pereira, Paulo Clemente, Minhoca, Pineda, Guilherme Schettine, João Pedro, Kaio Fernando).
Treinador: Carlos Pinto.
Ação disciplinar: cartão amarelo para Dani Coelho (69), Marcelo Oliveira (74), Minhoca (90+2), Luther Singh (90+3). Cartão vermelho, por acumulação, para Luther Singh, já após o final do jogo.
Assistência: cerca de 200 espetadores.
Autor: Lusa/MilhafreNoticias

II Liga: Santa Clara vence em Braga por 2-0

Santaclarenses festejam vitória em Braga
Santa Clara soma terceira vitória consecutiva na II Liga
O Santa Clara somou mais três pontos ao vencer no Estádio 1.º de Maio, em Braga, a equipa B arsenalista por 2-0, em partida da terceira jornada da II Liga de futebol. 
Foi a terceira vitória consecutiva dos encarnados de Ponta Delgada em igual número de jogos realizados para o campeonato, o que deixa a formação orientada por Carlos Pinto no topo da tabela classificativa com 9 pontos conquistados.
Os golos do triunfo apenas surgiram na etapa complementar e foram da autoria de Thiago Santana (48 minutos) e Osama Rashid (60').
Na próxima quarta-feira, no Estádio de São Miguel, o Santa Clara recebe a Académica em jogo da quarta jornada da II Liga.
RESULTADOS DA 3.ª JORNADA
Sp. Braga B, 0 - Santa Clara, 2 
(Thiago Santana 48', Osama Rashid 60')
Famalicão, 0 - Benfica B, 0 
Sp. Covilhã, 1 - V.Guimarães B, 1
(Haman 81', Hudson 85')
U. Madeira, 3 - Académica, 0
(Luan 12', Junior 50', Luan 66')
Cova Piedade, 3 - Arouca, 0
(Onyilo, 45'+2, Thiago Freitas 62',Ballack 83')
Varzim, 1 - Gil Vicente, 1
(Rui Coentrão, 63', Rui Miguel 76' pen)
Ac. Viseu, 3 - Leixões , 0
(Luís Barry 49', Sandro Lima 54', Zé Paulo 83')
Oliveirense, 0 - Nacional, 2
(Júlio César 63', Murillo 78')
FC Porto B, 3 - Penafiel, 1
(Jules Diouf 9' pen., Galeno 14', Fede Varela 46', André Pereira 90'+3)
Real Massamá - Sporting B, domingo 11.15
CLASSIFICAÇAO:
1º Académico Viseu FC ..... 9 pontos
CD Santa Clara ............ 9
3º CF União  da Madeira .... 7
4º CD Cova da Piedade ...... 6
5º CD Nacional Madeira ..... 5
6º FC Famalicão .............. 5
....................................
20º FC Arouca ................ 1 ponto

II Festival das Marés nos Mosteiros - 31 Agosto a 2 Set.

Festival das Marés nos Mosteiros volta a juntar cantores a banda filarmónica
O festival das Marés, na freguesia dos Mosteiros, concelho de Ponta Delgada, em São Miguel, volta a juntar em palco nomes do panorama musical português e a banda filarmónica Fundação Brasileira, uma das mais antigas dos Açores.
"O ponto alto será a atuação com a Simone de Oliveira e FF, e para uma banda filarmónica este é um marco extremamente importante", sublinhou Lázaro Matos, presidente da Fundação Brasileira, em declarações à agência Lusa.
O festival iniciou-se no ano passado, numa edição que contou com a atuação de Rita Guerra em simultâneo com a filarmónica.
Lázaro Matos referiu que passaram pelo festival cerca de "oito a nove mil" pessoas, um "resultado muito bom" para uma primeira edição de um evento do género "fora dos centros urbanos".
"A essência do festival é a atuação da nossa filarmónica com um nome grande da música. E estamos a preparar um concerto de grandes dimensões", disse o presidente da filarmónica que organiza o festival que decorre de 31 de agosto a 02 de setembro, nos Mosteiros, um dos pontos turísticos da maior ilha dos Açores.
Os ilhéus, as piscinas naturais, a praia e a sua costa, constituem atrativos para os visitantes à freguesia dos Mosteiros conhecida pelo seu por do sol.
"O Festival das Marés tem como grande função a dinamização dos Mosteiros e em especial das zonas fora da periferia dos centros urbanos como é o caso da nossa freguesia que é uma freguesia litoral e queremos impulsionar o potencial turístico desta localidade", destacou.
A edição deste ano decorre também no campo de jogos da freguesia dos Mosteiros, tendo o presidente da filarmónica acrescentado que "uma das grandes novidades é o melhoramento das condições ao nível do recinto".
O festival das Marés, que disponibiliza ainda, um espaço para campismo, inclui como cabeças de cartaz para quinta-feira a cantora Mia Rose, enquanto na sexta atuam Simone de Oliveira e FF, e no sábado os Calema.
Com um passe geral e um bilhete diário pelo valor de 10 euros, o festival tem um cartaz com atuações de artistas locais e DJ, entre eles Pete tha Zouk que sobe ao palco no sábado.
O festival tem apoios do Governo dos Açores, da autarquia, da Casa de Povo dos Mosteiros que cede o espaço e ainda de privados.
"Este festival é uma alavanca enorme para impulsionar o comércio local e restauração da freguesia dos Mosteiros", sustentou Lázaro Matos.
Lusa/MN

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

33.ª edição do festival Maré de Agosto em Santa Maria

Maré de Agosto arranca hoje com músicas do mundo em Santa Maria nos Açores
O festival Maré de Agosto, nos Açores, vai receber, a partir de hoje e até domingo, cruzamentos entre música de África, Cuba e Estados Unidos, da Irlanda, de França, Espanha e de Portugal.
Soweto Soul, La Dame Blanche, Bombino, Matt Simons, The Strypes, 3rd Method e Moullinex são alguns dos nomes da programação deste ano do festival de Santa Maria, que se realiza todos os anos desde 1984, de forma ininterrupta.
"Quem vem à Maré, por vezes nem conhece os nomes que estão no cartaz. Vem pela descoberta, pela partilha de cultura, pela partilha de experiências. Somos muito mais que um festival de música", disse à Lusa, em julho, o presidente da Associação Cultural Maré de Agosto e diretor do festival, Hélvio Braga.
Num período em que se realizam vários festivais de música nos Açores, Hélvio Braga justificou como um dos argumentos da Maré de Agosto o fato de ser "um festival de música do mundo" e aquele que no país se realiza há mais tempo de forma contínua.
A lotação do palco da Maré, a baía da Praia Formosa, ronda as 2.900 pessoas.
O cartaz da 33.ª edição do festival inclui os artistas Cristóvam, cantor açoriano nascido na Terceira, Soweto Soul, La Sra. Tomasa e La Dame Blanche, que atuam hoje.
No sábado, atua o guitarrista e cantor Bombino, e ainda Matt Simons, a banda The Strypes e 3rd Method.
O festival encerra no domingo, dia 20 de agosto, com as atuações de Retimbrar, Les Freres Smith, Tiken Jah Fakoly e Moullinex.
Hélvio Braga adiantou que serão três atuações por noite.
Ao final da noite, em vez do tradicional encerramento por um DJ, estarão em palco vários DJ em formato 'live set', com música produzida ao vivo - a principal novidade da componente do cartaz da edição deste ano.
"E há ainda uma surpresa que passará pela atuação do DJ residente, se os concertos terminarem muito cedo, para prolongar a noite até as seis da manhã", acrescentou, indicando que o festival incluiu ainda uma exposição de fotografia, lançamento de um livro e provas desportivas, entre outras atividades.
Durante a realização do festival a população da ilha de Santa Maria, onde residem cerca de 5.500 pessoas, duplica.
Na página oficial da Maré de Agosto, www.maredeagosto.com, estão disponíveis informações relativas ao programa, campismo, bilhetes e transportes.
Lusa/MN

Festa de N.S. dos Anjos em Hamilton, Ontário, Canadá

Procissão de Nossa Senhora dos Anjos em Hamilton
No passado fim-de-semana entre os dias 11 a 13 de Agosto realizou-se na cidade de Hamilton na província do Ontário no Canada. a grandiosa festa em Honra de Nossa Senhora dos Anjos na igreja portuguesa naquela cidade.
Esta festa foi organizada pela comissão de festas da paróquia e o dia maior foi no domingo que juntou muitas centenas de pessoas para ver a procissão.
Depois da missa solene, saiu para a rua a majestosa procissão que levou várias imagens que estão durante o ano na igreja, mas a principal foi a bonita imagem de Nossa Senhora dos Anjos.
Esta festa tem fortes raízes na Vila de Água de Pau, conselho de Lagoa na ilha de S. Miguel e também na Fajã de Baixo em Ponta Delgada e também espalhas por várias ilhas nos Acores, onde todos os anos no dia 15 de Agosto (feriado nacional) é celebrada com grande fluxo de milhares de pessoas muitas delas imigrantes no Canadá e América que visitam a sua terra natal nas férias de Verão.
Os imigrantes oriundos de São Miguel, Açores, radicados no Canadá também trouxeram mais esta tradição religiosa para terras do norte da América e festejam com muita devoção a Nossa Senhora da Ascenção e Mãe de Deus.
JGS

7ª edição “Festa Banca do Convento” na Lagoa, Açores

Lagoa recebe “Festa Banca do Convento”
É já este sábado, dia 19 de agosto, que o Convento dos Franciscanos, em Santa Cruz, vai “vestir-se” de branco para acolher mais uma edição da Festa Branca, que já vai na 7ª edição, numa iniciativa organizada pela autarquia lagoense.
São esperadas cerca de 2.500 pessoas a marcar presença nesta festa que se realiza num conceito próprio dos grandes bailes de verão realizados nas grandes capitais europeias e que se têm estendido aos Açores.
A Festa Branca do Convento inicia-se pela 23h00, ao toque de todos os grupos de tambores dos escuteiros/ escoteiros do concelho de Lagoa que marcarão presença com as suas atuações a partir da rua de Santo António e Praça da República Portuguesa, em Santa Cruz, até ao recinto de um dos palcos da festa branca no interior do Convento dos Franciscanos. A contribuir para uma abertura da festa em grande estará o espetáculo surpreso protagonizado pela Associação Tradições e pelo grupo ON. A animação musical que termina de madrugada pelas seis da manhã, será realizada pela já habitual presença da Banda.Com, Oceanus e os Dj lagoenses Kevin Piques e Fábio S que atuarão em simultâneo em diferentes palcos.
Este ano, a autarquia optou por uma decoração simples que valoriza o artesanato local, desde logo a realização de bonecas e flores em folhas de milho da freguesia da Ribeira Chã associada com a azulejaria portuguesa, concretizada, como habitualmente, pelos recursos humanos da autarquia, com a colaboração de instituições lagoenses, numa ótica de contenção de custos. Novidade também na edição deste ano é a requalificação do Jardim do Convento dos Franciscanos com nova arborização e iluminação que dão uma nova dinâmica e cor a este equipamento patrimonial do séc. VXIII classificado.
O traje deve ser maioritariamente branco e de relativa informalidade, sendo permitido a entrada de calça bege clara nos homens, não sendo permitido a entrada de calças de ganga, nem calções de banho, chinelos de praia ou roupa de cor. Aqueles que não cumprirem estas regras não estão autorizados a entrar no local da festa.
Isto numa altura que a autarquia concluiu a obra de requalificação do jardim do Convento dos Franciscanos.
A Presidente da Câmara Municipal de Lagoa, aquando da visita a esta obra, afirmou que, “esta foi uma requalificação necessária que culmina  com um conjunto de fases que visaram a requalificação do principal jardim da cidade por si já valorizado por  ficar localizado junto a um edifício histórico classificado – o Convento dos Franciscanos e  cuja intervenção ascende os cem mil euros.”
A autarca refere que, nesta obra, foi substituída a iluminação de todo o jardim,  garantindo uma maior e melhor iluminação do jardim. Contemplou-se, igualmente, a colocação de luminárias led´s, numa ótica política de eficiência energética.
Igualmente, todos os espaços verdes do jardim foram melhorados com a plantação de novas árvores, arbustos e herbáceas de revestimento, entre outras espécies.
DL/CML/MN

Exposição de pintura intitulada "A Ponta do Pico"

Museu do Pico promove exposição de pintura "A Ponta do Pico", de Margarida de Bem Madruga
A Direção Regional da Cultura, através do Museu do Pico, inaugura sábado, 19 de agosto, pelas 21h30, no Museu dos Baleeiros, nas Lajes do Pico, uma exposição de pintura intitulada "A Ponta do Pico", da autoria de Margarida de Bem Madruga.
Margarida Madruga, natural do Pico, estudou arquitetura em Lisboa, fez banda desenhada e pintura, tendo já exposto nos Açores, no continente português e na Galiza, em Espanha.
Esta exposição, composta por um conjunto de telas pintadas a óleo, tendo como referência única a Montanha do Pico, estará patente até 5 de novembro, podendo ser visitada de terça-feira a domingo, das 10h00 às 17h30.
A Direção Regional da Cultura informa que este e outros eventos estão disponíveis para consulta na Agenda Cultural do Portal CulturAçores, no endereço eletrónico www.culturacores.azores.gov.pt.
GaCS/DRC/MN