quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Tornar a economia regional cada vez mais competitiva.

Vasco Cordeiro destaca adesão crescente das empresas às componentes da inovação e exportação
O Presidente do Governo destacou hoje a adesão crescente das empresas açorianas a projetos de investimento ligados à inovação, uma componente que Vasco Cordeiro considerou fundamental para reforçar as exportações e tornar a economia regional cada vez mais competitiva.
“Verifica-se, um pouco por toda a Região, uma atenção crescente à inovação e uma resposta, também crescente, dos empresários aos instrumentos e às políticas que o Governo dos Açores tem implementado para esta aposta na inovação e para o apoio ao investimento privado”, afirmou Vasco Cordeiro.
O Presidente do Governo falava após ter visitado projetos de investimento do Grupo Marques ligados à inovação e à exportação, nomeadamente a execução de painéis com resíduos de madeira, a extração e caraterização de óleos essenciais de espécies da flora açoriana e a produção de fibra de basalto.
“Ainda recentemente foram conhecidos resultados ao nível da exportação açoriana para países terceiros, em que há um crescimento superior a oito por cento, e, simultaneamente, uma redução na ordem dos nove por cento das importações, o que se reflete numa melhoria significativa da nossa balança comercial internacional”, destacou Vasco Cordeiro, acompanhado pelo Vice-Presidente, Sérgio Ávila.
Em declarações aos jornalistas, o Presidente do Governo apontou, assim, o exemplo da adesão que se tem registado por parte dos empresários açorianos às medidas de apoio ao investimento privado, caso do sistema de incentivos Competir+.
“Se compararmos os três primeiros anos de funcionamento do Competir+ com os três primeiros anos do anterior sistema de incentivos, vemos que, atualmente, há uma diferença para mais de cerca de uma centena de projetos de investimento. Já nos aproximamos das 1.000 candidaturas apoiadas pelo Competir+”, salientou Vasco Cordeiro.
Comparando o mesmo período, verifica-se ainda um montante de investimento candidatado superior em cerca de 30 milhões de euros, um crescimento que “dá bem nota da adesão das empresas e do mérito e do acerto das medidas que são colocadas à disposição da economia privada”, frisou o Presidente do Governo.
“Esta é uma das empresas, como vai acontecendo por toda a Região, que, nos mais diversos setores de atividade, estão a dirigir uma atenção crescente a essa componente da inovação, que é fundamental para este trajeto de uma economia, cada vez mais, competitiva e mais dirigida para a exportação”, afirmou Vasco Cordeiro.
GACS/PC/MN

Atletismo; Nelson Évora lidera lista mundial de atletas

Nelson Évora lidera lista de atletas para Mundiais de pista coberta
Portugal vai participar com sete atletas nos Mundiais de atletismo em pista coberta, que vão ser disputados em Birmingham, em Inglaterra, entre os quais Nelson Évora, Tsanko Arnaudov e a seleção feminina dos 4x400 metros. 
A Federação Portuguesa de Atletismo (FPA) anunciou hoje os convocados para a competição, a disputar entre 01 e 04 de março, confirmando a presença de Nelson Évora (Sporting), no triplo salto, Tsanko Arnaudov (Benfica), no lançamento do peso, Lorene Bazolo (Sporting), nos 60 metros, e Cátia Azevedo (Sporting), nos 400.
A velocista de 400 metros dos ‘leões’, que conseguiu os mínimos no passado sábado, em Pombal, integra ainda a seleção para a estafeta na distância, juntamente com Dorothe Évora (Sporting), Filipa Martins (Sporting) e Rivinilda Mentai (Benfica), cujas marcas somadas na distância cumpriram o requisito de 3.40,00 minutos.
Nelson Évora, campeão olímpico em 2008 e bicampeão europeu em pista coberta, detém a segunda melhor marca do ano (17,30 metros), atrás do brasileiro Almir Cunha dos Santos (17,37), enquanto Tsanko Arnaudov subiu ao sétimo lugar do ‘ranking’ anual, com o novo recorde nacional (21,27), alcançado no domingo.
Lorene Bazolo (7,27 segundos), que é 57.ª este ano, e Cátia Azevedo (53,13), 60.ª, chegam com posições mais modestas aos Mundiais, dos quais vão ficar de fora por lesão, apesar de terem obtido mínimos, Patrícia Mamona (Sporting) e Susana Costa (Academia Fernanda Ribeiro), ambas no triplo salto, e Francisco Belo (Benfica), no lançamento do peso.
De fora desta lista, ficou também Samuel Remédios (Juventude Vidigalense), que bateu o recorde nacional do heptatlo (5.980 pontos) e ocupa o nono lugar do ‘ranking’ mundial de 2018, apesar de a FPA aguardar um esclarecimento sobre a atribuição de um ‘wild-card’ ao austríaco Dominik Distelberger, 10.º da mesma hierarquia.
A qualificação para as provas combinadas dos Mundiais é assegurara pelo vencedor do Challenge de 2017, pelos cinco melhores do ‘ranking’ ao ar livre de 2017, pelos cinco melhores em pista coberta e por um convidado da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF).
Lista dos sete convocados:
- Masculino:
Nelson Évora (Sporting) - Triplo salto
Tsanko Arnaudov (Benfica) - Lançamento do peso
- Feminino:
Lorene Bazolo (Sporting) - 60 metros
Cátia Azevedo (Sporting) - 400 metros e 4x400 metros
Dorothe Évora (Sporting) - 4x400 metros
Filipa Martins (Sporting) - 4x400 metros
Rivinilda Mentai (Benfica) - 4x400 metros

FUTEBOL NOS AÇORES - Campeonatos Distritais

Ilha de SÃO MIGUEL:
Campeonato de São Miguel – 2017/2018:
Águia dos Arrifes lidera com 8 pontos de avanço
1º fase – Resultados da 11ª. jornada:
Benfica Águia, 2 – Mira Mar SC, 1
Marítimo SC, 1 – Santiago FC, 5
Águia Desp., 2 – Vitória P. Pedra, 0
Folgou: CD Santo António.
CLASSIFICAÇÃO:
L  Equipas              J    V   E   D     GM-GS    P

1º Águia Desp.      10    8   1    1     21 – 6     25
2º Santiago FC      10    5   2   3     19 –11     17
3º Santo António     9    4   2    3    16 –17     14
4º Mira Mar SC     10    3   2    5     17 –18     11
5º Marí­timo SC       9    3   2    4     15 –24     11
6º Vitória CPP        9     2   1    6     13 –17      7
7º Benfica Águia    9     1   4    4     13 –20      7
12ª. Jornada – 25-02-2018:
Santiago FC – Benfica Águia
Santo António - Águia Desportivo
Vitória Pico Pedra – Marítimo SC
TAÇA DE SÃO MIGUEL
1ª ELIMINATORIA – Resultados:
Vitória P. Pedra, 0 – Operário, 1
Santiago FC, 1 – São Roque, 1 (2-3 g.p)
Marítimo SC, 3 – Rabo de Peixe, 3 (3-5 a.p)
Benfica Águia,1 – Mira Mar SC,1 (5-4 g.p)
Santo António, 0 – U. Micaelense, 2
Apurados:
Operário, São Roque, Rabo de Peixe, Benfica Águia e U. Micaelense.
TERCEIRA:
Campeonato da Terceira – 2017/2018:
Resultados da 11ª. jornada:
NSIT-Terauto, 2 – SC Barreiro, 2
Juv. Lajense, 3 – Os Marítimos, 0
GDBR S. Mateus, 1 – Boavista CR, 3
CLASSIFICAÇÃO:
L  EQUIPAS              J    V   E    D    GM-GS     P

1º Juv. Lajense         11    9   2    0     26 – 6      29
2º Boavista C.R.       11    7   2    2     25 –13     23
3º Os Marítimos       11    6    1    4     25 –14    19
4º SC Barreiro          11    3    2   6     10 –17     11
5º NSIT-Terauto        11    2   2    7     11 –20      8
6º GDBR S. Mateus  11   0    3    8      8 –35      3
12ª. jornada – 25-02-2018:
Boavista Ribeirinha – Juv. Lajense
Os Marítimos – NSIT- Narauto
SC Barreiro – GDBR São Mateus
GRACIOSA:
Campeonato da Graciosa 2017-2018:
Graciosa FC comanda isolado
Resultado da 9ª. jornada:
Mocidade Praiense, 2 – GD Luzense, 2
Folgou: Graciosa FC.
CLASSIFICAÇÃO:
L  EQUIPAS          J  V  E   D    GM-GS      P

1º Graciosa FC      6  3   3   0    13 – 4      12
2º GD Luzense      6  1   3   2     5 – 12       6
3º Moc. Praiense   6  1   2   3      6 – 8        5
10ª. jornada – 25-02-2018:
GD Luzense – Graciosa FC
Folga: Mocidade Praiense.
SÃO JORGE:
Campeonato de São Jorge 2017-2018:
FC Calheta lider isolado
Resultado da 9ª. jornada:
FC Urzelinense, 2 – GD Velense, 1
Folgou: FC Calheta.
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS         J  V   E   D    GM-GS     P

1º FC Calheta     6   3   2   1     10 – 8      11
2º GD Velense    6   3   0   3       9 – 6       9
3º Urzelinense    6   1   2   3       6 –11      5
10ª. jornada – 25-02-2018:
FC Urzelinense – FC Calheta
Folga: GD Velense.
FAIAL/PICO:
Campeonato da A.F.H. – Faial/Pico 2017/2018:
Vitória FC volta a isolar-se na liderança
Resultados da 13ª. jornada:
Vitória FC (Pico), 3 – Fayal Sport, 0
Angústias Atlético, 1 – Desp. Lajense, 2
FC Madalena, 3 – GD Cedrense, 2
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS            J   V    E   D    GM-GS      P

1º Vitória Pico       13   9    3    1      31 – 9     30
2º GD Cedrense   13   8    4    1      38 –14    28
3º FC Madalena    13   5    5    3     20 –17     20
5º Desp. Lajense   13   4   2    7      16 –25    14
4º Fayal Sport        13   2   5    6     14 –22     11
6º Angústias Atl.    13   1   1   11       7 –39      4
13ª. jornada – 04-03-2018:
GD Cedrense – Fayal Sport
Desp. Lajense – FC Madalena
Angústias Atlético – Vitória FC
Taças das Associações da AFH e AFAH:
FAIAL/PICO:
Taça Associação Futebol da Horta:
Resultados da 8ª. jornada:
Fayal Sport, 0 – Vitória do Pico, 5
FC Madalena, 4 – Angústias Atlético, 1
Desp. Lajense, 0 – GD Cedrense, 3
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS            J    V   E   D    GM-GS      P

1º GD Cedrense     8    5   0   3      20 – 9     15
2º FC Madalena     8    4   2    2     13 – 9      14
3º Vitória FC           8    3   4    1     16 – 7      13
4º Desp. Lajense    8    3   1    3       8 –11     10
5º Angústias Atl.     8    3   1    4     12 –18     10
6º Fayal Sport        8    2    0    6      4 –19       6
9ª. jornada – 25-02-2018:
Vitória FC – Angústias Atlético
GD Cedrense – FC Madalena
Fayal Sport – Desp. Lajense
TAÇA ILHA TERCEIRA:
Angrense e Fontinhas finalistas
2ª. Eliminatória – Resultados:
Boavista Ribeirinha, 1 – Vilanovense, 2
Juv. Lajense, 0 – GD Fontinhas, 2
Os Marítimos, 0 – SC Angrense, 2
Meias-Finais: - Resultados:
Boavista Ribeirinha, 1 – Angrense, 5
SC Vilanovense, 0 – GD Fontinhas, 1
TAÇA ILHA GRACIOSA:
Resultado da 1ª. jornada:
GD Luzense, 3 – Graciosa FC, 2
Folgou: Mocidade Praiense.
Resultado da 2ª jornada:
Graciosa FC, 6 – Mocidade Praiense, 0
Folgou: GD Luzense.
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS           J   V   E    D  GM-GS   P

1º GD Luzense      1   1   0    0       3-2      3
2º Graciosa FC      2   1   0    1       8-3      3
3º Moc. Praiense   1   0   0    1       0-6      0
3ª jornada | 08-03-2018:
Mocidade Praiense – GD Luzense
Folga: Graciosa FC.
TAÇA ILHA DE JORGE:

Resultado da 1ª jornada:
FC Calheta, 0 – FC Urzelinense, 2
Folgou: GD Velense.
Resultado da 2ª jornada:
GD Velense,  2 - FC Calheta, 1
Folgou: FC Urzelinense.
CLASSIFICAÇÃO:
L EQUIPAS           J   V  E   D GM-GS   P

1º Urzelinense      1   1   0   0     2-0       3
2º GD Velense      1   1   0   0     2-1       3
3º FC Calheta       2   0   0   2     1-4       0
3ª. jornada – 08-04-2018:
FC Urzelinense – GD Velense
Folga: FC Calheta.
Por: JGS

Futebol na Madeira: AD Machico comanda Honra Regional

Futebol na Madeira:
CAMPEONATO DE HONRA REGIONAL:
AD Machico e lider isolado
Resultados da 13ª jornada:
União Madeira ''B'', 0 – FC Caniçal, 1
Portosantense, 3 – Bairro Argentina, 0
Os Xavelhas, 1 – Santacruzense, 1
ACD São Vicente, 1 – AD Machico, 1
1º Maio Funchal, 3 – Ribeira Brava, 1
Pontassolense, 1 – Marítimo ''C'', 2
Jogos em atraso – Resultados: 
Marítimo 'C' , 0 – Portosantense, 1
CF União 'B', 2 – 1º Maio Funchal, 2
CLASSIFICAÇÃO:
L  Equipas                      J    V   E   D    GM-GS     P

1º AD Machico              13   8    3    2     29-13      27

2º AD Pontassolense    13   7    5    1     17-03      26
3º CF Caniçal                13   6    4    3     18-13      22
4º Marítimo ''C''             13    5    4   4      24-13     19
5º Portosantense          12    4    5   3      12-13     17
6º CF União “B”            12    5    2    5     14-16     17
7º CD 1º de Maio          13    4    4   5      19-21     16
8º Bairro Argentina       13    4    3   6      19-15     15
9º ACD São Vicente     13    3    5   5      17-17     14
10º SC Santacruzense 13    3    4   6      14-29     13
11º Ribeira Brava         13    3    3    7     13-24     12
12º “Os Xavelhas”        13    2    4    7     15-25     10
Próxima jornada (14ª) 24-02-2018:

1º Maio Funchal – Pontassolense
Ribeira Brava – ACD São Vicente
AD Machico – Os Xavelhas
Santacruzense – Portosantense
Bairro Argentina – CF União ''B''
CF Caniçal – CS Marítimo ''C'' 

TAÇA AF MADEIRA – 3ª. ELIMINATÓRIA:
Quatros-de-final:
27 e 28 Janeiro – Resultados:
Cruzado Canicense, 2 – Pontassolense, 3
Bairro Argentina , 3 – CF Caniçal, 4
Porto da Cruz, 1 – Os Xavelhas, 1 (5-6 g.p)
SC Marítimo – Portosantense (adiado)
Meias- Finais:
Pontassolense, 2 – CF Caniçal, 0
Os Xavelhas – Marítimo 'C' /Portosantense
Por JGS

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Santuário do Sro. Santo Cristo dos Milagres em Ponta Delgada

Iniciativa, típica da Quaresma, tem os jovens no centro das pregações
Ouvidorias de São Miguel envolvidas na Novena dos Espinhos no Santuário do Senhor Santo Cristo
Os oito ouvidores da ilha de São Miguel participam pela primeira vez na Novena dos Espinhos, uma das iniciativas do Santuário do Senhor Santo Cristo dos Milagres, em Ponta Delgada, durante o período da Quaresma.
“Preparar o Sínodo dos jovens e aplicar à Família” é um dos desafios lançados aos sacerdotes, que são convidados a falar sobre os jovens, a família e a igreja nos nossos dias.
A Novena dos Espinhos é uma das três festas que marcam o ritmo celebrativo no Santuário, juntamente com a festa do Senhor Santo Cristo dos Milagres no quinto domingo a seguir à Páscoa e a festa do Cristo Rei, no último domingo antes do Advento.
A novena começou esta quarta feira com a pregação do ouvidor eclesiástico de Vila Franca do Campo, Pe. José Borges, sobre “O Santuário lugar de acolhimento e de reconciliação para os jovens e para as famílias”.
O sacerdote que é pároco da igreja Matriz da antiga capital da ilha lembrou que a Quaresma é um tempo especial de penitência e oração e hoje os cristãos devem  questionar-se sobre a vida, pondo de lado o que não interessa.
“O que tens na tua vida e não queres e o que queres na tua vida e não tens… esta deve ser a questão que cada um de nós deve colocar para sairmos do sofrimento em que muitas vezes nos encontramos”, disse o Pe. José Borges.
“Vivemos um tempo de graça que nos conduz a refletir” precisou ainda lembrando que se trata de uma tempo favorável ao aprofundamento da fé.
A partir da liturgia de hoje o sacerdote lembrou as dicotomias propostas pela vida lembrando que há sempre o bem e o mal mas que no fim o bem triunfa.
“Esta é a grande diferença entre a qualidade de vida de um crente e de um não crente: quando a vida tira tudo os que não têm fé perdem tudo;  nós ficamos com a esperança” referiu o sacerdote.
“O mistério do mal não pode ser maior que o mistério do amor;  o mistério da vida nunca pode ser menor que o da morte”, disse o Pe. José Borges que afirmou que “Deus não permite que a vida nos tire tudo”.
A Novena dos Espinhos prossegue amanhã com o ouvidor eclesiástico das Capelas, Pe. Hélio Soares, sobre  “Um Sínodo sobre os jovens: Porquê e para quê? – Para tratar o tema: os jovens, a fé e o discernimento vocacional”.
Na sexta feira, dia 23 de Fevereiro, será a vez do ouvidor da Ribeira Grande, Pe. Vitor Medeiros que pregará sobre como “Caminhar com os jovens hoje”. No sábado, o pregador será o ouvidor de Ponta Delgada que abordará o tema “Os jovens cristãos hoje e no nosso meio: nas Famílias, nas Escolas, nas Paróquias e no Santuário”. No dia 25, será a vez do reitor do Santuário do Santo Cristo, Pe. Adriano Borges, cuja pregação será centrada em como “Aplicar o Sínodo da Família com “Amoris Laetitia” no nosso meio. Realidade e desafios actuais”. No dia 26 de fevereiro, o ouvidor eclesiástico da Povoação, Pe. Ricardo Pimentel, falará sobre “A vocação da Família e o amor no matrimónio” e no dia 27, o ouvidor do Nordeste, Pe. Agostinho Lima, pregará sobre “O amor que se torna fecundo num tempo como o nosso de Inverno demográfico”. No dia 28 de fevereiro, o Pe. João Furtado, ouvidor da Lagoa, falará sobre o tema “Reforçar a educação dos filhos. Onde estão os filhos?” e, finalmente, no dia 1 de março, último dia da novena, o ouvidor eclesiástico dos Fenais de Vera Cruz, Pe. Carlos Simas, falará sobre “As situações difíceis dos casais e das famílias hoje. Acompanhar e discernir para integrar na comunidade cristã.
A festa termina no dia 2 de março.
IgrejaAçores

Procissão do Santo Cristo dos Terceiros na Ribeira Grande

Primeira procissão quaresmal da Ribeira Grande cumpriu-se mais um ano
Santo Cristo dos terceiros volta a sair à Rua na Ribeira Grande
Realizou-se este domingo a tradicional festa em honra do Senhor Santo Cristo dos Terceiros, organizada pela Santa Casa da Misericórdia da Ribeira Grande, com a saída da procissão pela principais ruas da cidade nortenha da ilha de São Miguel, depois da celebração da Eucaristia, na Igreja de Nossa Senhora da Guadalupe (também conhecida como a Igreja dos Frades).
As solenidades de carácter penitencial, únicas na ilha, realizam-se sempre no primeiro domingo da Quaresma.
A Procissão do Senhor Santo Cristo dos Terceiro, de longa tradição neste concelho, devido à forte presença da Ordem Terceira de São Francisco, é promovida pela Santa Casa da Misericórdia da Ribeira Grande, que este ano está a comemorar 425 anos, com o apoio logístico de várias entidades, entre elas a Câmara Municipal.
Além da Imagem do Senhor Santo Cristo dos Terceiros, que reza a história terá chegado numa embarcação ao Porto de Santa Iria e levado em procissão até à igreja dos Frades Franciscanos, saem à rua outras imagens de Santos Penitentes como Santa Isabel, Rainha de Portugal, Santa Margarida de Cortona [italiana], São Roque, Santo Ivo [advogado] e outras imagens a representar momentos da vida de São Francisco.
Estas imagens, no passado eram vestidas por irmãos da Ordem Terceira que zelavam por uma determinada imagem, que era vestida a rigor para o momento da procissão penitencial.
A imagem de São Francisco entre os espinhos esteve cem anos sem sair em Procissão, até que, em 1987, o Padre Edmundo Pacheco, 70 anos, natural da Conceição, como assistente da Ordem Terceira na Ribeira Grande, decidiu que a referida imagem tornasse a sair, o que se tem vindo a verificar.
Todas as imagens do Cortejo são pertença da Ordem Secular Franciscana da Ribeira Grande, cidade que acolhe o único museu do Franciscanismo nos Açores.
O cortejo processional deste domingo atravessou as ruas principais da cidade da Ribeira Grande com os 10 andores que fazem parte da procissão da Ordem Terceira, em que a Imagem do Senhor Santo Cristo foi levada em ombros em posição destacada, pelo rancho de romeiros da Freguesia da Conceição, ao som do sempre comovente Hino do Senhor Santo Cristo.
Participaram na imponente procissão muitos romeiros da ouvidoria da Ribeira Grande, bem como representações dos bombeiros voluntários, escuteiros, estudantes da Escola Secundária e da Universidade dos Açores e funcionários da Santa casa da Misericórdia.
As bandas filarmónicas do Triunfo e Voz do Progresso, ambas da cidade da Ribeira Grande, participaram no cortejo, executando o Hino do Senhor Santo Cristo à saída e entrada procissão e, ao longo do percurso, trechos musicais próprios do período quaresmal.
À entrada da procissão, os andores perfilaram-se todos no adro da Igreja dos Frades, local que acolheu o sermão do Pe. Manuel Galvão, assistente da Santa Casa da Misericórdia, evocando a história de São Francisco de Assis e dos Santos pertencentes à Ordem Franciscana, que integraram o solene cortejo processional.
A celebração litúrgica realizada na Igreja Mãe da Santa Casa foi presidida  pelo ouvidor da Ribeira Grande, Pe. Vitor Medeiros.
IgrejaAçores

Gabinete de Apoio aos Migrantes da CRESAÇOR

Cursos de Língua Portuguesa contribuem para plena integração dos imigrantes
O Diretor Regional das Comunidades salientou a importância da realização de cursos de Língua Portuguesa para imigrantes como fator determinante para a “plena integração de todos aqueles que, não nascendo nos Açores, escolheram as ilhas como seu novo lar”.
Paulo Teves falava na sessão de entrega de diplomas do Curso de Português para Imigrantes, promovido pelo Gabinete de Apoio aos Migrantes da CRESAÇOR – Cooperativa Regional de Economia Solidária.
Para o Diretor Regional, a realização destes cursos insere-se na política do Governo dos Açores relativa ao acolhimento dos imigrantes e à sua efetiva participação na vida cívica açoriana, mas também de promoção da interculturalidade.
A quinta edição do Curso de Língua Portuguesa para Imigrantes contou com cerca de 20 alunos de 14 nacionalidades, nomeadamente, alemã, angolana, checa, chinesa, espanhola, francesa, guineense, indiana, inglesa, iraniana, irlandesa, italiana, marroquina e venezuelana, tendo decorrido em horário pós-laboral, num período de 150 horas.
O Diretor Regional sublinhou que esta e outras iniciativas são desenvolvidas em colaboração com diversas instituições, procurando minimizar as barreiras que possam existir em todo o processo de integração dos imigrantes, através de um contacto permanente e partilha de informações entre os diversos serviços de apoio.
Neste sentido, anunciou que estão abertas as inscrições para a sexta edição do Curso de Português para Imigrantes, que devem ser apresentadas até 31 de março por entidades de natureza pública, privada ou cooperativa, bem como por estabelecimentos de ensino público na Região Autónoma dos Açores.
Estes cursos já foram frequentados por mais de duas centenas de imigrantes nas ilhas de São Miguel, Terceira, Faial, Pico e Flores.
A aprovação final da frequência do curso, da responsabilidade das direções regionais das Comunidades e da Educação, regulamentado pela Portaria n.º 56/2014, permite ao imigrante cumprir com as exigências dos regimes para aquisição de nacionalidade portuguesa, concessão de autorização de residência permanente e estatuto de residência de longa duração, no que se refere à prova de conhecimento da língua portuguesa.
Os interessados podem obter mais informações sobre o Curso de Língua Portuguesa para Imigrantes e o respetivo formulário de candidatura na página da Direção Regional das Comunidades no Portal do Governo dos Açores, no endereço eletrónico www.azores.gov.pt/Portal/pt/entidades/srapre-drcomunidades.
Gacs